San Andrés

Avaliações de San Andrés

Avalie San Andrés

  1. 20161219131411 yuri
    belo horizonte - MG há 6 horas
    3,0
    Ruim

    A ilha possui uma beleza natural é aquela água azul turquesa que faz jus ao Caribe.

    Muito lixo de todo o tipo ao redor da ilha, em especial posso citar o entulho gerado pela construção, em todos os lugares da ilha se encontra pilhas e mais pilhas de entulho.
    E muito comum a energia acabar nesse lugar e não pense que estou falando de interrupção breves, durante os 7 dias que fiquei na ilha chegamos a ficar 18 horas consecutivas sem energia o gerador do hotel não tinha capacidade para atender a demanda era ligado e desligado a cada 1 hora.
    Em relação comercio existe poucas coisa que realmente valem a pena
    De uma maneira geral notei uma diferença de 10% a 20% que pode parecer interessante inicialmente mas acaba não sendo tao atrativa quando você coloca na ponta do lápis a taxa de conversão da casa de cambio ou o IOF do cartão

    Não que san andres seja um lugar ruim , mas exitem outros destinos no caribe que são realmente muito melhores.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  2. Fae46 Milena Spadoni
    há 13 dias
    3,0
    Ruim

    Gostaria de complementar minha avaliação para dizer que fui para San Andrés com base nas avaliações que vi neste site e em outros tantos e pouquíssimas pessoas relataram a real situação da Ilha. Isso é preocupante porque já não me sinto confiante nas avaliações e o pior é que parece que muitas pessoas não ligam ou nem percebem a sujeira, o lixo, os entulhos. Isso é muito ruim.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  3. Fae46 Milena Spadoni
    há 13 dias
    3,0
    Ruim

    Jantar na varanda do restaurante do hotel Casa Blanca recebendo a brisa do mar.

    A ilha foi bonita mas a ocupação acabou com ela. Para se ter uma idéia, Fernando de Noronha tem 3.000 habitantes e San Andrés tem 90.000 sendo que ambas tem a mesma área de 26 km2. É uma favelona descuidada e suja. Os habitantes fazem das ruas e das laterais da estrada que circula a ilha, um lixão onde são jogados todo tipo de lixo e entulho. O meio de transporte principal é moto. Então é moto passando pra tudo quanro é lado. Os passeios são lotados e as ilhotas ficam tão cheias que a água já não fica tão cristalina. As praias da ilha perdem feio em beleza para muitas praias do litoral norte de São Paulo, para não falar do nordeste brasileiro. São pequenas, cheias de construções precárias e inacabadas e sujas. Com relação a compras, não encontrei preços tão vantajosos. Por exemplo, uma máquina gopro hero black 5, custa 1100.000 pesos e no brasil 1.4000,00 em 10 vezes. Já a hero 6, fica uns 300,00 reais mais barato, porém tem que ser à vista. Enfim, se arrependimento matasse ....

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  4. Ctp3k Maria Avelar Santos
    há 1 mês
    2,0
    Ruim

    A ilha é muito bonita e um paraíso para quem gosta de compras mas, não tem nenhuma infraestrutura para receber o turista. As tais ilhas são lindas se não fosse a exploração desordenada com verdadeiros barracos montados nas ilhas como restaurantes. Se prepare para o acesso a elas. Terá que pegar um barco ou melhor, será lançada dentro do barco pelos rapazes que trabalham nas embarcações. Para descer terá que pular na água pois não existe pier para atracação. Vi uma pessoa mergulhar com sacola e tudo na descida de uma delas. A ilha não possui cadeiras e nem mesas e os colombianos só deixam você sentar se consumir nela.Os preços são abusivos e a higiene bastante duvidosa. Se você não pode se hospedar em bom hotel do tipo resort a exemplo o Decameron, vai passar apuros pois os demais são horríveis. Pousada Colombiana nem pensar.

    Na chegada levei um susto com o aeroporto. É pior que muita rodoviária brasileira. O sanitário uma imundice. Paga-se uma taxa de 105000COPs o equivalente 115 reais para entrar na ilha. Almocei em um restaurante muito bom chamado La Regata. Os demais sempre com mesmo cardápio: peixe, arroz de coco e patacones.
    Se você mora ou conhece as praias como Porto de Galinha, Porto Seguro, Arraia da Ajuda, Trancoso ou Morro do São Paulo não jogue seu dinheiro fora visitando esse Caribe de farofeiros.

    5 comentários

  5. Missing Jess
    São Paulo - SP há 3 meses
    10,0
    Bom

    Viajar para San Andrés foi uma experiência incrível e super recomendo! Ainda é um lugar que está sendo explorado, portanto não espere tanto luxo e conforto. Mas vale muito a pena, passei dias maravilhosos, curtimos muito a cultura local, e as paisagens incríveis. É uma super oportunidade de conhecer o mar do Caribe por valores super acessíveis.

