Avaliações de Havana

Avalie Havana

  1. Mpjhe Ingrid Basler
    há 4 meses
    9,0
    Bom

    Havana é linda, super histórica.
    Vale muito a pena pois a cidade conta uma história a cada esquina.
    O regime em que o povo vive é meio triste, mas eles são felizes.
    Um conselho: contrate um chofer (de carros antigos) eles são um pouco mais caros... mas ficam a sua disposição e conhecem cada canto da cidade.
    Achar bons hotéis e bons restaurantes não é tarefa muito fácil, pois muitos lugares (a maioria) são do governo, então a comida e o atendimento não são dos melhores. Procure pela instalação mais nova e moderna que vc encontrar...
    Ande pela Calle OBISPO e compre suveniers por lá...
    Vá a Fusterlandia... não compre suveniers naquela rua, pois vc vai achar uma infinidade mais bonita e mais barata em obispo.

    Não tem internet... só no hotel. O sinal é muito ruim.
    Não entre em nenhum taxi sem antes perguntar o preço e sempre negocie. Eles aceitam por menos da metade do preço, mas 1º jogam tudo pra cima.
    Não vá a quase nenhum restaurante por indicação de pessoas desconhecidas, eles ganham gorjetas por indicar turistas.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  2. 2ht2w Marcos Costa
    há quase 2 anos
    10,0
    Bom

    Como vi que não havia nenhum comentário do ano de 2017 resolvi ajudar quem por acaso quiser viajar a Cuba. Vou dividir em tópicos para melhor compreensão:

    Passagem:

    Peguei uma promoção por R$ 1.750,00 ida e volta , parece-me que muito boa pois os cubanos falaram que a média é pagar 1000 dólares.

    HAVANA:

    Fiquei com muita dúvida se ficava em HAvana Vieja ou VEdado, escolhi essa ultima e não me arrependo em nada. A estada na casa de cubanos foi maravilhosa, povo muito receptivo e ajudam em tudo que precisam, além de tudo amam os brasileiros. A residência em VEdado tinha dois andares com quartos e entradas independentes, a família, Tânia, Jorge e MArlon são maravilhosos indico a todos não vão se arrepender. Peça o café da manhã, ela cobra 5 CUCs mas é incrível, sucos naturais e frutas deliciosas. Vou até deixar os dados a quem interessar:

    Bom que Marlon tem um whatsapp do Brasil, pois morou aqui 15 anos (27) 9988-36890, facebook: Marlon }Calderon Rodriguez, e-mail: marlonhavanaaa@gmail.com

    Ônibus turístico:

    Tem o preço de 5 CUCs por pessoa e faz dois trajetos em que ambos se cruzam na praça da revolução. Vale a pena passear nele por um dia.

    Transporte Público:

    Muito mais muito barato, pra voce ter idéia custa 3 CUPs ou também chamada de moeda nacional, comparando com o Brasil aproximadamente R$ 0,05 ( cinco centavos) isso mesmo. É o mais usado pelos cubanos, por isso, estão sempre lotados.

    ALUGUEL DE CARRO

    Não vale a pena muito caro e de péssima qualidade.

    CAMBIO

    Existem duas moedas CUC e CUP, hoje o cubano também usa mais o CUC que é digamos assim a moeda do turista. No entanto, apenas nos transportes públicos, contas de água e luz cobra-se em CUP ou também chamada de moeda nacional.

    VARADERO ou CAYOS

    Escolhi cayos e também não me arrependo, muito mais muito lindo, e por incrível que pareça barato, pois ao converter verifiquei que pagamos um valor de R$ 500,00 (quinhentos reais) a diária pra ficar no Melya CAyo Guillermo, simplesmente fenomenal, café, almoço e jantar tipicos de locais do mediterrÂneo, muitos frutos do mar, além da opção de restaurante internacional, bebidas, etc, acho que os hotéis da região devem ter o mesmo padrão, aqui talvez se voltasse iria para outro em Cayo Largo.

