Los Roques

Onde comer em Los Roques

Los Roques se revela ainda mais espetacular quando o assunto é gastronomia. A rica vida marinha proporciona momentos inesquecíveis aos turistas que visitam o arquipélago. A tradição da pesca, aliada à cultura trazida por imigrantes italianos donos de pousadas, transformaram a hora das refeições em Los Roques em um verdadeiro evento. Seja no café da manhã, nas praias ou nos jantares espetaculares, você sempre terá uma deliciosa experiência.

Como um típico destino de praia, regado à tradição pesqueira, Los Roques não poderia fugir dos peixes e frutos do mar. Sempre muito frescos, os produtos são pescados muitas vezes no mesmo dia e vão direto para a mesa das pousadas e restaurantes. Podemos até arriscar a dizer que você comerá em Los Roques alguns dos melhores peixes e frutos do mar da sua vida! E se for época de lagosta (entre outubro e fevereiro), você poderá se deliciar com receitas maravilhosas! O ponto negativo é a falta de outras opções de carnes. É muito raro encontrar em Gran Roque pratos à base de carnes vermelhas. Para compensar, bacon, presuntos e frango são mais fáceis de aparecem à mesa das refeições.

Los-roques-pousada-caracol

Diferente de outros destinos do Caribe, onde o sistema mais comum para refeições é o all inclusive nos resorts, Los Roques oferece serviços bem mais personalizados e intimistas nas encantadoras pousadas de Gran Roque. O pacote de hospedagem que prevalece na região é o de pensão completa, com café da manhã, cava (refeição para levar às praias) e jantar. Apesar de a pensão completa ser o sistema mais difundido e comum, os visitantes poderão optar também por pacotes apenas com café da manhã ou café da manhã e jantar. Tudo é negociável com a pousada e elas costumam oferecer diferentes opções de preços e combinações. E podemos garantir, você experimentará refeições dignas de grandes chefs!

Como são as refeições oferecidas pelas pousadas em Los Roques?

O café da manhã nas pousadas é bastante parecido com o que estamos acostumados no Brasil, com café, leite, sucos naturais, frutas, ovos, queijo, presunto, geleia, manteiga, pão, panquecas ou arepas (espécie de bolinho com farinha de milho). Há pousadas que fazem o pão caseiro, outras oferecem a possibilidade de escolher o preparo do ovo. Sempre farta e saborosa, a primeira refeição do dia é servida entre 7h30 e 9h, antes da saída dos passeios de lancha.

Na sequência vêm as cavas. Tão faladas entre os turistas, as cavas são lanches especialmente preparados para levar à praia. As pousadas oferecem aos hóspedes um cooler com gelo, refrigerante, água, sucos e algumas vezes cerveja, sempre acompanhados de uma opção de comida (arroz com carne e legumes, wraps ou sanduíches), além de frutas e petiscos, como biscoitos e amendoim. As cavas variam entre as pousadas, mas o padrão segue essa linha. Vale dizer que você poderá comprar outras bebidas de sua preferência e também preparar a sua própria cava, caso não a contrate na pousada. Ao retornar da praia, algumas pousadas (as mais sofisticadas) oferecem um pequeno lanche, com biscoitinhos, petiscos e sucos para os hóspedes. É uma maneira de segurar a fome até a hora do jantar. Esse lanchinho não é comum entre as hospedagens mais baratas.

Los-roques Los-roques Los-roques Los-roques Los-roques

Comida Natura Viva

O jantar é, sem dúvida, o momento mais esperado! As pousadas oferecem refeições muito bem elaboradas, sempre compostas de vários passos. No mínimo, você comerá uma entrada, o prato principal e a sobremesa. Há pousadas que ultrapassam os três passos e oferecem duas entradas, uma quente e uma fria. Quase sempre os pratos são compostos por frutos do mar e peixes, preparados de formas variadas. É impressionante a qualidade dos produtos e o sabor de cada prato. São refeições dignas de restaurantes refinados e as porções são sempre muito bem servidas. Os jantares acontecem com hora marcada, entre 19h e 20h, a depender da pousada. o horário é rígido, por isso não atrase. Com todos os hóspedes à mesa, a pousada serve as refeições passo a passo. Bebidas não alcoólicas costumam estar incluídas nos pacotes.  

Com ou sem pensão completa?

Há vantagens e desvantagens nos dois sistemas. O pacote com pensão completa é muito prático e cômodo! Você não precisará se preocupar com nada durante a estada em Los Roques e terá garantido o café da manhã, a cava para a praia e o jantar. Tudo pago antecipadamente, assim você não precisará levar tanto dinheiro para Los Roques. E como o valor da diária é mais alto nesse sistema, ele pode não ser interessante para quem deseja economizar (na ilha há opções de refeição mais baratas). Estar preso a um mesmo “restaurante” todos os dias também pode não ser vantajoso. Depois de alguns dias comendo a comida da mesma pousada, há a chance de considerar o sabor e variedade de pratos um pouco repetitivos. Se você achar que esse pode ser um problema, avalie a possibilidade de pedir uma parte da reserva em pensão completa e outra não ou mesmo de se hospedar em duas pousadas diferentes. 

