Cidade do Cabo

Transportes na Cidade do Cabo

O sistema de transportes, definitivamente, é o ponto fraco da Cidade do Cabo. O transporte público deixa a desejar e as distâncias entre as áreas de interesse não são curtas o suficiente para andar a pé. Alugar o carro é uma excelente alternativa, mas é preciso lembrar que, na África do Sul, é utilizada a mão inglesa. Uma boa opção para quem não quer alugar um veículo é utilizar os ônibus de dois andares City Sightseeing, que passam pelos principais pontos turísticos do Cabo. 

Desenvolva uma certa malícia ao utilizar os táxis, que quase nunca usam taxímetro, e tenha consciência de que quase ninguém anda a pé durante a noite, a não ser em determinadas localidades. Caminhar durante o dia é comum, mas durante a noite muitas ruas ficam desertas. 

A pé
Caminhar é uma ótima maneira para circular por determinadas áreas e conhecer uma mesma região. O centro ou a região do Waterfront, por exemplo, são bons lugares para andar a pé e ver os pontos turísticos próximos, assim como Camps Bay, Green Point e Sea Point. Durante a noite, no entanto, o movimento de pedestres nas ruas é ínfimo e circular por locais ermos, como o centro, passa a ser desaconselhado. 

A maioria dos motoristas dá preferência aos pedestres na hora de atravessar a rua. Lembre-se de olhar para o lado certo na hora de atravessar uma rua, pois o sistema de direção é diferente do usado no Brasil.

Ônibus City Sightseeing Cape Town
Os famosos ônibus vermelhos de dois andares que circulam por diversas cidades do mundo estão também no Cabo. Essa é a alternativa ideal para turistas que querem ver os principais pontos de interesse da cidade com segurança, preço justo e sem a necessidade de alugar um carro ou a dificuldade de esperar por um ônibus de linha convencional. 

Há quem tenha um certo preconceito com esse tipo de transporte; muita gente acaba por dissolvê-lo depois de utilizá-lo. 

No caso de Cape Town, são duas linhas - uma vermelha e uma azul -, cada uma ao custo de R150 por dia. A linha azul ainda dá direito à linha roxa, que é bem pequena e passa apenas pela região de Constantia, onde há vinícolas. Os ônibus têm audioguia em diversas línguas (entre elas o português). 

Caso compre um passe de dois dias, o ingresso sai por R250 e dá direito a utilizar as duas linhas e ainda fazer mais dois passeios alternativos, um pelo canal perto de Waterfront e outro até Signal Hill.

Os ônibus passam pelas paradas com grande frequência e funcionam desde o início da manhã até o início da noite - durante o verão o serviço começa mais cedo e termina mais tarde. Confira no site da empresa maiores informações dos trajetos e dos horários e compre seu ingresso com um descontinho.

Carro
Quem busca conforto e quer ter autonomia para circular por toda a cidade e suas redondezas faz uma boa escolha ao alugar um carro. As ruas e rodovias do Cabo são boas e bem sinalizadas; é preciso apenas um pouco mais de cuidado para dirigir, pois no país é utilizada a mão inglesa - volante do lado direito e circulação nas vias do lado esquerdo. 

A PID (permissão internacional para dirigir) é altamente recomendada para quem pretende alugar um veículo. 

Táxi
Na Cidade do Cabo os táxis deveriam usar taxímetro, mas não é bem essa a realidade. Na prática, poucos motoristas utilizam o aparelho e a maioria trabalha com preços "tabelados". O problema é que, em se tratando de uma cidade turística, muitos motoristas acabam por explorar o turista e cobrar preços exagerados. 

A melhor maneira de não ser enganado é saber os detalhes sobre a corrida antes de entrar no veículo. Pergunte ao motorista se ele usa taxímetro: caso positivo, fique de olho no trajeto tomado para ele não pegar um caminho mais longo do que o necessário; caso negativo, acerte o valor da corrida ANTES de entrar no carro. Não tenha receio de negociar o valor até chegar a um montante que considerar justo. 

É mais seguro pegar os táxis chamados por hotéis e restaurantes, entretanto vez ou outra você poderá acabar precisando contar com um táxi de rua mesmo. Nesse caso, dê preferência aos veículos mais novos. 

Os táxis são relativamente baratos, basta aprender a lidar com os motoristas. 
Não caia na bobagem de entrar em um táxi e só perguntar ao final da corrida qual é o valor a ser pago; infelizmente, nem todas as pessoas são honestas o suficiente para nos motivar a agir dessa forma. 

Se encontrar um taxista que lhe agrade, guarde seu cartão e chame-o sempre que precisar. 

Rikkis
O Rikkis é como um táxi que funciona de forma coletiva. Embora o preço seja bom,  o veículo compensa mais para circular pela cidade e não para fazer longos trajetos e ir até áreas distantes do centro. 

Para utilizá-lo, basta ligar para um número  (0861 745 547 / 021 447 3559) e o automóvel mais próximo para sua localização irá lhe buscar. 

É preciso lembrar que o transporte é compartilhado com outras pessoas. 
Para mais detalhes, confira o site

Trem
A Cidade do Cabo tem transporte de trens, mas, apesar haver diferentes linhas e várias estações, os trens nem sempre são vantagem para os turistas por irem, principalmente, para áreas distantes do centro. Confira os detalhes das estações por onde os trens passam no site da Metrorail.

Ônibus e vans
Os ônibus são uma forma barata para se locomover pelo Cabo, porém, como no Brasil, podem deixar a desejar. Os ônibus não circulam por toda a cidade e onde eles não estão é possível contar com as vans. 

Você pode conferir mais detalhes sobre a rede de ônibus MyCity no site da empresa.

Tudo que você precisa saber sobre Cidade do Cabo!

Esse texto sobre Transportes na Cidade do Cabo faz parte do guia de Cidade do Cabo no Melhores Destinos

Comentários para Transportes na Cidade do Cabo

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.