Los Roques

Passeios em Los Roques

Los Roques é destino para quem é apaixonado por sol e praia. Os passeios oferecidos no arquipélago são todos ligados ao incrível mar caribenho presente em todas as ilhas de Los Roques. Não há como escapar e nem há razão para isso. Ao avistar o colorido das águas, a única coisa que você vai querer é um demorado mergulho.

Quem chega ao povoado de Gran Roque fica perdido ao descobrir a variedade de ilhas, bancos de areia, barreiras de corais, mangues e locais para mergulho que o arquipélago oferece. Não será fácil decidir entre tantas opções de passeios. E a ótima notícia para quem se preocupa com o bolso é que os preços em Los Roques são bem mais amigáveis que outros destinos do Caribe, como Punta Cana e Cancun. Os passeios variam entre USD 7 e USD 20 por pessoa, enquanto outros destinos caribenhos cobram USD 100 pelo tour.

Madrisqui-los-roques

Outro critério que pesa a favor de Los Roques é a possibilidade de ir a ilhas e praias desertas. Sim! O destino não é lotado e é possível visitar praias onde não há ninguém! São poucas as praias onde há restaurantes ou casas de pescadores. Na maioria delas, será só você, o mar, o guarda-sol, um cooler e a intensa vida marinha que toma conta da região.

Os passeios em Los Roques podem ser contratados de diferentes formas. A primeira é com a própria pousada onde você estará hospedado. Grande parte das pousadas oferece todos os dias os passeios para as ilhas mais próximas, como Francisquí e Madrisquí, já incluídos no valor da diária. Elas estão distantes apenas 5 minutos de Gran Roque e por isso não é preciso organizar com antecedência o trajeto. Barcos partem a todo o momento para as duas praias, independente do número de passageiros.

Madrisqui-los-roques

Algumas pousadas possuem barco próprio, o que permite organizar com os próprios hóspedes passeios para ilhas mais distantes de Los Roques. É bastante prático, especialmente para quem não deseja se preocupar com nada. A pousada leva a cava, as cadeiras e o guarda-sol para os hóspedes. A única preocupação será curtir! O lado ruim é ficar preso ao roteiro oferecido pela pousada, que nem sempre vai até a ilha que você gostaria. Vale dizer que passeios para locais mais distantes são cobrados a parte, apenas as ilhas mais próximas estão incluídas.

A segunda opção, e a mais comum entre os viajantes, é fazer o passeio com a Cooperativa de Transporte Turístico de Los Roques. Todos os dias de manhã, os barqueiros se reúnem no cais próximo ao aeroporto (chamado de muele) e oferecem passeios para diferentes ilhas. Os preços são tabelados e você poderá solicitar uma vaga e entrar em um dos barcos que farão o trajeto para a ilha que você gostaria de visitar. Os passeios são divididos em cayos (com trajeto de ida e volta para as ilhas mais próximas) e minitour (com visita a mais de uma ilha ou trajeto para ilhas mais distantes).

Gran-roque

A maior desvantagem dos passeios com a cooperativa é ter que contar com a sorte de outros turistas desejarem fazer o mesmo roteiro que você, já que os barcos só saem com um mínimo de passageiros para as ilhas mais distantes (normalmente 8 pessoas). Caso não haja passageiros suficientes, a cooperativa não realiza o tour. Os passeios contratados na cooperativa seguem roteiros fixos, tendo pouca abertura para pedidos fora do trajeto previsto. Os barqueiros basicamente levam os turistas ao local e voltam depois para buscar. Não é realizado um serviço de guia e muitas vezes nem orientações são dadas sobre os melhores pontos para visitar em cada ilha ou os melhores locais para snorkeling. É praticamente só um meio de transporte. Ao realizar passeios com a cooperativa, é aconselhável alugar um guarda-sol, cadeiras para a praia e equipamentos para snorkeling. A cava, com comidas e bebidas, também não está incluída no passeio.

A terceira opção para realizar passeios é montar um grupo de turistas por conta própria e contratar um barqueiro particular (ou entrar em um grupo já formado). A contratação de um barqueiro permite negociar itinerários e rende até algumas vantagens, como snorkeling guiado e peixe assado na praia. O serviço tem preço similar ao da cooperativa, mas é bem mais personalizado. Não é fácil encontrar um barqueiro que também faça as vias de guia de turismo. A vantagem é não ser necessário um grupo com o mínimo de pessoas para a realização do passeio, porém quanto menos gente, mais caro o tour. Um ponto negativo é que muitas vezes, por não precisarem seguir roteiros definidos, o barqueiro particular comete infrações, como levar os turistas a áreas proibidas para visitação. Quase sempre os turistas nem ficam sabendo que estão em ilhas restritas. 