    TRANSPORTE PARA OS CAYOS

    Tema péssimo de comentar, pois pensando em economizar fui ao terminal rodoviário em Havana, ocorre que existe uma burocracia ininteligível, você só consegue comprar a passagem com um dia de antecedência ou então, vai até a rodoviária como foi o nosso caso e espera o ônibus. Ocorre que, existe uma fila de espera de pessoas que estão na mesma situação que voce, daí aguarda-se, todavia, existiam 20 pessoas aguardando e apenas duas vagas disponíveis, mas o pior é que só se descobre quando o ônibus chega e o motorista fala ao vendedor a quantidade. Sim, isso mesmo, ficamos aguardando sem saber que conseguimos viajar. Ao sair desiludido, conversei com cubanos que também iriam para locais próximos ao nosso destino se queriam rachar o taxi, conseguimos fechar 07 pessoas, mas somente uma para destino semelhante. Aí veio o ferro, pelo ônibus pagaríamos 27 CUC por pessoa até Ciego de Avilla, mas no taxi pagamos 60 CUC depois de 40 minutos de negociação, muito drama e mentira descabida do taxista oficial. Essa é a parte ruim de Cuba, a burocracia impõe dificuldade para vender de forma corrupta a facilidade, parece com que lugar mesmo...
    Ao chegar em CAYO descobri que vale mais a pena ir de avião onde a passagem custa 60 doláres, só que tem para não sofrer uma surpresa compre com bastante antecedência.

    CHARUTOS

    Vale muito a pena comprar, a diferença de preço com o Brasil é absurda.

    EDUCAÇÃO, SAÚDE e SEGURANÇA

    São fenomenais em Cuba, a população fala muito bem de saúde e educação, como não usei apenas repasso a informação que me foi passada. Já quanto a segurança, é verdade não há praticamente violência em Cuba, passei por HAvana Vieja na madrugada em ruas que normalmente qualquer pessoa que olhe repentinamente não teria coragem de passear, mas em Cuba há um sistema muito rígido pelo qual as pessoas tem muito do Estado, assim, pelos relatos em caso de crimes contra o patrimônio realmente os cubanos ficam presos e cumprem a pena. Fiquei com medo no primeiro dia, pensei ser balela de cubano para os turista, depois percebi que era verdade.

    A expertise dos cubanos, mas depois que você fica esperto tira de letra. Na verdade, eles só tem como ganhar dinheiro de turista, entende-se o fato. Depois que fiz muitas perguntas na casa em que fiquei em VEdado não tomei mais garfada em Cuba, na verdade é uma cidade bastante barata quando se tem as informações corretas.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  3. Missing odilon bosco do nascimento
    botucatu - SP há quase 4 anos
    3,0
    Ruim

    Gostei da viagem ao passado, da arquitetura, dos carros antigos, do mar, da não violência nas ruas.

    A esperteza dos que lidam com turistas para tirar o dinheiro que podem. Fui lesado em várias situações. Dei muita carona no carro que aluguei e fui furtado (uma bermuda com cinto e uns 8 cuc. Fomos furtados na casa onde ficamos, em Centro Havana, na casa da dona Isabel (Calle Anima - cigarros, esmalte de unha e óculos de sol). Não dá pra dar atenção a nenhum cubano nas ruas. Ele cola em você e tenta te tirar alguma coisa. Muita miséria. Falta comida nas prateleiras dos poucos mercados. Não há higiene. Aluguel de carro estava 75 cuc. Falta informação sobre tudo. Não há papel higiênico muito menos absorvente feminino. Sá achamos numa galeria ao lado do hotel melia cohiba, coisa raríssima. Acho que fui lesado com gasolina adulterada por que a primeira gasolina evaporou. A regra é vc pegar o carro com tanque cheio e devolver vazio, mas foi entregue com 3/16 de tanque a menos e ainda cobraram pela gasolina especial, que custa 1,30 cuc. Um roubo!

    6 comentários

  4. 6r6tv Daniel Mendes
    há 6 anos
    10,0
    Bom

    Viajar à Cuba é imprescindível. A viagem a fazer antes de morrer (ou antes do comunismo dos Castro acabar). Considero que o ponto alto na viagem à Cuba seja a total diferença de nossa realidade. O prazer de conhecer toda uma cultura e o jogo de cintura dos cubanos para sobreviver com essa política e os embargos é impressionante. E de quebra conhecer praias maravilhosas como as de Cayo Largo.

    Não há pontos negativos em Cuba quando você decide escolhê-la como seu destino. Você deve apenas ter em mente que viajará no tempo e conhecerá um país que teve uma passado sofrido e que vive com um embargo econômico que os prejudicam e muito.

    Avaliacao-havana
    3 comentários

  5. 6m23a Gil Lima
    há 6 anos
    10,0
    Bom

    Gostei da arquitetura, mesmo as casas deterioradas tem lá a sua beleza. Sobretudo me impressionou a segurança e a receptividade dos cubanos. Você pode não concordar com os ideais políticos, mas a atmosfera de Havana é única e um dia tudo pode mudar.

