Salar de Uyuni

Segundo dia de passeio ao Salar de Uyuni

Fizemos o passeio do Salar de Uyuni em 4 dias e três noites, partindo de San Pedro de Atacama, no Chile, e retornando a San Pedro no fim da viagem. Abaixo você confere o cronograma de nossa viagem. Lembre-se que quem faz a viagem começando por Uyuni verá os pontos de interesse na ordem contrária. 

No segundo dia de passeio até o Salar de Uyuni, o combinado era deixar o refúgio às 8h. Pouco antes disso foi feito o café da manhã, que tinha pães, manteiga e doce de leite. O ritual pela manhã era sempre parecido: arrumar as malas, colocar numa mochila o que seria usado durante o dia, recarregar as garrafas d’água e depois colocar as malas na parte superior do carro. 

Laguna-colorada

A primeira parada no nosso segundo dia de passeio foi na Laguna Colorada, a mesma que havíamos conhecido no dia anterior. Nesse dia, porém, paramos em uma outra extremidade da lagoa, que tinha uma beleza ainda mais impressionante e preservada. Nesse lugar pudemos ver Laguna Colorada por um panorama diferente, em uma área reservada e aparentemente menos explorada pelos turistas. A Laguna nesse ponto tinha águas ora avermelhadas, ora azuladas e em alguns trechos havia sal - o cenário tinha diversos tons distintos.

Essa parada ficava próxima a um posto de fiscalização, recomendamos que você não deixe de visitar esse local em sua viagem! Nessa região da Laguna Colorada você poderia observar algumas nascentes que formam o lago, além de animais selvagens, como as lhamas, e centenas de flamingos na água. 

Seguimos viagem pelo Deserto de Siloli e então paramos por alguns minutos em um lugar no meio do deserto que tem pedras e formações rochosas esculpidas pela erosão - lá fica a chamada “árvore de pedra”. Depois de mais um bom trecho de estrada, visitamos a Laguna Honda, que tinha águas muito claras, pareciam até ter uma coloração branca. Passamos rapidamente pela Laguna Chiarcota e fizemos uma parada na Laguna Hedionda, onde almoçamos. 

Deserto-de-siloli

Na Laguna Hedionda encontramos alguns flamingos e seu diferencial em relação às outras lagoas é que ela oferecia alguma estrutura para os visitantes, enquanto as outras não possuíam nada. Nessa lagoa era possível utilizar o banheiro e até o wi-fi, que era pago (esse foi o único ponto ao longo de todo o passeio onde havia qualquer tipo de conexão com a internet). O almoço, simples, consistia em arroz, atum em conserva e salada de milho, tomate e cenoura. Almoçamos ao ar livre, em uma pequena estrutura de madeira, com vista para a lagoa. 

Depois do almoço, visitamos a Laguna Cañapa, onde além de flamingos, vimos alguns animais como pássaros, vicunhas e até uma raposa. Viajamos mais vários quilômetros até o Mirante do Vulcão Ollagüe, um local que tem formações muito curiosas e uma paisagem bucólica, afastada de qualquer traço de civilização. Pouco antes de chegarmos ao lugar onde passaríamos a noite, fizemos mais uma parada para fotos em uma linha de trem desativada… Nesse lugar já começava a ficar bem aparente a sensação de que o salar estava cada vez mais próximo, pois no chão começou a haver bastante sal. 

Laguna-canapa

No fim da tarde, chegamos ao povoado de San Juan, onde nos acomodamos no nosso “Hotel de Sal”, uma pequena estalagem construída toda de sal, desde às paredes até as mesas onde fizemos refeições. Era um lugar bem peculiar, mas o chão também era de sal, inclusive nos quartos, o que achamos um pouco chato, porque não era possível colocar nada no chão sem que sujasse. No Hotel de Sal havia vários quartos disponíveis, alguns com duas camas, outros com três camas. Algumas pessoas do nosso grupo dividiram quartos, outras pessoas dormiram sozinhas. O banheiro era compartilhado, mas havia banho quente - um alívio depois de tomar um banho super gelado na noite anterior. Uma informação importante é que nos quartos e nos banheiros não havia luz elétrica e, por isso, uma lanterna foi de extrema importância nessa noite. 

Jantamos frango com batata frita e a refeição desse lugar também superou nossas expectativas. Depois do jantar, fomos para a cama, pois chovia e não havia nada mais para fazer. 

No fim da noite, o motorista veio conversar com nosso grupo a respeito do horário de saída do dia seguinte. Normalmente, quando todos os participantes do grupo concordam, os viajantes partem bem cedo do Hotel de Sal para admirar o nascer do sol no Salar. Essa atividade não faz parte do passeio, mas pode ser acordada com o motorista; se houver oportunidade, não deixe de fazê-la! Gostaríamos de ter assistido ao nascer do sol, mas como chovia forte, o plano foi abortado. 

Laguna-colorada Laguna-colorada Laguna-colorada Laguna-colorada Laguna-colorada Laguna-colorada Laguna-colorada Laguna-colorada Laguna-colorada Arvore-de-pedra Salar-de-uyuni Arvore-de-pedra Deserto-de-siloli Deserto-de-siloli Laguna-colorada Deserto-de-siloli Deserto-de-siloli Deserto-de-siloli Salar-de-uyuni Salar-de-uyuni Salar-de-uyuni Salar-de-uyuni Laguna-honda Laguna-hedionda Israel Almoco-no-segundo-dia-de-passeio Laguna-canapa Laguna-canapa Laguna-canapa Laguna-honda Laguna-canapa Laguna-hedionda Passarinho-visto-durante-o-passeio Laguna-canapa Salar-de-uyuni Laguna-canapa Laguna-canapa Salar-de-uyuni Linha-de-trem-desativada Hotel-de-sal-segunda-noite-de-passeio Hotel-de-sal-segunda-noite-de-passeio Hotel-de-sal-segunda-noite-de-passeio

Tudo que você precisa saber sobre Salar de Uyuni!

Esse texto sobre Segundo dia de passeio ao Salar de Uyuni faz parte do guia de Salar de Uyuni no Melhores Destinos

Comentários para Segundo dia de passeio ao Salar de Uyuni

  • Vrha7 Livea Magalhães há quase 6 anos

    Com qual agencia vocë fechou esse passeio no Salar?

  • 264mw Camille Panzera há quase 6 anos

    Cordillera Traveler.

  • Missing Dayane Wiggers há 5 anos

    Em qual época do ano foi?

  • Missing Cadu Vargas há mais de 3 anos

    Eu tenho muitas referências boas das empresas da Tupiza, não de Uyuni, muita gente recomenda começar o passeios desde Tupiza e não desde Uyuni. Muita gente me recomendou fazer com La Torre Tours (www.latorretours-tupiza.com), e realmente uma experiência inesquecível, muito profissionais, eu sugiro dar uma olhada. As empresas de Tupiza são um pouco mais caras que as de Uyuni, mas a diferença do conforto, comida, e segurança valem muito a pena

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.