Melhores Destinos
Inglaterra

Londres

Jéssica Weber Jornalista apaixonada por mato e praia, interessada na história dos lugares, na arquitetura das cidades e em comida, é claro.

Londres entra no nosso imaginário ainda na infância. Peter Pan e Mary Poppins voaram sobre o Big Ben, Harry Potter percorreu seus becos — ou uma versão mágica deles. Quando crescemos, começamos a ouvir Beatles, a ler Shakespeare, talvez, e descobrimos que reis e princesas são reais. Isso explica por que conhecer Londres é o sonho de tantos brasileiros. E quer saber? É tudo o que a gente pensa e muito mais.

A capital do Reino Unido é histórica e moderna ao mesmo tempo, tradicional e disruptiva. Você pode ver quadros de Da Vinci e Van Gogh em galerias centenárias ou os grafites que colorem cada pedacinho branco de parede em Shoreditch. Ao mesmo tempo que não é um destino barato — a libra esterlina consegue ser mais cara do que o euro —, tem parques públicos gigantes e não cobra ingresso nos seus melhores museus.

Londres

Neste guia, a gente vai tirar todas as suas dúvidas e compartilhar dicas para que sua experiência seja perfeita! Mind the gap e aproveite a viagem!

Quando ir a Londres

Essa questão depende do tipo de viajante que você é. Se não gosta de turistar no frio, precisa ir de maio a setembro, quando ocorre a primavera e o verão na Europa. E, ainda assim, leve um bom casaco e calçados fechados.

Agora, se não se incomoda em se encarangar de roupa, pode conseguir preços melhores de passagem e hospedagem de outubro a abril, além de encontrar menos fila nas atrações. Os acumulados de chuva são muito parecidos o ano inteiro, mas pode ser que os dias de sol sejam mais raros no inverno.

A gente relacionou as vantagens e desvantagens de cada período no post quando ir a Londres.

Londres

Voos para Londres 

O Brasil tem voos diretos para Londres operados pela British Airways e pela Latam. Eles partem do Rio de Janeiro e de Guarulhos (SP) com destino ao Heathrow Airport, o maior aeroporto da Inglaterra. O voo dura, aproximadamente, 11h15min. Se você mora em outra cidade, será necessário fazer pelo menos uma conexão. Veja passagens aéreas para Londres.

Outra possibilidade bacana é aproveitar os voos 2 em 1, ou 3 em 1, que aliam trechos para mais de um destino na Europa na mesma viagem. A toda hora a gente divulga essas combinações no site do Melhores Destinos baixe o aplicativo para não perder as promoções. Explicamos como ir do Aeroporto de Heathrow ao centro da cidade no nosso post sobre como chegar a Londres.

Londres

Hotéis em Londres

Londres tem uma variedade incrível de hotéis, mas a diária está entre as mais caras da Europa. Por isso é importante pesquisar bem e reservar com boa antecedência para conseguir o melhor custo-benefício.

Se o orçamento não estiver apertado, vale ficar na região central da cidade, como em Westminster, Covent Garden ou mesmo próximo a Tower Bridge. Você vai visitar vários pontos turísticos a pé, ir a pubs e festas sem se preocupar com horário do transporte público e viver ao máximo a atmosfera da cidade. Mas se for para economizar, sugerimos que se hospede em um hotel um pouco mais distantes (até a zona 4), desde que fique perto de uma estação de metrô. A gente dá sugestões de hotéis por região no post sobre onde ficar em Londres

Londres — as melhores opções de hospedagem!

A lista a seguir apresenta ótimas opções de hospedagem em Londres. As acomodações estão em ordem alfabética e foram escolhidas pela nossa equipe, priorizando qualidade, preço das diárias e localização. Também incluímos as notas do Booking.com, que indicam a avaliação que hóspedes reais tiveram da acomodação.

HOTEL NOTA LINK
InterContinental London - The O2 8.8 Ver preços
The Z Hotel Trafalgar 8.4 Ver preços
The Z Hotel Covent Garden 8.3 Ver preços
Blakemore Hyde Park 8.3 Ver preços
Park Plaza Westminster Bridge London 8.3 Ver preços
Leonardo Royal London Tower Bridge 8.1 Ver preços
The Z Hotel Holborn 8.1 Ver preços
Lancaster Gate Hotel 7.8 Ver preços
The Tower Hotel, London 7.8 Ver preços
DoubleTree by Hilton Hotel London - Tower of London 7.7 Ver preços
Pesquisar passagens aéreas

O que fazer em Londres

Um bom ponto de partida é o Palácio de Buckingham, o St. James Park, o Big Ben e a Abadia de Westminster, que ficam pertinho uns dos outros. Seguindo as curvas do Rio Tâmisa para o Leste, você encontra a famosa ponte Tower Bridge e, ao lado, o castelo urbano Torre de Londres. Para vencer os principais pontos turísticos do centro de Londres, são necessários, pelo menos, quatro dias na capital.

Nessa mesma região, fica o museu de arte moderna Tate Modern, mas os outros estão espalhados: British Museum, a National Gallery, o Museu de História Natural são absolutamente imperdíveis. A gente recomenda uma semana para quem quer visitar os museus e conhecer diferentes versões da cidade, os bairros icônicos e refazendo os passos dos seus ídolos britânicos — a Abbey Road dos Beatles, Camden Town da Amy Winehouse, o teatro de William Shakespeare, a Londres mágica do Harry Potter.

Se tiver dez dias, great! Vai poder conhecer os atrativos que mais te interessam com calma e fazer um bate e volta a Stonehenge, aquele círculo pré-histórico de pedras gigantes, cheio de mistérios. E aposto que você vai voltar da Inglaterra com o sotaque empolado.

Você confere todas as nossas dicas no post o que fazer em Londres.

Transporte em Londres

Uber e táxi são opções bem caras na terra do Rei Charles, então mesmo o turista que não usa transporte público no Brasil se rende a ele em Londres. 

O ônibus é o meio de transporte mais barato, junto com as bikes compartilhadas do Santander Cycle. E ainda podemos considerá-lo uma atração de Londres — quem nunca viu em filmes o icônico coletivo vermelho de dois andares?

Mas por se livrar do trânsito dessa grande metrópole, e também por sua grande abrangência e pontualidade, o metrô é o meio de transporte favorito de moradores e turistas. A gente explica tudo sobre como usar cada modal no post sobre transportes em Londres.

Londres

Que documentos levar para Londres

Não é necessário ter visto ou nenhum tipo de autorização para fazer turismo em Londres, basta um passaporte válido. No aeroporto mesmo, você vai passar por uma pequena entrevista na imigração para contar o que foi fazer lá. Como em toda a Inglaterra, os agentes de imigração vão falar inglês. Mas não se desespere: eles estão acostumados com visitantes que não são fluentes.

Não é obrigatório, mas a gente também recomenda que você faça um seguro viagem para qualquer destino da Europa. Eles são importantes para você não ficar em apuros em caso de emergência médica.

Atente que a moeda em Londres é a libra, e não o euro, e atente que muitos estabelecimentos por lá já não aceitam mais dinheiro em espécie, apenas cartão de crédito e débito. Leia mais dicas para economizar e não cair em perrengues no post sobre informações úteis

Londres