Melhores Destinos
Jéssica Weber Jornalista apaixonada por mato e praia, interessada na história dos lugares, na arquitetura das cidades e em comida, é claro.

Plaza de Bolívar

A Praça de Bolívar é o cartão-postal de Bogotá. Isso porque, ao redor dela, ficam alguns dos prédios mais importantes do país, como o Palacio Liévano (prefeitura da capital), o Capitolio Nacional (congresso da Colômbia), o Palacio de Justicia (sede do Poder Judiciário), a primeira escola do país e a histórica Catedral Primada. 

Plaza de Bolívar

Está sempre cheia de gente e de pombos — eu nunca vi tanto pombo na minha vida! A praça é uma confusão de cheiros, sons e gentes: tem gente vendendo milho, caldo de cana, formigas comestíveis, imã de geladeira, churros, capinha de celular, bijuterias, biscoito, gente que passeia com llama, gente ouvindo rock, salsa, gente protestando, gente tirando foto, gente apressada de terno, gente fazendo de tudo. 

Eu sei, não soa como um lugar exatamente agradável. Mas posso garantir que tem mais história do que pombos. E é hoje o ponto mais democrático da Colômbia. 

Plaza Bolívar: história

Localizada na Candelária, a Praça de Bolívar é o coração do centro histórico da Colômbia. Já foi um mercado público, um espaço para touradas, um espaço de circo, lugar de celebração quando eram nominados novos monarcas espanhóis também de funeral de líderes de estado. Também foi palco de execuções: ali foram fuzilados alguns heróis do país.

A primeira construção da praça, uma catedral primitiva, datava de 1539, um ano após a fundação da capital colombiana. Desde então, a praça já recebeu diversos nomes: inicialmente, era conhecida como La Plaza Mayor, depois da independência foi chamada de La Plaza de la Constitución e, desde 1846, é Plaza de Bolívar.

Plaza de Bolívar

O nome homenageia o general Simón Bolívar, considerado um herói na América do Sul por liderar à independência, não apenas a Colômbia, mas também a Bolívia, Equador, Panamá, Peru e Venezuela. No centro da praça, fica a estátua de bronze em homenagem ao revolucionário. Fundida em bronze na Alemanha, a obra foi instalada em 1846 ali.

A Praça Bolívar de Bogotá virou uma espécie de praça dos três poderes dos colombianos, e por isso recebe manifestações das mais diversas ordens. Inclusive, quando eu fui, tinha um palco e grande infraestrutura de som e projetores para marcar a data do Bogotazo, como ficou chamada a série de retaliações ao assassinato do líder liberal e candidato a presidente Jorge Eliécer Gaitán, em 9 de abril de 1948. 

Plaza de Bolívar

Praça de Bolívar: quais são os prédios históricos

Capitolio Nacional

O Capitolio Nacional é a sede do Congresso da Colômbia, máximo órgão legislativo colombiano. Fica ao sul da Plaza de Bolívar, na Calle 10, e foi construído entre 1848 e 1926, com forte inspiração neoclássica.

Plaza de Bolívar

Colegio Mayor San Bartolome

É a escola mais antiga da Colômbia, fundada em 1604 pelo arcebispo de Santafé de Bogotá e os jesuítas. Ali, estudaram mais de 20 presidentes da Colômbia. Ainda hoje funciona como colégio. Fica na esquina das ruas 10 e Real. 

Plaza de Bolívar

Catedral Primada

A Catedral Primada ou Catedral Principal de Bogotá foi construída em 1823, mas está no mesmo lugar da primeira catedral, de 1539. Essa havia sido construído a pedido do fundador da cidade, Jiménez de Quesada. Guarda os restos de personagens da história nacional, como o próprio Quesada. Eu tentei visitar três vezes, em diferentes horários, e estava sempre fechada — tomara que você tenha mais sorte.

Plaza de Bolívar

Museo de la Independencia Casa del Florero

O Museu da Independência fica em uma charmosa casa colonial que foi cenário do grito da independência da Colômbia, em 1810. Tem aproximadamente 2.000 objetos relacionados com a história da Independência do país. Fica na esquina das ruas Real e 11, e é cobrado ingresso.

Plaza de Bolívar

Palacio de Justicia

O Palácio da Justiça da Colômbia é um edifício localizado ao norte da Plaza de Bolívar, na Calle 11. É sede e símbolo do Poder Judiciário na Colômbia, e foi destruído e reconstruído duas vezes: durante o já citado Bogotazo e durante a guerrilha de M-19, em 1985. O edifício atual é de 1990.

Plaza de Bolívar

Palacio Liévano (prefeitura)

O Prefeitura de Bogotá ocupa o edifício Palacio Liévano, esse prédio de arquitetura francesa. Está localizado no lado oeste da Plaza de Bolívar, na Calle 8. Ali já ficaram a Penitenciária Feminina, os Cartórios, o Gabinete dos Prefeitos e a Câmara Municipal.

Onde fica a Praça de Bolívar de Bogotá

A Praça de Bolívar de Bogotá está localizada no centro histórico da cidade, conhecido como La Candelaria, entre as ruas Sétima e Oitava com as ruas Décima e Décima Primeira. Tem área aproximada de 13.903 metros quadrados e capacidade para 55 mil pessoas. 

Justamente por ser tão central, provavelmente você vai acabar passando por ela, mesmo que não faça questão. Fica a duas quadras do Museu Botero, por exemplo. E a meia quadra, fica o pequenino La Puerta Falsa, o restaurante mais antigo da América do Sul, onde dá para provar iguarias típicas colombianas como changua, uma sopa a base de leite, e chocolate santafereño, um chocolate quente a base de água com pedaços de queijo.

Plaza de Bolívar

Por falar em comida, eu adorei a atmosfera de outro espaço gastronômico nas redondezas, o Casa San Miguel. Tem comida gostosa, bom café (o que talvez seja uma redundância considerando que estamos na Colômbia) e uma pegada aconchegante. 

Confira os 5 hotéis mais reservados por nossos leitores em Bogotá