São Paulo

Parques em São Paulo

O cinza que predomina na paisagem esconde alguns pequenos paraísos em São Paulo. Quem passa pela cidade em meio à correria de um compromisso de trabalho ou apenas para um final de semana de turismo poderá nem perceber que a capital paulista oferece uma grande variedade de áreas verdes para a população. São mais de 80 parques, que cobrem 20% do território do município e levam vida ao ambiente urbano de São Paulo.

Alguns parques grandiosos estão afastados do centro e são boas reservas de vida e verde, como o Horto Florestal e o Parque Estadual da Serra da Cantareira. Outros estão bem no centro da cidade e servem de quintal para população, como o Ibirapuera e o Villa Lobos. Portanto, se estiver em São Paulo e se cansar do excesso de concreto, lembre-se que há vida entre os arranha-céus. Não hesite em correr para um dos parques ou em um deles, afinal, estamos falando da cidade que realiza a maior maratona do Brasil.

Não há como negar que o Parque Ibirapuera está entre as melhores atrações de São Paulo. A principal área de lazer da cidade tem mais de 1,5 km² e atrai todo tipo de frequentador. Você poderá praticar vários esportes; visitar espaços culturais, como o Museu de Arte Moderna, o Museu Afro Brasil e a Fundação Bienal; assistir a uma apresentação musical ao ar livre no Auditório Ibirapuera; e até fazer algumas manobras no skatepark. O Ibirapuera é passeio para dia todo, especialmente aos sábados e domingos. Também popular entre os moradores, o Parque Villa Lobos – com 7,3 km² de área – é uma boa opção para quem está próximo da Zona Oeste. Localizado no bairro de Alto dos Pinheiros, esse parque oferece atividades como pistas para cooper, quadras de esportes, parques e uma grande área de mata atlântica preservada.

Também grandioso, porém mais afastado do Centro, o Jardim Botânico de São Paulo é um reduto de tranquilidade. Por ter o acesso mais difícil, ele não costuma encher. Exatamente por isso, ele se torna ideal para quem deseja contato com a natureza. Por lá, é possível fazer trilhas em meio à mata virgem, o que faz qualquer um esquecer que está dentro da maior cidade do país.

Localizados em meio a bairros residenciais, alguns parques são verdadeiros quintais para moradores e trabalhadores da região. Parques como Alfredo Volpi, Água Branca, Aclimação, Trianon e Buenos Aires funcionam como extensão das casas e dos escritórios. São pequenas porções de paraíso entre o concreto da cidade. Há alguns parques que vão além de uma simples área verde e oferecem aos visitantes também atrações culturais: o Parque da Luz é vizinho à Pinacoteca e repleto de esculturas; o Parque da Independência é o jardim da frente do Museu Paulista (atualmente fechado para reforma); a Casa das Rosas vive a poesia entre as flores do jardim em meio à Avenida Paulista; e a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano e o Instituto Lina Bo e P.M. Bardi cuidam tão bem de suas áreas verdes quanto do acervo de arte.

Ao passear pela cidade de São Paulo, não deixe de se sentar nos bancos dos parques para simplesmente ver a vida passar. E ela passa rápido em São Paulo! Por isso, aproveite todos os minutos! E se quiser ver a cidade bem do alto, suba a trilha do Horto Floresta. Uma das mais deslumbrantes paisagens da capital paulista e onde, por alguns minutos, é possível esquecer quão urbana é a cidade. 

  • Jardim-botanico-de-sao-paulo

    Jardim Botânico de São Paulo

    Nota: 4.0 de 10 (1)

    Pouco explorado por moradores e turistas, o Jardim Botânico – criado em 1938 – ainda é um espaço a ser descoberto em São Paulo. A área de 143 hectares incrustada dentro da maior cidade do país reserva excelentes surpresas para os visitantes. Basta alguns poucos minutos dentro do espaço para se sentir parte da...

  • Parque-da-agua-branca

    Parque da Água Branca

    Nota: 0.5 de 10 (1)

    Entre patos, pavões, gansos e galinhas circulam os visitantes incrédulos com o visual de fazenda do Parque da Água Branca (Parque Doutor Fernando Costa). Impensável que possa existir um ambiente tão rural no meio de uma cidade tão urbana quanto São Paulo. O parque é um paraíso para quem quer se sentir totalmente...

