Dinheiro em Praga

Apesar de fazer parte da União Europeia, a República Tcheca tem a coroa tcheca (koruna) como moeda oficial, e não o euro. A koruna, representada pelas siglas Kč e CZK (internacionalmente), está disponível em notas de 100, 200, 500, 1000, 2000, 5000, moedas de 1, 2, 5, 10, 20 e 50 e pode ser adquirida em casas de câmbio e caixas eletrônicos espalhados pela cidade.

Na verdade, alguns estabelecimentos de Praga até aceitam o euro como forma de pagamento, contudo é bom não contar com isso durante a sua estada por lá, tendo sempre uma quantidade suficiente de coroas na carteira. Ah, cartões de débito e crédito de bandeiras conhecidas também são amplamente aceitos nesse destino turístico.

Dinheiro-em-praga

Preços em Praga

Os preços na capital da República Tcheca costumam ser bem melhores do que em outras partes da Europa Ocidental. Alimentação, por exemplo, é um dos quesitos que saem mais em conta, em lugares menos turísticos, paga-se algo em torno de 150 CZK num menu de almoço.

Já o jantar completo para duas pessoas — em restaurantes próximos a pontos turísticos como a Praça da Cidade Antiga e a Ponte Charles — deve custar a partir de 500 CZK, incluindo bebidas alcoólicas. Lanches como o delicioso e tradicional pão com salsicha e mostarda ou o superdelicioso Trdelník — pão doce com açúcar, assado no espeto — custam por volta de 80 CZK (R$ 11) a unidade.

Hospedagem em Praga também não costuma sair tão caro como em cidade europeias como Paris, Londres e Amsterdã. Fora que a cidade possui um bom sistema de transporte público, o que possibilita que o visitante se hospede em áreas um pouco mais afastadas do centro turístico com o objetivo de economizar algumas coroas tchecas na diária. Não deixe de fazer a sua reservar com o máximo de antecedência (link Onde Ficar).

Praga

É bem possível que você ande bastante a pé em Praga, pois a cidade é simplesmente perfeita para pedestres. Mas caso tenha que utilizar o transporte público local, não se preocupe, pois os preços são bons. O tíquete que vale por 90 minutos, por exemplo, custa 32 CZK, mas para quem vai usar bastante o serviço, talvez valha mais a pena adquirir o passe de três dias, que sai a 310 CZK. Mais informações em Transportes.

Os preços das atrações de Praga também não são absurdos e uma boa saída para conhecer um grande número de pontos turísticos e ainda assim economizar é adquirir um cartão como o Prague Card ou o Prague City Pass. Com eles, o visitante tem entrada liberada em alguns locais e descontos em outros, fora o uso de transporte público (Prague card). Lembrando que ambos podem ser adquiridos online.

Tudo que você precisa saber sobre Praga!

Esse texto sobre Dinheiro em Praga faz parte do guia de Praga no Melhores Destinos

Comentários para Dinheiro em Praga

  • Yhanw Rodrigo Martins há 4 anos

    Grato pelas informações, foram muito útil! Estou querendo dar uma passada por lá em outubro e isso me motivou mais ainda!!!

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.