Cayo-sardinas

Quem não desejar seguir roteiros pré-estabelecidos poderá fretar um barco na cooperativa para fazer o roteiro que desejar, independente do número de passageiros. Nesse caso, o custo pode ser bem alto, sendo uma boa pedida apenas para quem pretende fazer um roteiro muito específico ou deseja um passeio particular. Um barco fretado terá custo de USD 200, para até seis pessoas, e USD 350, para quem deseja investir em pescarias.

Todas as opções citadas podem dar certo e tudo depende do número de turistas dispostos a fazerem o mesmo passeio que você. Caso tenha vários dias em Los Roques, será mais fácil conciliar a vontade de conhecer uma determinada ilha com outros grupos. Se estiver em uma passagem rápida, insista para realizar os passeios mais importantes primeiro. Os pagamentos podem ser realizados tanto em dólares quanto em bolívares e as cotações para câmbio da moeda podem variar. Pergunte sempre o valor antes e avalie se é mais vantajoso pagar em dólar ou bolívar. Os passeios costumam sair do cais às 9h30 e têm retorno às 16h.

Cayo-sardinas

Quais passeios fazer em Los Roques?

Que dúvida cruel! Como escolher entre tantas belas ilhas em Los Roques? Nós podemos garantir que as opções são maravilhosas e que o mar é espetacular em todo o arquipélago, por isso, seja qual for o seu destino, ele será inesquecível! Mas é claro que algumas ilhas atraem mais os visitantes. E como os turistas não terão a vida toda em Los Roques (que dó!) é importante definir prioridades. Não só isso. É importante saber o que você procura nas ilhas do arquipélago.

Em Los Roques, há praia para quem prefere só curtir a areia e o mar tranquilo, outras para os amantes de snorkeling e mergulho. Tem ilha super deserta e outras bem movimentadas. Há ilhas de mangue, pedras, corais e de bancos de areia sem ninguém, ou, para os mais animados, bancos de areia repletos de atletas praticantes de kitesurfe. Tem praia com estrela do mar, tartaruga, pássaros, cachorros e guaripetes (pequenos lagartos). E, claro, tem praia que é cartão postal, desses de enlouquecer os amantes da fotografia. E quanto mais dias você ficar em Los Roques, mais ilhas diferentes poderá visitar, por isso, capriche na agenda!

Os roteiros dos passeios já são bem estabelecidos em Los Roques e você precisará apenas decidir qual deles fazer primeiro. Alguns incluem várias ilhas e diferentes experiências, outros são apenas um leva e trás, como um transporte. Muitas vezes o vento não permite realizar os passeios mais distantes, então aproveite os dias bons para ir às ilhas mais difíceis. E se o vento estiver pesado um dia, você poderá ficar nas praias mais próximas sem peso na consciência. Veja mais sobre os principais passeios oferecidos em Los Roques e acesse os posts sobre praias e mergulho em Los Roques para outras sugestões de roteiros que não estão entre os passeios principais.

Francisqui

Madrisquí e Francisquí

Para começar, invista nos passeios mais populares e que quase sempre estão incluídos no preço das diárias das pousadas. As ilhas de Francisquí e Madrisquí estão a poucos minutos de barco de Gran Roque e são um bom cartão de visita para o primeiro dia de viagem. Madrisquí é mais tranquila, tem longa faixa de areia e mar calmo. Ela é ligada por uma pequena faixa de areia a Cayo Pirata, onde vive uma pequena comunidade de pescadores que oferece restaurantes simples, com preparo de peixes fresquinhos na hora. A piscina formada entre as duas ilhas é um bom local para a prática de snorkelig, assim como a ponta da ilha de Madrisquí. 