    Os colombianos foram muitos solícitos em sua maioria, adoravam quando percebiam que eramos brasileiras e nos acolheram super bem. São super animados, pacientes com nosso portunhol rs, então nao se preocupem. Tinha brasileiro em cada esquina. Nos comércios, estranhamos um pouco o fato de eles não serem tão flexíveis e gananciosos para vender como os brasileiros rs. Lá, não consegui pechinchar muito, eles não insistiam tanto para vender. Não estranhe o transito maluco rs! A maioria é moto, com 3 a 4 pessoas sem capacete, e sem muitas regras no transito, no começo é meio maluco mas depois acostuma rs. Ficamos uma semana na ilha, que foi um período bacana e suficiente para conhecer os pontos principais. Mas algumas coisas ainda ficaram para trás e com certeza quero voltar na ilha em breve!

    Tempo: Fui em Julho/17 e deu pra curtir bastante. Não se iluda com as chuvas! Choveu todos os dias, mas depois logo abria o sol. O clima da ilha é bem quente e abafado.

    Dinheiro: Graças a nossos amigos que contribuem aqui no MD, acho que fiz uma ótima escolha quanto ao dinheiro. A maioria do dinheiro eu fiz pelo Western Union, super prático e seguro; e o restante eu comprei dólar. Troquei um pouco logo que cheguei no aero de Bog para pagar a tarjeta e o taxi quando chegamos. Logo no outro dia, fomos pegar nosso dinheiro no WU. Foi ótimo, pegamos uma boa cotação. E se preciso, também dá pra usar o cartão de crédito em alguns lugares.

    Hospedagem: Ficamos no Beach Paradise Apartments. Vale muito a pena para quem vai com mais pessoas, por ser apartamento e o valor é mais em conta. Equip super novos, limpo e organizado, tinha limpeza a cada 2 dias, só não tinha café. Um pouco distante do centro, mas gostamos. A maioria das hospedagens da ilha só tem água fria, mas não se assustem com isso. Por ser calor, não me incomodou muito, no fim já até tinha me acostumado rs.

    Taxi: não é díficil encontrar taxistas na ilha, e sempre combinem o valor antes de entrar. Andamos bastante a pé pela ilha, pegamos pouco táxi. Andar de Chiva também é super legal!

    Almoço: Pollos kikiriki - uma delícia, super recomendo. Comida gostosa e farta! Um prato dá pra duas pessoas tranquilo e barato, comi lá 2 dias. Gourmet Shop Assho - muito bom! É um restaurante bacana e não é muito caro. A limonada de coco é otima! La Regatta - imperdível. Deve ser agendado antes, não é um dos mais baratos mas é uma delícia, tudo é muito gostoso e muito lindo pra tirar foto. Seaweed: muito boa a pizza e os sucos de lá! Não é caro e o pessoal é super bacana. Miss Celia: comida deliciosa, um prato para 2 e super em conta!

    Passeio: Compre logo no começo as sapatilhas, pois é muito mais prático andar pela ilha e pelas praias com elas. Pagamos 12 mil/par. Fechei todos os passeios pela coop Brothers (quiosque verde e amarelo que fica no centro). Passeios mais baratos que encontrei e bem organizados. Valores de Jul/2017 em Mil pessos: Buceo (150), Johnny + Acuario (20), Submarino (25). Acuario: Super recomendo!!!!! O lugar mais lindo da ilha, me apaixonei. Haynes e Johnny Cay: Super legais, adoramos!! La piscinita (4 mil ingresso + 5 mil colete se quiser): Muito bacana, muitos peixinhos e nos renderam muitas fotos. Preferimos ir a piscinita do que a west view e acho que fizemos uma otima escolha, é praticamente a mesma coisa, mas no La piscinita é mais estruturado, tem tobogã e trampolim... Day use no Decameron (Rocky Cay): muito bom. Pagamos 55 mil pesos e passamos o dia lá. Bebida (alcoolica tambem) e comida a vontade, descanso em frente ao mar e ainda um lanchinho da tarde. Ótimo!!

    Volta na Ilha: Amamos esse passeio, foi legal fazer logo no começo para podermos nos situar e conhecer bem a ilha. Fomos de carrinho de Golf e valeu super a pena! Pagamos 110 mil pesos pela diária, já incluso combust (a mule estava 200 mil fora comb). Alugamos o carrinho mesmo vendo muita gente reclamar que não corre, mas gostamos muito, pois o carrinho estava bem conservado então até que andava bem (leve isso em consideração). Ninguém anda correndo na ilha como em SP por ex, e ainda mais a passeio, é bacana ir conhecendo os lugares.

