Melhores Destinos
Paris
Monique Renne Repórter fotográfica. Com um mundo inteiro a ser descoberto.

Onde ficar em Paris

Escolher onde se hospedar em Paris não é tarefa fácil. A cidade tem grande oferta de hotéis, mas os preços não são amigáveis.  É importante pesquisar bem para não pagar caro demais ou ficar em uma região que não seja legal para a sua viagem. Paris tem atrações turísticas em diversos bairros e há várias regiões que são boas pedidas para hospedagem. Ainda assim, é possível cair em algumas roubadas ao escolher o hotel em Paris. Confira nossas dicas para escolher a opção de hotel e região que melhor se encaixa no seu perfil.

HOTEL NOTA LINK
Best Western Plus Hotel Sydney Opera 9.0 Ver preços
Hôtel LOCOMO 8.7 Ver preços
Hôtel Eiffel Turenne 8.6 Ver preços
Best Western Au Trocadéro 8.6 Ver preços
Novotel Paris Les Halles 8.6 Ver preços
Hôtel du Plat d'Etain 8.6 Ver preços
Hôtel Mayflower Opera 8.5 Ver preços
Ibis Styles Paris Place d'Italie - Butte Aux Cailles 8.5 Ver preços
ibis Styles Paris Meteor Avenue d'Italie 8.5 Ver preços
Hotel Choiseul Opera 8.4 Ver preços
Pullman Paris Centre - Bercy 8.4 Ver preços
Pullman Paris Tour Eiffel 8.3 Ver preços
Elysées Ceramic 8.3 Ver preços
Hyatt Regency Paris Etoile 8.3 Ver preços
citizenM Paris Gare de Lyon 8.3 Ver preços
Mercure Tour Eiffel Grenelle 8.3 Ver preços
Best Western Empire Elysees 8.2 Ver preços
ibis Paris Bercy Village 8.1 Ver preços
Ibis Styles Paris Massena Olympiades 8.1 Ver preços
ibis Paris Bastille Opera 8.0 Ver preços
Ibis Paris Tour Eiffel Cambronne 15ème 7.6 Ver preços
ibis Paris Gare du Nord Château Landon 10ème 7.5 Ver preços
Generator Paris 7.3 Ver preços
ibis Budget Paris La Villette 19ème 7.2 Ver preços

Se você está perdido e não sabe por onde começar a busca por hospedagem, confira essa lista com a nossa seleção de hotéis que valem a pena em Paris. São hotéis bem localizados, com custo médio e avaliações confiáveis. É uma boa lista para começar a busca, já que Paris oferece uma variedade enorme de hotéis e você certamente encontrará outras boas opções enquanto confere a nossa listinha.

Melhores regiões para hospedagem em Paris

Escolher a melhor região para hospedagem em Paris nem sempre é fácil. É preciso considerar a melhor relação custo-benefício entre localização e preço, o que não é tão simples quanto parece. Para te ajudar na escolha, elegemos as melhores regiões de Paris para se hospedar. Mas antes de conferir todas elas, é importante entender um pouco mais sobre como funciona a cidade.

Paris é subdividida em 20 bairros, que ganham o nome de arrondissements ou ème. Cada arrondissement é classificado por um número, sendo que o 1º arrondissement é o mais central e o 20º o mais distante. Os números crescem em sequência e acompanham a forma de um caracol a partir do Louvre, localizado no 1º arrondissement. A Torre Eiffel, por exemplo, está localizada no 7º arrondissement.

Onde ficar em Paris

Outro detalhe importante para entender Paris é saber que, além dos arrondissements, algumas regiões ganham nomes não oficiais, que algumas vezes incluem mais de um arrondissement. É o caso, por exemplo, do Marais, região com ótima localização que inclui o 3º e 4º arrondissements; ou ainda o Quartier Latin, que inclui o 5º arrondissement.

Para quem está na dúvida sobre qual o arrondissement do hotel ou de uma atração, a dica é olhar os últimos dígitos do CEP do lugar. Um CEP 75001, por exemplo, está localizado no 1º arrondissement. Para conferir as atrações de cada região, veja o post sobre os pontos turísticos de Paris.

Hotéis em Paris no 1º arrondissement – Perto do Louvre

Esta é a localização mais central e privilegiada da cidade. Estar próximo ao Louvre é como estar nos principais acontecimentos de Paris. É uma região segura, muito movimentada e será fácil circular a pé por muitas atrações. Além disso, nos arredores do Louvre há boas linhas de metrô, garantindo deslocamento rápido a diversos pontos da cidade.

