Nova Zelândia

Dinheiro na Nova Zelândia

A moeda oficial da Nova Zelândia é o Dólar Neozelandês (NZD). A cotação é intermediária entre o dólar americano e o real brasileiro, sendo que os preços convertidos se parecem com os de grandes cidades como São Paulo e Nova York, especialmente tratando-se de valores de refeições. Comprar o dólar neozelandês no Brasil será tarefa muito difícil. Caso deseje levar dinheiro em espécie para a Nova Zelândia, dê preferência ao dólar americano ou ao euro e faça a troca nas casas de câmbio locais. Não há muita diferença de cotação entre as casas de câmbio e você poderá fazer a troca da moeda local já no aeroporto.

O uso de cartão de crédito é amplamente difundido na Nova Zelândia e é muito raro que ele não seja aceito em restaurantes, hotéis, campings e atrações. Ainda assim, é sempre importante ter uma quantia em espécie para emergências. Isso porque não é raro que cartões de outros países sejam recusados em máquinas com pagamento automático, como em bombas de combustível. Para não passar aperto, tenha sempre mais de um cartão e um pouco de dinheiro em espécie. Nas cidades maiores da Nova Zelândia, será fácil encontrar caixas eletrônicos, porém, em regiões mais isoladas, como em parques nacionais, será difícil encontrar um caixa. Não conte com isso para ter dinheiro em situações de emergência.

Orçamento e gastos durante a viagem

A Nova Zelândia é o tipo de destino que cabe em todos os orçamentos. É possível viajar se hospedando em belos hotéis e comendo em bons restaurantes, mas também é viável (e mais divertido) optar por viajar em uma campervan, hospedar-se em campings e preparar as próprias refeições. O tipo de viagem escolhido fará muito diferença no gasto final!

Hospedagem em hotéis na Nova Zelândia podem ter preços bem elevados, assim como as refeições. Uma diária de NZD 200 é considerada barata em grandes cidades, enquanto um café da manhã de NZD 25 é comum. Já uma noite em um bom camping não custará mais de NZD 30 por pessoa, sendo que pode sair até de graça caso a opção seja por um dos campings públicos. E vamos combinar que cozinhar dentro da campervan e nos campings será bem mais barato (e prazeroso) que gastar fortunas nos restaurantes locais. Por isso, é importante avaliar o quanto se deseja gastar durante toda a viagem.

Uma boa notícia para quem quer percorrer o país é que a maioria das atrações da Nova Zelândia envolve passeios e trilhas em parques nacionais e pontos turísticos com acesso gratuito. É possível passar um mês inteiro passeando e conhecendo lugares novos sem pagar nem ao menos um dólar neozelandês. É claro que alguns passeios e atrações pagas são irresistíveis e até imperdíveis — como Hobbiton, o passeio de barco pelo Milford Sounds, um bungee jumping em Queenstown, uma visita aos parques geotermais de Rotorua e até um sobrevoo nos glaciares da Ilha Sul —, mas eles podem entrar no orçamento de cada um por ordem de importância. O principal é ter em mente que não será necessário gastar muito para conhecer bem a Nova Zelândia. É provável que o maior gasto seja com a passagem aérea. Assim, fique sempre de olho nas promoções do Melhores Destinos!

Veja mais sobre compras na Nova Zelândia

Tudo que você precisa saber sobre Nova Zelândia!

Esse texto sobre Dinheiro na Nova Zelândia faz parte do guia de Nova Zelândia no Melhores Destinos

Comentários para Dinheiro na Nova Zelândia

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.