Maputo

Ilha da Inhaca

Quando começamos a nossa pesquisa sobre Maputo, percebemos logo que uma ida à capital moçambicana não seria completa sem a visita à ilha da Inhaca. Um arquipélago paradisíaco, que fica a mais ou menos 40 quilômetros de distância da capital, e não deve em nada em beleza às praias do Caribe e Ilhas Maldivas.

Para chegar neste centro de pesquisa marinha, de águas mornas e claras, é preciso pegar um barco ou avião. Optamos pela lancha como meio de transporte por ser mais rápida e confortável do que o barco de passageiros que sai de Maputo. Partimos da Escola Náutica de Maputo por volta das 9h, navegando por águas tranquilas, até fazermos a nossa primeira parada do dia: a igualmente bela Ilha dos Portugueses, 200 metros distante da Inhaca. 

Vista-do-farol-da-ilha-da-inhaca

Na Ilha dos Portugueses, permanecemos apenas o suficiente para registramos os vários tons de azul do mar, até porque no local há apenas uma única estrutura que é de uso exclusivo de passageiros de cruzeiros. Depois de explorar um pouco o local, embarcamos novamente e alguns poucos minutos depois aportamos no nosso principal destino do dia: a Ilha da Inhaca. 

O aluguel da lancha (com capacidade para quatro passageiros) custou USD 300 e, além da Ilha dos portugueses e da Inhaca, ainda passamos pela praia de Machangulo, outro paraíso perfeito para a prática do snorkeling. Acertamos o nosso passeio com a empresa Number One Boat Charters e podemos afirmar que tudo correu muito bem do começo ao fim. 

Barco-que-nos-levou-ate-a-ilha-da-inhaca

Ilha-dos-portugueses Ilha-dos-portugueses Ilha-dos-portugueses Ilha-dos-portugueses Ilha-dos-portugueses

No entanto, aqueles que desejam gastar menos e estão com mais tempo disponível, podem optar pelo barco de passageiros que sai do Porto de Maputo. O ideal é passar antes no local para informar-se dos dias e horários de saída, já que não há um site com informações oficiais.

Entretanto, tenha em mente que um day trip pode acabar sendo complicado caso você opte pela viagem no barco convencional. Isso por conta dos horários de chegada e partida da ilha, que não costumam ser dos melhores para quem deseja passar apenas um dia. 

O que fazer na Inhaca

A Inhaca é uma ilha ideal para os apaixonados por praias mais selvagens, visto que o visitante não vai encontrar muita estrutura por lá, a não ser na vila que fica bem próxima do local de chegada dos barcos. Isso, porém, não tira em nada a beleza do passeio, na verdade, torna-o até mais especial.

Com a ajuda do pessoal da Number One, também alugamos um carro com motorista para um passeio geral pela ilha, incluindo o farol, de onde vimos de perto ruínas de construções da época dos portugueses e também desfrutamos de uma vista de tirar o fôlego. Conosco havia um guia local que nos contou vários fatos e histórias interessantes, incluindo o fato de a ilha ser comandada por um régulo (uma espécie de rei). Confira as fotos abaixo:

Ilha-da-inhaca

Ilha-da-inhaca Ilha-da-inhaca Farol-da-ilha-da-inhaca Ilha-da-inhaca Ilha-da-inhaca

O aluguel do veículo (uma caminhonete traçada) e os serviços do guia custaram cerca de mil meticais e o pagamento foi feito diretamente ao sr. Fernando, do Fernando Nhaca Lodge. Um lugar onde você, inclusive, pode hospedar-se tranquilamente, caso queira passar mais de um dia aproveitando a paradisíaca ilha. Você pode contactar o Fernando pelo Facebook, pelo telefone +258 82 7188549 ou e-mail fernandoluisnhaca30@gmail.com.

Na vila, também tivemos uma experiência gastronômica fantástica, mais precisamente no Restaurante do Lucas, onde nos deliciamos com um verdadeiro banquete de frutos do mar depois de uma manhã na praia. A dica é encomendar a refeição antes de sair para o passeio pela ilha, principalmente se você estiver com o tempo limitado. As refeições por lá vão custar entre 250 e 450 meticais. 

Restaurante-do-lucas-ilha-da-inhaca

Conclusão: vale a pena ir até a Inhaca?

Vale sim, principalmente se você vai ficar mais tempo em Maputo e deseja passar um dia diferente, explorando praias selvagens com cenários de filme e conhecendo pessoas muito amáveis.

A viagem de lancha acaba saindo mais cara, porém vale cada centavo, por ser mais confortável e rápida. Sem contar que o barco que pegamos comporta até quatro pessoas e, além da Inhaca, o passeio ainda incluiu a ilha dos Portugueses e a praia de Machangulo.  

Ah, para uma experiência ainda melhor, não se esqueça de levar consigo uma pequena caixa térmica com água. Chapéus e filtro solar potente também são importantes, principalmente se você estiver por lá no verão, sem esquecer, é claro, da roupa de banho, pois a água do mar é mais do que convidativa para vários mergulhos.

Avistamos-flamingos-na-volta-da-ilha-da-inhaca

Tudo que você precisa saber sobre Maputo!

Esse texto sobre Ilha da Inhaca faz parte do guia de Maputo no Melhores Destinos

Comentários para Ilha da Inhaca

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.