Kuala Lumpur

Capital da Malásia, Kuala Lumpur é um dos grandes hubs aéreos da Ásia e um destino um tanto exótico. Com uma população de cerca de 1,6 milhão de pessoas, a maior cidade do país é moderna e miscigenada. Comumente chamada de KL, uma das características mais marcantes da cidade é abrigar pessoas de culturas completamente distintas e que vivem em harmonia. 

Localizada na parte continental da Malásia, ao sul da Tailândia, Kuala Lumpur está 11 horas a frente do horário de Brasília e foi fundada por mineiros chineses em 1857. Desde então, comunidades de outras nacionalidades se fizeram presentes no país e hoje Kuala Lumpur é formada principalmente por famílias de origem chinesa, indiana e malaia. O mais interessante é que em KL vivem hindus, budistas e principalmente muçulmanos — eles praticam os preceitos de suas crenças, frequentam diferentes templos religiosos, vestem-se e agem de maneiras distintas e todos convivem cordialmente com suas diferenças. 

Entre os maiores símbolos da cidade estão as Petronas Twin Towers, que são as maiores torres gêmeas do mundo, e Batu Caves, impressionantes cavernas onde foram construídos templos hindus considerados uns dos templos mais importantes fora da Índia. Além desses locais, vale a pena incluir no roteiro uma passada no templo Thean Hou e um passeio descontraído no KLCC Park, que tem uma linda vista das Petronas. Pela noite, a melhor pedida é curtir os vários bares no alto de edifícios com paisagens maravilhosas da cidade ou ir a Changkat Bukit Bintang, uma rua super animada que tem bares e restaurantes.

Quem gosta de compras não irá se decepcionar com KL, a cidade tem lojas das maiores grifes internacionais e ótimos shoppings, como o Suria KLCC e o Pavillion. Caminhar ao ar livre nem sempre é a melhor das pedidas, afinal, o calor forte e a umidade estão presentes durante todo o ano, mas os turistas contam com um bom sistema de transporte, que serve, inclusive, o aeroporto à estação Sentral KL em apenas 28 minutos. 

KL tem edifícios altos, tem atrações impressionantes e um turismo que ainda está em desenvolvimento, mas é, acima de tudo, um destino que permite um grande aprendizado sobre tolerância e respeito à diversidade.