Los-roques-pousada-la-cigala Los-roques-pousada-la-cigala Los-roques-pousada-la-cigala Los-roques-pousada-la-cigala Los-roques-pousada-la-cigala

Comida La Cigala

Quem preferir contratar um pacote sem pensão completa terá a liberdade de todos os dias escolher um restaurante diferente para jantar. A oferta de estabelecimentos independentes de pousadas é bastante limitada, mas você poderá experimentar a comida das pousadas vizinhas também. Sim! Isso é possível. Basta ir a outra pousada durante a manhã ou na noite anterior e avisar que gostaria de jantar lá. O valor de um jantar em outra pousada fica entre USD 10 e USD 15. Caso a pousada não esteja lotada, ela certamente receberá um novo cliente com o maior prazer! E essa é a maior vantagem de não fechar o pacote de pensão completa. 

Los-roques-pousada-los-corales Los-roques-pousada-los-corales Los-roques-pousada-los-corales Los-roques-pousada-los-corales Los-roques-pousada-los-corales

Comida Los Corales

Há um lado negativo importante na hora de optar por hospedagem sem pensão completa! A grande maioria das praias de Los Roques não oferece restaurantes! Sendo assim, a cava será de fundamental importância para os passeios. Ficar sem a cava para a praia é impensável! Não recomendamos abrir mão dela. Mesmo as pousadas que oferecem diferentes tipos de pacotes (completo ou não), oferecem aos hóspedes a possibilidade de contratar uma refeição à parte. No geral, é preciso apenas avisar com antecedência se você precisará da cava para o passeio. Caso este valor não esteja embutido na diária, ele será cobrado à parte. O valor da cava varia entre USD 5 e USD 15.

Los-roques-pousada-piano-papaya Los-roques-pousada-piano-papaya Los-roques-pousada-piano-papaya Los-roques-pousada-piano-papaya Los-roques-pousada-piano-papaya

Comida Piano y Papaya 

Há ainda pousadas que oferecem o cooler com gelo gratuitamente para o hóspedes montarem a cava como desejarem. Para isso, será necessário comprar produtos nos mercadinhos locais e levar a cava montada por conta própria. Todos os dias você precisará fazer uma “marmita" para levar ao passeio. E isso pode dar um trabalhão, especialmente quando os mercados estão com problemas de desabastecimento (no caso dos barcos com alimentos não chegarem à ilha). Caso não queira se preocupar com isso todos os dias, recomendamos que a cava seja contratada no momento de fechar o pacote com a pousada.

Los-roques-pousada-casa-de-sol Los-roques-pousada-casa-de-sol Los-roques-pousada-casa-de-sol Los-roques-pousada-casa-de-sol Los-roques-pousada-casa-de-sol

Comida Casa de Sol

Nós consideramos os pacotes com café da manhã e cava muito importantes, mas é mesmo divertido jantar um dia em cada pousada ou restaurante local. Avalie qual opção é mais adequada ao seu orçamento e à sua vontade de experimentar diferentes sabores. O mais importante é ter certeza de que todas as refeições serão ótimas. 

Restaurantes fora das pousadas

Há viajantes que preferem não se prender às refeições de uma mesma pousada e preferem explorar outros restaurantes locais. A verdade é que não há muitas opções em Gran Roque fora das pousadas (que também servem refeições para quem não está hospedado). Porém alguns restaurantes se destacam e são boas opções! Os dois estabelecimentos que mais chamam a atenção em Gran Roque são o Bora La Mar e o Aquarena. Ambos estão localizados à beira da praia e oferecem todos os dias refeições, drinks e um belo entardecer aos visitantes. O Bora La Mar se destaca pelos jantares bem elaborados e menu variável. Você poderá comer cada dia um prato diferente, a depender da pesca do dia e da criatividade do chef. Já o Aquarena agrada com os deliciosos petiscos, opções de sushis e sashimis (nem sempre disponíveis), peixes e um delicioso hambúrguer de pescado famoso na ilha. O Aquarena foi o único local da cidade onde vimos no cardápio opção de carne vermelha (um hambúrguer). O valor das refeições nos restaurantes mais elaborados, com entrada e prato principal, é por volta de USD 10. 

Bora-la-mar

No povoado de Gran Roque, há também pequenas lanchonetes que servem refeições rápidas, como arepas, pizzas e empanadas, além de mercadinhos que vendem produtos básicos. O preço é bastante atraente e atende aos turistas que precisam economizar. Com USD 5 é possível fazer uma refeição nas lanchonetes do povoado. 

Restaurantes e comida nas praias

Este é provavelmente um dos maiores encantos de Los Roque e, ao mesmo tempo, um dos maiores problemas. São raras as praias do arquipélago que oferecem restaurantes. Apenas as ilhas de Francisquí del Medio e Crasquí têm locais que servem refeições aos turistas. Francisquí está entre as mais populares e próximas de Gran Roque (apenas 5 minutos de barco). Por oferecer um bom restaurante, com variedade de comidas e bebidas, ela atrai os viajantes que não querem se preocupar e também uma grande quantidade de veleiros e iates. A ilha de Crasquí também atrai os viajantes que buscam refeições preparadas por pescadores. Nas cabanas simples da praia, são servidos peixes e frutos do mar fresquinhos, preparados ao gosto do cliente. É uma boa opção para quem deseja um restaurante, mas prefere o ambiente mais tranquilo. Os valores não são exorbitantes. Um peixe assado grande custará, em média, USD 15. 

