Dinheiro e Gastos em Tokyo

Tokyo e o Japão como um todo não são lugares muito baratos de se conhecer. Além do custo da passagem, que costuma ser alto, os hotéis muitas vezes têm valores significativos, bem como o transporte, em especial se você compra o JR Pass. Embora seja realmente um destino caro, acreditamos que essa sensação se dá também pelo fato da cotação do dólar estar alta. Quanto à alimentação, é possível comer bem sem desembolsar muito. 

Ainda que a fama de Tokyo seja de uma cidade cara, não se espante tanto com essa informação. Em nossa opinião, cidades como Nova York e Londres são muito mais custosas para se realizar uma viagem. Além disso, há muitas atrações em Tokyo que são gratuitas, que facilitam a vida de quem quer economizar. 

A moeda que se utiliza no Japão é o iene (JYP), representado pelo símbolo ¥. É essa a moeda que você deve ter em mãos ao realizar suas viagens pelo país, porque outras moedas não são aceitas. É uma boa ideia levar euros e, principalmente, dólares americanos para trocar em solo japonês e dessa maneira pagar seus gastos diários. 

O iene tem moedas de 5, 10, 50, 100 e 500 e notas de  ¥1,000, ¥2,000, ¥5,000 e ¥10,000. As moedas mais úteis são as de ¥100, por isso é sempre bom tê-las por perto para pagar pelas passagens de metrô, ônibus e comprar bebidas nas máquinas espalhadas pela cidade. 

Como os valores em ienes possuem muitos zeros, é natural um pouco de confusão no início da viagem. O que você pode fazer quando os valores forem grandes é cortar os dois últimos zeros do valor e os números que sobrarem darão o valor aproximado em dólares americanos. Por exemplo, 10,000 ienes, corta-se os dois últimos zeros = US$ 100.

Para fazer o câmbio de moedas no Japão, você pode utilizar as casas de câmbio, que costumam ficar em locais de grande movimento de turistas. Outra dica é que grandes agências dos Correios locais também realizam câmbio! 

Os cartões de crédito são aceitos no Japão, mas em menor escala do que no Brasil, por isso, se você pretende concentrar seus gastos no cartão, tenha sempre uma maneira alternativa para realizar seus pagamentos, como o dinheiro. Caso queira fazer o saque em ienes diretamente de sua conta corrente, procure pelos caixas eletrônicos de lojas como 7 Eleven ou Family Mart e utilize a opção de saque no débito (que tem cobrança do IOF, mas utiliza-se a cotação do dia), — essa alternativa costuma ser mais vantajosa do que a cobrança na conta de crédito.

Geralmente, ao realizar um pagamento, você deve colocar o dinheiro em uma bandejinha. O atendente do local irá retirar a bandeja com o dinheiro e entregá-la com seu troco. Os atendentes também costumam entregar recibos e notas fiscais com as duas mãos, como forma de respeito. 

O Japão não é um país barato, então prepare-se para ter gastos consideráveis com hospedagem e com o transporte. Há restaurantes com toda faixa de preço, mas comida japonesa, no geral, também não é barata. 

Confira, abaixo, alguns valores* praticados em Tokyo:

Tokyo Tower: a partir de ¥900
Shinjuku Gyoen: ¥200
Tokyo Skytree: a partir de ¥2,570 para adultos
Tokyo National Museum: ¥620
Suco/água em uma máquina na rua: ¥130
Prato de ramen: ¥800
Metrô: passagem a partir de ¥170
Ueno Park: gratuito
Meiji Jingu: gratuito
Senso-ji Temple: gratuito
Tsujiki Market: gratuito

 

*Valores apurados em abril de 2016

Tudo que você precisa saber sobre Tokyo!

Esse texto sobre Dinheiro e Gastos em Tokyo faz parte do guia de Tokyo no Melhores Destinos

Comentários para Dinheiro e Gastos em Tokyo

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.