A grande desvantagem da região do Louvre são os valores astronômicos de hospedagem. Impossível conseguir um hotel barato. Se o orçamento estiver com sobra, essa região é espetacular.

Principais atrações no 1º arrondissement: Louvre, Jardim de Tuileries, Palais Royal, Rue Saint Honoré, Museu da Orangerie e Place Vendôme.

Hotel em Paris

Hotéis no 2º arrondissement – Bourse (Bolsa de Valores) e Rue Montorgueil

Estranhamente, o 2º arrondissement é muito central, muito bem localizado, porém pouco turístico. Apesar de estar localizado em meio a regiões muito movimentadas de Paris, o 2º arrondissement em si não é tão disputado assim e as principais atrações da região ficam na fronteira do bairro. A vantagem da região é a boa oferta de lojas e restaurantes, com uma pitada de área gourmet, especialmente nos arredores da Rue Montorgueil.

Principais atrações no 2º arrondissement: Rue Montorgueil (e arredores) e as passarelas cobertas de compras, entre elas a Passage Jouffroy e a Passagem des Panoramas.

Hotel em Paris no 3º e 4º arrondissements – Marais e arredores

A região conhecida como Marais é uma das melhores para hospedagem em Paris. O Marais engloba parte do 3º e 4º arrondissements, uma área repleta de atrações, museus, lojas, restaurantes, ruas charmosas, parques e um clima bem parisiense. Uma excelente pedida para estar muito bem localizado, com acesso a diversas linhas de metrô, próximo a pontos turísticos importantes, coladinho ao Sena e em uma área relativamente tranquila. Se o seu orçamento permitir, hospede-se no Marais. O custo dos hotéis pode ser um pouco alto, mas é uma localização que vale o preço a mais no orçamento.

Principais atrações no Marais e arredores: Catedral de Notre Dame, Pompidou, Ile Saint-Louis, Ile de la Cité, Hotel de Ville, Rue des Rosiers, Quarteirão Judeu, Museu Picasso, Museu Carnavalet e Place des Vosges.

Hotel bem localizado em Paris

5º arrondissement de Paris – Hotéis no Quatier Latin

Bairro mais antigo de Paris, o Quartier Latin — na margem esquerda do Sena (rive gauche) — é marcado pela presença do Panteão e da Universidade Sorbonne. Devido à intensa vida universitária, é um bairro com ares jovens, apesar de muito tradicional. Você encontrará no Quartier Latin boas lojas, muitas livrarias, restaurantes, vida noturna animada e ainda um parque delicioso. Um pacotinho bem completo, fazendo do Quartier Latin uma boa pedida para hospedagem em Paris.

Algumas das principais atrações do Quatier Latin são: Panteão, Sorbonne, Jardim das Plantas de Paris, Igreja de Saint-Étienne-du-Mont, Museu de Cluny e Livraria Shakespeare and Company.

Onde ficar em Paris - Melhor região

6º arrondissement de Paris – Hotéis na região de Saint-German-des-Près

A região de Saint-German-des-Près — formada pelo 6º arrondissement e localizada na margem esquerda do Sena (rive gauche) — está entre as melhores áreas para hospedagem em Paris, tanto por ser um bairro muito agradável quanto pela boa localização. Você estará no meio dos principais atrativos de Paris, mas não necessariamente muito próximo a eles. Isso garante um deslocamento rápido de metrô e também a pé para diversas atrações, uma vantagem e tanto para turistas.

Além disso, Saint-German-des-Près é bastante boêmia, com bares, restaurantes e uma vida noturna muito animada. Ótima pedida para quem deseja sair à noite sem grandes deslocamentos. Com o vizinho Quatier Latin, essa região está entre as nossas favoritas em Paris. Entre as principais atrações de Saint-German-des-Près estão: Jardim de Luxemburgo, Igreja de Saint-Sulpice, Abadia de Saint-Germain-des-Prés, Museu Delacroix e Café de Flore.


Melhores hotéis em Paris

7º arrondissement – Hotel perto da Torre Eiffel até o Museu d’Orsay

O 7º arrondissement é bem grande e engloba desde o Museu d’Orsay até a Torre Eiffel. É uma das regiões mais turísticas e bonitas de Paris, mas há diversos cantinhos mais residenciais, com ruas elegantes e boas hospedagens. A pedida ideal para quem sonha ficar pertinho de uma das atrações mais visitadas do mundo, mas também deseja um bairro tranquilo para relaxar. 

