Filipinas

Onde ficar nas Filipinas

O território das Filipinas se espalha ao longo de mais de 7.000 ilhas no Círculo de Fogo do Pacífico. Escolher onde ficar passa por diversas variáveis, desde a ordem do seu roteiro até quantos dias ficar em cada lugar. Nas grandes cidades, a dica de ouro é optar sempre pela melhor localização em detrimento do melhor preço. Quanto mais próximo do centro (ou do transporte público), melhor. Nas ilhas, certifique-se de que o seu hotel está na área das praias principais — e, caso não esteja, se há transporte disponível até lá.

Onde ficar em Manila

A capital das Filipinas é uma megalópole gigantesca, com uma das maiores regiões metropolitanas do mundo. A primeira impressão pode ser bem negativa, com constantes congestionamentos e falta de planejamento urbano. No entanto, não há tantas atrações e elas são relativamente próximas entre si. Escolher o lugar certo para se hospedar será o segredo para uma boa experiência na cidade. Visitantes de primeira viagem são fortemente recomendados a ficar na região de Makati, principal distrito financeiro de Manila, com tudo o que se espera de uma área moderna e comercial, bons preços e oportunidades de compras e vida noturna. Nas proximidades, Bonifacio Global District é igualmente recomendável, especialmente para aqueles que não abrem mão de estar por perto de áreas verdes.

Filipinas

A região de Malate e Emirta são áreas com ofertas baratas de acomodação e localizadas bem no coração de Manila. O que não necessariamente significa algo bom, como você logo vai perceber. Mas é possível ir caminhando para atrações como o Baywalk e alguns dos maiores shoppings do país. Já Intramuros, o bairro histórico com heranças da colonização espanhola, é possivelmente uma das localizações mais fantásticas de toda a cidade, respirando cultura e história por onde quer que se vá. Contudo, há um preço a ser pago, geralmente mais elevado do que em outras regiões.

Visitantes que dispõem de mais tempo na cidade e queiram explorar áreas mais autênticas podem optar pela exótica Chinatown ou distritos mais afastados, como Quezon e Mandaluyong, embora o tempo gasto no trânsito possa não compensar. Se for ficar por apenas um dia na cidade, não pense duas vezes e escolha algo próximo ao Aeroporto Internacional de Manila. Felizmente ele fica a poucos quilômetros do centro da cidade, mas é prudente contar com imprevistos e não arriscar.

Onde ficar nas ilhas das Filipinas

  • El Nido (Palawan): o centrinho da praia mais famosa das Filipinas é minúsculo, sendo possível chegar a pé em 10 minutos a qualquer hotel. Nas proximidades do porto não há localização ruim, e mesmo "do outro lado" da ilha, na praia de Corong Corong, há triciclos baratos que levam de uma ponta a outra em poucos minutos. No entanto, fora dali há resorts exclusivos em praias mais afastadas. Se por um lado a beleza compensa, certifique-se de que há transporte disponível — público ou providenciado pelo hotel —, até que horas funciona e quanto custa o deslocamento. Você não vai querer ficar "ilhado". Em Puerto Princesa, capital da ilha de Palawan, o centro também não é muito grande e há pouco para fazer. Dê preferência a ficar próximo do aeroporto, de onde você provavelmente vai chegar ou partir.

    Filipinas
     
  • Coron: o centro de Coron é ligeiramente maior do que El Nido, já que além dos turistas há uma comunidade local considerável vivendo ali. Na verdade, isso facilita a locomoção, já que corridas de triciclo dentro da cidade são constantes e não custam mais do que 10 ₱. Para as áreas de resort mais afastadas, esqueça os preços baixos e confira caso a caso.

    Filipinas
     
  • Boracay: Boracay tem pouco mais de 10 km² e 17 praias. Ainda assim, cada uma atende a públicos bem específicos. As praias de Diniwid White Beach Station 1 são o destino ideal das famílias e casais em lua de mel, com alguns restaurantes, praias rasas e vazias. Já White Beach Station 2 é recomendável para quem quer ficar no meio do agito e não se importa muito com o barulho das festas. White Beach Station 3 é o paraíso dos mochileiros, com custos baixos e um ambiente com um maior contato com a natureza. Já a praia de Bulabog, com seus 2,5 km de extensão, é uma boa alternativa quem quer agito e tranquilidade na medida certa. As praias mais ao norte da ilha (Puka, Tambisaan, Ilig Iligan, Punta Bunga e Banyugan) são semiprivadas, ocupadas por resorts, ideais para viajantes em busca de luxo.
     
  • Cebu: quem vai à cidade de Cebu geralmente está mais interessado em explorar as praias e ilhas nos arredores, por isso não perca muito tempo: tanto Mactan quanto Oslob, duas de suas principais atrações, estão a duas horas do aeroporto. Já para visitar Bohol Panglao será necessário pegar um ferry, o que pode resultar em um pernoite na cidade de Tagbilaran. Ainda em Panglao, alugar uma moto é fácil e te dará mais liberdade de explorar a ilha, embora também haja transporte disponível (e superfaturado) para turistas. Se quiser ficar em uma localização central e só se preocupar com os passeios, fique em Alona Beach sem medo de errar. 

Esse texto sobre Onde ficar nas Filipinas faz parte do guia de Filipinas no Melhores Destinos

Comentários para Onde ficar nas Filipinas

Para comentar você precisa se cadastrar ou fazer login.