Macau

Macau, assim como Hong Kong, é uma região administrativa especial da China. As duas regiões estão a cerca de uma hora de viagem uma da outra e você pode aproveitar a viagem para HK para conhecer sua vizinha Macau, que oferece uma experiência completamente diferente. O melhor é que brasileiros não precisam de visto, apenas do passaporte em dia, e você pode ir ao local como um passeio de um dia, indo de manhã e voltando no fim do dia, ou pode até passar uns dias por lá se achar pertinente. 

Por estar tão longe do Brasil, muitas pessoas nem imaginam, mas temos algumas coisas em comum com Macau, como o fato de ambos os locais terem sido colonizados por portugueses! Uma das heranças mais interessantes da presença portuguesa em Macau é que o português continua sendo uma das línguas oficiais da região, junto do chinês. A verdade é que, na prática, as pessoas não falam português por lá, mas em todas as placas e sinalizações na cidade você vê palavras em português e isso deixa o passeio ainda mais interessante. É divertido ver tantas placas em língua portuguesa em um lugar tão distante do Brasil e cheio de chineses! 

Macau

E o que Macau tem de diferente? Bem, além do português ser usado com muita frequência, você vai encontrar um centro histórico com edifícios coloniais, ruas de paralelepípedos ou calçadas com pedras portuguesas, igrejas católicas, etc. Caminhando pelo centro histórico, não vai ser nada difícil encontrar pastel de Belém (pastel de Nata) sendo vendido em muitos lugares, assim como restaurantes que servem comida portuguesa, bolinho de bacalhau ou outros pratos típicos de Portugal. 

O turismo e principalmente a indústria da aposta vêm fazendo com que Macau se desenvolva muito rapidamente. Os turistas da China continental viajam em peso para Hong Kong para apostar nos cassinos, já que no restante da China é proibido. O turismo voltado para os cassinos e as apostas são tão expressivos que em 2013 a receita dos cassinos de Macau foi 7 vezes maior do que a receita dos cassinos de Las Vegas. 

A estrutura de Macau para o turismo é boa e grandes redes hoteleiras já estão presentes na cidade. Entre as grandes atrações para os visitantes que desejam ir aos cassinos está o Venetian, maior cassino do mundo! 

Como chegar a Macau:  O trajeto entre Hong Kong e Macau é feito em embarcações. Há a opção de sair tanto de Kowloon quanto de Hong Kong e chegar na área central de Macau ou em Taipa (onde ficam os cassinos). O trajeto dura em torno de 1h. Realizamos a travessia com duas empresas, na ida com a Turbo JET e no retorno com a Cotai Water Jet. Ambas as empresas oferecem um bom serviço e têm embarcações bastante confortáveis, mas a maior diferença que notamos é que a embarcação da Cotai era maior, porém a passagem custou mais caro. 

Os barcos vão de Hong Kong para Macau com grande frequência (inclusive de madrugada), há diversos horários diários, e como se tratam de regiões diferentes, você precisará de seu passaporte para fazer os trâmites de imigração ao sair de uma região e chegar na outra. Tudo é bem fácil, principalmente porque não há necessidade de visto para turistas. 

Macau

O que fazer
Nosso passeio em Macau durou apenas um dia. Optamos por passear na região histórica da cidade no começo do dia e no fim do dia ir para a região dos cassinos. 

Na área histórica de Macau, você pode conhecer o Largo do Senado, o Edifício dos Correios, Igreja de São Domingos, o Largo e Catedral da Sé, as Ruínas de São Paulo (não deixe de ir) e o Monte Fort, que é onde fica o Museu de Macau. Se quiser visitar cassinos, ali pertinho fica o Cassino Lisboa. O centro é bem interessante por sua arquitetura colonial e também por suas muitas lojinhas.

Para comer, não se esqueça de provar os pastéis de nata, vendidos em muitos lugares nas ruazinhas do centro da cidade, e para comer em um lugar especial, com comida portuguesa, uma sugestão é o restaurante Albergue 1601. 

Se quiser ir para Cotai, que é a área onde estão os cassinos e hotéis de grande porte, você pode ir de táxi ou de ônibus. Optamos por ir de ônibus e pagamos a passagem com dólares de Hong Kong, mas é necessário pagar com o dinheiro exato, pois não há troco. 

Em Cotai, visitamos o Venetian Cassino e achamos incrível! Além do cassino ser enorme, ele faz parte de um complexo com hotéis e um shopping ótimo, chamado Shoppes at Venetian. O shopping tem uma decoração linda, que imita a cidade de Veneza (Itália), a arquitetura é parecida com a da cidade e há até uma réplica dos famosos canais, por onde os barqueiros transportam turistas enquanto cantam músicas clássicas — sim, dentro do shopping! As lojas do shopping são excelentes e há desde marcas exclusivas a opções mais populares. Para provar um pastel de nata de muito sucesso, faça uma visita à lanchonete Lord Stow’s. 

Venetian-casino-macau

Se quiser jogar no cassino, talvez valha a pena dedicar um tempo maior a essa área de Macau ou até passar uma ou duas noites no hotel do cassino (Sands Hotel) ou algum hotel vizinho. 

Para deixar o Venetian Cassino, utilizamos o transfer gratuito do complexo até o terminal marítimo. 

 

Dicas: A moeda oficial de Macau é a Pataca, mas o dólar de Hong Kong é amplamente aceito, inclusive nas lojas, restaurantes e cafeterias. A diferença é que, na hora de receber o troco, ele será em pataca. 

- Os ônibus de Macau são bons e possuem ar-condicionado. Eles são uma boa maneira de circular pela cidade.

- Os grandes cassinos e hotéis oferecem transfer gratuito para turistas entre suas instalações e os terminais marítimos. Se seu objetivo é apenas ir aos cassinos, você pode se valer desse meio de transporte. 

- Não se esqueça de levar seu passaporte para ir a Macau, ele será imprescindível! Você precisará do passaporte para fazer os trâmites de saída em Hong Kong e entrada em Macau! 

 

Tudo que você precisa saber sobre Hong Kong!

Esse texto sobre Macau faz parte do guia de Hong Kong no Melhores Destinos

Comentários para Macau

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.