Santiago

Quem passa alguns dias na capital chilena se impressiona com esse pequeno tesouro na América do Sul. Menos explorada e conhecida do que deveria, Santiago é um misto da história vivida com a modernidade de um país de primeiro mundo. Eles, os santiaguinos, invejam nossas belezas naturais e a falta de acidentes geográficos. Nós nos surpreendemos com a limpeza e a organização da capital.  

O Chile se parece muito mais com o Brasil do que pensamos. Descobrir Santiago é conhecer um pouco de um povo que, como nós, já sofreu com a ditadura e hoje se reergue para mostrar ao mundo todo o seu potencial. E que potencial! Os chilenos são muitíssimo educados e prestativos. Bem-humorados, sabem explorar muito bem o que de melhor o país tem a oferecer.

As belezas do país são imensas, e começar sua viagem pela capital é uma maneira muito inteligente de conhecer todos os outros lugares. Santiago, aliás, fica numa região central, propícia para depois conhecer outras cidades. Quente no verão e fria no inverno, a facilidade de Santiago é estar estrategicamente a poucas horas das praias e, ao mesmo tempo, das estações de esqui.  

Com mais de seis milhões de habitantes e todas as facilidades de uma cidade grande, o lugar se destaca pela gastronomia variada, rica em frutos do mar, opções para compras, cultivo de uvas, construções históricas e metrô de excelente qualidade.

Os Andes, sempre ao fundo, tornam ainda mais mágicos os momentos vividos por lá. Não se esqueça de tomar bastante suco de framboesa e... bom passeio!