Francisqui

Caso vá a qualquer outra praia onde não há restaurante, não deixe de levar a cava oferecida pelas pousadas ou, caso não a contrate, de fazer um lanchinho para ser consumido durante o passeio. Não há barraquinhas ou vendedores ambulantes nas ilhas de Los Roques. 

Alerta sobre a pesca e consumo de produtos não autorizados

Quem fizer passeios com barqueiros particulares poderá também contar com a felicidade de ter um peixe assado na hora, em churrasqueiras improvisadas com pedras à beira-mar. Muitas vezes o peixe é pescado durante o passeio. O preparo é simples, quase sempre utiliza-se apenas sal, e o sabor é sempre incrível! 

No caso das refeições preparadas por barqueiros e pescadores, vale ficar atento ao período em que é autorizada a pesca. A lagosta, por exemplo, apreciada entre turistas e moradores, só pode ser consumida entre os meses de outubro e fevereiro, quando a pesca é permitida. Sendo assim, a oferta de lagosta fora desses meses é ilegal. Já o botuto (caracol que vive nas conchas grandes) tem o consumo e pesca permanentemente proibidos no arquipélago de Los Roques. Ao longo dos passeios, é possível ver montanhas de conchas, do tempo em que a pesca era autorizada. Hoje não se pode mais consumir o botuto em nenhum período do ano. 

Crise na Venezuela 

O desabastecimento de produtos alimentícios não atinge fortemente o arquipélago de Los Roques. A ilha de Gran Roque é abastecida duas vezes por semana por barcos que chegam de Caracas. Pode acontecer de o barco atrasar e a entrega de produtos não acontecer, o que gera desabastecimento temporário na ilha de produtos específicos. Como as pousadas têm estoque de produtos, o turista não sente tanto o desabastecimento. Não há supermercados do governo em Los Roques e todos os produtos são vendidos no mercado normal, aberto a todos os moradores e visitantes. Não espere encontrar produtos de luxo ou mesmo artigos alimentícios elaborados. Frutas e verduras têm o abastecimento mais prejudicado, especialmente por não haver nenhuma produção na própria ilha. Tudo vem de fora. 

O câmbio que prevalece na ilha é o câmbio negro e não o oficial. Em qualquer estabelecimento, a compra será efetuada nesse câmbio. Muitos mercados aceitam dólares, mas não todos. Tenha sempre alguns bolívares para compras emergenciais. 

  • Aquarena

    Aquarena

    Nota:  de 10 (0)

    O simpático barco e os pufes coloridos marcam o ponto do Aquarena à beira do mar de Gran Roque. O bar tem clima leve, boa música e cardápio variado (mas nem sempre totalmente disponível). As mesinhas ficam na areia e é possível observar o mar e o entardecer, mas não o pôr do sol, que acontece na outra ponta da...

  • Bora-la-mar

    Bora La Mar

    Nota:  de 10 (0)

    De frente para o mar e servindo os melhores drinks do arquipélago, o Bora La Mar é point imperdível em Los Roques! Peça uma marguerita, sente-se nos pufes na areia e aproveite para ver o mais lindo pôr do sol de Gran Roque! Vale também pedir uma caiprinha, mojito ou outros drinks super bem preparados. Difícil resistir a um...

  • Cayo-pirata

    Cayo Pirata

    Nota:  de 10 (0)

    Conectado a Madrisquí por uma fina faixa de areia, Cayo Pirata é um pequeno povoado de pescadores em Los Roques. A ilha é repleta de casas e é uma boa opção para quem deseja uma experiência gastronômica bastante tradicional. Basta andar entre as cabanas para encontrar quem sirva peixe fresco, frutos do mar e outras...

  • Francisqui

    Francisquí

    Nota:  de 10 (0)

    Francisquí ocupa, junto com Madrisquí, o posto de ilha mais popular de Los Roques. Localizada a menos de dez minutos de Gran Roque, agrada especialmente por aliar boa infraestrutura a belas praias e excelentes oportunidades para a prática de esportes, como snorkeling, SUP e kitesurfe. Francisquí, na verdade, é formada por três...

  • Gran-roque

    Gran Roque

    Nota:  de 10 (0)

    A ilha de Gran Roque é a mais populosa de Los Roques e também o local onde estão concentradas as pousadas que recebem os turistas que visitam o arquipélago. A ilha é bastante pequena e é possível percorrê-la toda a pé. Na verdade, não há transporte motorizado circulando por Gran Roque e as...

Tudo que você precisa saber sobre Los Roques!

Esse texto sobre Onde comer em Los Roques faz parte do guia de Los Roques no Melhores Destinos

Comentários para Onde comer em Los Roques

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.