    O que achei ruim em Havana não é culpa da cidade nem dos cidadãos. O embargo econômico torna a vida do cubano difícil, principalmente para realizarem reformas em suas casas. Não seja exigente demais na Ilha e lembre-se do contexto.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  6. 02divitamarijn49 iannis zazelis
    Brasília - DF há mais de 6 anos
    10,0
    Bom

    Um lugar singular, patrimonio histórico e cultural da humanidade, bem preservado em suas tradições, de uma beleza encantadora, bom para pessoas que tem a mente aberta a novas sensações. Me senti seguro e fui muito bem recebido em Cuba de uma forma geral.

    Faltam algumas coisas, mais por ponta do embargo, você percebe a dificuldade dos cubanos em algumas areas, como transporte, o que para nós é um charme perambular peas ruas da capital em um taxi conversível da década de 50, para eles representa uma superação.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  7. Zqhwj Carolina H. Miranda E Souza
    há mais de 6 anos
    10,0
    Bom

    Havana é pra quem gosta de conhecer lugares não comerciais, com suas características bem peculiares. Tem construções belíssimas, apesar do estado de conservação. O estilo de vida parece parado no tempo, onde crianças podem brincar no meio da rua sem maiores preocupações.

    A gentrificação de Havana me preocupa, pois no pouco tempo que pude caminhar pela cidade percebi que as áreas antigas abrigam as famílias de maneira precária e as novas áreas são feitas para o turismo e o comércio- hotéis, cafés/ lanchonetes. É importante manter o patrimônio, mas também é importante manter a história. Se por um lado a decadência das edificações me deixou preocupada com a perda destas, por outro não achei válido restaurar e "expulsar" a população.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  8. D9d9a Alexandre Viana Magno
    há mais de 6 anos
    9,0
    Bom

    Havana é singular, presumidamente. Eu fiquei encantado com os velhos casarões que retratam uma cidade que parou no tempo. Dos carros antigos que tentam ressuscitar o charme de outrora. Da música, que se misturada a pinã colada mostra bem como é "la cultura caribeña". Também fiquei surpreendido como os cubanos se orgulham de seu país.

    O turismo parece ser a única fonte de renda do país e as pessoas lá são profissionais em dar golpe. Não que seja violento, pelo contrário, a cidade parece ser segura apesar da precariedade visual. No entanto, a todo instante encontrei alguém querendo me passar para trás com objetos falsos, preços fora do padrão e promessas irreais. Além disso, é muito difícil ter acesso aos meios de comunicação. Internet, por exemplo, é algo raríssimo e quando se acha, é pior que 56 kb/s.

    Avaliacao-havana Avaliacao-havana Avaliacao-havana Avaliacao-havana Avaliacao-havana Avaliacao-havana
    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  9. Missing Anônimo
    há mais de 6 anos
    10,0
    Bom

    Havana parou no tempo.... sua arquitetura e os carros dos anos 50 são emblemáticos. Se quiser ter mais contato com o povo cubano almoçe em uma casa de família muito comum por lá, eles recebem os turistas, vale a pena! Haaaa eles adoram os brasileiros com as mulheres falem das nossas novelas, passam todas lá e com os homens do nosso futebol.

    Muita pobreza e falta de perspectiva do profissional com nível superior, a maioria trabalha com turismo.

    Avaliacao-havana
    1 comentário

  10. 264mw Camille Panzera
    Vila Velha - ES há mais de 6 anos
    9,0
    Bom

    Conhecer Havana é como voltar 50 anos no tempo, afinal, não há como não sentir que o relógio girou ao contrário ao ver tantos carros antigos passando nas ruas.
    A parte antiga da cidade parece que está caindo aos pedaços, é verdade, mas é a atmosfera antiga que deixa a capital charmosa.
    Comer em Havana é muito barato, mas é extremamente aconselhável escolher bem os restaurantes para não ter nenhum problema. Os táxis nem sempre são confiáveis, por isso tenha algum cuidado antes de aceitar fazer a corrida.

    Havana é uma cidade para vivenciar história, perceber o modo de vida simples e deixar de lado toda a modernidade de letreiros brilhantes e wi-fi em todo canto. Uma cidade crua, antiga e diferente, mas com certeza inesquecível.

    A parte antiga da cidade precisa de reparos urgentes. Por mais que o "antigo" faça parte de alguns bairros, certos edifícios só conseguirão resistir ao tempo se houver algum cuidado.
    É uma viagem para quem gosta de história e coisas antigas. Quem pensa que encontrará uma cidade moderna terá grandes decepções.
    Apesar dos bons preços dos restaurantes, não gostei muito dos pratos que pedi.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.