O colorido das janelas e portas dos casarões coloniais hipnotiza os viajantes que chegam a Paraty, no Rio de Janeiro. Os tons fortes se juntam ao intenso verde da Mata Atlântica, que acompanha toda a cidade e emoldura o mar. Por dentro da serra, cachoeiras dão um toque ainda mais espetacular à encantadora Paraty. A cidade alia turismo histórico, paisagens naturais exuberantes, pousadas charmosas, excelente gastronomia e um intenso movimento cultural. É destino para quem deseja descansar, mas não necessariamente desplugar do mundo. Deixe-se levar por esse maravilhoso roteiro pela Costa Verde do Rio de Janeiro. Paraty é um lugar cativante e que desperta paixões entre os viajantes.

Caminhar pelas ruas construídas em pé de moleque é um verdadeiro retorno ao passado. Impossível não se encantar com o Centro Histórico de Paraty. Ao anoitecer, as luzes amareladas são hiptonizantes, assim como todas as cores dos casarões coloniais. Junte a esse cenário toda a imensidão da Serra do Mar e você terá um cartão postal apaixonante. Como se não bastasse toda a beleza, Paraty foi declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Um reconhecimento de que o destino é muito mais que especial.

Paraty

O que fazer em Paraty - RJ

Paraty une história e paisagens naturais realmente estonteantes e, o melhor de tudo, Paraty está em uma das mais lindas baías do país. A região, conhecida como Costa Verde, oferece mais de uma centena de praias e ilhas para quem deseja curtir os dias de sol. E para quem preferir o contato mais íntimo com a Serra do Mar, há ainda uma grande variedade de cachoeiras a serem desbravadas pelos viajantes em Paraty.

As belezas naturais e a história de Paraty são inegáveis, mas a cidade vai além. Paraty tem um certo ar que inspira também a produção cultural. O Centro Histórico tem lojas repletas de artesanatos, ateliês de artistas locais estão por toda parte, fotografias estampam as vitrines e as livrarias são mesmo um convite a horas a fio com um bom café. Impossível negar essa vocação diante de eventos como a Festa Literária Internacional de Paraty, a FLIP e a Paraty em Foco, que reúne fotógrafos de todo o país. 

Como se não bastasse a beleza natural, o caráter histórico e o agito cultural, Paraty é também um deleite gastronômico. A vida na cidade acontece em meio a dezenas de bons restaurantes que oferecem cardápios sofisticados, com misturas dignas de grandes chefs. As mesinhas ao ar livre, diante das igrejinhas históricas, arrebatam qualquer turista, enquanto os pratos agradam até os mais exigentes paladares. Ao sentar-se para jantar, não deixe de brindar com uma boa cachaça artesanal. Elas estão entre as melhores do país e você estará bebendo um pouco da história de Paraty.

Praia-vermelha  

Praias de Paraty

Paraty conta com mais de uma centena de praias e ilhas para dias de deleite diante do mar. Com algumas das melhores praias do Brasil, Paraty não decepciona no que quesito beleza e oferece cenários belíssimos em meio ao intenso verde da Mata Atlântica. Grande parte das praias de Paraty é acessível apenas pelo mar ou exigem alguns quilômetros de estrada e caminhada. São poucas as praias pertinho do Centro Histórico, sendo assim, prepare-se para fazer muitos passeios em Paraty. A boa notícia é que há diversos passeios com preços acessíveis, o que sempre ajuda o bolso! 

As praias e ilhas mais procuradas de Paraty são as que fazem parte das rotas de passeios de escuna, entre elas: Praia da LulaPraia VermelhaPraia da ConceiçãoIlha CompridaIlha da CotiaLagoa AzulSaco da VelhaIlha do AlgodãoSaco do Mamanguá, Ilha Duas Irmãs, Ilha Rasa, Ilha da Sapeca, Praia da Akita, Praia do Engenho e Praia de Jurumirim. Já os roteiros de lancha, que vão até regiões mais distantes, costumam ir à Praia do EngenhoSaco da Velha, Paraty Mirim, Ilha dos Cocos, Praia Grande da Cajaíba, Ilha da Pescaria e Praia do Jurumirim.

Paraty  

Com um pouquinho mais de tempo, vale ir de carro até as regiões mais distantes do Centro Histórico de Paraty, como a Vila de Trindade, onde está a Piscina Natural do Cachadaço, além da Praia do CachadaçoPraia do MeioPraia de Fora (ou Praia dos Ranchos), Praia do Cepilho e Praia Brava. Se você estiver a caminho de Angra dos Reis, não deixe de conferir a Praia de São Gonçalo e a Praia de São Gonçalinho. Para os mais aventureiros, a pedida é investir em praias distantes e com trajetos de trilha, como a Praia do Sono, Antigos e Antiguinhos.

Não falta praia espetacular em Paraty. E estamos falando só do básico! Aproveite cada minuto da viagem para conhecer algumas delas. Veja mais dicas sobre as praias de Paraty.

Praia-do-cepilho  

Pousadas em Paraty

O que não falta em Paraty são pousadas incríveis e charmosas, mas é claro que o destino também oferece hospedagens mais econômicas para quem deseja economizar. Se o que você procura é uma hospedagem em meio ao agito da cidade, a melhor região é o Centro Histórico e ruas próximas. No outro lado do rio Perequê-Açu, os bairros de Caboré, Pontal e Jabaquara atraem muitos turistas em busca de hospedagem boa e barata, o mesmo vale para o Centro de Paraty (não o Centro Histórico). Já quem busca um cantinho sossegado em meio ao verde, vai preferir se hospedar em uma das pousadas à beira da Estrada Paraty-Cunha. Agora, se o que você quer é pé na areia e uma praia paradisíaca, é bom preparar o bolso! As opções são bem limitadas e costumam custar uma pequena fortuna.