Apesar de ser uma ótima opção de hospedagem em Paris, o 7º arrondissement apresenta diversas facetas, exigindo atenção. Basta dizer que a distância entre a Torre Eiffel e o d’Orsay é de 2,5 km para você entender que estar perto de um significa estar distante do outro. Na dúvida, fique perto do Museu Rodin, assim você estará bem no centro do 7º arrondissement. Se o seu sonho é uma bela vista para a Torre Eiffel, vale conferir também os hotéis no 15º e 16º arrondissements.

Principais atrações do 7º arrondissement: Torre Eiffel, Champ de Mars, École Militaire, Museu d’Orsay, Museu do Quai Branly, Museu de l’Armée, Hotel des Invalides, Museu Rodin, Rue Cler e Avenue Rapp.

Onde ficar em Paris

8º arrondissement – Hotéis de Paris próximos ao Arco do Triunfo e Avenida Champs Élysées

A região entre o Arco do Triunfo a Avenida Champs Élysées é uma das mais elegantes e refinadas de Paris. Tão elegante que o encontro da Avenida Georges V, Rua François 1er e Avenida Montaigne ganha o nome de “Triângulo de Ouro. No 8º arrondissement, os arredores da Champs Élysées são a melhor localização para hospedagem, já que o restante do bairro não oferece atrações turísticas.

Essa é a localidade ideal para quem busca luxo, compras e um ar très chic em Paris. Tudo isso, claro, tem um preço. É nessa região que estão alguns dos mais caros e luxuoso hotéis da cidade, assim como lojas e restaurantes para quem tem orçamento ilimitado.

Principais atrações do 8º arrondissement: Arco do Triunfo, Avenida Champs Élysées, Petit Palais, Grand Palais, La Galerie Dior, Hotel de la Marine e Praça da Concordia.

Onde ficar em Paris

9º arrondissement – Hospedagem na região da Ópera Garnier e Galerias Laffayet

A região da Ópera Garnier e das Galerias Laffayet é uma boa pedida para quem quer economizar e, ainda assim, ficar bem localizado. Apesar de não estar entre os bairros mais bonitos e tranquilos, o 9º arrondissement é garantia de boas linhas de metrô e muita oferta de comércios, lojas de departamento gigantescas e restaurantes com preços mais acessíveis. Excelente para quem está com orçamento limitado, mas ainda assim que investir em compras. 

Caso opte pelo 9º arrondissement, dê preferência à região sul, próxima ao metrô estação Ópera, que conta com 3 linhas e ainda o RER A. Na borda norte do bairro, você estará nos arredores de Pigalle, uma região muito boêmia e com vida noturna agitada (cheia de inferninhos e sexy shops), nem sempre interessante para quem busca um lugar mais tranquilo. Vale evitar também os arredores da Gare Paris Saint-Lazare.

Principais atrações do 9º arrondissement: Ópera Garnier, Boulevard Haussmann (rua de compras), Galerias Lafayette Haussmann e Printemps Haussmann.

Onde ficar em Paris

10º e 11º arrondissements – Hotel em Paris próximo ao Canal Saint-Martin, Bastille e República

A região formada pelo 10º e 11º arrondissements segue ao longo do Canal Saint-Martin. É uma área animada, com muita oferta de restaurantes, hotéis a preços mais camaradas e boas estações de metrô. No verão, o Canal Saint Martin costuma ser o epicentro do agito dos jovens parisienses. Em outras estações, o ritmo é bem mais tranquilo, já que a região oferece poucas atrações turísticas. Tanto o 10º quanto 11º ème têm vida noturna animada, especialmente perto da Praça da Bastilha e Praça da República.

A vantagem da região é estar longe o suficiente para encontrar hotéis mais baratos e perto o suficiente para não perder tempo demais em deslocamento. Vale dizer que o preço é mais amigável próximo à Bastilha e República. Já às margens do Canal Saint-Martin, os valores serão mais altos.

Tanto a estação Bastille quanto a République têm ótima oferta de linhas de metrô, garantindo facilidade de deslocamento para os principais atrativos de Paris. Na Bastille, são 3 linhas e na République, 5 linhas de metrô. Uma mão na roda para se locomover na cidade. Ao escolher um hotel na área, dê preferência a ficar próximo a essas duas regiões. 