    Compras: ATENÇÃO! Melhor parte!! kkkk se eu soubesse só teria levado uma mochila com uma muda de roupas. Melhor lugar pra fazer compras <3 Super barato comprar malas, relógios, perfumes, protetor solar, bebidas, licores, whiskies, muitos produtos importados, chocolates, produtinhos de beleza, make e etc. É um verdadeiro duty-free a céu aberto! rs... amei! Recomendo as lojas JR, o mercado Super Jacky é maravilhoso e o lugar + barato, achei a La Riviera super cara...

    Desculpem por escrever tanto, é que essas dicas foram valiosas para mim e espero ter contribuido para a viagem dos próximos aventureiros!

    9 comentários

  6. Img4249 Wagner
    São paulo - SP há 5 meses
    10,0
    Bom

    Eu gostei muito dos passeios que fizemos pela Cooperativa Brothers que a cada lugar que visitamos é um lugar mais lindo que o outro, a comida sempre com produtos frescos e bem temperados, o mar realmente é repleto de cores (não sei dizer se realmente tem 7 cores, eu identifiquei umas 5 rsrs), os gastos na ilha são bem acessíveis, e os nativos que transitam nas ruas são bem simpáticos (um pouco diferente dos que trabalham em lojas, que são poucos amigáveis). No resumo final, eu super recomendo passar uns dias na ilha, fiquei 7 dias, mas ficaria 15 dias tranquilamente.

    Os itens que achei ruins, não fizeram diferenças, visto que, eu tinha realizados algumas pesquisas antes de decidir ir para ilha, então eu já esperava encontrar alguns itens negativos, mas nada que tenha atrapalhado nosso divertimento (talvez algo que me surpreendeu negativamente, foi ter pago o passeio para Mantarraya, esse não faria novamente).

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  7. Missing gelcius
    porto alegre - RS há 10 meses
    10,0
    Bom

    A Ilha de San Andres foi nossa primeira experiencia no caribe. O preço é bem em conta. Quem quer economia é boa pedida, para os mais sofisticados não recomendo. A ilha tem o mar de 7 cores, tem praias e ilhotas maravilhosas, o centro bem comercial com free shops. O restante da ilha é pobre, mas com pessoas que estão sempre sorrindo e levando uma vida bem tranquila e feliz. A gastronomia é uma loucura tem pra todos os preços é só caminhar um pouco que encontra de tudo. Fizemos alguns passeios que indico: o da Jhonny Cay, lindo local com iguanas ao ar livre e no trajeto para lá se vê todas as 7 cores do mar. O segundo passeio foi ao Aquario. Lá vimos peixes e as arraias. Existe um passeio direito para as arraias mas não indico porque é no mesmo local do Aquario e indo ali já é possível ver as arraias. Fizemos a volta na ilha em um ônibu turístico. Esse passeio nos mostrou a ilha como um todo. No trajeto o ônibus passa por pontos turísticos da ilha que não achei interessantes. Não indico gastar dinheiro na Cova do Morgan e nem no Ollho soprador, que é um buraco que toca água para cima, se você tiver sorte. Nós não tivemos. Tem também uma parada na Piscinita. Quem gosta de mergulhar é uma boa pedida. Como não nadamos, preferimos alimentar os peixes. Em San Andres tudo é perto. Caminhamos bastante e nos sentimos seguros sempre. Mesmo na madrugada tem o exército e a polícia na rua. Comemos no Titanic 2 no centro. Lá serve no almoço uma sopa de entrada e depois o prato de sua escolha com peixe, frango ou carne, acompanhados de arroz com coco, uma delicia e salada com valores entre 12 a 20 mil pesos por pessoa. Bem em conta. Bem na frente do Titanic 2 tem um bufett que não lembro o nome. Custa 17 mil pesos e lá servem galinha assada também. Fomos também no badalado La Regata. Foi o dia que gastamos mais e valeu a pena. Gastamos 55 mil pesos por pessoa. Comemos camarão e frutos do mar, uma delicia. Fomos num fast food chamado Presto, na praia de Spratt Bight estilo Mcdonald`s onde gastamos 25 mil pesos por pessoa. Fomos no passeio de barco chamado Noche Blanca, muito cuidado onde e com quem compram a entrada. Compramos de uma senhora na frente do local de saída, deixamos reservado o passeio que tem dança, musica e jantar a noite custo 90 mil por pessoa. Pagamos 20 mil pesos adiantado e no dia quase não embarcamos pois o responsável disse que não havia reserva em nosso nome. Tivemos que esperar todos entrarem para ver se sobrava lugar. Para nossa sorte sobrou lugar e podemos fazer o passeio. Foi uma noite agradável. Dancamos muito ao som dos ritmos latinos e drinques liberados. O jantar teve camarão, peixe e carne com salada bem simples mas muito saboroso. A bebida Coco loco não gostei muito, mas é muito famosa na ilha. Já a danceteria Coco loco fomos duas noites. Lá havia uma mistura de turistas e pessoas locais, músicas latinas do momento reggaeton, salsa, valenatto e algumas brasileiras. Tocou "Ahh lelek" estilo eletrônico na primeira noite, numa sexta-feira, festa nota 10! Todo mundo dançando, uma alegria. A entrada é barata, 15 mil pesos, a bebida é cara: refrigerante 12 mil pesos, cerveja 15 mil, outros drinks acima de 20 mil. Na segunda noite, no domingo, estava meio vazio o local e o DJ era outro que não ajudou muito, nota 7,0, mas valeu a pena demais. Curiosidades: A roupa branca equivale ao nosso pretinho básico. Parece noite de réveillon para nós. O aperto de mão é bem leve nada de ir apertando firme. Os carrinhos de golf estão muito velhos vimos vários quebrando no caminho. Os carrinhos maiores custavam 160 mil pesos para duas pessoas mais o combustível na hora de entregar o veículo. O trânsito é louco, muitas motos. Não tive vontade de andar naquele caos. Fomos a Rocky Cay de ônibus que custa 2,2 mil pesos. Lá se faz uma travessia a pé por dentro do mar, água até o pescoço para chegar na ilha. O táxi não tem taxímetro, mas fomos sempre bem atendidos e os preços foram justos. Nos programamos para gastar 200 mil pesos por dia, equivalente a mais ou menos 230 reais. Ficamos 13 dias no final de fevereiro. Em 3 dias estouramos o orçamento, nos demais sobrou dinheiro. Com o que sobrou fizemos compras no fim da viajem. Quem quer comprar malas, perfumes e roupas de cama la é o local ideal. Curiosidades: o banho é frio, mas o clima é sempre quente. Depois de uns 3 dias nos acostumamos. Mar calmo para quem não sabe nadar ou pretende levar crianças. Ficamos no hostel Acacias tree a uns 20 minutos do centro a pé. Curtimos cada momento na ilha. É indispensável comprar sapatilhas especiais para mergulho, pois as praias possuem muitas pedras e você pode machucar os pés sem elas. Não comprem no Brasil, deixem para comprar na ilha pois é muito mais barato e elas são vendidas em todos os locais, até na beira da praia. Elas podem ser encontradas a partir de 12 mil pesos. Outro item importante para aproveitar o passeio é o snorkel, pois com ele você conseguirá enxergar muitos peixes.