Já Francisquí del Medio (são três Francisquís coladas uma na outra, mas esta é a mais procurada) oferece uma bela piscina para a prática de snorkeling, bancos de areia, mar calmo e um bom restaurante. Por isso ela é predileta entre os turistas que querem passar o dia sem se preocupar com comida e bebida e também entre os viajantes que chegam em iates e veleiros. Lá é a melhor praia para quem não abre mão de um certo conforto. Quem desejar alugar alguns equipamentos para a prática de SUP e kitesurfe poderá ir a Francisquí de Arríba, onde há uma escola que fornece os equipamentos. 

As duas ilhas costumam fazer parte de passeios diferentes (uma por dia), mas é possível pagar pelo transporte entre elas e economizar um dia de viagem para conhecer outras ilhas. Vale passar a manhã em Madrisquí e seguir para almoçar em Francisquí, com direito a um belo entardecer.

  • Valor do trajeto, ida e volta, para Madrisquí – VEF 3000
  • Valor do trajeto, ida e volta, para Francisquí – VEF 4000
  • Valor do trajeto para troca de ilhas – VEF 3000

Madrisqui-los-roques

Madrisqui-los-roques Francisqui Francisqui Francisqui Francisqui

Cayo los Viejos, Cayo Muerto, Saquí Saquí ou outros bancos de areia próximos

Há vários bancos de areia próximos a Gran Roque. É possível chegar a eles em trajetos rápidos e com preços bem baixos. Cayo los Viejos atrai um grande número de praticantes de kitesufe e é um dos pontos mais procurados pelos atletas, assim como Saquí Saquí e Cayo Vapor. Ótimos para passar o dia com gente animada e vendo o show das manobras. Já Cayo Muerto é um banco de areia praticamente deserto. O desenho da ilhota é bastante parecido com o de Cayo de Água, porém muito menor. Um verdadeiro paraíso! Você poderá pedir ao barqueiro para te deixar lá e, com sorte, será o único no local por muitas horas. Vale lembrar que bancos de areia mudam ao sabor do vento e da maré, por isso eles podem mudar de formato.

  • Valor do trajeto, ida e volta (mínimo de 6 pessoas) – entre VEF 5000 e VEF 8000

Cayo-muerto

Cayo-muerto Cayo-los-viejos-los-roques Cayo-sardinas Cayo-sardinas Cayo-vapor

Cayo de Água e Espenquí

Sem dúvida, este é o maior cartão postal de Los Roques! Cayo de Água é formado por duas pequenas ilhas ligadas por uma longa faixa de areia. É o cenário com que todo viajante que vai a Los Roques sonha. E não é para menos! A água tem um tom azul intenso, quase néon, e é de enlouquecer. Esse é um dos mais difíceis passeios a serem realizados, devido às condições do mar e vento. Muitas vezes os barqueiros da cooperativa não querem ir a Cayo de Água. Caso isso aconteça, tente montar um grupo por conta própria e contrate um barco particular. A viagem não é mesmo muito tranquila. Acredite, você se sentirá em uma montanha russa dentro do barco. Mas o lugar é imperdível! Na volta, para aliviar a batida do barco, há uma paradinha rápida em Espenquí. A praia é bem bonita, com mar mais verde e água bastante calma, mas a estrela é mesmo Cayo de Água.

  • Valor do minitour, com Cayo de Água e Espenquí (mínimo de 8 pessoas) – VEF 17000
  • Valor do trajeto, ida e volta, para Espenquí (mínimo de 8 pessoas) – VEF 10000

Cayo-de-agua

Cayo-de-agua Cayo-de-agua Cayo-de-agua Espenqui Espenqui

Carenero e Sarquí

Carenero disputa com Cayo de Água a preferência de muitos turistas. O mar calmo formando uma grande piscina é um dos maiores atrativos dessa ilha, que também chama a atenção pela quantidade de cachorros que se aproveitam da sombra dos turistas para se refrescar. Carenero é também um dos melhores e mais tranquilos pontos de snorkeling em Los Roques. Excelente para ver muitos peixes em meio aos corais. O passeio pra Carenero costuma incluir também uma parada em Sarquí, onde o maior atrativo são as estrelas do mar e tartarugas.

