Nova Zelândia

Dicas da Nova Zelândia

Geral

  • Há três línguas oficiais na Nova Zelândia: o inglês, o maori e a língua de sinais. O inglês é a língua mais falada, porém é comum encontrar placas e anúncios tanto em inglês quanto em maori. Não é comum encontrar neozelandeses que falem português, porém há uma grande comunidade de brasileiros na Nova Zelândia, especialmente em Queenstown;
  • O padrão de voltagem da Nova Zelândia é 220V e as tomadas são de três pinos, sendo um reto e dois diagonais ou apenas dois diagonais. Para equipamentos eletrônicos comprados no Brasil será obrigatório o uso de um adaptador de tomada. Não se esqueça de levar um na viagem;
  • O fuso horário da Nova Zelândia é GMT+13, ou seja, 16 horas a mais que o Brasil. A grande diferença de fuso causa um certo desconforto, especialmente nos primeiros dias da viagem. Evite sair dirigindo logo no primeiro dia para não correr o risco de dormir ao volante.

Dinheiro

  • A moeda oficial da Nova Zelândia é o Dólar Neozelandês - NZD, que tem cotação diferente do Dólar Americano. É muito pouco provável que se encontre a moeda neozelandesa para compra nas casas de câmbio brasileiras. O ideal é levar para a viagem dólar americano ou euro;
  • Cartões de crédito e débito são amplamente aceitos na Nova Zelândia e caixas eletrônicos podem ser encontrados em cidades maiores. Ainda que o uso de cartão seja muito comum, é importante sempre ter uma quantia em dinheiro, já que acontece com frequência de cartões brasileiros não funcionarem, especialmente em máquinas de abastecimento automático em postos de combustíveis. Lembre-se sempre de desbloquear o cartão para uso no exterior e nunca leve apenas uma opção de pagamento;
  • Gorjetas não são obrigatórias na Nova Zelândia e o pagamento fica a critério do cliente. 

Telefonia e Internet

  • Comprar um chip de celular local, com pacote de internet, é altamente recomendável para quem viaja pela Nova Zelândia. A compra deve ser feita nas cidades grandes. Nem sempre haverá chip disponível em cidades pequenas; 
  • O sinal de celular e dados de internet falham em vários pontos da Nova Zelândia. É comum ficar sem sinal nas estradas, nas trilhas e em atrações nos parques nacionais. Não espere ter internet de alta qualidade em todo o país. O contrário é mais provável;
  • Nos campings e hotéis de regiões mais distantes de grandes cidades o sinal de Wi-Fi pode ser bem ruim também. Não deixe para resolver nenhum problema grave de última hora. A internet pode não ajudar;
  • Nos campings e hotéis é comum que a internet seja cobrada à parte. Consulte antes as condições de reserva para não passar raiva na hora de pagar;
  • O número para chamadas de emergência na Nova Zelândia é 111.

Documentação 

  • Brasileiros não precisam de visto para entrar na Nova Zelândia. Brasileiros precisam do passaporte válido com data de até três meses após o retorno previsto para o Brasil. Ou seja, se você vai voltar para o Brasil em março, o passaporte deve ser válido até junho. Atenção! A partir de 1º de outubro de 2019, visitantes de países com acordo de isenção de visto (o que inclui o Brasil) devem solicitar uma autorização eletrônica de viagem (ETA) antes de vir para a Nova Zelândia. Também pode ser necessário o pagamento de uma taxa chamada International Visitor Conservation and Tourism Levy (IVL). Para mais informações sobre a ETA e a IVL, acesse Immigration New Zealand.
  • A Carteira Nacional de Habilitação - CNH não é válida em território neozelandês. Para dirigir no país, será necessário ter a Permissão Internacional para Dirigir - PID. As locadoras exigem que a PID esteja acompanhada da CNH para ser válida. Caso vá dirigir no país, leve os dois documentos. Vale dizer que o trânsito na Nova Zelândia é mão inglesa. Veja mais sobre como dirigir na Nova Zelândia.

Segurança

  • A Nova Zelândia é um país extremamente seguro para viajar. Entretanto, ainda que seja seguro, é importante ter cuidados básicos, especialmente no caso de viagens com campervans e motorhomes. Não é comum, mas há registro de furtos a veículos nos estacionamentos de atrações muito movimentadas. Tenha o cuidado de sempre trancar as portas e não deixe à mostra objetos de valor;
  • Tenha sempre cópias, tanto impressas quanto online, dos documentos mais importantes, como passaporte e carteira de motorista. Assim será mais fácil de conseguir novos documentos caso sejam perdidos, extraviados ou furtados; 
  • Caso vá fazer trilhas, especialmente de vários dias, deixe alguém de confiança informado sobre o itinerário e a data de retorno;
  • Evite dar e pegar caronas. Apesar de ser uma prática comum, nem sempre é confiável.

Roupas

  • Ao embarcar para a Nova Zelândia, tenha na mala roupas para todas as estações do ano. O tempo varia muito entre as regiões e em uma mesma trilha é possível pegar diferentes temperaturas. Casacos impermeáveis, casacos corta-vento, roupas com proteção solar, boné e chapéu serão grandes aliados. Esteja preparado para o sol, o frio, a chuva, a neve e tudo mais;
  • Dê preferência a roupas de trilha que sejam confortáveis e fáceis de lavar. Evite levar peso demais e use as máquinas de lavar dos campings para não precisar viajar com uma mala tão grande;
  • Um calçado especial para trilhas também é altamente recomendável para os passeios;
  • Caso vá se hospedar em campings, leve um chinelo para tomar banho. Os campings costumam ser bem limpos, mas não custa estar prevenido;
  • Mesmo que seja inverno, leve roupas de banho. Há deliciosas piscinas e fontes termais que oferecem banhos quentinhos, mesmo no auge do inverno;
  • Leve uma mochila pequena de ataque para trilhas curtas. Caso vá viajar de campervan, prefira mochilas a malas. Será mais fácil de encontrar um lugar na campervan que caiba a mala. 

Saúde

  • Nenhuma vacina é obrigatória para visitar a Nova Zelândia;
  • A água da torneira é segura para ser consumida na Nova Zelândia. Quando a água não for potável, haverá um aviso;
  • Leve repelente para mosquito sempre que visitar uma região à beira de lagos, enseadas e rios. É comum o aumento de mosquitos, especialmente ao final da tarde;
  • Tenha sempre à disposição todos os remédios de uso contínuo que forem necessários. Pode não haver farmácias nas proximidades, especialmente em pequenos vilarejos e no meio das trilhas;
  • Seguro de saúde internacional é altamente recomendável para viagens. Evite problemas maiores e não economize na saúde. Na Nova Zelândia, há um sistema de atendimento válido para estrangeiros apenas em caso de acidentes — o Accident Compensation Corporation (ACC). Não conte com ele para outras emergências nem para todos os gastos, mesmo no caso de acidente.

Fotografias

Outras dicas

  • A melhor maneira de viajar pela Nova Zelândia é por via terrestre, preferencialmente com uma campervan ou motorhome. Os campings são de excelente qualidade e as estradas maravilhosas. Faz parte da experiência e, na prática, é mesmo bastante divertido;
  • Nas estradas, parques e campings é comum ter banheiros feminino, masculino e também unissex. Mesmo os espaços para banho podem ser unissex. É comum no país e não há com o que se preocupar. As cabines, claro, são fechadas, porém o espaço de uso coletivo, como as pias e espelhos, atendem a ambos os sexos;
  • Faça o máximo de trilhas que puder quando estiver na Nova Zelândia. Elas são lindas e, o que é melhor, gratuitas! É possível viajar pelo país gastando muito pouco e conhecendo a fundo a natureza local;
  • Os neozelandeses levam a vida em um ritmo descontraído e sempre tranquilo. Não se preocupe se achar que as coisas estão caminhando de maneira mais lenta. Entre no clima, relaxe e aproveite;
  • Os kiwis são pássaros muito amados no país e também o apelido dado aos neozelandeses. Se der a sorte de ver um, sinta-se um grande privilegiado. É tirar a sorte grande ver um kiwi na natureza;
  • Nunca perca a oportunidade de parar em um mirante. Eles existem exatamente por estarem localizados em pontos estratégicos para que você possa ver paisagens inesquecíveis. Mesmo que haja um atraso na viagem, faça uma paradinha.
  • Aliás, atrasos nas estradas neozelandesas são constantes. Impossível percorrer as highways locais sem parar várias vezes para descobrir novas atrações ou simplesmente apreciar a vista. Vale dizer também que campervans e motorhomes causam congestionamentos constantes, especialmente nas estradas sinuosas e cheias de subidas na Ilha Sul. Tenha paciência e, se for você o retardatário, dê passagem a quem vem atrás.
  • A cultura Maori é extremamente respeitada na Nova Zelândia e o país procura integrar bem os costumes da população. Quase sempre você verá os nomes de parques e atrações sempre em inglês e maori. Kia Ora é uma saudação comum na língua maori e você ouvirá muitas vezes com um grande sorriso.

Sites úteis para a viagem

Tudo que você precisa saber sobre Nova Zelândia!

Esse texto sobre Dicas da Nova Zelândia faz parte do guia de Nova Zelândia no Melhores Destinos

Comentários para Dicas da Nova Zelândia

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.