Alter do Chão

Floresta Nacional do Tapajós Flona Jamaraquá

0 avaliação
0% recomendam
0

Bem pertinho de Alter do Chão está um dos lugares mais mágicos dos arredores da vila: a Floresta Nacional do Tapajós. Quem visita a região e nunca teve a oportunidade de ver uma floresta de ambiente amazônico não pode perder a chance de caminhar entre as árvores grandiosas dessa reserva com mais de 527 mil hectares. O passeio pela Flona do Tapajós, área de conservação localizada no município de Belterra, vai muito além da observação da natureza e você sairá de lá carregado com o conhecimento dos povos da floresta.

Não há melhor maneira de percorrer aqueles cenários que não seja sob o olhar atento de quem vive intensamente o dia a dia da floresta. Você verá espécies fantásticas da Amazônia, como a gigante sumaúma (conhecida como a "árvore da vida" pelos indígenas) e a seringueira, além de infinitas outras plantas curiosas, como as que servem de papel e repelente natural contra insetos. O passeio passa por trilhas dentro da vegetação densa, onde é possível ver a diferença entre uma mata secundária e primária. Durante o trajeto, o guia mostrará diversas plantas e o uso de cada uma delas. Além da visita diurna à Flona, quem quiser ter um contato mais próximo com a floresta e as comunidades locais poderá investir em um passeio com pernoite. O acampamento pode ser em meio à mata ou à beira do Rio Tapajós.

A Floresta Nacional do Tapajós é acessível tanto pelo Rio Tapajós quanto por estrada. Os pontos de apoio mais comuns para os turistas que visitam a região são as comunidades de Jamaraquá (onde a floresta ganha o nome de Flona Jamaraquá), Maguari e São Domingos. O passeio mais popular entre os turistas é para a Flona Jamaraquá, onde há uma trilha com 9 km de extensão em meio à mata. Durante o tour há diversas paradas para observar a natureza, além de banho nas límpidas águas do igapó em meio à mata primária ou um passeio de canoa em um igarapé. No retorno, um bom almoço caseiro com peixes amazônicos fresquinhos estará esperando pelos turistas na base da comunidade. Apesar de ser possível visitar também as outras comunidades, os barqueiros em Alter do Chão costumam levar os turistas direto para a Jamaraquá. Caso deseje conhecer as comunidades Maguari (onde está uma samaúma milenar) e São Domingos, negocie antes com o barqueiro. 

O passeio para a Flona Jamaraquá acontece com percurso de lancha e saída a partir de Alter do Chão. O tour, com custo entre R$ 120 e R$ 180 (mais R$ 30 pelo guia local), tem paradas antes ou depois da Flona Jamaraquá para curtir uma das praias da região. O mais comum nos roteiros é uma visita ao final da tarde para assistir ao pôr do sol na Ponta do Cururu, na Ponta do Muretá ou na Praia do Pindobal. O trajeto de lancha de Alter do Chão até a comunidade Jamaraquá leva, em média, 1h. Outra opção é ir por via terrestre, com percurso que varia entre 1h30 a 2h. Nesse caso, o trajeto seguirá pela BR-153 e depois por estrada de terra. Veja detalhes do percurso de Santarém até a comunidade Jamaraquá e o percurso de Alter do Chão até a comunidade Jamaraquá, na Floresta Nacional do Tapajós. Quem preferir economizar poderá ainda fazer o trajeto em ônibus de linha, com saída de Santarém e parada nas comunidades.

Ao fazer o passeio para a Floresta Nacional do Tapajós, é preciso estar preparado com água (você irá suar muito durante a trilha), um lanche rápido, tênis ou sapatilha aquática (alguns trechos da trilha podem estar alagados), repelente contra insetos e, claro, uma boa câmera fotográfica para registrar toda a beleza da Amazônia.

É importante lembrar que o cenário em Alter do Chão e toda a região muda muito a depender do nível de água do rio, sendo assim, pesquise bem a época da viagem para ter certeza de encontrar as praias no auge da beleza. A Floresta Nacional do Tapajós pode ser visitada durante todo o ano. Veja mais sobre quando ir a Alter do Chão.

Comunidade de Jamaraquá, Alter do Chão - PA
http://www.icmbio.gov.br/flonatapajos/guia-do-visitante

Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua Floresta-nacional-do-tapajos-flona-jamaraqua