  • Casa-das-rosas

    Casa das Rosas

    Nota:  de 10 (0)

    Um respiro no meio da Avenida Paulista. Esta é uma boa maneira de explicar o que é a Casa das Rosas. Firme e bela, a casa construída em 1935 – quando a Avenida Paulista ainda era dominada por mansões dos barões do café –  é um presente para os olhos cansados das megaconstruções na maior avenida...

  • Estacao-e-parque-da-luz

    Estação e Parque da Luz

    Nota:  de 10 (0)

    O imponente prédio com a torre do relógio já foi a principal porta de entrada para a cidade de São Paulo. Pela Estação da Luz, circularam barões de café, integrantes da realeza, a alta sociedade paulistana e muitos imigrantes que chegavam a São Paulo para tentar a nova vida. Hoje, a Estação da Luz...

  • Fundacao-maria-luisa-e-oscar-americano

    Fundação Maria Luisa e Oscar Americano

    Nota:  de 10 (0)

    Pouco conhecida entre os turistas e também entre os paulistas, a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano é um achado em meio à grande cidade de São Paulo. No bairro do Morumbi, próximo ao Palácio dos Bandeirantes, o lindo espaço verde que cerca a fundação, com 75.000 m², já valeria a...

  • Instituto-lina-bo-e-p-m-bardi

    Instituto Lina Bo e P.M. Bardi

    Nota:  de 10 (0)

    A magnitude da Casa de Vidro é hipnotizante, especialmente para os amantes da arquitetura. O projeto, de autoria de Lina Bo Bardi, é considerado um dos ícones da arquitetura modernista no Brasil. A casa foi, durante muitos anos, o lar da arquiteta e de seu marido, Pietro Maria Bardi. A mata fechada que rodeia o lugar quase faz os visitantes esquecerem...

  • Parque-alfredo-volpi

    Parque Alfredo Volpi

    Nota:  de 10 (0)

    O Parque Alfredo Volpi é um dos mais deliciosos refúgios em meio ao caos de São Paulo. Com uma área de 142 mil m², este espaço é repleto de mesas para piqueniques, trilhas de caminhada, parquinhos e pistas de cooper, tudo em meio à mata atlântica. A vegetação fechada é um convite a esquecer a...

  • Parque-buenos-aires

    Parque Buenos Aires

    Nota:  de 10 (0)

    Um parque em formato de galeria ou uma galeria em formato de parque? Difícil definir o que é o Parque Buenos Aires. O espaço verde se divide entre esculturas e pistas de cooper. Enquanto alguns aproveitam o dia para a prática de exercícios, outros circulam entre as várias esculturas ao longo do caminho. A verdade é que o...

  • Parque-da-aclimacao

    Parque da Aclimação

    Nota:  de 10 (0)

    O baquinho de frente para o lago já é marca registrada do Parque da Aclimação. O visual bucólico em nada lembra a cidade de São Paulo ou as décadas em que o parque sofreu com abandono. A área de 112 mil m² atrai principalmente os moradores da região da Liberdade e Aclimação, que buscam o...

  • Museu-paulista-museu-do-ipiranga-e-parque-da-independencia

    Parque da Independência (Ipiranga)

    Nota:  de 10 (0)

    Talvez esta seja uma das maiores decepções do turista que chega a São Paulo. O belíssimo prédio do Museu Paulista da Universidade de São Paulo, inaugurado em 1895 e também conhecido como Museu do Ipiranga, está fechado para reforma, com data prevista de reabertura para 2022. Sofrendo com a má...

  • Parque-ibirapuera

    Parque Ibirapuera

    Nota:  de 10 (0)

    Quintal dos moradores de São Paulo, o Parque Ibirapuera é uma das principais áreas de lazer da cidade. Construído para comemorar o IV Centenário de São Paulo, a área do Ibirapuera passou de um grande terreno alagado a um dos mais populares espaços de São Paulo. Com mais de 1,6 km² de área, o parque...

Tudo que você precisa saber sobre São Paulo!

Esse texto sobre Parques em São Paulo faz parte do guia de São Paulo no Melhores Destinos

Comentários para Parques em São Paulo

  • E3rva Katia Lima há quase 4 anos

    Faltou o parque ecológico do Tietê e o parque do Carmo...

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.