Apesar de a Gare de l’Est e a Gare du Nord também serem muito bem servidas de linhas e terem grande oferta de hotéis a preços acessíveis, a região não é tão agradável. Vale evitar a área, mesmo com preço mais baixo. A exceção é para quem precisa pegar o trem bem cedo. Outra área que vale a pena, mas que preferencialmente deve ser evitada, é a Praça da Nação, que apesar de bons preços e boas estações de metrô, já está distante demais dos atrativos mais famosos de Paris.

Principais atrações do 10º arrondissement: Canal Saint-Martin, Gare du Nord, Gare de l’Est, Praça da Bastilha, Praça da República, Praça da Nação e L'Atelier des Lumières.

Onde ficar em Paris

14º arrondissement – Hotéis na região de Montparnasse

No 14º arrondissement vale a pena a hospedagem na borda norte, que faz fronteira com o 6º ème, o Jardim de Luxemburgo e a Torre de Montparnasse. Apesar de ser um pouco distante, a economia com o hotel compensará o tempo de deslocamento. Na região, você encontrará boa oferta de restaurantes, lojas e preços mais camaradas. Dê preferência aos hotéis nos arredores da estação de Montparnasse, que oferece 4 linhas de metrô (4, 6, 12 e 13) e também trens.

Principal atração do 14º arrondissement: Torre de Montparnasse.

Onde ficar em Paris

15º arrondissement - Hotel próximo à Torre Eiffel até a Torre de Montparnasse

O 15º arrondissement é um bairro enorme e vai desde a Torre de Montparnasse até os arredores da Torre Eiffel. É uma distância de 3,2 km somente em uma das bordas do bairro. Sabendo disso, preste atenção na hora de escolher a região para o seu hotel no 15º ème. 

Se o seu desejo é ficar próximo à Torre Eiffel, o 15º ème é uma excelente pedida. Você contará com alguns hotéis que oferecem vista para a torre e outros localizados à beira do Sena. E nem será preciso ficar colado à Torre Eiffel para isso.

Você poderá, por exemplo, optar pela hospedagem próxima à estação La Motte - Picquet Grenelle, que oferece três boas linhas do metrô (6, 8 e 10) e dá acesso a pé à Torre Eiffel em apenas 15 minutos de caminhada. Também próximo à Torre Eiffel e com boa oferta de lojas e restaurantes, os arredores do shopping Beaugrenelle são uma boa pedida à beira do Sena, com a desvantagem de ter apenas uma linha de metrô.

Ainda no 15º ème, vale conferir os arredores da Torre de Montparnasse, que seguem a mesma lógica do 14º ème. Na região, priorize os hotéis próximos à estação de Montparnasse, que oferece 4 linhas de metrô (4, 6, 12 e 13) e também trens.

Principais atrações do 15º arrondissement: Torre Eiffel, Rio Sena, Pont de Bir Hakeim e Torre de Montparnasse.

Onde ficar em Paris

16º arrondissement - Hotéis em Paris na região do Trocadéro

O 16º arrondissement é mais um dos casos de bairros enormes com apenas uma pequena região interessante para hospedagem. Mas é uma região muito interessante para quem deseja o lado mais turístico de Paris! No 16º ème está localizado o Jardim do Trocadero, uma esplanada com parque, chafariz e museus que rendem algumas das mais clássicas e lindas vistas para a Torre Eiffel. Se a Torre Eiffel é o seu sonho, o Trocadero é para você. A desvantagem da região é ser mal servida de metrôs. Nesse caso, dê preferência aos arredores da estação Trocadero (linhas 6 e 9). 

Vale dizer que o 16º arrondissement vai até o Arco do Triunfo (fronteira com o 8º ème), que sempre rende uma boa hospedagem. Prefira hospedar-se próximo à estação Charles de Gaulle – Étoile, localizada bem no Arco do Triunfo e com as linhas 1, 2 e 6 do metrô, além do RER A.

Principais atrações do 16º arrondissement: Jardim do Trocadéro, Palais de Tokyo, Museu de Arte Moderna da Cidade de Paris, Museu Galliera, Arco do Triunfo, Fundação Louis Vuitton, Jardim d’Acclimatation e o Parque Bois de Boulogne.

Onde ficar em Paris

18º arrondissement – Hotel em Montmartre e Pigalle

Apesar da fama, das atrações populares e da grande oferta de hospedagens a preços acessíveis, o 18º arrondissement — região conhecida como Montmartre e Pigalle — não é uma boa pedida para hospedagem em Paris. O bairro é muito distante, mal servido de metrôs e a chance de você ficar longe de uma estação e ter que subir vários lances de escadas ou ladeiras é grande. Sabendo disso, hospede-se em Montmartre apenas se for o seu sonho parisiense de Amélie Poulin ou se o orçamento estiver realmente apertado.

