Melhores Destinos
Mendoza
Monique Renne Repórter fotográfica. Com um mundo inteiro a ser descoberto.

Vinícolas em Mendoza

Destino preferido dos turistas que visitam Mendoza, as bodegas - como são chamadas as vinícolas por lá - são as grandes estrelas da região. Se está de viagem marcada e não consegue pensar em outro passeio, a não ser esse, você não está sozinho! Por isso, não se preocupe se outros roteiros não couberem nos seus dias de vagem. Tenha certeza que vinícolas não faltarão para a sua viagem.

A província de Mendoza é a principal região vinicultora da Argentina, de onde saem 80% do vinho produzido no país. São mais de 1200 bodegas, sendo pelo menos 170 delas abertas à visitação. É mais do que suficiente para proporcionar a um amante dos vinhos e da boa gastronomia a viagem dos sonhos. Por isso, aproveite e visite o máximo de bodegas que puder. Seja em Luján de Cuyo, Maipú ou Valle de Uco, o importante é degustar cada taça de vinho como se fosse a última, mesmo sabendo que logo depois você terá outra bodega para visitar.

TOP 20 Melhores vinícolas de Mendoza – Ranking do Melhores Destinos

Se você está ansioso para decidir quais vinícolas visitar em Mendoza, nós temos uma lista com as nossas favoritas, incluindo as regiões de Luján de Cuyo, Maipú e Valle de Uco. Nesta seleção, consideramos bodegas que valem a visita por diversos fatores, entre eles a beleza do cenário natural e arquitetura, qualidade dos vinhos, melhores restaurantes e também os tours mais interessantes. É uma seleção baseada na nossa experiência em Mendoza, por isso, se alguma bodega que você gostaria de visitar não estiver no nosso ranking principal, confira mais abaixo todas as sugestões de vinícolas em cada uma das regiões produtoras.

  • Zuccardi Valle de Uco - Piedra Infinita (Valle de Uco)
  • Catena Zapata (Luján de Cuyo)
  • Salentein (Valle de Uco)
  • Alfa Crux (Valle de Uco)
  • Casa Vigil - El Enemigo (Maipú)
  • Diamandes (Valle de Uco)
  • Pulenta Estate (Luján de Cuyo)
  • Monteviejo (Valle de Uco)
  • Susana Balbo Wines (Luján de Cuyo)
  • Terrazas de Los Andes (Luján de Cuyo)
  • La Azul (Valle de Uco)
  • Renacer (Luján de Cuyo)
  • Lagarde (Luján de Cuyo)
  • Chandon (Luján de Cuyo)
  • Trapiche (Maipú)
  • Maal (Luján de Cuyo)
  • Durigutti (Luján de Cuyo)
  • Riccitelli Wines (Luján de Cuyo)
  • Norton (Luján de Cuyo)
  • Bodega Santa Julia (Luján de Cuyo)

Hotéis nas vinícolas em Mendoza

Hospedar-se em meio aos vinhedos e aos pés da Cordilheira dos Andes é o sonho de muitos turistas que visitam Mendoza. E, acredite, a experiência é mesmo fantástica e vale o investimento. Ficar em um hotel de vinícola permite ter contato mais íntimo com a bodega, vivenciar experiências que vão além do tour básico e, claro, ainda possibilita curtir o cenário natural por muito mais tempo. Nós já nos hospedamos nas vinícolas em Mendoza e amamos cada minuto da estadia. 

Se você está na dúvida de qual vinícola escolher para a hospedagem, temos um post completinho com diversas dicas de onde ficar em Mendoza. Mas já estiver ansioso para conferir algumas opções, confira os melhores hotéis em vinícolas para a sua viagem.

Veja mais dicas de hotéis nas vinícolas em Mendoza.

Como chegar às bodegas em Mendoza

As maneiras mais comuns de chegar às vinícolas de Mendoza são: carro alugado, remis (carro com motorista particular), passeios com agência e, mais recentemente, carros de aplicativo. Escolher uma delas depende de seu bolso, da expectativa com a viagem e da sua disposição. 

