Melhores Destinos
Jéssica Weber Jornalista apaixonada por mato e praia, interessada na história dos lugares, na arquitetura das cidades e em comida, é claro.

La Candelaria

La Candelaria não é só o centro histórico de Bogotá, é a alma da cidade. Foi onde ouvi salsa brotando de portas coloridas, comi comidas típicas (algumas que não tenho intenção nenhuma de repetir), vi grafites incríveis em fachadas de casas centenárias e gente ganhando o pão de toda forma. 

La Candelaria

Também foi onde mais gastei a sola do sapato: a Candelaria tem a maior concentração de pontos turísticos da cidade. Vou desenvolver um pouco sobre eles mais abaixo, mas os principais são: 

  • Plaza de Bolívar 
  • Catedral Primada
  • Museu Botero
  • Teatro Colón  
  • Casa de Nariño 
  • Plazoleta Chorro de Quevedo
  • Santuario Nuestra Señora del Carmen
  • Museo de Santa Clara

Eu sugiro que você reserve no mínimo um dia inteiro para o bairro Candelária, e se tiver dois, melhor! Especialmente porque nas imediações ficam duas outras atrações imperdíveis de Bogotá: o morro Monserrate (a gente vê ele de vários pontos do bairro) e o Museu do Ouro

O mais legal da Candelária é se perder pelas ruas antigas de pedras irregulares, subindo e descendo ladeiras enquanto admira as casinhas coloridas. Tem lares coloniais muito simples e construções mais pomposas, algumas com balcões ao estilo dos que existem no sul da Espanha.

Pare para tomar um chocolate santafereño ou um café, ou um chá de coca se a altitude estiver incomodando. E não hesite em prestar atenção aos detalhes curiosos das construções, como essa publicidade de uma alfaiataria aristocrática do começo do século XX, na esquina das ruas 8 e 10. 

La Candelaria

Uma boa dica é se juntar a um walking tour pela Candelária, uma forma perspicaz, segura e barata de avistar os principais pontos turísticos — você colabora com o valor que acha justo ao final do percurso. Sabia que tem até free tour de bicicleta nessa região? 

Vale destacar que La Candelária é o centro de uma das maiores capitais da América do Sul. É um lugar massa e cheio de história, mas não é exatamente um case de sucesso de limpeza, organização ou segurança. Inclusive, não é recomendado ficar caminhando pela Candelaria à noite. 

La Candelária: o que conhecer no bairro histórico

Batizada em homenagem à Virgem de Candelaria, foi nessa localidade que Bogotá foi fundada, em 1538. O traçado do bairro foi feito seguindo o das urbanizações espanholas: uma praça retangular ou quadrada, ao redor da qual se traçavam as ruas e quadras. 

Isso faz da Plaza de Bolívar o coração de La Candelária - Bogotá, onde foram construídos a primeira igreja e os mais importantes prédios públicos. A praça é um bom ponto de partida para o seu passeio na Candelaria (leia nosso post completo sobre a atração). Especialmente se o café da manhã for no La Puerta Falsa, o restaurante mais antigo da Colômbia. 

A duas quadras dali, uma atração imperdível (e gratuita) é o Museu Botero. O lugar reúne mais de 120 obras de Fernando Botero, pintor e escultor colombiano que ficou conhecido no mundo todo pelas figuras volumosas. Fica junto a um complexo de museus gratuitos do Banco da República, como a Casa da Moeda e o Museo de Arte Miguel Urrutia (Mamu). A gente conta mais neste post aqui

La Candelaria

A poucos metros, na Calle 10, fica o Teatro Colón. Inaugurado em 1895, em estilo neoclássico, é o principal centro de artes cênicas e musicais da Colômbia, sendo a casa da Orquestra Sinfônica Nacional. O lugar tem programação para todos os públicos, de dança, teatro, espetáculo infantil, ópera, circo etc., e ainda oferece a possibilidade de visitas guiadas. Mas quando eu fui, em 2024, estava fechado para restauração. 

La Candelaria

Há igrejas lindíssimas na Candelária também. A mais famosa é a já citada Catedral Primada, na Plaza de Bolívar, de 1823. Tentei visitá-la três vezes, em diferentes horários, e estava sempre fechada — tomara que você tenha mais sorte. 

La Candelaria

Outra belíssima igreja é o Santuario Nuestra Señora del Carmen, um templo em estilo gótico florentino com detalhes de arte bizantina e árabe. Tudo isso para falar o que chama atenção de verdade: as listras horizontais vermelhas e brancas, que na verdade me lembraram mesmo a brincadeira do Onde Está o Wally?, sabe?! Só fique atento ao horário de abertura da igreja: funcionava só pela manhã quando estive lá. 

La Candelaria

Visitei ainda o Museu de Santa Clara, uma antiga igreja do complexo do Real Convento de Santa Clara, de 1647, que foi transformado em um museu. As exposições são temporárias. Quando passei por lá estava rolando "Los Santos Bajan, la Sierra Sube", onde imagens sagradas foram removidas para dar lugar a retratos de nativos colombianos. Há cobrança de ingresso, e não é barato: era 41 mil pesos colombianos em 2024 (R$ 55), e nem aceitava cartão. 

La Candelaria

Plazoleta Chorro de Quevedo e Calle del Embudo

Resolvi dedicar um tópico inteiro a essa praça porque virou minha parte favorita da Candelaria; me senti mergulhando em uma Bogotá, ao mesmo tempo, jovem e raiz. 

A Plazoleta Chorro de Quevedo é um lugar histórico, ao redor do qual surgiram bares e restaurantes cheios de personalidade. Muitos historiadores asseguram que foi onde Gonzalo Jiménez de Quesada estabeleceu sua guarnição militar antes de fundar Bogotá, em 1538. Mas antes disso já tinha sua função: no tempo dos muiscas, seu líder subia até lá para observar toda a savana bogotana. 

