Salar de Uyuni

Dicas do Salar de Uyuni

- Brasileiros não necessitam de visto para entrar na Bolívia, que é o país onde fica o Salar de Uyuni. O passeio pelo Salar pode começar no Chile ou na Bolívia e em ambos os países você poderá utilizar seu RG, de preferência com uma foto que permita a fácil identificação. O passaporte não é obrigatório e a CNH não serve como documento para fazer imigração, ela é utilizada apenas como documento para dirigir. 

- Vacinas não são obrigatórias para quem visita essa parte da Bolívia ou para quem visita o Chile. Se você pretende visitar outras cidades bolivianas, consulte o site da OMS para maiores detalhes e precauções a serem tomadas. 

- A moeda utilizada no Chile é o peso chileno (CLP) e, na Bolívia, o boliviano (BOB). Se você viajará para a Bolívia, tenha certeza de ter em mãos a moeda local, pois muitas vezes as moedas estrangeiras não são aceitas no comércio. Se está no Chile, tenha a moeda chilena. Se está na Bolívia, a moeda boliviana. 

- No passeio compartilhado oferecido pelas agências de turismo estão inclusos alimentação 3 vezes ao dia e local para dormir com banheiro e chuveiro. Alguns banheiros ao longo do caminho devem ser pagos à parte, por isso é importante ter dinheiro para pagar eventuais gastos. Nunca espere encontrar papel higiênico nesses banheiros, isso é algo que você deve sempre ter na mochila. 

- Para fazer o passeio pelo Salar de Uyuni, é necessário pagar B$ 150 à parte para ter acesso à Reserva Nacional de Fauna Andina Eduardo Avaroa. Esse ingresso é válido por 4 dias e após sua compra você deverá manter o recibo, pois há alguns postos de controle ao longo do passeio que exigem sua apresentação.
Outros B$ 30 são cobrados para entrar na Ilha Incahuasi. 

- O trajeto entre San Pedro de Atacama e Uyuni é conhecido por ser bonito, mas um pouco exaustivo. A alimentação e acomodações dos passeios compartilhados não são as mais confortáveis, então vá preparado para passar por situações desagradáveis mesmo, porque isso faz parte da viagem. Banho gelado, banheiros sujos e sem papel higiênico, comida que você pode não ser fã, quartos compartilhados são algumas das coisas que você pode passar pelo caminho. 
Se quiser mais conforto e ficar em hotéis com melhor estrutura, opte por fazer um tour privativo, que, claro, custa muito mais caro do que o tour convencional. 

- Essa não é uma viagem que recomendamos para ir com crianças pequenas. 

- Leve bateria extra para recarregar seu dispositivos eletrônicos. Durante a viagem não havia muitas tomadas disponíveis para recarregar as baterias das câmeras ou do celular. Por segurança, vá preparado com baterias e cartões de memória extras. 

- Procure fazer amizade com os participantes do passeio, principalmente com o motorista. Quando todo mundo se entende, além da viagem ficar agradável, é mais fácil ficar mais tempo em um ou outro ponto de parada da viagem, por exemplo.

- Não há sinal de celular e muito menos de internet ao longo da viagem. Em nosso passeio, o único local que havia wi-fi ficava próximo da Laguna Hedionda (era pago e nos disseram que não funcionava bem). 

Tudo que você precisa saber sobre Salar de Uyuni!

Esse texto sobre Dicas do Salar de Uyuni faz parte do guia de Salar de Uyuni no Melhores Destinos

Comentários para Dicas do Salar de Uyuni

  • Missing Carlos Sobue há quase 6 anos

    Bom dia, Camille.
    Não lhe foi exigida a apresentação do certificado internacional de vacinação, contendo a vacina contra febre amarela?

  • 264mw Camille Panzera há quase 6 anos

    Oi, Carlos. Tudo bem? Não foi exigido o certificado, embora ele estivesse comigo. Eu acredito que por causa da altitude o risco de transmissão de algumas doenças nessa região é bem menor.
    Dá uma lida nesse pdf aqui que pode te dar uma noção... De qualquer forma, se você tem planos de viajar para outras cidades no futuro, eu tomaria logo a vacina - é de graça. Abs!

