Melhores Destinos
Alter do Chão
Monique Renne Repórter fotográfica. Com um mundo inteiro a ser descoberto.

Roteiros para conhecer Alter do Chão

Alter do Chão vai muito além da Ilha do Amor! Aproveite cada minuto da viagem para conhecer as esplêndidas paisagens desse pedacinho do Pará. Não caia nessa de achar que um fim de semana é suficiente para ver tudo. Estamos falando de mais de 100 km de praias, florestas, lagoas, igapós, igarapés, canais e comunidades ribeirinhas que formam a região. Sendo assim, quanto mais tempo ficar por lá, melhor!

Um feriado prolongado dará uma boa ideia da região e permitirá conhecer as principais atrações, mas certamente deixará vontade de voltar. Quem pode investir de uma semana a dez dias terá a oportunidade de fazer passeios mais distantes, conhecer praias menos turísticas e mais desertas, curtir cada uma das faixas de areia com calma e ainda explorar alguns roteiros alternativos, como longas caminhadas à beira-rio e até uma noite sob as estrelas em uma praia isolada. Para ajuda na organização da sua viagem, preparamos algumas sugestões de roteiro que serão úteis na hora de decidir quantos dias ficar em Alter do Chão.

É muito importante dizer que os roteiros dos passeios em Alter do Chão variam muito. Se for um tour privativo, converse com o barqueiro sobre as atrações a serem visitadas no dia e diga a ele o seu perfil favorito de praia. Ele certamente terá uma boa sugestão para você! Vale também dizer tudo o que você já conheceu para que ele ajude a encontrar alternativas e assim não repetir as praias. Há incontáveis atrações a serem visitadas em Alter do Chão. Aproveite! 

Roteiro de 2 dias em Alter do Chão

Se você está na correria e tem apenas um fim de semana para visitar Alter do Chão, vá mesmo assim! Faça o máximo possível para chegar cedinho ao Aeroporto de Santarém e siga direto para Alter do Chão sem perder tempo. O ideal, nesse caso, é pegar o voo da madrugada (com saídas de Belém e Brasília) e já acordar em Alter do Chão para o dia de passeio.

Dia 1

Comece pela Ilha do Amor, o mais famoso ponto turístico de Alter do Chão. Ela está localizada bem de frente para a vila e não será preciso contratar passeio para ir até lá. Se estiver com pique, aproveite para subir o Morro da Piraoca (você levará pouco mais de uma hora pra ir e voltar) ou caminhe pela faixa de areia pela margem do Lago Verde em busca de praias mais desertas e tranquilas. Vale também seguir pela margem do Rio Tapajós em busca de um cantinho de areia isolado. Para almoçar, aproveite os quiosques da Ilha do Amor. No entardecer, sente-se na faixa de areia voltada para o Rio Tapajós, de onde é possível ver o sol se pondo na água ou pegue um barco até a Ponta do Cururu, onde acontece o pôr do sol mais famoso de Alter do Chão.

Dia 2

Esse é o dia de passeio pelo Rio Tapajós! São muitas opções e mostraremos algumas delas também nos dias a seguir. Você poderá tranquilamente escolher outro roteiro para o seu segundo dia em Alter do Chão. E tudo depende da hora do seu voo de volta para casa. Se tiver com o horário corrido, prefira os passeios mais próximos. Se for viajar só à noite ou no dia seguinte, vale mudar os planos para um passeio mais distante.

Um dos roteiros mais procurados entre os turistas é do Praia da Ponta de Pedras, Lagoa Preta, Praia de Carapanari e Ponta do Cururu. Essas quatro atrações estão próximas a Alter do Chão e o deslocamento de lancha é bem rápido. Ideal para quem quer curtir bastante o banho de rio. A Praia da Ponta de Pedras conta com quiosques à beira-rio, mas também cantinhos mais desertos para quem prefere isolamento. Já a Praia de Carapanari tem como principal atração as lindas cabanas de palha e madeira (que dão belas fotos) e o restaurante Casa do Saulo, onde costuma ser a parada para almoço. Já a Ponta do Cururu é uma faixa de areia maravilhosa onde acontece o pôr do sol mais famoso de Alter do Chão. O final do passeio costuma ser por lá, mas vale também passar na Ponta do Cururu no trajeto de ida para curtir um banho sem ninguém. Delicioso!

Roteio de 4 dias em Alter do Chão

Com quatro dias, você poderá conhecer bem mais de Alter do Chão. É o roteiro ideal para quem viaja em feriados prolongados. Comece a viagem seguindo as dicas do roteiro de dois dias e depois continue o passeio!

Dia 3

Vá rumo às praias do Rio Arapiuns! Esse é um dos passeios mais lindos para quem quer ver praias de rio nos arredores de Alter do Chão. O Rio Arapiuns, afluente do Rio Tapajós, consegue ser ainda mais espetacular e um passeio para lá é imperdível! O trajeto de lancha demora um pouco, por isso nem sempre o roteiro para o Arapiuns é procurado por quem está com tempo apertado, mas, acredite, vale cada sacolejada na lancha (e não serão poucas). 

