Melhores Destinos
Argentina

El Calafate

Jéssica Weber Jornalista apaixonada por mato e praia, interessada na história dos lugares, na arquitetura das cidades e em comida, é claro.

Terra dos glaciares, El Calafate é a base para conhecer as geleiras mais incríveis da Patagônia Argentina. Elas nos arrebatam com seus formatos curiosos, tamanho monumental (tem glaciar maior do que a área de Salvador!) e pelos azuis vivos que brotam das suas profundezas. Se você conseguir flagrar um desprendimento de gelo, então, vai saber na hora que valeu a viagem. 

A principal atração de El Calafate, o Perito Moreno (foto) pode ser admirado de passarelas, de barco, dá até fazer trekking EM CIMA dele. Mas para além das geleiras — como se elas já não fossem o suficiente... —, o destino tem muita história, sabores e aventura ao ar livre. Também tem cores que levam dias para sair da retina. 

El Calafate

El Calafate: o que esperar? 

Geleiras, ou glaciares, são extensas massas de gelo que se formam durante um longo período. Nessa região, elas são originadas por um volume inconcebível de neve depositada no alto da Cordilheira dos Andes, na fronteira entre Argentina e Chile, que vai se compactando e se esparramando como resultado da tensão produzida pelo próprio peso.

É por causa dos glaciares que eu desembarquei em El Calafate. Mas a primeira imagem que eu tive do destino foi o azul-claro impressionante do Lago Argentino em contraste com os tons terrosos da estepe patagônica. A gente vê isso da janela do avião, ou mais tardar quando pousa no aeroporto local. 

O cenário de deserto me surpreendeu, com morros achatados cor de terra, cercados por planícies com quase nenhuma vegetação, salvo os coiron, que são uns chumaços de pasto amarelado. Se você ficar atento à janela do carro no caminho das atrações, poderá ver guanacos correndo livres — parecem uma llama menos peluda —, quem sabe até choiques, aves não voadoras que lembram avestruzes.

Sim, você vai pegar bastante estrada, pois as grandes atrações ficam a 40km, 80km, ate 200km da cidade — não deixe de ler nosso post sobre transportes em El Calafate. A sorte é que as estradas são cinematográficas, vai ser um gosto percorrê-las. Tipo a Ruta Provincial 23 na chegada a El Chaltén

El CalafateFotos: Jéssica Weber/Melhores Destinos

Embora seja uma cidade pequena, com menos de 30 mil habitantes, El Calafate - Argentina é toda voltada ao turismo. Estrutura não falta: há muitos restaurantes, hotéis, lojas, agências turísticas, mercados, etc. E dá gosto de passear pelo centro, com prédios baixos, jardins floridos, muitos pés de lavanda e uma longa fileira de ciprestes no canteiro central. Embora cercada por estepe, a vila tem uma pegada meio serrana. Parece uma pequena Gramado no meio da Patagônia.

Falando em Gramado, preciso avisar sobre os preços em El Calafate. Você pode imaginar que por ficar na Argentina é um destino acessível, pela questão do peso desvalorizado e tal. Mas não é bem assim. Os passeios não são baratos, hospedagem na alta temporada, idem, e mesmo as refeições costumam sair mais caras que no Brasil. 

Hotel em El Calafate

El Calafate tem de hospedagens compartilhadas a hotéis super exclusivos, com spa e tudo. Como eu não aluguei carro, quis ficar o mais perto possível da via principal, a Avenida del Libertador Especialmente no ponto que reúne a maior quantidade de bares e restaurantes — a avenida é bem extensa. O Kosten Aike (fotos abaixo) é uma das boas opções nesse sentido. 

Atente que a cidade não é completamente plana, alguns hotéis que ficam sobre ladeiras ou do lado de estradas. E que, à noite, provavelmente estará muito frio, mesmo no verão. Se você achou um bom hotel que não fica necessariamente no centro, e não for alugar um carro, lembre de salvar o contato de um taxista ou agência de remis assim que chegar à cidade. Veja mais dicas de onde ficar em El Calafate.