  • Valor do minitour, com Carenero e Sarquí (mínimo de 8 pessoas) – VEF 13000
  • Valor do trajeto, ida e volta, para Sarquí (mínimo de 8 pessoas) – VEF 10000

Carenero

Carenero Carenero Carenero Carenero Carenero

Noronquí, Crasquí e Laguna de Rabusquí

Este é um dos roteiros mais interessantes para quem busca, além de praia, uma experiência de mergulho diferente. As duas praias deste minitour, Noronquí e Crasquí, são lindas e, de quebra, no final você poderá mergulhar na Laguna de Rabusquí, um mangue em meio ao mar do Caribe, onde há vida abundante em uma área super rasa e cheia de belezas bem distintas dos mergulhos nas barreiras de corais. Noronquí e Crasquí têm mar lindo e calmo, as duas com areia branca e fina e áreas para snorkeling. Porém a grande atração é mesmo a Laguna de Rabusquí, com o inusitado mergulho no mangue. Rabusquí, além do mangue, oferece também uma bela praia, chamada de Pelona de Rabuquí.

  • Valor do minitour, com Noronquí, Crasquí e Laguna de Rabusquí e Sarquí (mínimo de 8 pessoas) – VEF 10000
  • Valor do trajeto, ida e volta, para Noronquí (mínimo de 8 pessoas) – VEF 7000
  • Valor do trajeto, ida e volta, para Rabusquí (mínimo de 8 pessoas) – VEF 7000
  • Valor do trajeto, ida e volta, para Crasquí (mínimo de 8 pessoas) – VEF 7000

Crasqui

Crasqui Noronqui Noronqui Laguna-e-pelona-de-rabusqui Laguna-e-pelona-de-rabusqui

Boca de Sebastopol

Umas das mais afastadas e belas praias de Los Roques é também uma das mais completas. Em Sebastopol, você poderá fazer um maravilhoso snorkeling, curtir a piscina de água calma e rasa, ouvir o barulho das ondas que quebram na barreira de corais e ainda curtir um visual paradisíaco da praia. É um dos melhores passeios de Los Roques e também uma das praias que está quase sempre deserta. Excelente pedida para passar um dia calmo.

  • Valor do minitour com Boda de Sebastopol (mínimo 8 pessoas) – VEF 17000

Boca-de-sebastopol

Boca-de-sebastopol Cayo-de-agua Boca-de-sebastopol Boca-de-sebastopol Boca-de-sebastopol

Boca de Cote, Palafito e Crasquí 

Este é um bom roteiro para quem gosta de snorkeling. Boca de Cote tem o mar de um azul intenso e excelente visibilidade para mergulho, mesmo com snorkel. Depois da parada para mergulho, os turistas seguirão para Crasquí, uma praia linda, com areia branca e fina, mas muito calmo e, de quebra, também boa para snorkeling (basta andar para o outro lado da ilha). Na praia, há alguns restaurantes bem simples, de famílias de pescadores. São ótimos para experimentar um peixe fresquinho! Já Palafito é uma parada mais fotográfica. O local é um ponto de apoio para barcos de pescadores em meio ao mar, onde há uma pequena ponte de madeira com uma casinha simples. Rende belos retratos!

  • Valor do minitour, com Boca de Cote, Crasquí e Palafito (mínimo de 8 pessoas) – VEF 17000
  • Valor do trajeto, ida e volta, para Crasquí (mínimo de 8 pessoas) – VEF 7000

Crasqui

Crasqui Boca-de-cote Boca-de-cote Palafito Palafito

O que levar nos passeios

As ilhas em Los Roques não têm sombra e nem infraestrutura. É muito raro encontrar uma árvore ou cabana à beira-mar. E como o sol em Los Roques é muito forte, é realmente importante levar um guarda-sol e, para se sentar confortavelmente na sombra, uma boa cadeira de praia. As pousadas costumam oferecer aos hóspedes tanto o guarda-sol quanto a pousada, mas caso não seja oferecido, é possível alugar os dois no porto de onde partem os passeios.

Equipamentos pra a prática de snorkeling também são boas pedidas! A vida marinha em Los Roques é riquíssima e você nunca sabe quando encontrará uma tartaruga, estrela do mar, corais coloridos e dezenas de peixes variados. Recomendamos que seja levado um snorkel e máscara de uso particular (a higiene pode ser duvidosa nos equipamentos alugados), mas as nadadeiras podem ser tranquilamente alugadas no porto ou em outros estabelecimentos de Los Roques.

Francisqui

Sapatilhas próprias para a água e que permitam também caminhada na areia são muito importantes! Várias praias são repletas de corais, ouriços e plantas com espinhos. Evite a possibilidade de machucar os pés e perder a viagem.