La Candelaria

Um padre chamado Quevedo adquiriu o terreno em 1832 e instalou ali uma fonte pública de água (o tal do "chorro" do Quevedo), mas a queda de um muro a estruiu em 1896. Baseado em maquetes e algumas imagens, reconstruiu-se a plazoleta em 1969. Também se construiu uma espécie de pórtico com doze portas, representando as doze primeiras casinhas que foram destruídas. 

La Candelaria

De uma dessas "portinhas" parte a Calle del Embudo, provavelmente a rua mais pitoresca e animada de Bogotá. Ela tem míseros 130 metros; apressando o passo, você a percorre em um minuto apenas. Mas alguns dos grafites mais bonitos de Bogotá estão ali, e também tem lojas de roupas estilosas, bancas de lembrancinhas e das famosas mochilas de Wayuu. Se a altitude estiver pegando, tem chá e vários produtos de coca. 

La Candelaria

Agora, se sua intenção é FICAR tonto, está no lugar certo também. A maioria dessas portas dá em bares, e os colombianos certamente vão lhe oferecer a chicha, uma bebida à base de milho muito doce. 

E, no final do dia, a salsa que brotava de dentro do bar Babou me buscou na calçada. Lá dentro, encontrei música ao vivo e uma espécie de templo ao ritmo, com fotografias dos grandes músicos latinos, muitas autografadas. Legal, né?!

Hotel na Candelaria

Seguem algumas sugestões de hospedagens na Candelaria, considerando as mais reservadas e bem avaliadas pelos hóspedes:

  • Masaya Bogotá: Fica localizada pertinho da praça Chorro de Quevedo, um dos pontos mais animados do bairro antigo. É um hostel, mas também tem quartos privativos, além de áreas compartilhadas iluminadas e coloridas. A limpeza e a organização são elogiadas pelos hóspedes. Nota no Booking: 8,9 / 1.093 avaliações.
  • Casa de la Vega: É uma boa opção para quem quer ter uma experiência completa na Candelária hospedando-se em uma casa do período republicano (1830-1862). A casa foi restaurada e virou um hotel butique com 15 quartos. Mas segue sendo um imóvel antigo — inclusive, alguns hóspedes relatam que o piso de madeira range ao caminhar. Nota no Booking: 8,7 / 1,4 mil avaliações.
  • Hotel de La Opera: É a opção mais nobre dentre os hotéis da Candelária, mas sem custar uma fortuna. Fica ao lado do famoso Teatro Colón, na frente do Palacio de San Carlos. Tem piscina coberta, spa, bar e academia. Alguns quartos têm varanda com vista para o centro histórico. Nota no Booking: 8,4 / 614 avaliações.

Outros hotéis que ficam próximos da Candelária, mas em uma área menos antiga do Centro de Bogotá:

  • Spotty Bogotá: Fica no lado mais novo do Centro, junto à região de Santa Fé. Tem a opção de quartos compartilhados e quartos privativos com até quatro camas de solteiro. É uma opção de hospedagem com ótimo custo-benefício, levando-se em consideração a localização e o preço. Nota no Booking: 8,9 / 4 mil avaliações.
  • GHL Hotel Tequendama Bogotá: É um dos campeões de reserva. Fica no centro financeiro da cidade. Tem mais de 260 quartos, muito confortáveis, incluindo uma suíte presidencial de 217 metros. É muito usado para eventos, tem 29 salas para isso. Fica perto de atrações como o Museo de Arte Moderna (MAMBO). Nota no Booking: 8,7 / 6,7 mil avaliações.
  • Hotel BH Bicentenário: É um hotel bem localizado, entre as partes nova e antiga do Centro de Bogotá. Dali você poderá ir para a Candelária caminhando. Os quartos são espaçosos, com cama confortável e banheiros modernos. Além da TV, tem máquina de café e frigobar. Nota no Booking: 8,7 / 1,2 mil avaliações.
  • ibis Bogota Museo: É um dos mais reservados nessa região. Leva esse nome porque fica ao lado do Museu Nacional da Colômbia. Tem áreas comuns bem modernas e coloridas, e opção com e sem café da manhã. Nota no Booking: 8,4 / 5,3 mil avaliações.

La Candelaria: onde fica

La Candelaria fica mais ao sul de Bogotá, a 15 km do aeroporto da cidade, o Aeroporto El Dorado. Fica ao lado de Santa Fé, que também é Centro de Bogotá, e do Cerro Monserrate. Veja o mapa:

La Candelaria

Faça um seguro viagem para não se preocupar com contratempos - últimos dias com até 70% OFF!

Fazer um seguro de viagem é muito importante para evitar contratempos durante as férias. Sempre que viajamos para o exterior fazemos o seguro, sendo ou não obrigatório no país de destino. Afinal, o seguro pode te amparar em casos de despesas médicas e hospitalares, mas também com problemas de extravio de bagagem, cancelamento e interrupção da viagem, entre outros perrengues que todos estão sujeitos a enfrentar.

Aproveite nessa semana incríveis 70% de desconto no seguro viagem Allianz Travel, válido para todos os destinos e planos internacionais, inclusive o anual multidestinos. É só acessar o site da promoção e fazer sua cotação que o cupom exclusivo MELHORESDESTINOS será aplicado automaticamente, reduzindo o valor da apólice. A oferta vale somente para compras realizadas até 22 de julho, em viagens planejadas até julho de 2025.

Confira os 5 hotéis mais reservados por nossos leitores em Bogotá

La Candelaria

La Candelaria