O carro alugado lhe dará mais liberdade de roteiro, mas pode ser perigoso - e nada aconselhável - dirigir alcoolizado. Se tiver um motorista da vez, é ótima pedida! Neste caso, você terá a responsabilidade de marcar todos os passeios e organizar 100% do roteiro.

O remis é uma excelente opção para quem busca liberdade de itinerário, mas não quer se preocupar com a direção. O ônus fica por conta do preço, bem mais alto se comparado ao carro alugado. Em alguns casos, os motoristas se responsabilizam pelas reservar nas bodegas, mas nem sempre isso acontece.

O carro de aplicativo para chegar às bodegas é uma novidade em Mendoza. Agora é possível usar o Uber e Cabify para se deslocar entre as vinícolas. E a boa notícia é que o custo-benefício é ótimo. O Cabify funciona melhor que o Uber e há até a opção do Cabify Bodega, com preço fixo para uma diária de 8h. A desvantagem, é o tempo de espera do carro, que pode chegar a 15 minutos, a depender da região. Também não recomendamos o uso do aplicativo para as visitas ao Valle de Uco, já que pode ser bem difícil conseguir um veículo na volta. Neste caso, combine com o motorista na ida um valor para o retorno.

O passeio com agência é uma escolha bem comum entre os turistas e ótima opção para quem não quer se preocupar com nada. Passeios em grupo são mais em conta, ao mesmo tempo que não permitem liberdade de escolha das bodegas a serem visitadas. Já as excursões personalizadas são mais caras, porém bem exclusivas. O atendimento é o diferencial: eles organizam tudo, até mesmo o agendamento das bodegas. 

Veja algumas opções de passeios com agência pelas vinícolas em Mendoza.

O Bus Vitivinícola é uma das melhores opções em Mendoza para quem deseja fazer um passeio barato e sem preocupação. A empresa oferece diferentes rotas a cada dia da semana, com visita a algumas das mais importantes vinícolas de Mendoza. A sua única preocupação será subir e descer do ônibus. O restante do dia é todo organizado pela agência, incluindo o agendamento das bodegas e o almoço. Ótima pedida para quem viaja de última hora e não encontra mais vaga nos tours mais disputados. Vale também para quem está meio perdido e não quer organizar toda a visita.

Confira as rotas do Bus Vitivinícola e já garanta o seu tour pelas bodegas em Mendoza:

Veja mais detalhes sobre como se locomover em Mendoza.

Quais vinícolas conhecer em Mendoza e como montar um roteiro pela região

Escolher qual vinícola, ou bodega, visitar em Mendoza certamente será uma das mais prazerosas e árduas tarefas da viagem. As opções são muitas e os dias de viagem, insuficientes. Cada visita tem um charme particular que a tornará única, seja por um vinho ou refeição excelente, uma aula incrível sobre a produção, uma arquitetura magnífica ou um cenário espetacular. E como são muitos quesitos que podem fazer uma bodega ser imperdível, é importante avaliar cada um deles na hora de escolher qual vinícola conhecer.

Ainda que estejamos vivendo um sonho ao viajar para Mendoza, é importante não esquecer de uma dica muito importante: quase todas as bodegas exigem reserva antecipada para tour e restaurante. Sem reserva, é grande a chance de você não ser nem atendido na porta, o que pode acabar com a sua viagem.

Tendo em mente qual é o seu interesse principal durante a viagem, será mais fácil escolher o roteiro. Listamos aqui alguns fatores que podem ajudar na sua decisão de quais vinícolas visitar em Mendoza.

Qual região de Mendoza escolher para visitar vinícolas

As vinícolas de Mendoza então divididas entre as regiões de Luján de Cuyo, Maipú e Valle de Uco. No mapa, parece tudo muito próximo, mas, na prática, não é bem assim. A depender da localidade, o tempo de deslocamento entre o Centro de Mendoza e as bodegas pode chegar facilmente a 1h. Sabendo disso, é importante ficar atento ao trajeto na hora de montar o seu roteiro por Mendoza.

O ideal, para não perder tempo na estrada e garantir chegar a tempo nos passeios, é priorizar bodegas que estejam situadas na mesma região, preferencialmente próximas. Use o Google Maps para calcular a distância entre as visitas e garantir que o tempo será suficiente para realizar todo o roteiro do dia. Nas nossas viagens, o que fazemos é salvar todas as vinícolas que queremos visitar no mapa e só então definimos o roteiro, buscando sempre visitas próximas ou na mesma rota.