Caso se hospede em Montmartre ou Pigalle, fique atento para escolher uma localidade bem próxima ao metrô (o que não necessariamente evita as escadarias) e prefira estar distante da Boulevard de Clichy, avenida onde estão os sex shops e inferninhos de Pigalle.

Principais atrações do 18º arrondissement: Sacré-Coeur, Place du Tertre, Rue Saint-Rustique, Rue de l’Abreuvoir, Musée de Montmartre e Moulin Rouge.

Onde ficar em Paris

La Défense

O bairro de La Défense é a única exceção que consideramos valer a pena para hospedagem fora do circulo dos 20 arrondissements. Com característica bem modernas e considerado o bairro financeiro e empresarial de Paris, La Défense pode agradar em cheio a quem busca hospedagens mais novas, com boa qualidade e preços mais acessíveis que os do centro de Paris. 

A desvantagem é a distância de La Défense para as principais atrações e pouca oferta de linhas (a região é servida pela linha 1 do metrô e pelo RER A). Serão 20 minutos de metrô até o Louvre e meia hora até a Torre Eiffel, por exemplo. 

Principais atrações de La Défense: Grande Arco de La Défense e shopping Les Quatre Temps.

Onde ficar em Paris

Hotel perto do aeroporto em Paris -  Charles de Gaulle e Orly

Os aeroportos de Paris são muito distantes do centro da cidade. Só vale a pena hospedar-se próximo aos aeroportos de Paris se você precisar pegar um voo muito cedo e não quiser arriscar atrasar. Do contrário, não são regiões recomendadas para o dia a dia do turista ou para explorar as principais atrações.

Hotel perto do Aeroporto de Paris – Charles de Gaulle (CDG)

Hotel perto do Aeroporto de Paris – Orly

Hotéis com vista para a Torre Eiffel

Um quarto com vista para a Torre Eiffel é o desejo de muitos turistas que visitam Paris. Que tal então investir nesse pequeno luxo durante a viagem? Estamos falando em luxo porque o preço de um quarto com vista para a Torre Eiffel dificilmente será acessível. Ao pesquisar um hotel com vista, fique atento para fazer a reserva do quarto certo (nem todos oferecem a mesma vista). Se o preço estiver muito além do seu sonho, escolha um hotel com terraço, assim você poderá curtir a Torre Eiffel por mais tempo.

Confira algumas dicas de hotéis com vista para a Torre Eiffel:

Onde ficar em Paris

Regiões onde não se hospedar em Paris

As regiões e bairros que listamos acima são as melhores opções de hospedagem em Paris. Caso você opte por ficar em alguma região fora das listadas acima, fique atento a algumas questões importantes:

  • Todos os arrondissements que não citamos acima não são interessantes para hospedagem por serem muito distantes dos principais pontos turísticos, não oferecerem boas linhas de metrô e nem atrações próximas;
  • Não se hospede fora dos 20 arrondissements. A única exceção à regra é a região de La Defense, que pode render uma hospedagem de boa qualidade, com ótimo preço e linha de metrô e RER eficientes;
  • Evite todas as regiões próximas aos portões — ou portes — de Paris, como são chamadas as entradas da cidade. Porte de Clichy, Porte de La Gare, Porte de La Villette, Porte de Montmartre, Porte de Vicennes e por aí vai… Elas marcam os limites de Paris e são quase sempre localizações ruins;
  • Se possível, prefira um hotel próximo a uma estação do metrô com mais de uma linha, assim você terá mais facilidade de deslocamento;
  • As regiões de gares — onde estão as estações de trem — são sempre mais confusas, conturbadas e com mais pessoas. Se possível, evite os arredores das gares.

Dicas na hora de escolher um hotel em Paris

Preços dos hotéis em Paris

Paris é uma cidade cara em todos os aspectos. Comida, atrações e, claro, hotéis têm valores bem elevados. Encontrar um hotel com preços razoáveis em Paris não é tarefa fácil, mas é possível. Para isso, é preciso escolher o hotel com antecedência e, preferencialmente, viajar fora da alta temporada.

Os meses mais frios — entre novembro e abril — costumam ter tarifas mais amigáveis. Já os meses de verão — julho e agosto — são altíssimas temporadas e têm as tarifas mais caras. Primavera e outono ficam no meio do caminho, com tarifas que não são promocionais, mas também não atingem os valores máximos. Se você está na dúvida sobre qual a melhor época para a viagem, confira nossas dicas de quando ir a Paris.