O Rio Arapiuns conta com a vantagem de que quase todas as praias são desertas. É o passeio ideal para quem busca cenários mais isolados. Entre as principais praias visitadas pelos turistas estão a Praia do Icuxi, a Praia da Ponta do Toronó e a Praia da Ponta Grande. Todas espetaculares! O almoço durante o passeio é garantido pelas comunidades ribeirinhas que recebem os turistas, entre elas a Coroca e a Anã. Na volta, o pôr do sol pode ser na Ponta do Muretá ou mesmo no caminho de volta para Alter do Chão.

Dia 4

Para sair um pouco do esquema de praias, que tal uma visita a uma grande floresta? Faça um passeio de lancha para a Flona Jamaraquá, um pedacinho da Floresta Nacional do Tapajós localizada às margens do Rio Tapajós. Durante o passeio, os turistas fazem trilha por dentro da floresta, conhecem espécies típicas da Amazônia (como a Samaúma gigante), mergulham em igapós em meio à mata primária e fazem passeio de canoa por um igarapé. O almoço é garantido pela comunidade Jamaraquá. A depender do roteiro de passeio, há uma parada na ida em praias do caminho e também na volta para ver o pôr do sol.

Roteio de 7 dias em Alter do Chão

Sete dias é um período excelente para curtir Alter do Chão. Você conhecerá todas as principais praias e atrações e sairá da viagem com a certeza de ter aproveitado bastante! É ideal para quem tem férias disponíveis e deseja conciliar com viagens também por Belém, Marajó ou Manaus. Comece o roteiro de sete dias seguindo as dicas do roteiro de quatro dias e depois siga as dicas a seguir.

Dia 5

Aproveite o quinto dia de viagem para conhecer outro cenário que foge às praias. O Canal do Jari é um local repleto de vida silvestre e que encanta com paisagens bem distintas. Esse passeio é especialmente interessante para os viajantes observadores e apaixonados por natureza. Durante o trajeto será possível ver casas típicas ribeirinhas, vegetação amazônica, muitos pássaros e ainda alguns animais, como preguiças, macacos, jacarés e, com sorte, alguns botos. O Canal do Jari é mais bonito na época da chuva, quando a vegetação está exuberante e o rio cheio permite chegar até os locais onde estão grandiosas vitórias-régias. Na volta, vale fazer paradas nas praias do caminho, como a Ponta de Pedras ou a Praia de Carapanari para almoçar e a Ponta do Cururu para o pôr do sol.

Dia 6

De volta às praias, é hora de percorrer as faixas de areia para os lados de Belterra. A principal parada do roteiro é a Praia do Pindobal, que conta com diversos restaurantes e lindas cabanas de palha à beira do Rio Tapajós. É o lugar ideal para relaxar sem pressa e passar o dia inteiro, até porque o pôr do sol por lá é maravilhoso. Se quiser ir a outras praias na mesma rota, vale seguir o Tapajós adiante e fazer paradas na Ponta do Cajutuba, Praia de Aramanai e Praia do Maguari. Para o entardecer, uma boa pedida é a Ponta do Muretá.

Dia 7

Aproveite o seu último dia para percorrer atrações bem pertinho da vila de Alter do Chão. Assim você terá uma despedida tranquila e poderá se organizar melhor para o voo de volta para casa. Uma boa pedida é fazer um passeio pelo Lago Verde, onde está a Floresta Encantada (mais bonita na época da cheia) e alguns deliciosos pontos para mergulho em água transparente, como o Igarapé Camarão. Caso não queira fazer um passeio de lancha, você poderá alugar o caiaque e conhecer o Lago Verde no seu ritmo, fazendo diversas paradas para banho em praias desertas e curtindo o visual só pra você!

Roteiro de 10 dias em Alter do Chão

Esse é o tempo ideal para quem quer descansar de verdade e curtir Alter do Chão sem nenhuma pressa. Com dez dias, você poderá fazer todo o roteiro de 7 dias com mais calma ou ainda aproveitar os últimos dias para voltar às suas praias prediletas e curtir sem nenhuma pressa. O seu pique vai definir. Se for ficar dez dias, tente negociar com o barqueiro roteiros alternativos para praias fora do circuito. É a sua chance de ter uma praia inteirinha só pra você!

Dia 8

Ainda está com pique de passeio? Então siga rumo a Santarém para ver o encontro do Rio Amazonas com o Rio Tapajós. Vale um mergulho entre os dois para conhecer de pertinho a diferença de tonalidade desses dois gigantes. O Rio Tapajós tem águas azuis, enquanto o Amazonas é bem mais barrento. Na volta, aproveite para fazer paradas em algumas praias do caminho, como a lindíssima Ponta do Jutuba e a Praia do Jacaré (de lá vale ir até o Lago do Jacaré).

Dias 9 e 10

É hora de voltar às suas praias prediletas. Nesses dois dias, você não precisará fazer nada correndo e poderá curtir tranquilamente Alter do Chão. Se não quiser passar o dia todo em uma só praia, que tal retornar ao Rio Arapiuns para conhecer novas porções de areia ou seguir rumo a Belterra parando nas lindas faixas de areia até lá? Vale até combinar com o barqueiro um transfer de ida e volta para uma praia mais isolada e menos conhecida. Assim você passará o dia todo sozinho em uma faixa de areia só pra você. Ah! E o passeio pode se estender até o anoitecer, afinal, parece uma ótima ideia passar uma noite sob as estrelas em uma praia deserta à beira do Rio Tapajós…