Protetor solar, blusas com proteção UV, chapéu, boné, lenço e qualquer outro utensílio que proteja do sol será de uso obrigatório! Acredite, o sol em Los Roques é realmente muito forte. E com a falta de sombra nas praias (e a vontade eterna de ficar no mar) é importante se lembrar da proteção a todo instante. 

Não esqueça a refeição para o dia de passeio, quase sempre as praias são desertas e não há restaurantes. Contrate a cava (lanche com bebidas) na pousada ou solicite um cooler com gelo para montar a sua (veja mais em onde comer).

Quem procura um pouco de diversão nos passeios pode levar uma boia, raquetes de frescobol e até um dome pra caprichar nas fotos subaquáticas. Você terá tempo de sobra para curtir o visual e ainda se divertir um bocado. 

Nossa experiência

Enquanto estivemos em Los Roques, fizemos passeios com o barco da pousada e também com um barqueiro particular. No caso do barco da pousada, apesar do trajeto original ser para apenas uma ilha, conseguimos negociar com o barco para quem ele nos buscasse no meio do dia em Madrisquí e nos levasse para Francisquí. Na volta, ainda conseguimos fazer uma parada em Cayo los Viejos, onde estavam vários atletas de kitesurfe. A negociação não é tão ampla, mas é mais fácil entre os barcos das pousadas do que os da cooperativa. 

Optamos por não ficar dependentes da cooperativa por eles não realizarem todos os passeios diariamente. Quase sempre não havia passeios para as ilhas mais importantes, como Cayo de Água e Sebastopol, devido ao baixo número de turistas interessados. Como não havia passeio para onde queríamos, corríamos o risco de voltar para o Brasil sem visitar várias praias. Por isso optamos pela contratação de um barqueiro particular e dividir o tour com outros turistas, que seguiriam o nosso roteiro.

Contratamos um profissional que é bastante conhecido e indicado entre os brasileiros, o Chi Chi. Ele se mostrou bastante receptivo à negociação de itinerário. Apenas um dia ele disse que não realizaria o passeio por ter poucos passageiros. Nesse dia, optamos por pagar os valores dos passageiros ausentes (pagamos por três pessoas) para que o passeio não deixasse de ser realizado. Vale dizer que os passeios com o barqueiro particular são um pouco mais caros, porém ele fornece guarda-sol, cadeira, leva o cooler até a praia e ainda empresta snorkel, máscara e nadadeiras para quem não tiver. 

Durante todos os passeios, Chi Chi acompanhou os turistas bem de perto. Ele é extremamente atencioso, muito simpático e é um dos raros barqueiros que mergulham junto com os turistas e fazem snorkeling guiado. Como os turistas muitas vezes desconhecem a região e têm medo de mergulharem sozinhos, Chi Chi é fundamental neste momento. Ele oferece rotas seguras e torna o passeio muito mais seguro. Nas praias, ele também é atencioso e explica os melhores pontos para visita, as melhores trilhas e como aproveitar cada local. Ele se envolve bastante com os turistas. 

O ponto negativo do Chi Chi é habitualmente descumprir regras de proteção ambiental. Muitas vezes, os turistas nem ficam sabendo que estão cometendo irregularidades. Durante os passeios, ele faz paradas em ilhas não autorizados à visitação, pega animais para os turistas fazerem fotos (como tartarugas) e também pesca animais fora do período permitido, como lagostas, que têm a pesca autorizada apenas de novembro a abril. 

Caso contrate os serviços do Chi Chi, nós recomendamos uma conversa prévia, onde fique claro que você não gostaria que ele cometesse tais infrações durante os passeios. Infelizmente, a consciência ambiental entre os moradores de Los Roques não é tão grande, assim como entre muitos turistas, que não se incomodam com as infrações. Como os moradores vivem da pesca desde sempre, não veem nada de errado em pescar lagostas ou botutos (os grandes caramujos), mesmo sendo proibido. Também, muitas vezes, não se importam em tocar em corais e animais durante os mergulhos, destruindo a vida marinha e atiçando peixes para fotos. Quanto mais turistas alertarem os barqueiros sobre a questão da preservação ambiental, menos irregularidades eles cometerão. O difícil é saber previamente o que é permitido ou proibido. Por isso, desconfie sempre que um barqueiro disser que vai te levar a um lugar onde ninguém leva. É quase certo que você estará a caminho de uma zona protegida. Seja um turista consciente e lembre-se que Los Roques é um parque nacional e precisa ser preservado. Deixe claro isso para o barqueiro e você poderá aproveitar o lado bom de cada profissional. Veja o contato de profissionais barqueiros em Los Roques

* Valores atualizados em julho/2016.