Hotéis em El Calafate - melhores opções para sua viagem!

A lista a seguir apresenta ótimas opções de hotéis em El Calafate. As acomodações estão em ordem alfabética e foram escolhidas pela nossa equipe, priorizando qualidade, preço das diárias e localização. Também incluímos as notas do Booking.com, que indicam a avaliação que hóspedes reais tiveram da acomodação.

HOTEL NOTA LINK
America Del Sur Calafate Hostel 9.0 Ver preços
Hosteria La Estepa 8.9 Ver preços
Calafate Parque Hotel 8.8 Ver preços
Xelena Hotel & Suites 8.6 Ver preços
Hotel Amado 8.5 Ver preços
Calafate Hostel 8.5 Ver preços
Blanca Patagonia Hostería Boutique y Cabañas 8.4 Ver preços
Esplendor by Wyndham El Calafate 8.4 Ver preços
Del Glaciar Libertador Hotel 8.3 Ver preços
Folk Suites 8.2 Ver preços

Quando ir a El Calafate

El Calafate

É recomendado viajar a El Calafate entre outubro e abril. O ideal mesmo é se for no verão, quando tem temperaturas mais agradáveis e dias mais longos. Eu viajei em fevereiro, fiz todos os trekkings que queria e cheguei até a usar camiseta de manga curta, o que é um luxo, mesmo nos meses mais quentes. 

Posso te garantir vista da montanha Fitz Roy e sol no Perito Moreno no verão? Infelizmente não, a Patagônia é conhecida pelo tempo doido. Mas as probabilidades contarão a teu favor. E vai poder aproveitar ao máximo a luz do dia, pois o sol se põe por volta das 21h. Porém, repare que essa época é alta temporada, ou seja, o destino fica mais caro. 

Diferente de Bariloche, El Calafate tem sua baixa temporada no inverno. A ponto de alguns hotéis darem férias para os funcionários e fecharem. Isso porque não é um destino de esqui, e com tempestades de neve, só sobram desvantagens para fazer as atividades da região. Leia o post completo de quando ir a El Calafate

Como chegar a El Calafate

El Calafate

Eu era uma menina quando descobri que não precisava sair da América do Sul para ver geleiras monumentais. Um amigo do meu pai viajou de moto para Ushuaia, e El Calafate representa um gratificante desvio para o "fim do mundo". Ele mostrava as fotos do paredão de gelo do Perito Moreno e dizia que foi a coisa mais incrível que já viu. 

Você sabia? Ao sul da Cordilheira dos Andes, a Patagônia abrange um terço do território de Argentina e Chile. São quase 800 mil km² de paisagens impressionantes e riquíssima natureza. É uma região com uma pegada meio selvagem, quase inabitada por homens, mas repleta de vida.

Embora tenha alguns corajosos que fazem questão de ir de moto — ou de carro, ou de Jeep, ou de motorhome —, a melhor forma de chegar a El Calafate é de avião, pelo Aeroporto de El Calafate (FTE). Será necessário fazer uma conexão, que provavelmente vai ocorrer em Buenos Aires. O voo entre São Paulo e a capital argentina leva 2h45min, e de lá a El Calafate, leva 3h20min. 

Rola de achar passagens para El Calafate com um preço bem honesto. Nos segue no Instagram ou baixa nosso aplicativo para receber notificações de passagens baratas para a Patagônia Argentina – ou para o destino que você quiser.

O que fazer em El Calafate

El Calafate

El Calafate é um destino de natureza, onde quase todas as atividades são ao ar livre. Essas são as principais atrações da região, facilmente acessadas pelos visitantes. Clique no link para acessar a matéria completa:

É inadmissível ir a El Calafate e não ver o glaciar Perito Moreno, é talvez o maior cartão-postal de toda a Patagônia Argentina. E dá para conhecê-lo de diferentes formas. A mais comum é nas passarelas: há 4km de caminhos de metal que oferecem vista de diferentes ângulos. Muita gente faz as passarelas aliadas ao passeio de barco para admirar as paredes do lado norte da geleira, e tem até quem faça kayak nas proximidades. 

