Melhores Destinos
Nova Zelândia
Monique Renne Repórter fotográfica. Com um mundo inteiro a ser descoberto.

Campings e Hotéis na Nova Zelândia

Viajar pela Nova Zelândia implica em mudar constantemente de cidade base. Dificilmente um turista vai ao país para explorar apenas um local, por isso a escolha da hospedagem não se limita a somente um hotel que sirva a todo o roteiro. O mais comum é escolher vários hotéis ou campings durante a viagem. Vale até uma hospedagem diferente a cada dia, o que não é incomum por lá, especialmente para quem está viajando de motorhome ou campervan. Muitas vezes, a hospedagem vai além de simplesmente um local para dormir e se torna parte da experiência de viajar pela Nova Zelândia. E podemos dizer, sem nenhuma dúvida, que é uma experiência maravilhosa!

Nova-zelandia

A Nova Zelândia oferece boas opções de hospedagem em todas as regiões turísticas do país e não será difícil encontrar um bom pouso para passar a noite. Entre os neozelandeses, a maneira mais comum para se hospedar, principalmente em regiões onde não há grandes cidades, é nos campings do país. E eles são bem diferentes e muito melhores do que estamos acostumados no Brasil. Já os grandes hotéis são mais comuns em cidades maiores, como Auckland, Wellington, Christchurch e Queenstown. Em regiões mais isoladas e cidades pequenas, especialmente em Parques Nacionais, a oferta é de hotéis menores.   

O custo de hospedagem na Nova Zelândia não é muito camarada com o bolso dos turistas. Uma diária de NZD 200 é comum para hotéis de padrão barato. A melhor maneira de economizar em hospedagem no país é viajar de campervan ou motorhome e se hospedar nos campings, que têm custo médio entre NZD 10 e NZD 50 por pessoa, mas podem também ser gratuitos. Até mesmo quem viaja de carro pode encontrar nos camping opções de quartos mais em conta. Holstels também são uma boa alternativa para quem não deseja gastar muito. A verdade é que dá pra viajar pela Nova Zelândia gastando quase nada com hospedagem, mas o custo também pode ser bem alto a depender do padrão de hotel escolhido.

Queenstown

Como funcionam os Campings na Nova Zelândia

Esqueça tudo o que você imagina sobre campings! Esse é o primeiro passo para entender o que são os campings neozelandeses. Os espaços destinados a camping na Nova Zelândia podem ser de grandes campos abertos em meio a uma paisagem espetacular e com custo zero até grandes estruturas com cozinha, banheiro, lavanderia, piscina, salão de jogos, churrasqueiras e muito mais. Há campings no país para todos os tipos de viajante, dos que procuram maior contato com a natureza até os que desejam conforto sem pagar muito.

A maior e grande vantagem de se hospedar nos campings é a liberdade total de roteiro. Não é necessário fazer reserva com antecedência e o preço não varia no balcão. Sendo assim, você terá toda a liberdade de viajar no ritmo que desejar, sem a obrigação de chegar a uma cidade apenas porque tem uma reserva de hotel a cumprir e não pode perder dinheiro. Reservas de camping são aconselháveis apenas na alta temporada de verão, quando mais neozelandeses viajam. Ainda assim, é possível ligar no mesmo dia e fazer a reserva por telefone para aquela noite. Vale ficar atento ao horário de fechamento da recepção dos campings tipo Holiday Parks. Eles costumam aceitar hóspedes até às 20h. Confira a cada dia o horário de chegada para não ficar sem ter onde passar a noite.

Nova-zelandia

O primeiro passo para entender os campings neozelandeses é saber que elas estão divididos basicamente em três categorias: Free Campsites; DOC Campsites; e Holiday Parks. Cada categoria tem características específicas e atendem a um determinado tipo de turista, porém nada impede que se faça um mix entre todas as opções de campings. Ah! No país, há centenas de campings, porém não é permitido acampar (mesmo em campervan ou motorhome) em qualquer lugar. Por isso, nada de querer passar a noite com aquela vista maravilhosa para o Mount Cook em um local onde não é permitido acampamento. Você poderá ser multado.

Lago-tekapo

Free Campsites – Os Free Campsites são áreas públicas, muitas vezes em meio à natureza, onde é permitido o acampamento, o estacionamento de vans e de motorhomes. No geral, são autorizados nos Free Campsites apenas veículos self contained, ou seja, que possuem local para descarte de resíduos sanitários (veja mais sobre campervans e motorhomes). Os veículos autorizados têm um adesivo azul na parte traseira, o que evita multas. Nas áreas de Free Campsite, não têm infraestrutura, ou seja, é uma grande área sem nada. Não há banheiro, cozinha, lavanderia, restaurante ou mesmo pontos de energia. A vantagem? Muitas dessas áreas estão em lugares espetaculares, com vistas incríveis e são uma experiência única de contato com a natureza. Os Free Campsites não são ideais para todos os dias de viagem, mas certamente podem ser uma boa base para quem deseja um lindo lugar para acordar. Esse tipo de camping é especialmente interessante para quem está viajando de campervan e motorhome com banheiro. Os Free Campsites são sempre gratuitos, o que ajuda em uma emergência de falta de grana. Basta chegar, estacionar o carro e curtir. Não há controle de acesso ou cancelas. Não é preciso fazer reserva para esse tipo de camping.

Nova-zelandia

DoC Campsites – Os DoC Campsites são os campings que fazem parte do Departamento de Conservação da Nova Zelândia e estão localizados em áreas de parques nacionais. Os DoC Campsites variam entre grandes áreas livre e gratuitas (como os Free Campsites) até campings com infraestrura como: água; chuveiro (frio ou quente); cabanas; cozinha; banheiro público; e vagas com energia para o carro (powered sites). O custo dos DoC Campsites com benefícios é de até NZD 20 por pessoa e o pagamento algumas vezes é feito em uma caixinha, sem controle de acesso, ou seja, conta com a honestidade dos visitantes. Os DoC Campsites também estão localizados em belas áreas em meio à natureza e são uma ótima opção para quem deseja economizar, mas não abre mão de um banheiro e chuveiro de verdade. Como os DoC Campsites diferem bastante entre eles, é preciso buscar informação sobre quais amenidades estão disponíveis em cada um. Assim, você não corre o risco de passar aperto. Esse tipo de camping é mais recomendado para quem tem campervans e motorhomes com boa infraestrura, como banheiro e água. Para os DoC Campsites com mais infraestrutura, é aconselhável fazer reserva na alta temporada.

Fiordland-com-milford-sound-e-doubtful-sound

Holiday Parks – Esses são os campings que oferecem melhor infraestrutura para os viajantes. Os Holiday Parks são excelentes opções para quem precisa economizar, mas não abre mão de conforto. Nesse tipo de camping, sempre há estrutura de apoio para os viajantes e os benefícios são muitos. No geral, os Holiday Parks têm: cozinha; churrasqueira; banheiro; chuveiro quente; lavanderia; vagas de estacionamento com e sem energia (powered e non powered sites); área de lazer; sala de convivência; e Wi-Fi (nem sempre gratuito). Há vários níveis de Holiday Parks e o preço acompanha o padrão de infraestrutura. Os mais baratos têm custo médio entre NZD 10 e NZD 20 por pessoa, enquanto os mais caros saem por NZD 30. Há alguns, de padrão bem superior, que podem custar até NZD 40 (ainda bem mais em conta se comparado a uma diária de hotel). O custo também varia de acordo com o tipo de vaga de estacionamento, se com ou sem energia externa para o veículo. O pagamento nos Holiday Parks é quase sempre feito no check-in e cartões de crédito são amplamente aceitos.

Lago-taupo-e-tongariro-national-park

Os Holiday Parks funcionam em áreas particulares e sempre têm uma recepção onde é feito o primeiro atendimento. Não é obrigatório fazer reserva e o mais comum é escolher o camping apenas no dia, de acordo com o itinerário da viagem. Reservas antecipadas, especialmente para quem deseja um powered site, são aconselháveis apenas em alta temporada. Na recepção, você poderá contratar o serviço de hospedagem (a vaga para a sua campervan e motorhome ou o local para a barraca) e também adicionais, como lavanderia e Wi-Fi (nem sempre incluídos no valor). Você receberá o número da vaga, um mapa do camping e já poderá ir estacionar. No local do estacionamento, no caso de um powered site, haverá uma tomada onde você colocará o cabo de energia da campervan. Voilà! Você terá uma casinha com luz, aquecedor, geladeira, tomadas o que mais tiver disponível na sua campervan ou motorhome.

Lago-tekapo

A qualidade das instalações dos Holiday Parks varia muito, mas dificilmente serão ruins. Os banheiros são sempre limpos e alguns bem melhores que os de casa. Há chuveiros com tempo de água quente livre e outros limitados de sete a dez minutos. As lavanderias são cobradas à parte, mas o custo é bem baixo e dificilmente passa de NZD 5 pela lavagem e o mesmo valor pela secagem. Muito eficiente para quem deseja levar mala pequena e pretende lavar durante a viagem.

As cozinhas têm estrutura completa e bem funcional. Elas costumam oferecer acessórios como: panelas, talheres, temperos e até alguns alimentos deixados por outros hóspedes. O dever de cada um é usar e deixar tudo limpo. Alguns campings oferecem lojinhas com produtos básicos de higiene e alimentação, porém não conte com isso para emergências, já que não é padrão. Melhor comprar tudo em supermercados. Não é comum ter restaurantes dentro dos campings.

Nova-zelandia

Muitos campings são independentes, mas há também algumas redes de Holiday Parks que existem em todo o país. A vantagem de se hospedar nessas redes é ter a certeza do padrão de qualidade das instalações, além de poder ganhar descontos. Para isso, basta se cadastrar nos programas de fidelidade das empresas e acumular diárias a cada noite de hospedagem. Fidelização gera bons preços e descontos! As principais redes de Holiday Parks na Nova Zelândia são a Top 10 Holiday Parks, a Holiday Parks e a Kiwi Holiday Parks, as três com programas de benefícios.

Queenstown

O horário de check-out dos campings é quase sempre às 10h, ou seja, você precisa retirar o carro até esse horário. Fique atento para não perder muito tempo pela manhã. Se necessário, deixe para tomar o café em um belo cenário fora do camping. O melhor é botar o pé na estrada logo cedo para curtir a viagem!

Como escolher os Campings na Nova Zelândia

Uma das maiores dúvidas de quem deseja se hospedar em campings é como escolher entre tantas opções. Antes de viajar, parece ser bem mais complicado, porém, depois de experimentar o primeiro camping, tudo fica mais fácil. Durante a nossa viagem pela Nova Zelândia, nós usamos três aplicativos para smatphone diferentes: Rankers, Camper Mate e Wiki Camps. Os aplicativos ajudam a localizar os campings em cada região, mostram a faixa de preço de cada um deles, as avaliações e fotos de usuários e também fazem uma lista de tudo o que está disponível de serviço e comodidade em cada camping. Os apps são tão eficientes que é possível até mesmo usar os filtros disponíveis para pedir que sejam mostrados apenas campings em determinada faixa de preço, com linda vista, Wi-Fi, powered sites, lavanderia, cozinha e chuveiro, por exemplo. São muitas opções de filtros que ajudam a chegar exatamente ao camping que você precisa.

Fiordland-com-milford-sound-e-doubtful-sound

Os apps ainda oferecem aos usuários descontos exclusivos, opções para buscar postos de combustíveis, supermercados, dump stations (lugares para despejar os dejetos da campervan), sinal de Wi-Fi e mostram ainda as principais trilhas e atrações em cada lugar. São realmente muito bons!

O ideal, antes de viajar, é consultar nos apps os arredores de cada região por onde você irá viajar e “favoritar” os seus campings prediletos. Eles ficarão selecionados de maneira diferente e durante a viagem será fácil saber para onde ir em cada dia. Ah! Os aplicativos podem ser baixados para uso offline, o que facilita um bocado nas estradas. Apenas o GPS não irá funcionar. Caso seja necessário encontrar um camping de última hora, não há problemas. É só abrir o app e escolher o mais próximo.

Hotéis na Nova Zelândia

A Nova Zelândia tem grande número de hotéis em todo o país, porém em áreas menos populosas, especialmente na Ilha Sul, a oferta diminui bastante e o preço aumenta consideravelmente. Cidades e regiões muito turísticas também costumam ter tarifas mais elevadas, principalmente na alta temporada do verão. É preciso pesquisar bem para não gastar demais nos hotéis. Vale dizer que muitos campings oferecem quartos a preços mais acessíveis, o que pode ser uma boa maneira de economizar.

Auckland

Os hotéis têm a vantagem óbvia do conforto e comodidade de um quarto com banheiro e café da manhã. É a opção ideal para quem não deseja se preocupar com nada. A desvantagem, especialmente se tratando de Nova Zelândia, é o roteiro menos flexível. Hospedar-se em hotéis significa fazer reservas com antecedência, o que diminui bastante a possibilidade de flexibilizar as rotas. Nada de ficar um dia a mais na cidade para curtir um passeio de última hora ou fazer mais uma trilha. O roteiro será bem mais rígido. Os mais corajosos e desapegados podem tentar a sorte de reservar os hotéis apenas no dia, mas saiba que é muito arriscado, principalmente em períodos de alta temporada como o verão. Veja os melhores hotéis na Nova Zelândia e nos locais abaixo sugestões de hotéis em cada uma das principais regiões turísticas do país.

Marlborough

Hostels na Nova Zelândia

A Nova Zelândia é um destino muito procurado por mochileiros e, como tal, não poderia deixar de oferecer uma boa rede de hostels. Eles estão espalhados por todo o país e atendem os viajantes mais econômicos e descolados. É uma boa maneira de economizar, especialmente para quem não está disposto a viajar de campervan e ficar em um dos campings. As principais redes de hostel na Noza Zelândia são: Base HostelsNomads Hostels e YHA Hostels. Assim como os campings, vale a pena fazer a carteirinha dos hostels e se tornar sócio para economizar nas estadias. Alguns aceitam apenas sócios, por isso é bom verificar antes. A mesma dica dos hotéis vale para os hostels: é preciso fazer reserva com antecedência, principalmente na alta temporada de verão.