    3 comentários

  8. Missing Gabriele
    Curitiba - PR há 10 meses
    8,0
    Bom

    Os melhores passeios: carrinho de golfe/mule ao redor da ilha, West View, Aquario+Jonny Key, semi-submarino, atravessar à pé da praia até Rocky Key; dá pra fazer a maior parte das reservas dos passeios no quiosque da coopertiva Brothers, na praia principal, com bons preços, mas sem muita organização

    Restaurantes com bons preços e opções vegetarianas: café Juan Valdez (tem em vários lugares); Punta Sul (bem no sul da ilha, bom para o dia de dar a volta na ilha, tem até piscina); Restaurante La Isleña na ilha de Jonny Key (fuja da muvuca); Solar Sol Caribe Sea Flower (na frenta da praça com a estátua de um peixe, melhor custo benefício)

    Hospedagem: melhor ficar em algum hotel/pousada com localização central, mas se for ficar longe, dá pra pegar ônibus (precário, mas eficiente) ou táxi (sempre combinar o preço antes da corrida); verificar se o hotel tem frigobar, água quente, café da manhã, transfer etc.; limpeza pode ser um problema em alguns lugares...

    Câmbio: o melhor lugar para câmbio na ilha é o Bancolombia, no centro

    Outros comentários: o aeroporto tem guarda-volumes com preços honestos; é bom comprar as sapatilhas de borracha para entrar na água (tem em camelôs e em lojas, você decide se quer que ela dure uma semana ou mais...); a ilha é muito linda e, em geral, muito segura

    A infraestrutura local é, em geral, muito ruim em todos os aspectos, apesar da beleza natural do lugar; tem muito lixo espalhado em todos os lugares, principalmente na areia; venta muito; tem cachorros e pombos em todos os lugares; o passeio das mantarrayas (arraias) leva os turistas até a ilha Aquario, cuidado para não comprar o dois passeios separados e repetir, porque eles falam como se fossem coisas diferentes; para entrar na ilha de Jonny Key tem que pagar uma taxa extra na chegada, além do preço do passeio; a ilha tem siesta (um descanso pós almoço, no qual o comércio todo fecha) muito longo, entre 12:00 e 15:30 tá tudo fechado; os preços das lojas não são muito atrativos; mulheres sofrem muito assédio dos locais, é bem chato; vendedores e comerciantes em geral são muito insistentes para tentar arrancar dinheiro dos turistas e muitos são bastante grosseiros no atendimento

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  9. Missing Gilvan
    há 11 meses
    9,0
    Bom

    Todos os passeios
    Restaurantes
    Baixo custo
    Clima

    Baixa infra estrutura local

    3 comentários

  10. Qkcd7 Vilmar Oliveira
    há 11 meses
    10,0
    Bom

    Um dos lugares mais bonitos que já visitei.
    Faça todos passeios e atividades disponíveis.
    O mar de 7 cores é coisa de cinema.