  • Boca-de-cote

    Boca de Cote

    Nota:  de 10 (0)

    O primeiro impacto que os viajantes têm ao chegar de avião em Los Roques é marcado pela barreira de corais que separa o mar aberto e profundo das águas calmas do arquipélago. A entrada natural que divide Cayo Sal de Cayo Nube Verde é chamada de Boca de Cote. O local é um dos mais belos para mergulho em Los Roques. Com mar...

  • Boca-de-sebastopol-los-roques

    Boca de Sebastopol

    Nota:  de 10 (0)

    A variedade de paisagens da Boca de Sebastopol torna este passeio um dos melhores de Los Roques. Ao chegar à pequena faixa de areia que marca esta região, será difícil não se imaginar no paraíso. À frente, você verá uma grande, calma e colorida piscina em vários tons de azul. Ao fundo, a paisagem é...

  • Boca-del-medio

    Boca del Medio

    Nota:  de 10 (0)

    Localizada em meio à grande barreira de corais do lado leste, a Boca del Medio é um dos melhores pontos de mergulho de Los Roques, tanto para quem deseja apenas curtir com o snorkel quanto para os que desejam praticar o mergulho com cilindro. O local tem água muito transparente, com visibilidade que pode alcançar até 30 m. O mergulho ao...

  • Carenero

    Carenero

    Nota:  de 10 (0)

    Ela está entre os passeios mais populares de Los Roques e divide com Cayo de Água e Sebastopol a preferência de muitos viajantes. Carenero é uma excelente pedida para quem busca o clássico mar colorido e calmo do Caribe. Tudo cercado por areia branca, casas de pescadores e um pouco de verde para dar ainda mais graça à cena....

  • Cayo-de-agua

    Cayo de Água

    Nota:  de 10 (0)

    Principal cartão-postal de Los Roques, Cayo de Água é o foco de quase todo turista que chega ao arquipélago. Difícil resistir à linda imagem das duas ilhotas ligadas por um fino caminho de areia branca cercado pelo colorido mar do Caribe. E, de verdade, é mesmo espetacular! Quem chega desavisado a Cayo de Água pode...

  • Cayo-los-viejos-los-roques

    Cayo los Viejos

    Nota:  de 10 (0)

    Point dos atletas praticantes de kitesurf, Cayo los Viejos é excelente pedida para quem deseja curtir o esporte, mas não quer se afastar demais de Gran Roque. O pequeno banco de areia é cercado por mar calmo e oferece o principal para a prática de kite, muito vento! Mesmo quem não é adepto da modalidade irá se divertir por...

  • Cayo-muerto

    Cayo Muerto

    Nota:  de 10 (0)

    O nome pode não ser dos melhores, mas, acredite, Cayo Muerto está entre as porções de areia mais belas de Los Roques. A semelhança com Cayo de Água é tanta que uma visita pode confundir os desavisados. Apesar de ser muito menor que Cayo de Água, Cayo Muerto também tem a linda faixa de areia que divide o mar em...

  • Cayo-pirata

    Cayo Pirata

    Nota:  de 10 (0)

    Conectado a Madrisquí por uma fina faixa de areia, Cayo Pirata é um pequeno povoado de pescadores em Los Roques. A ilha é repleta de casas e é uma boa opção para quem deseja uma experiência gastronômica bastante tradicional. Basta andar entre as cabanas para encontrar quem sirva peixe fresco, frutos do mar e outras...

  • Cayo-vapor

    Cayo Vapor

    Nota:  de 10 (0)

    Os bons ventos levam a Cayo Vapor esportistas ávidos por belos salto no kitesurfe. De frente para a ilha, eles proporcionam um grande espetáculo para os visitantes que curtem a calmaria dessa praia. O lugar é coberto por vegetação rasteira e serve de abrigo para ovos de pássaros. A ilha, localizada na grande barreira de corais do...