Mais adiante no post, vamos mostrar os detalhes das três regiões produtoras de vinhos em Mendoza e as bodegas localizadas em cada uma delas.

Tipos de tour para escolher nas vinícolas de Mendoza e como fazer a reserva da visita

Um tour básico é oferecido por todas as bodegas a preços excelentes. Nas vinícolas mais acessíveis, por menos de US$ 10, você fará um passeio para conhecer o processo de produção, as instalações e, ao final, degustará uma ou mais taças de vinho. Já nas vinícolas famosas e disputadas, o tour mais barato pode chegar a US$ 80.

Os vinhos da degustação serão melhores à medida que o preço do tour for mais alto, o mesmo vale para as explicações sobre o processo de cultivo e as experiências oferecidas, que podem incluir aulas de enologia, fabricação do próprio vinho e até harmonização com temas musicais. E no caso do preço dos tours mais exclusivos e com vinhos mais raros, o céu é o limite. São muitos tipos de tour oferecidos entre as bodegas e cada experiência é única. Aproveite as visitas para ir a fundo nas experiências e não perca a oportunidade de degustar uma taça de alguns vinhos raros (que a gente não consegue pagar e nem encontrar para comprar), afinal, você estará em Mendoza para isso! 

Lembre-se que praticamente todas as bodegas de Mendoza exigem a reserva antecipada para a realização do tour. Algumas delas, como a Catena Zapata, têm pouquíssima oferta de vagas e o tour esgota semanas (e até meses) antes da data. Fique atento! Não deixe a reserva de passeios para a última hora ou você pode não conseguir visitar a vinícola dos seus sonhos. Caso você esqueça de fazer a reserva ou decida viajar na última hora, procure por passeios que já tenham as reservas nas bodegas inclusas. Assim você não perde as visitas. Ah! E se tudo der errado, tente a reserva na véspera. Muitos turistas cancelam os passeios na última hora e acaba sobrando vaga, mesmo nos tours mais disputados.

O processo de reserva das visitas é bem distinto entre as bodegas. Nos últimos anos, houve uma modernização do turismo em Mendoza e agora é possível reservar vários tours online, por plataformas bem simples de serem utilizadas. Algumas vinícolas, entretanto, ainda exigem a reserva do passeio por email ou WhatsApp, o que é bem chato, já que muitas vezes os tipos de tours, preços e horários nem estão disponíveis no site da empresa. Nesses casos, será necessário aguardar o envio das propostas de enoturismo para só então decidir e fazer a reserva.

Uma questão importante que deve ser considerado é o horário de cada agendamento. No geral, há oferta de dois horários no período da manhã e um no período da tarde, com tempo para almoço entre eles. Algumas bodegas iniciam os trabalhos às 9h, já outras oferecem o primeiro tour somente às 10h. Ao fazer a reserva, lembre-se que você precisará de tempo suficiente para se deslocar entre as bodegas e também para almoçar. Com isso, por exemplo, não é possível fazer um tour às 9h em Luján de Cuyo e outro no Valle de Uco às 10h30. Atrasos não costumam são tolerados. Programe-se para chegar 15 minutos antes do horário do tour e calcule de 2h a 3h para o almoço.

Outro detalhe, que vale ser mencionado, é o pagamento de parte do valor antecipado exigido por diversas bodegas. No geral, se você cancelar a reserva do tour até a véspera da data, terá o reembolso do valor integral. Caso não apareça para a visita, perderá o depósito. Fique atento para não levar prejuízo. Os pagamentos podem ser feitos em cartão de crédito e, em alguns casos, transferência internacional. Para não sofrer surpresas com o câmbio, nós usamos durante a viagem a Mendoza cartões de crédito de conta internacional, especialmente o Nomad, que faz a conversão para peso na hora da compra.