Mas sabia que também é possível fazer um trekking sobre o glaciar? É uma atividade guiada, onde a gente passa sobre profundas fendas no chão e riachinhos que caem em túneis dentro do gelo (foto acima). Você pode reservar o passeio neste link

El Calafate

E tem outras coisas massas para fazer na região, como saborear comidas típicas da patagônia, fazer um circuito gigante de tirolesas sobre os balcones de El Calafate, tomar um drink em um bar de gelo, testar a sorte no cassino, provar as mais diferentes iguarias feitas com calafate — a cidade leva o nome de uma frutinha azul-escuro que cresce em arbustos espinhosos. 

Eu separei 21 dicas bem legais para encher sua programação, com as atrações que eu curti lá em fevereiro de 2024 e algumas coisitas a mais. Tem coisa para qualquer perfil de viajante. Veja o post completo de o que fazer em El Calafate

El Calafate

Perguntas e respostas sobre o destino

Onde fica El Calafate?

El Calafate é uma pequena cidade localizada na província de Santa Cruz, na Argentina, próximo à fronteira com o Chile. Fica no meio da Patagônia Argentina, a 2,8 mil quilômetros de Buenos Aires, 1,8 mil quilômetros ao sul de Bariloche e 870 quilômetros a noroeste de Ushuaia.  

Quais documentos são necessários para conhecer El Calafate?

Turistas brasileiros não necessitam de visto e nem mesmo de passaporte: o RG é suficiente, desde que tenha menos de dez anos de expedição. Caso você vá alugar um carro lá, a nossa CNH é aceita. Não é obrigatório fazer seguro-viagem, mas a gente sempre indica, porque qualquer imprevisto ou despesa com saúde pode sair uma fortuna. 

Utilizando o cupom promocional MELHORESDESTINOS no momento da compra do seguro-viagem no site da Allianz, você garante um desconto exclusivo.

Quantos dias ficar em El Calafate?

Para fazer as principais atrações, é necessário ficar menos que três dias inteiros em El Calafate, sem contar o deslocamento. Se quiser ter uma experiência completa, programe pelo menos cinco dias. 

Que moeda levar para El Calafate?

A moeda é o peso argentino (ARS), simbolizado pelo $ em prateleiras e cardápios de todo o país, e a gente esclarece tudo sobre os câmbios no post que moeda levar para a Argentina. Eu enviei uma quantia via aplicativo da Western Union para sacar em pesos na agência lá (o Correo Argentino de El Calafate é credenciado, só atente que pedem uma cópia do seu passaporte). Também usei muito as contas digitais internacionais Wise e Nomad. 

Para abrir uma conta na Nomad, clique aqui e utilize o cupom MELHORESDESTINOS20 para ganhar até US$ 20 de bônus após enviar a primeira remessa.

Como ir de Ushuaia para El Calafate?

A melhor forma é de avião. Tem voos diretos regulares entre o Aeroporto do Ushuaia e o Aeroporto de El Calafate, e se programando bem, nem sai caro. Mas também dá para fazer o trajeto de 870km de carro (leva aproximadamente 13km, majoritariamente pela RN3, RP5 e RN40) ou ônibus. 

Como funciona a internet por lá?

O sinal de internet móvel é bom no Centro de El Calafate, mas falha à medida que você avança nas estradas para fazer passeios mais distantes. Eu utilizei a internet da Airalo, um eSIM (chip virtual) que permite comprar planos de dados móveis temporários ao viajar para o exterior. O roaming de operadoras brasileiras também funciona bem por lá — cheque a política do seu plano.  

Use o código exclusivo MELHORESDESTINOS15, que dá 15% de desconto em qualquer compra no serviço. Basta acessar o site do Airalo e usar o cupom de desconto.

Passeios em El Calafate

Ficou longo demais o post? Talvez eu tenha me empolgado. Aos mais objetivos, segue uma lista com os principais passeios de El Calafate, incluindo já os links para reserva via Civitatis: