Dinheiro em Genebra

A Suíça é um país que não faz parte da União Europeia e por isso não é obrigada a adotar o euro. A moeda do país é o franco suíço (sigla: CHF) e circula em moedas de 5, 10, 20, 50 centavos e 1, 2, 5 francos e cédulas de 10, 20, 50, 100, 200 e 1000 francos.

Durante a nossa estada em Genebra e Zurique, encontramos alguns estabelecimentos que disponibilizavam o preço em euros e até aceitavam a moeda da UE, porém isso não é algo tão comum e por isso a necessidade de ter sempre francos suíços na carteira.

Trocar dinheiro é muito fácil em toda a Suíça (até mesmo nas cidades menores), no próprio aeroporto e na estação central de trens já é possível fazer o câmbio com segurança. Caixas eletrônicos também estão disponíveis pelas mais diversas partes da cidade, além de não termos tido dificuldade alguma com o uso de cartões de crédito/débito de bandeiras conhecidas. 

E os preços? 

Em tempos de economia turbulenta, o nosso real desvalorizado perante outras moedas, precisamos dizer que a Suíça não é um país barato para se visitar. Entretanto, fazendo algumas adaptações, é possível aproveitar bastante, passear sem voltar para casa com um belo rombo na conta bancária.

Começamos falando de hospedagem, por exemplo. Você não precisa ficar no coração da cidade para ficar bem localizado. Considere, ainda, o fato de a Suíça oferecer um transporte público de excelente qualidade, possibilitando que o visitante se locomova sem nenhuma dificuldade.

Outra dica é tentar fazer reservas com o máximo de antecedência da viagem, de preferência aquelas que permitem o cancelamento gratuito até determinada data. Dessa forma, é possível ficar de olho em ofertas de hotéis mais atraentes.

Geneva Pass

O cartão pode significar uma boa economia para o visitante. Com o Geneva Pass, ao contrário da maioria dos passes de outras cidades, o turista não precisa visitar uma grande quantidade de atrações para fazer o investimento valer a pena. O portador já começa a economizar a partir da terceira atração, isso sem contar com o benefício do uso ilimitado do transporte público.

No site oficial do escritório de turismo de Genebra, você pode comprar o seu cartão — disponível nas versões 1, 2 ou 3 dias — e também informar-se dos custos de visitar a cidade adquirindo ou não o benefício (simulação). O cartão dá direito à entrada em museus, passeios de barco, tours diversos, entre outros.

Transporte público de graça

Ao hospedar-se em um hotel, albergue ou camping de Genebra, o visitante tem direito a um Geneva Transport Card, ou seja, um cartão que dá acesso ao uso de transporte gratuito e ilimitado durante todo o período da estada (UNIRESO: ônibus — TPG —, trem — CFF — e barcos — Mouettes Genevoises). Tenha isso em mente na hora de fazer o check-in no seu hotel.

Um tíquete cortesia também é oferecido ao visitante que acaba de desembarcar no aeroporto de Genebra. É o tíquete da Urieso, que permite que o turista use o transporte público de graça por um período de 80 minutos. O bilhete pode ser adquirido na máquina de venda de bilhetes, situada na área das esteiras de bagagens.

Tudo que você precisa saber sobre Genebra!

Esse texto sobre Dinheiro em Genebra faz parte do guia de Genebra no Melhores Destinos

Comentários para Dinheiro em Genebra

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.