Como ganhar até US$ 20 de bônus com a Nomad

Se você ainda não é cliente, baixe o app Nomad e utilize o cupom MDGUIA no código de convidado (não pule esta etapa!). Depois, insira os seus dados pessoais e envie a foto de seu passaporte, RG ou CNH. Pronto: você receberá um bônus de 2% do valor da sua primeira operação de câmbio, limitado a US$ 20 de bônus (cerca de R$ 100), em até 15 dias úteis. Aproveite, pois é por tempo limitado!

Quantas bodegas visitar no mesmo dia

Esta é uma questão muito importante, que impacta bastante o dia do turista em Mendoza. É normal durante a viagem querer conhecer o máximo possível de bodegas, mas, na prática, isso não é o mais recomendado. As vinícolas merecem atenção e calma durante os passeios. Afinal, você está lá para relaxar. E, acredite, você provará muitos vinhos em cada uma delas, o que pode acabar não sendo bom ao final do dia com muitas visitas.

Pela nossa experiência visitando Mendoza, o ideal é agendar uma ou duas visitas por dia, além de um belo almoço. Escolha uma vinícola para o tour da manhã, outra para o almoço e, à tarde, mais um tour em outra vinícola. Vale também fazer dois tours pela manhã e depois curtir um bom almoço sem hora para acabar ou com pressa de um novo tour.

Vinícola familiar ou industrial

Uma das principais diferenças que o turista encontrará entre as bodegas de Mendoza será o tamanho da produção. Isso diferencia as vinícolas familiares e artesanais dos grandes produtores. Os dois tipos de vinícolas oferecem belos tours. Nas charmosas bodegas familiares, há maiores chances de ser recebido pelo proprietário e fazer uma visita bem mais exclusiva. Já nas industriais, você verá salões gigantescos recheados de barricas e terá a chance de acompanhar a produção daquele vinho que tomou a vida inteira.

Nossa sugestão, é mesclar no roteiro por Mendoza a visita aos dois tipos de bodegas. Com isso, você terá ambas experiências e poderá curtir tanto os famosos rótulos quanto os vinhos mais exclusivos e que muitas vezes nem chegam ao Brasil.

Bodegas com belos projetos arquitetônicos e cenários incríveis

Além de bons vinhos, algumas bodegas têm edifícios tão lindos que valem a visita pela arquitetura do lugar e não só pelo vinho ou tour. E isto independe de ser familiar ou industrial. Os produtores de Mendoza são muito cuidadosos em relação à apresentação das sedes das vinícolas, o que as tornam famosas não só pela qualidade da bebida, mas também pela beleza. 

Diversas vinícolas de Mendoza têm ao fundo a Cordilheira dos Andes; outras, ganham tons dourados ao pôr do sol e encantam os visitantes com cenários mágicos. As cavas também costumam ser atração à parte; surpreendem pela grandiosidade das construções e rendem fotos incríveis. Sabendo disso, na hora de escolher a vinícola para visitar, avalie também a beleza do lugar que irá encontrar e não só o vinho que irá degustar.

Restaurantes nas vinícolas de Mendoza

Além dos excelentes passeios com degustação, as melhores bodegas oferecem também restaurantes imperdíveis, muitos deles premiados e estrelados. Como ninguém vive apenas de vinho, que tal escolher um bom almoço para o dia de passeio pelos vinhedos? Assim como acontece com os tours, os restaurantes nas vinícolas em Mendoza também exigem reserva. E eles são ainda disputados, por isso, garanta uma vaga com bastante antecedência.

As refeições nas bodegas costumam ser composta por menus degustação que variam de três a oito passos, sempre acompanhados de vinhos cuidadosamente harmonizados (que podem estar ou não inclusos no valor). Muitas vezes, o menu já é escolhido no ato da reserva. Tenha em mente que um almoço nas vinícolas pode demorar, facilmente, de duas a três horas. Sabendo disso, deixe um bom tempo do roteiro para desfrutar as delícias mendocinas.

O valor de uma refeição nas bodegas de Mendoza varia bastante. Um menu mais simples custa, em média, USD 30. Já um almoço harmonizado nos restaurantes premiados pode custar mais de USD 180. Acredite, vale cada centavo! O valor investido dependerá do seu orçamento e sonho gastronômico. O importante é saber que é possível ter experiências inesquecíveis tanto nas bodegas mais simples quanto nas mais disputadas.

Para quem não quer perder tanto tempo de passeio no dia em Mendoza, uma excelente opção são as bodegas que oferecem lanches e piqueniques. Ao ar livre, com bons vinhos, o visitante poderá descansar com vista para o vinhedo e desfrutar dos mais saborosos queijos, embutidos e empanadas mendocinas. Os lanches são sempre caprichados e ajudam a aplacar a fome entre os tours, sempre regados a uma taça (ou garrafa) de vinho. O custo será bem mais baixo que um almoço harmonizado e você ainda poderá curtir o ambiente e visual da vinícola.

Está na dúvida de qual restaurante nas vinícolas em Mendoza escolher para almoçar? Confira alguns dos nossos favoritos!

Quer saber mais detalhes sobre os restaurantes nas vinícolas? Veja nossas dicas de onde comer em Mendoza.

Vinícolas em Luján de Cuyo

Luján de Cuyo é a região de Mendoza com maior concentração de vinícolas. Localizado a oeste da Ruta Nacional 40 e distante apenas 20 km do Centro de Mendoza, Luján de Cuyo é um departamento composto por nove distritos, entre eles Agrelo, Chacras de Coria, Las Compuertas, Perdriel e Vistalba. É uma região bem grande, que atravessa o Rio Mendoza e chega até a Cordilheira dos Andes, rendendo alguns dos mais lindos cenários entre as vinícolas de Mendoza.

Conhecida como a Terra do Malbec, Luján de Cuyo é o lugar perfeito para quem busca grande variedade de bodegas e pouco deslocamento. É possível passar dias na região visitando vinhedos vizinhos, sem perder tempo na estrada. Difícil mesmo será escolher entre tantas opções, já que na região estão algumas das mais procuradas bodegas de Mendoza, entre elas a disputadíssima Catena Zapata, além da Chandon, Susana Balbo Wines, Norton e Terrazas de Los Andes, entre muitas outras.

Com uma oferta tão grande de vinícolas abertas ao turismo, é normal ficar perdido e sem saber por onde começar o passeio pelos vinhos. Para te auxiliar na tarefa de montar o roteiro pela região, temos algumas sugestões de bodegas em Luján de Cuyo que valem a sua visita.

Passeios pelas Vinícolas de Luján de Cuyo

Está sem tempo de organizar o roteiro e agendar as bodegas, confira algumas sugestões de passeios  com agência pelas vinícolas de Luján de Cuyo, em Mendoza.

Melhores bodegas para visitar em Mendoza na região de Luján de Cuyo

Catena Zapata

Chandon

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour - pelo WhatsApp +54 9 261 485 9656
  • Tours disponíveis todos os dias da semana;
  • Restaurante da vinícola - Bistró Chandon.

Susana Balbo Wines

Com a ousadia de cria sua própria identidade, Susana Balbo se tornou, em 1981, a primeira mulher enóloga da Argentina e um dos nomes mais respeitados entre os produtores de vinhos em Mendoza. Com rótulos presentes em mais de 40 países, entre eles o Brasil, a Susana Balbo Wines está entre as vinícolas mais visitadas do país. Vale o passeio pelos tours completos, pelo ambiente relaxante em meio ao amplo jardim e, claro, pelos excelentes vinhos e delicioso restaurante da bodega.

Norton

A visita à bodega Norton já começa com o pé direito: no alto do antigo edifício, você será recebido com uma maravilhosa taça de espumante. Enquanto degusta a bebida, aproveite para apreciar a vista dos vinhedos com o Cordón del Plata ao fundo. Presente em mais de 70 países, a Norton é um nome bem familiar entre os brasileiros. Não perca a chance de conhecer de perto a produção de alguns rótulos que já fizeram parte da sua vida, além de poder ver de perto a maior cava da América do Sul.

Terrazas de los Andes

Em um antigo edifício que data de 1898, você terá a oportunidade de conhecer melhor todo o processo de produção de um vinho premium. A Terrazas de Los Andes esbanja tecnologia, sempre aliada à tradição. O nome diz tudo: a bodega tem vinhedos em diferentes terras aos pés da Cordilheira dos Andes. Em cada terroir, um tipo de uva é plantado. Essa tecnologia é o que diferencia a Terrazas de Los Andes das demais. A bodega conta com tours, restaurante e ainda uma ótima pousada em meio aos vinhedos.

Renacer

Pulenta Estate

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour - pelo WhatsApp +54 9 261 507 6426 ou e-mail reservas@pulentaestate.com;
  • Tours disponíveis de segunda a sábado;
  • Restaurante da vinícola - Não tem restaurante.

A máxima qualidade em séries limitadas: este é o objetivo da Pulenta Estate. A pequena bodega é comandada pelos irmãos Eduardo e Hugo Pulenta, que desde 2001 resgataram a história de mais de 100 anos da família e lançaram o novo selo. É um lugar que vale a visita pelos apreciados de excelentes vinhos, que buscam degustações memoráveis.

Lagarde

Durigutti

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour - pelo site oficial neste link;
  • Tours disponíveis todos os dias;
  • Restaurantes na vinícola - 5 Suelos (recomendado Michelin).

Vistalba

Riccitelli Wines

Ruca Malen

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour - pelo site oficial neste link ou pelo WhatsApp +54 9 261 454-1236
  • Tours disponíveis de segunda a sábado;
  • Restaurante - Ruca Malen (recomendado pelo Guia Michelin).

Com certificação de produção orgânica desde 2020, a Bodega Ruca Malen se destaca pelo cuidado com a terra e pela diversidade nos métodos de elaboração de vinhos. Além de valer a visita pelos excelentes rótulos, também merece um tour pela espetacular vista para a Cordilheiras dos Andes e pelo restaurante, recomendado pelo Guia Michelin.

Alta Vista

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour - pelo site oficial neste link ou pelo WhatsApp +54 9 261 652‑7469;
  • Tours disponíveis todos os dias da semana;
  • Restaurante - Alta Vista.

Séptima

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour - pelo site oficial neste link;
  • Tours disponíveis de segunda a sábado;
  • Restaurante - Séptima.

Finca Decero

Lamadrid Estate Wines

Anaia Wines

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour - pelos site oficial neste link;
  • Tours disponíveis todos os dias;
  • Restaurante - Não tem restaurante.

Viña Las Perdices

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour - pelo site oficial neste link;
  • Tours disponíveis de segunda a sábado;
  • Restaurante - Não tem restaurante.

Maal

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour - pelo site oficial neste link;
  • Tours disponíveis de segunda a sábado;
  • Restaurante - Quincho Maal.

Kaiken Wines

Bodega Cruzat

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour - pelo site oficial neste link;
  • Tours disponíveis de segunda a sábado;
  • Restaurante - Não tem restaurante, mas tem piquenique.

Mais bodegas para visitar em Luján de Cuyo

Vinícolas em Maipú

Distante apenas 20 km do Centro de Mendoza, o departamento de Maipú é vizinho a Luján de Cuyo, sendo que Maipú está localizado a leste da Ruta Nacional 40 e Luján de Cuyo, a oeste. Comparada às outras áreas produtoras de vinhos em Mendoza, Maipú tem uma oferta menor de vinícolas. Para compensar, na região está localizada a famosíssima Casa Vigil, que anda em alta entre os brasileiros; além de ótimas bodegas, entre elas a Santa Julia, do grupo Zuccardi; a Trapiche e a Trivento. Em Maipu, é possível ainda encontrar muitas bodegas familiares e diversos produtores de azeite, o que é sempre uma boa pedida para quem ama gastronomia.

Passeios pelas Vinícolas de Maipú

Está sem tempo de organizar o roteiro e agendar as bodegas, confira algumas sugestões de passeios com agência pelas vinícolas de Maipú, em Mendoza.

Melhores bodegas para visitar em Mendoza na região de Maipú

Casa Vigil - El Enemigo

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour - pelos site oficial neste link;
  • Tours disponíveis de segunda a sábado;
  • Restaurante - Casa Vigil (estrelado no Guia Michelin)

Trapiche

Luigi Bosca - Fiinca El Paraíso

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour - pelo site oficial neste link;
  • Tours disponíveis todos os dias;
  • Restaurante - Finca El Paraíso.

