As íngremes ladeiras repletas de casarões coloniais coloridos se destacam em meio à Serra dos Cristais e formam a impressionante paisagem de Diamantina. O anúncio de tanta beleza acontece ainda na estrada que leva à cidade histórica, quando o contorno das montanhas transforma o caminho em um cenário cinematográfico. Difícil manter os olhos na pista enquanto se está dirigindo em um dos mais lindos destinos de Minas Gerais.

Embarcar em alguns dias de passeio para Diamantina é como fazer uma viagem por séculos de história, sempre recheado de muita beleza. A cidade de Diamantina está localizada a 300 km da capital Belo Horizonte e é ponto de partida de uma das rotas mais populares para o turismo mineiro: a Estrada Real. Por muitos anos esquecida pelos visitantes, Diamantina recebeu o título de Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO em 1999 e desde então busca novos rumos para o turismo. 

Mirante-de-diamantina

Um pouco da história de Diamantina, Minas Gerais

Chamada de Arraial do Tijuco, Diamantina era o maior centro de extração de diamantes do mundo ocidental no século XVIII. Tanta riqueza fez com que a região desenvolvesse uma das aristocracias mais requintadas do período colonial. Parte dessa história, que envolve intenso uso de mão de obra escravizada, é lembrada pela presença de Chica da Silva, mulher escravizada e alforriada que é parte importante da cidade.

A extração de diamantes perdeu força em meados do século XIX e outras atividades tomaram conta de Diamantina, entre elas a produção têxtil, responsável pela bucólica Vila do Biriri. Hoje, o local é um dos principais pontos turísticos da região. Cercada por intensa vegetação, cachoeiras e poços, o Parque Nacional do Biriri reflete bem a vocação de Diamantina não só para o turismo histórico, mas também para aventuras em meio à natureza.

Diamantina

O que fazer em Diamantina: pontos turísticos

Cada dia mais movimentada, Diamantina reserva preciosidades que vão além da história ligada à extração de diamantes no século XVIII. Os charmosos casarões e igrejas centenárias que compõem as ruas de pedras estão entre as maiores atrações de Diamantina. Os edifícios coloniais, além de encantadores, são palco do maior espetáculo local: a Vesperata. O show reúne dezenas de instrumentistas que emocionam os visitantes em interpretações musicais sob comando de um maestro em meio ao público. Tudo nas sacadas das construções históricas.

Diamantina é uma cidade pequena e área mais turística pode ser visitada em poucos dias. Sem muitas obrigações a cumprir, Diamantina é ideal para curtir com calma e aproveitar cada minuto para relaxar. Entre os principais pontos turísticos de Diamantina, não deixe de conferir a Igreja Nossa Senhora do Carmo, a Igreja de São Francisco de Assis e a Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, além de obras mais recentes, como a Catedral Metropolitana de Diamantina, localizada no coração do Centro Histórico, e a Basílica do Sagrado Coração de Jesus.

Igreja-de-sao-francisco-de-assis

Para quem busca entender mais sobre a história do lugar, uma visita aos antigos sobrados e pequenos museus de Diamantina é excelente. Vale começar pelo Museu do Diamante e Casa da Chica da Silva, além do lindíssimo edifício do Instituto Casa da Glória, um dos ícones da arquitetura local. Já a Casa de Juscelino explica como o jovem cidadão de Diamantina chegou à presidência da república. Para um mergulho nas edificações históricas, visite o belo sobrado da antiga Casa da Intendência e o Mercado Velho, onde são vendidos vários quitutes mineiros.

Se o seu foco são lindas paisagens e lugares bucólicos, a Vila do Biribiri será o passeio ideal. Reserve tempo para um almoço sob as árvores e um banho de cachoeira no Parque Estadual do Biribiri. Com um pouquinho mais de tempo, percorra as vizinhas São Gonçalo do Rio das PedrasMilho Verde e Serro. Um pacote perfeito nesse encantador pedacinho de Minas Gerais.

Confira mais dicas sobre o que fazer em Diamantina!

Serro

Quando ir a Diamantina

Diamantina pode ser visitada durante todo o ano, porém a melhor época para a viagem é entre os meses de abril e setembro, quando o clima é mais seco e há pouca ocorrência de chuva. É nesse período também que acontece a Vesperata, principal evento da cidade e que tem apresentações agendadas para finais de semanas específicos. A Vesperata atrai um grande número de turistas para Diamantina, o que torna as hospedagens nos finais de semana de evento sempre mais caras. Além da Vesperata, é importante ficar atento a todos os feriados prolongados do ano, que costumam atrair muitos turistas para Diamantina, com destaque para o carnaval, famoso em todo o Brasil.

Veja mais detalhes sobre quando ir a Diamantina.

Diamantina

Como chegar a Diamantina

Diamantina está localizada no estado de Minas Gerais, distante 300 km da capital Belo Horizonte. O aeroporto mais próximo de Diamantina a receber grandes voos comerciais é o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte - Confins (CNF). A partir de Belo Horizonte ou do Aeroporto de Confins, será necessário botar o pé na estrada rumo a Diamantina. 

A maneira mais comum entre os turistas para chegar em Diamantina é de carro. A partir de Belo Horizonte, o trajeto mais rápido começa na BR-040, passa por Sete Lagoas e Curvelo, segue pela BR-135 (no posto Trevo) e depois pela BR-259. A viagem tem tempo médio de 4h30.

O trajeto de ônibus até Diamantina também é uma boa opção. O custo entre Belo Horizonte e Diamantina é a partir de R$ 113 e o trecho é operado pelas empresas Viação Pássaro Verde e Gontijo. O trajeto entre as duas cidades tem duração entre 5h e 6h. 

Veja mais detalhes sobre como chegar a Diamantina.

Diamantina

Pousadas em Diamantina

Diamantina é uma cidade pequena e, apesar de muito turística, não tem grande oferta de hospedagem. Se estiver programando uma viagem para finais de semana de Vesperata ou feriados prolongados, fique atento para não ficar sem um quarto.

Escolher a localização da pousada em Diamantina é bem fácil. Os principais pontos turísticos estão localizados no Centro Histórico e quanto mais perto você estiver dele, melhor. Na dúvida, use a Catedral Metropolitana de Diamantina como referência de localização privilegiada. 

Boas opções de pousadas no Centro Histórico de Diamantina são o Pouso da Chica, a Pousada do Garimpo, a Pousada Relíquias do Tempo e o Hotel Tijuco (com projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer). Um pouco mais afastado, confira o Hotel Estilo de Minas. Os viajantes que preferem ambientes mais campestres certamente vão curtir a Pousada Vila do Biribiri, localizada dentro do Parque do Biribiri e distante 12 km de Diamantina

Confira mais dicas de pousadas em Diamantina.

Diamantina  

Quanto tempo ficar em Diamantina

Diamantina não exige muito tempo dos visitantes. Um final de semana ou feriado prolongado são ideais para percorrer as intensas ladeiras do Centro Histórico, visitar edifícios e igrejas centenárias, tomar um banho de cachoeira e ainda aproveitar a boa culinária mineira. Com alguns dias a mais, será fácil conhecer as cidades vizinhas. Nesse caso, uma viagem de 5 dias é ideal.

Está com viagem marcada para Diamantina, em Minas Gerais? Confira no nosso Guia de Diamantina tudo sobre o que fazer, os principais pontos turísticoscomo chegar a Diamantina, onde se hospedar, as datas da Vesperata e muito mais. Descubra Diamantina! Ela é apenas a porta de entrada para um dos mais belos roteiros pelas cidades históricas de Minas Gerais.