  • Missing Larissa há mais de 5 anos

    Oi Camille, tudo bem?

    Olha eu aqui de novo rs. Pra pagar o passeio do salar você acha melhor eu levar dólar ou trocar o real pelo peso boliviano?
    Queria ver o que compensa, pq hoje o dólar já ta bem mais baixo.

    Obrigada!

  • 264mw Camille Panzera há mais de 5 anos

    Oi, Larissa! Tudo certo aqui e por aí?
    Eu não sei muito bem qual é a aceitação do real em pequenas cidades da Bolívia, porque comecei o passeio em San Pedro e terminei em San Pedro, mas considerando a cotação do dólar hoje, acho que está valendo a pena comprar dólar sim. Eu mesmo ia comprar pra uma viagem... ;)

  • Missing elcio fraga filho há mais de 5 anos

    Boa Noite, estou indo de carro 4x4 ,por Corumba e voltar por Foz , tenho quinze dias teria uma dica de roteiro e sobre documentaçao para o carro p entrar na Bolivia. grato

  • Missing Leonardo castro Luna há mais de 5 anos

    Fiz pela World White Travel e foi tudo profissional. Se reservar em Atacama sai mais barato e sempre tem disponibilidade! Prepare-se para muito frio e vento. Leve uma touca ninja/balaclava para proteger o rosto.

  • Diogo011 diogo há mais de 5 anos

    Leonardo, a diferença é bastante? O valor entre as agências que consultei oscila entre 180 e 220 dólares para passeio de ida por 4 dias e 3 noites. Qual o valor que foi pago, você recorda? Grato

  • Img20160729112308 Fabricio Almeida há quase 5 anos

    Fiz este passeio em agosto/2016(Final de inverno) antes de viajar fiz muitas pesquisas e todos eram unanimes sobre o frio, digo que senti frio somente no ultimo dia, já no Salar onde a temperatura estava a -2graus.
    A dica que ninguém fala é sobre o "MAL DA ALTITUDE", como eu ja estava aclimatizado com altitude ignorei algumas dicas dos locais, e paguei por isso, passei mal no primeiro dia, e achei que fosse morre a noite, quando chegamos a 3.800 altitude.
    Meu filho que tem asma tirou de letra, uma atleta Argentina, ficou 2 dias acamada dentro do carro, so saia do carro para vomitar; O mal da altitude pode pegar qualquer um.
    Dicas:
    - Fique no minimo 2 dias no Atacama, tomando bastante cha de coca, somente inicie o Salar no terceiro dia.
    -Agua, muita agua, vai ajudar bastante.
    -Nesses 3 dias evite ao máximo bebidas alcoólicas
    - Evite comer muito.
    Uma dica sobre as agencias do Chile é: Tudo que eles falarem, coloque no papel, nao deixe nenhuma promessa fora do papel, pois voce pode ter surpresas no caminho, pois os bolivianos que fazem a travessia nao sao funcionários do chilenos e por isso eles so cumprem o que esta escrito, pois assim eles podem ser ressarcidos da agencia chilena.

  • Missing Débora Pessoa de Araújo há mais de 4 anos

    Fabrício, por que tomar esse chá de coca?

  • 264mw Camille Panzera há mais de 4 anos

    Débora, ele ajuda a diminuir os efeitos da altura... assim como mascar as folhas de Coca.

  • Missing Cadu Vargas há mais de 3 anos

    Eu tenho muitas referências boas das empresas da Tupiza, não de Uyuni, muita gente recomenda começar o passeios desde Tupiza e não desde Uyuni. Muita gente me recomendou fazer com La Torre Tours (www.latorretours-tupiza.com), e realmente uma experiência inesquecível, muito profissionais, eu sugiro dar uma olhada. As empresas de Tupiza são um pouco mais caras que as de Uyuni, mas a diferença do conforto, comida, e segurança valem muito a pena. É verdade, o chá de coca ajuda muito para o mal da altitude, mas se ela ser muito forte mesmo, tem uns comprimidos chamados Sorojchipills, muito bons também.

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.