Bodega Santa Julia - Familia Zuccardi

Esta é, sem dúvida, uma das bodegas mais receptivas e preparadas para receber os turistas. Pioneira no sistema de visitas – ao criar a Casa del Visitante, em 2001 – a Bodega Santa Julia faz questão de recepcionar muito bem quem chega por lá. Parte do grupo Zuccardi, a Santa Julia preza pelos vinhedos orgânicos e por oferecer uma experiência inesquecível, tanto nos tours quanto na qualidade dos vinhos e gastronomia.

Trivento

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour - pelo site oficial neste link ou WhastApp no número +54 9 261 586-2868;
  • Tours disponíveis todos os dias;
  • Restaurante - Trivento.

Finca Agostino

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour pelo site oficial;
  • Tours disponíveis
  • Restaurante - Agostino

Bodegas Lopez

Bodega Familia Cecchin

CarinaE

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour - pelo e-mail turismo@bodegacarinae.com ou pelo WhatsApp +54 261 336-4324;
  • Tours disponíveis todos os dias;
  • Restaurante - Não tem restaurante, mas tem piquenique.

Finca Flichman

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour - pelo site oficial neste link;
  • Tours disponíveis de quarta a sábado;
  • Restaurante - não tem restaurante, mas tem piquenique.

Bodega La Rural

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour - pelo site oficial neste link;
  • Tours disponíveis de segunda a sábado;
  • Restaurante - não tem restaurante.

Tempus Alba

Mais bodegas para visitar em Maipú

Vinícolas no Valle de Uco

Distante 100 km do Centro de Mendoza, o Valle de Uco oferece aos viajantes algumas das melhores e mais bonitas vinícolas da região, além do espetacular visual da Cordilheira dos Andes. Formada pelos departamentos de Tunuyan, Tupungato e San Carlos, o Valle de Uco é a região vinicultora mais afastada do Centro, sendo uma visita que demanda tempo de estrada. Nossa dica é escolher um ou dois dias do roteiro para percorrer apenas o Valle de Uco, preferencialmente se hospedando por lá. Aproveite os espetaculares hotéis nas vinícolas de Mendoza e curta a experiência de ficar no Valle de Uco.

Passeios pelas Vinícolas do Valle de Uco

Está sem tempo de organizar o roteiro e agendar as bodegas, confira algumas sugestões de passeios com agência pelas vinícolas do Valle de Uco, em Mendoza.

Melhores bodegas para visitar em Mendoza na região do Valle de Uco

Zuccardi Valle de Uco - Piedra Infinita

Salentein

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour - pelo site oficial neste link;
  • Tours disponíveis todos os dias;
  • Restaurante - Salentein.

No Valle de Uco, aos pés da Cordilheira dos Andes, o edifício da Bodega Salentein tem arquitetura única e design moderno. Encanta também pelo inusitado: além dos vinhos, o terreno abriga uma galeria de arte com exposições ao ar livre. É, indiscutivelmente, uma das mais belas vinícolas de Mendoza. Como se não bastasse, a Salentein ainda oferece um ótimo restaurante e hospedagem em meio aos vinhedos. Pacote completo!

Bodega La Azul

  • Site oficial
  • Agendamento de tour - pelo WhatsApp +54 262 260-3443;
  • Tours disponíveis de terça a sábado;
  • Restaurante - La Azul.

Alfa Crux Wines

  • Site oficial
  • Agendamento de tour - pelo WhatsApp +54 9 261 467-1021
  • Tours disponíveis todos os dias;
  • Restaurante - Crux Cocina

Diamandes

Monteviejo

Bodega Andeluna

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour - pelo site oficial neste link;
  • Tours disponíveis todos os dias da semana;
  • Restaurante - Andeluna

Finca Sophenia

  • Site oficial;
  • Agendamento de tour - pelo e-mail visitas@sophenia.com.ar;
  • Tours disponíveis de terça a sábado;
  • Restaurante - Não tem restaurante.

Clos de los Siete

Mais bodegas para visitar no Valle de Uco

Confira os 5 hotéis mais reservados por nossos leitores em Mendoza