Dicas de Praga

Visto

Cidadãos brasileiros não precisam de visto de turismo para permanência de até 90 dias na República Tcheca e em outros países-membros do Acordo Schengen (Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Países Baixos, Polônia, Portugal, Suécia e Suíça). Contudo, no momento do desembarque na Europa, serão exigidos passaporte válido e outros comprovantes, como passagem de ida e volta, comprovante de recursos financeiros, seguro-saúde válido em todos os países-membros do acordo, entre outros.

Segurança

Praga é uma cidade segura para o turista, mas a dica é ficar atento a bolsas, carteiras e itens como câmera fotográfica e celulares ao visitar áreas muito turísticas e/ou movimentadas. 

Use tênis

As belas e supercênicas ruas de Praga são de paralelepípedos, portanto, para a sua segurança e conforto, é melhor optar por calçados como tênis ou botas confortáveis e sem salto no período do inverno. Sapatos de salto não são nem um pouco recomendados!

Gorjeta

Na era comunista, oferecer uma gorjeta a um prestador de serviços na República Tcheca era algo fora de cogitação, pois um garçom ou garçonete trabalhava arduamente para que o estado tivesse melhores condições. A satisfação, portanto, não era pessoal, mas sim em ver o chefe satisfeito.

Com a queda do comunismo, oferecer uma gorjeta tornou-se algo de praxe no país e aqueles que não o fazem não são bem vistos. O percentual para o turista gira em torno de 10% a 15% do valor da conta; assim que ela chegar à mesa, o cliente deve incluir (por conta própria) este "algo a mais" no montante e agradecer ao garçom/garçonete. Caso pague em dinheiro e com uma nota alta, é só avisar ao prestador o valor que deseja pagar e aguardar pelo troco.

City Pass

Vai ficar alguns dias em Praga e deseja conhecer vários pontos turísticos economizando tempo e dinheiro? Então os passes turísticos podem ser uma boa alternativa para você. Em Praga, há duas opções: o Prague City Pass e o Prague Card, sendo que ambos possibilitam a entrada sem custos em pontos turísticos sem enfrentar filas, descontos, além de uso de transporte público e tours.

Prague City Pass - com este cartão, o visitante tem entrada liberada em pontos turísticos como o Castelo de Praga, a Basília de S. George, o Museu Judeu e as sinagogas de Josefov, confira aqui todos eles. Sem contar que o pacote inclui dois tours: um de ônibus pelo centro da cidade e outro de barco pelo rio Vltava. O benefício custa 1.390 CzK (adultos), 990 CzK (crianças) e pode ser adquirido online.  

Prague Card - com este benefício, o visitante também tem acesso a atrações como o Castelo, a Prefeitura Antigae e a torre Petřín, sem contar com o uso ilimitado do transporte público. Segundo o site, ao utilizar o cartão, o visitante faria uma economia de 1.520 CzK durante três dias. O Prague Card está disponível nas versões dois, três e quatro dias, veja aqui os preços e clique aqui para adquirir o seu antecipadamente.

Consigo me virar em Inglês?

Com toda a certeza, porém nas áreas turísticas de Praga. Caso você deseje passar um dia ou algumas horas explorando regiões mais afastadas da cidade, é bem provável que haja a necessidade saber alguma coisa em tcheco ou fazer uso de gestos e mímicas. Caso deseje fazer isso, tenha em mãos um livro ou um app no celular com algumas frases de emergência.   

Tudo que você precisa saber sobre Praga!

Esse texto sobre Dicas de Praga faz parte do guia de Praga no Melhores Destinos

Comentários para Dicas de Praga

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.