Falando em valores, as pousadas de Paraty podem ter cifras bem astronômicas em período de alta temporada e datas com festividades ou eventos culturais. Se você não quer gastar muito, fuja desses períodos. Confira mais dicas de pousadas em Paraty.

Paraty  

Quando ir a Paraty - RJ

Escolher a época de viajar a Paraty pode não ser das tarefas mais simples. O clima em Paraty não é dos mais estáveis, a cidade sempre lota nos feriados e o grande número de eventos culturais ao longo do ano costuma elevar os valores das hospedagens. Sabendo disso, avalie bem o período que melhor atende ao seu desejo para ir a Paraty quando ela melhor combina com você! 

Se o que você busca são dias quentes e não se preocupa tanto com a chuva, o verão é a época certa. Já quem quer fugir de tempo chuvoso deve viajar nos meses de inverno. Para tentar aliar temperaturas amenas, menos chuva e baixa temporada, as melhores pedidas são abril, maio, setembro e outubro (fora do período da FLIP). Se o que você busca é ver Paraty bem tranquila, evite todos os feriados e períodos de férias escolares.

  • Período mais chuvoso - novembro a março, com chuvas entre 203 a 264 mm; 
  • Meses mais secos - junho, julho e agosto, com chuvas entre 63 mm e 67 mm;
  • Quando faz mais calor - dezembro a março, com temperaturas entre 22ºC e 30ºC;
  • Clima mais friozinho - junho, julho e agosto, com temperaturas entre 17ºC e 25ºC; 
  • Alta temporada - Férias escolares, todos os feriados prolongados e a FLIP (Feira Literária Internacional de Paraty), entre os meses de julho e agosto, com data variada a cada ano.

Confira todos os detalhes sobre quando ir a Paraty!

Paraty  

Como chegar a Paraty  

Paraty está localizada no estado do Rio de Janeiro, na região conhecida como Costa Verde. A cidade está praticamente no meio do caminho entre as capitais Rio de Janeiro (240 km) e São Paulo (270 km). Não há aeroporto em Paraty e o trajeto final mais comum até a cidade é por via terrestre. Para quem sai do Rio de Janeiro, a melhor rota é pela BR-101 (Rio - Santos), cujo percurso é feito pelo litoral e a vista é maravilhosa. Para os motoristas que vão por São Paulo, a BR-116, até Guaratinguetá, é uma boa opção. 

Um trajeto muito comum entre os turistas é a rota Angra dos Reis - Paraty. A distância entre as duas cidades é de 100 km e a maneira mais econômica de fazer o trajeto é de ônibus urbano. Os veículos saem de meia em meia hora de Angra dos Reis e o percurso - de 95 km - tem 2h de duração. Para quem está na Ilha Grande, é possível também fazer o trajeto até Paraty de barco ou lancha.

Veja mais detalhes sobre como chegar a Paraty, no Rio de Janeiro.

Paraty

Quanto tempo ficar em Paraty

Paraty vale tanto uma viagem rápida para curtir o final de semana quanto um roteiro mais longo para descansar e aproveitar diversas praias e passeios. Com uma viagem de quatro dias já é possível curtir um pouquinho de cada faceta de Paraty, mas o ideal é ficar ao menos sete dias por lá. Assim você terá tempo de conhecer várias praias, cachoeiras, experimentar diversos restaurantes (e cachaças) e ainda passear sem pressa pelo Centro Histórico de Paraty, com direito a comprinhas e atividades culturais.

Paraty  

Um pouco da história de Paraty, no Rio de Janeiro

Fundada oficialmente em 1667, Paraty era apenas um pequeno povoado aos pés do Morro do Forte. A cidade cresceu e se tornou, entre os séculos XVIII e XIX, um dos maiores entrepostos comerciais do país. Rota do Caminho do Ouro, por onde escoavam as preciosidades vindas das Minas Gerais, e grande produtora de cana-de-açúcar, Paraty era ponto final da Estrada Real. Com a construção de um novo caminho, por onde levavam ouro e pedras preciosas diretamente ao Rio de Janeiro, a cidade perdeu importância e por muitos anos ficou esquecida, até ser redescoberta pelo turismo e se tornar um dos mais belos destinos do Rio de Janeiro e do Brasil. Os tempos agora são bem diferentes dos séculos passados, mas a circulação de estrangeiros continua intensa e a arquitetura colonial, bastante preservada, é uma bela maneira de viajar na história.

Centro-historico-de-paraty

Quer conhecer um pouco mais sobre Paraty e a Costa Verde do Rio de Janeiro? Veja tudo sobre as praias e cachoeiras, as melhores pousadas e restaurantes, os passeios de barco e lancha, além de dicas para organizar a sua viagem e torná-la ainda melhor. Aproveite para se perder entre as praias e ilhas paradisíacas, experimente um gelado e revigorante banho de cachoeira e ande sem rumo pelas ruas do Centro Histórico. Certeza que você sairá de Paraty apaixonado e com ainda mais vontade de voltar.