  • Crasqui

    Crasquí

    Nota:  de 10 (0)

    Uma das praias mais longas de Los Roques, Crasquí oferece três quilômetros de areia branca e típico mar calmo e colorido do Caribe. Ela está entre as mais belas do arquipélago e proporciona um bom passeio para os visitantes. Crasquí é formada por areia branca e mar com grande piscina. Não deixe de caminhar...

  • Espenqui

    Espenquí

    Nota:  de 10 (0)

    Esta ilha está entre as mais desertas dos passeios de Los Roques. Não há casas de pescadores nem o menor sinal de civilização. Quem toma conta de um lado da ilha é a vegetação rasteira e as estrelas do mar, comumente encontradas no local, do outro lado reina a vegetação de mangue. O mar difere do habitual...

  • Francisqui

    Francisquí

    Nota:  de 10 (0)

    Francisquí ocupa, junto com Madrisquí, o posto de ilha mais popular de Los Roques. Localizada a menos de dez minutos de Gran Roque, agrada especialmente por aliar boa infraestrutura a belas praias e excelentes oportunidades para a prática de esportes, como snorkeling, SUP e kitesurfe. Francisquí, na verdade, é formada por três...

  • Laguna-e-pelona-de-rabusqui

    Laguna e Pelona de Rabusquí

    Nota:  de 10 (0)

    A Laguna de Rabusquí está entre os passeios mais interessantes para quem curte mergulho com snorkeling. É uma oportunidade excelente de mergulhar em um ambiente com vida marinha bastante diferente do alto mar. A Laguna de Rabusquí é formada por vegetação de mangue, onde os cenários ganham belos e inusitados contornos....

  • Madrisqui-los-roques

    Madrisquí

    Nota:  de 10 (0)

    A ilha de Madrisquí é porta de entrada para muitos viajantes que chegam a Los Roques. Ela é a ilha mais próxima do povoado de Gran Roque e pode ser visitada a qualquer hora, todos os dias. Isso faz com que ela esteja também entre as mais populares do arquipélago. Além de ser bastante próxima do porto de onde partem os...

  • Noronqui

    Noronquí

    Nota:  de 10 (0)

    Noronquí oferece belos cenários para quem procura uma linda praia em Los Roques, a começar pelo clássico bangalô de madeira à beira-mar, um dos mais fotografados do arquipélago. A ilha faz parte de um conjunto com três porções de terra: Noronquí Arriba, Noronquí Medio e Noronquí Abajo,...

  • Palafito

    Palafito

    Nota:  de 10 (0)

    O cenário é digno de belas fotos. Construção em madeira rústica, ponte sobre a água, mar do Caribe, sol brilhando e céu azul. Difícil resistir a muitos cliques neste lugar conhecido como Palafito. Rusticidade está em todos os detalhes e nada mais autêntico para um belo registro em meio ao mar. O Palafito...

  • Cayo-sardinas

    Saquí Saquí ou Cayo Sardina

    Nota:  de 10 (0)

    O vento que sopra insistentemente nesta ilha atrai os praticantes de kitsurfe, que aproveitam o lindo cenário para praticar o esporte e proporcionar aos turistas belos saltos. Cayo Sardinas, ou Saquí Saquí, é uma ilha bem pequenina, mas que atrai visitantes pela excelente oportunidade para os esportes que envolvem a necessidade de grandes ventos....

Tudo que você precisa saber sobre Los Roques!

Esse texto sobre Passeios em Los Roques faz parte do guia de Los Roques no Melhores Destinos

Comentários para Passeios em Los Roques

  • Missing MARCELA há mais de 2 anos

    Eu gostaria de saber em média qual o custo dessa viagem? Fui para San Andres ano passado e fiquei muito interessada nesse destino mas não tenho noção de valores.

  • Moniquerenne Monique Renne há mais de 2 anos

    Marcela, vai depender muito do tipo de pousada que você escolher. Os passeios são super baratos, entre 10 e 15 dólares por pessoa. As hospedagens vão de 30 a 300 dólares por pessoa, com pensão completa. A passagem de Caracas para Los Roques custa 300 dólares e a passagem do Brasil para Caracas varia um bocado. Se você ficar na Pousada de Sol, por exemplo, vai gastar 300 dólares por pessoa para 10 dias e mais um pouco pela comida para levar para a praia, uns 10 dólares por dia. Mais uns 100 dólares de passeios. Não é caro. O caro é a passagem aérea. :)

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.