Além da alta e baixa temporada, outro fator que interfere muito no preço do hotel em Paris é a localização. Quando mais perto do Louvre (1º arrondissement), mais caro será o hotel. Quando mais longe (e mais alto o número do arrondissement), maior a chance de encontrar um hotel com melhores preços. No geral, essa é a regra.

Um hotel razoável — com avaliação mediana e boa localização — dificilmente custará menos de 120 € a diária para o casal. E estamos falando em 120 € se você pesquisar muito, viajar fora da alta temporada e reservar com bastante antecedência. Na prática, você deve considerar a tarifa de 150 € para uma diária em quarto duplo quando estiver fazendo o orçamento da viagem, valor médio de um hotel simples, padrão Ibis, com boa avaliação e localização central.

Quem quiser um hotel de padrão superior, um pouco mais de conforto, café da manhã e boa localização, o mínimo a ser desembolsado por uma diária será 200 €. Se o quarto incluir uma bela vista, o preço da diária será superior a 300 €.

Para quem está focado em economizar e quer hospedagens realmente mais baratas, a pedida será escolher um hostel ou uma região mais afastada do centro da cidade, onde as chances são maiores de conseguir bons preços. Uma diária em quarto compartilhado em um hostel de Paris está, em média, entre 35 € e 60 € por pessoa. Já um quarto duplo em hotéis mais afastados, com a avaliação média, pode ser encontrada com valores entre 60 € e 100 €. Nesse caso, sempre considere a distância e o tempo de deslocamento até as atrações principais.

Hotel com ou sem café da manhã em Paris

Nem sempre os hotéis em Paris oferecem café da manhã. E isso não é necessariamente um problema. Paris é uma cidade repleta de padarias, mercados e cafés que sempre rendem um passeio. Na hora de escolher o hotel, vale fazer um cálculo básico para saber se vale pagar ou não pelo café da manhã, que muitas vezes é cobrado à parte na diária.

Considere que um café simples — chamado de petit déjeuner — custa, em média, 10 € por pessoa. O café inclui uma bebida quente, um croissant ou pão, geleia, manteiga e um suco de laranja. Sentar-se à mesa em um café e curtir o passeio custa o mesmo valor. Já nos mercados e padarias (boulangeries), você poderá ser bem feliz com um sanduíche grande por 5 € e um café por 2 €. Sabendo esses valores, faça os cálculo e veja se vale a pena fechar a diária com ou sem café da manhã.

Hotel com ou sem frigobar em Paris

Não é comum ter frigobar nos quartos dos hotéis em Paris, especialmente os hotéis com tarifas mais econômicas. Isso pode não ser problema para muita gente. No entanto, para quem está em busca de economizar e fazer algumas compras no mercado para café da manhã e lanche, não ter um frigobar é uma questão que deve ser considerada. Caso não tenha frigobar, você não poderá comprar produtos que precisam de refrigeração e, certamente, terá que limitar a comida a produtos que não estraguem fora da geladeira. Atente-se na hora de fazer a reserva para não ter surpresas depois.

Avaliação dos hotéis em Paris

Paris é uma cidade de edifícios antigos, com muitos hotéis mal preservados. Infelizmente, hotéis ruins são uma realidade e uma constante na cidade. É até raro encontrar um hotel com valores acessíveis e notas acima de 8 no Booking. Na hora de escolher o hotel, considere os comentário e avaliações de antigos hóspedes e evite hotéis com notas abaixo de 7. Pode acreditar: para os padrões parisienses, um hotel com nota acima de 7 já é considerado ok para a hospedagem.

Hotel perto do metrô em Paris

É fundamental um hotel que esteja próximo a uma linha do metrô. E quanto mais bem servida de linhas a região do hotel, melhor. Se você está em dúvida entre um hotel que tem apenas uma linha de metrô ou outro que tem 5 linhas, não tenha dúvidas e escolha o hotel mais próximo das 5 linhas. Provavelmente será mais eficiente para os deslocamentos na sua viagem. 

Um hotel na região central de Paris (os 20 arrondissements) dificilmente não terá uma estação de metrô nas proximidades. O metrô de Paris é extremamente eficiente e cobre toda a região central. No máximo, você terá que andar 10 minutos até o metrô mais próximo do seu hotel, independente de onde ele esteja. A questão é se a sua linha de metrô é eficiente, rápida e com acesso às principais atrações. Veja mais dicas sobre transporte em Paris.

Melhores Hotéis