    O povo nativo é meio mal humorado, até atendem bem, mas muitos ficam com a cara fechada, rsrsrsr.

    3 comentários

  11. Images Marden Braga
    Niterói - RJ há 1 ano
    10,0
    Bom

    A ilha é muito bonita. A beleza das praias (e do mar) é indescritível. E olha que conheço diversas praias maravilhosas, tanto no Rio quanto em alguns locais do Nordeste. O povo bastante educado e solícito. Os preços, para um local turístico, são muito bons. Viajei com minhas filhas pequena e elas adoraram. Voltei há poucos dias e estou com muitas saudades. Vale ressaltar somente que cheguei na ilha na véspera de um furacão (Otto), que felizmente virou tempestade tropical, mas mesmo assim foi feio. Então se puderem, evitem viajar na temporada de furacões (novembro parece). Mas vale muito, um paraíso sem dúvida.

    A ilha, em termos de limpeza, deixa a desejar, apesar de o centro ser bem cuidado, os demais locais pecam neste quesito, mas nada demais, nada que nenhum brasileiro não esteja acostumado.

    3 comentários

  12. Missing Dms
    São Paulo - SP há 1 ano
    10,0
    Bom

    Segurança e tranquilidade. Segue abaixo todo o relato dos meus dias em San andres. Viajem San andres com conexão na Colômbia. Dia 30/7/2016 a 11/8/2016.

    Vou procurar fazer um relato simples mas prático da minha viagem para San andres.

    Primeiro de tudo, com respeito a dinheiro a moeda na Colômbia e o peso colombiano. Nossa moeda vale um pouco mais que o peso colombiano. Li muita coisa sobre o que levar na viagem. Tem gente que leva dólar e troca lá por pesos. Isso é melhor que levar Reais para trocar. Mas depois de ler muito, eu acabei comprando pesos colombianos no Brasil (aqui em São paulo) e levei para lá. Fiz uma média de gasto por dia de um casal de 300.000 pesos colombianos(passeios, café almoço e jantar etc) . Não se assuste, lá a moeda é contada assim mesmo com esse monte de zeros. Uma dica: tudo o que vc ver um pesos colombianos corte os zeros e terá um valor aproximado da nossa moeda.
    Levei 3.000.000 de pesos colombianos em espécie. Pois no final das contas, mesmo com câmbio desfavorável aqui, eu achei melhor levar a maior parte em dinheiro e o restante eu tinha um cartão de débito e um de crédito internacional (não esqueça de avisar seu banco e seu cartão de crédito que vc está viajando fora do país durante um período).
    Usei o dinheiro, o débito e o crédito.

    Viajamos pela pela LATAM com uma conexão de 4:30 entre os vôos. São mais ou menos 6 horas ate Bogotá e mais 2:30 até San Andrés. Pegue um tempo bom de conexão para não perde o próximo vôo. Chegando em Bogotá vc passa pela imigração e eles vão lhe dar um papel que o isenta de pagar imposto no país. Guarde-o pois será solicitado na volta. Aliás não precisa de passaporte para viajar. Nos usamos apenas o RG durante toda a viagem. Agora se vc pegar um vôo com conexão no Panamá daí tem que ter passaporte. Mas eu uso a seguinte regra, saiu do país, leva o passaporte, pois sabe-se lá se ocorre algum problema é eles lhe pedem o passaporte.
    O aeroporto se Bogotá e organizado e limpo. Quando vc chega lá terá que ver se sua bagagem será despachada direto para o destino final ou se terá que retirar e reenviar novamente. No dia que chegamos em Bogotá, no avião disseram que teriamos de retirar a bagagem para despachar novamente, porém no guichê da LATAM eles disseram que iria direto. Então certifique-se no guichê da empresa sobre isso, para não ter dor de cabeça depois.
    Ao chegar em Bogotá, vc desce no terminal internacional, depois tem que ir para o terminal nacional.

    Antes disso, vc terá que preencher uma folha que seria como um questionário sobre o motivo se vc está viajando. Da para pegar isso nas esteiras de bagagem num balcão junto a parede. Preencha e siga em frente para entregar a uma das moças que estão num balcão mais a frente. Não são perguntas difíceis, apenas se vc está viajando a lazer se tem algo na bagagem de valor maior que 2000 dólares etc.

    Para ir ao terminal de embarque nacional Tem um acesso dentro do aeroporto para lá, fácil achar, basta perguntar.
    Se vc viajar pela LATAM, no guichê deles tem um local onde vc paga a chamada “tarjeta de turismo”, para entrar na ilha. O valor por pessoa está em 90.000 pesos (30/7/2016). Vc receberá um carnê com três vias. Guarde isso durante toda a viagem até chegar de volta ao Brasil. Tem que pagar essa tarjeta para entrar na ilha.
    Chegando na ilha o aeroporto e pequeno e lá eles vão pedir a tarjeta de turismo, e irão tirar uma das vias e lhe entregar o restante, guarde como eu já disse.

    Vc pode pegar um táxi para o hotel. Mas td lá e muito perto. Veja no Google maps onde está seu hotel e a distância do aeroporto pois as vezes não vale a pena pegar um táxi. Em média eles pedem 14.000 pesos para levar a pessoa até o hotel. Mas negocie o preço antes eles pois eles não tem taxímetro.

    A comunicação na ilha não é um grande problema. Eles entendem nosso “portunhol” e ao mesmo tempo é interessante aprender um pouco da língua. Saimos de lá entendendo bem o espanhol e falando algumas coisas.

    Quanto as praias, todas são limpas. Apenas que em algumas partes da ilha não dá para entrar por que tem muitas pedras.
    Falando em pedras, assim que chegar na ilha compre as sapatilhas de praia. São umas sapatilhas de neoprene com um soldado de borracha para podermos andar sobre as pedras. Da para mergulhar e nadar com elas. Achei prático. Item necessário em todos os passeios. Valor em média 12.000 pesos (agosto de 2016).

    Quanto a alimentação ela não é cara, tem para todos os bolsos:

    Tem um lugar estilo KFC que serve frango frito. Nome do lugar e KIKIRIKI. Muito bom. Por exemplo uma bandeja de 3 pedaços frango com batata frita sai por 13.000 (agosto 2016),serve bem a duas pessoas. Na mesma rua descendo a direita depois da praça tem uma boa sorveteira. Comermos lá todo dia.
    Descendo mais um pouco a mesma rua do KIKIRIKI tem uma outra casa que vende frango e outras coisas muito boa e na frente desse lugar tem um restaurante simples, mas que tem bom pratos a precos acessíveis. Em média um prato lá sai por 15.000 pesos (agosto 2016).
    Uma observação: quase todos os lugares que vendem comida,incluem antes um prato de sopa de legumes ou de peixe. Essa sopa e muito boa, tome mesmo estando o dia quente. Vc não irá se arrepender.

    Segue abaixo os gastos que tivemos com alimentação. Os valores são de agosto de 2016 para um casal sem filhos. No final de cada dia tem o valor gasto no dia:

    Dia 30/7 sábado :
    Almoço/ lanche + café aeroporto Bogotá :36.200.
    Tarja turismo 198000.
    shampo +chocolate : 18.600
    Jantar+camarão empanado+lanche + bebidas :85.000
    337,800

    Dia 31/7 domingo
    Rest. Lá fondita :Almoço peixe inteiro e sopa de legumes incluso. 26.000

    Noite frango dois pedaços com batatas no kirikiki 13.000

    Sorvete taça e com wafer 24.000
    63,000

    01/8 segunda.
    Cadeira de praia 7000
    Almoço 35.000 baby-sitter beff / café 2.000 / coca cola 2.500 / limonada de coco 4.000 = 47.850
    Sanduíche no Qbano: 17.700 com batata e coca.

    Noite janta: Kirikiki 4 pedaços de frango com batata 18.000.
    1 coca lata 2.500.

    Sorvete no Dudas : taça de frutas com sorvete e Brownei com sorvete 20.000
    Gel pós sol 10.000.
    124,000

    02/8 terça : limonada de coco 4000.
    Palito de queijo 2.500.
    Sorvete :8000.
    Costelinha + lanche : 62,000

    Sanduíche + chouriço: 20.000
    96,500

    03/08 quarta
    110.000 carrinho.
    Prato 25.000
    Limonada de coco +coca 13000
    Museu 30.000
    Sapatilhas 24.000
    Jantar : 55.000
    Sorvetes 25.000
    282.000

    04/8 quinta
    Passeio jonh cy entrada na ilha (2pessoas) : 40.000
    Pinha colada:10.000
    Limonada de coco 10.000
    Coca:5.000
    Almoço : 40.000
    Sorvete : 5.500
    2 Limonada de coco :8.000
    Frango kikiriki :13.000
    131.000

    5 / 8 sexta

    Passeios aquário. 50,000.
    Lanche presto 26,000
    Jantar 25,000

    06/08 sábado

    Carrinho golf 100.000
    Compras 21.100
    Bolsa 54.900
    Sorvete 5500
    Creme cabelo + maquiagem 39.400
    Limonada coco 6500
    Jantar 13000

    07/8 domingo
    Cafe com leite 3000
    Tinta 4650
    Almoço 14.000
    Frango 17.700
    Sorvete 5500
    Batata pringles 3.900

    08/8 segunda

    Almoço 23,400
    Jantar costela + lanche 79,900
    Sorvete Pina colada 5,500

    09/08 terca
    Limonada de coco 8000
    Chocolate 13000
    Cafe, maquiagem, pringles 42,400
    Passeio noite blanca 170,000

    Passeios :

    Os passeios são mais em conta do que no Brasil.

    Volta na ilha: faça esse passeio assim que puder. Pois ele dará uma noção do tamanho da ilha. Descanse da viagem e logo no outro dia faça o passeio.
    Tem gente que faz esse passeio 2 horas outros levam mais tempo. Mas se vc quer curtir toda a ilha tire o dia para fazwr o passeio. Saia pela manhã sem pressa.
    Dica: não alugue os carrinhos de golf que oferecem. Apesar de ser mais barato (média de 120.000 o dia) eles são lentos e pode acontecer de vc alugar um muito velho.
    Alugue o que eles chamam lá de “mula”. São um pouco mais caros, mas compensa no final. Para nesse caso vale a regra “o barato sai caro”. As mulas são carrinhos simples sem marcha. Qualquer um pode dirigir pois tem somente freio e acelerador.
    A volts na ilha não tem erro, é a mesma pista a beira mar por toda a volta. Pode parar onde quiser. Os outros motoristas não buzinam pois estão acostumados com os carrinhos. Agora lá a lei de trânsito é, quem chegar primeiro passa. Então não estranhe as barberagens do povo local que basicamente anda de moto. Vc vai ver muitas e muitas motos. Então sempre que for virar, sinalize com a mão e entre devagar. Vc está de férias e não tem que ter pressa!
    Outro passeio muito bom é para a pequena ilha de. Jonhy Cay. Eles vendem esse passeio junto com outros no mesmo dia. Mas o melhor é fazer somente a ilha,pois senão fica muito corrido para aproveitar a ilha. O passeio somente para a ilha sai por volta das 09hs e volta às 15hs o que dá para aproveitar bem o local. Até tiramos um cochilo no meio da ilha. Lá tem restaurantes se quiser almoçar por lá. Mas acho que vale a pena tomar alguma coisinha por lá e na volta comer em San andres mesmo.

    Depois tem o passeio Aquário e Manta Raias. Manta Raias é um lugar onde vc pode ver as arraias bem de perto. Mas a dica é, faça o passeio Aquário e Haynes Cay, pois o local das arraias fica ao lado, ou seja não tem que pagar mais um passeio para ver as arraias. Haynes Cay e uma ilha pequena, mas vale a pena conhecer. Faça esse passeio a tarde.
    Fomos tb num passeio de barco chamado Noche Branca. É um barco que sai as 19hs e fica andando pelo mar até as 23 hs. Durante esse período tem apresentações de dança muito legais e depois uma festa onde todo mundo dança, tipo “balada caribenha “. Bebida e comida inclusos no valor de 80.000 pesos (agosto 2016).

    Enfim, San andres é uma ilha tranquila e muito bonita. Pretendo voltar para lá em breve.
    Ficar lá por 7 dias e o suficiente para o conhecer e curtir tudo.
    Dica final: pesquise, pesquise e pesquise!!! Hoje em dia com a Internet e sites de viagem tão informativos, podemos saber tudo sobre o lugar.
    Eu pesquiso tanto que minha mulher fala que parece que eu já morei no lugar ou já visitei antes
    Faça da pesquisa de suas viagens um passatempo agradável. E contribua colocando seu relato na Internet em todos os sites possíveis. Assim nós viajantes, estaremos nos ajudando.

    Nada que seja significativo.

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    5 comentários

  13. Missing Douglas
    há 1 ano
    9,0
    Bom

    Olá Amigos.

    Estive 15 dias em San Andrés no mês de Outrobro/2016 com a minha noiva, e vou deixar a minha experiência com os pontos mais importantes para quem pretende ir.

    No mês de Outubro é baixa temporada (só eu gastei R$3.400,00 =>> 15 dias no Hotel All inclusive + Avião + Traslado ) e realizei o meu pacote em uma agencia que ficou extremamente barato (só o avião ficou R$900,00 na companhia AVIANCA” preço de banana RS).

    O avião saiu de São Paulo a San Andrés com conexão em Bogotá, (Vôo de madruga), o tempo de São Paulo a Bogotá é de 6 horas de vôo e de Bogotá a San Andres mais 2 horas. Recomendo levar uma blusa de frio na conexão de Bogotá porque lá realmente é frio o ano todo (mas dentro do aeroporto a temperatura é de boa), Ah não se esqueça de levar uma caneta, porque você vai preencher uns 2 papeis com o seus dados na conexão de Bogotá e mais um papel em San Andrés, tive que ficar pedindo caneta emprestado com uma fila de gente pra preencher. Guarde todos os papeis que ficarem com vc pq na saída da ilha vão pedir.

    Chegando a San Andrés fomos recebidos com musica, bem bacana. Os taxis para levar até o hotel, custa certa de uns 20.000 pesos (Só o traslado eu não deveria ter fechado no pacote, já que o taxi é mais barato). Ficamos no hotel ‘On Vacation Caribbean All Inclusive’.

    O Hotel

    A maioria dos Hotéis em San Andrés não tem chuveiro quente ‘então se preparam’, outro ponto importante é que todas as tomadas são padrão Americano, aquela de pauzinho (Nema 5-15p plug). A localização do hotel é boa por estar perto do centro.

    Passeios

    Recomendação: Comprar os sapatinhos de mergulhos ($12.000) e snorkel ($25.000) para levar nos passeios (sempre pesquise os preços , lá é tipo 25 de março cada lugar cobram um preço)

    West View
    Em West View vc paga uma taxa de $4.000 pesos por pessoa para entrar e ganha um pedaço de pão para dar aos peixes.
    Em West View tem mergulho com aquele capacete branco dos Aquanautas ,$90.000 pesos por pessoa, esse passeio não pode levar câmeras fotográficas, eles utilizam uma GOpro e depois cobram $80.000 pesos nas fotos (mas vale muito apena).
    Lá também tem um trampolim de uns 4 metros (grátis), um tobogã (grátis) , Jetboat (barco rápido custa 70.000 pesos por pessoa), Fish Spa Island (massagem nos pés com peixes $25.000 pesos).

    Jet Sky
    Jet Sky na ilha é tipo farofa toda a hora alguém oferece, não feche por mais de $70.000 pesos em 40 minutos, tem que pechinchar ou vão acabar te passando a perna.

    Parasail
    O Passeio do Parasail custa $150.000 pesos por pessoa, apenas um cara faz esse passeio em San Andres, então é quase impossível pechinchar, fechamos direto no local que fica na rua da balada Coco Loko, ao passear por la vcs vão ver um banner com a foto do Parasail em um estacionamento.

    Aquario/Mantarraia e Jony Cay.
    Recomendo pesquisar o valor para esses passeios geralmente são feitos juntos , na primeira vez paguei 80.000 pesos por pessoa com almoço ( Aquario/Mantarraia e Jhonny Cay). Na segunda vez passeando pelo centro na areia da praia tinha um quiosque que realizava vários passeio, Paguei $25.000 pesos por pessoa no mesmo passeio (bem mais barato porem sem almoço), mas o almoço custa uns $20.000 pesos ou você pode levar umas besteiras e comprar uma garrafa de água na ilha (vale mais a pena).
    Nesse passeio ficamos umas 4 horas em Jhonny Cay curtindo na pequena ilha, la vc paga uma taxa de entrada de $5.000 pesos. O pessoal da ilha cobra uns $35.000 pesos para ficar debaixo do guarda-sol (um absurdo) ficamos debaixo de uns coqueiros (bem de boa) e tinha uma galera fazendo isso tbm, depois de Jhonny Cay fomos para a outra ilha que é bem perto (Aquario/Mantarraia) lá a ilha é minúscula, de um lado da ilha fica o aquário com vários peixes bonitos e do outro ficam algumas raias nadando, praticamente é impossível ver uma, geralmente os guias vão buscar uma raia, e a galera fica tirando fotos com ela (essa é a verdade), no (Aquario/Mantarraia) ficamos cerca de 2 horas pq o lugar é pequeno e tem muitos visitantes. (Para ficar o dia todo só no aquário/mantarraia você paga uns 40.000 pesos por pessoa).

    Noche Blanca
    É um barco com apresentações de dançarinos custa $90.000 pesos e a comida é simples, (pela comida diria que não compensa, na hora de vender dizem que tem camarão e lagosta , porém na hora não é nada disso, só tem um tipo de peixe, macarrão e salada , fora que se acabar não tem reposição e vc pode ficar sem comer algo, porém a bebida é a vontade). Diria que compensa pela apresentação e pelas danças. As mesas são compartilhadas com outras pessoas (meio ruim quando vc quer sair pra beber algo ou ir ao banheiro)

    Transporte

    Em San Andres pegamos uma moto das 09h00 as 18h00 por $60.000 pesos (a scooter chega a 80km/hr) bem mais rápido e barato do que o carrinho de golf , que custava 90.000 pesos. Os ônibus custam uns 2.000 pesos, porém não pegamos, porque estávamos no centro e pegamos a moto para conhecer toda a ilha. Além disso, a ilha passa por varias reformas na pista , causando transito algumas vezes, porém a moto tem preferência de passagem sempre rs. Obs: não tem fiscalização de transito usamos a moto sem capacete sem retrovisor e nem precisa de carteira de motorista rsrs.

    Compras

    Em San Andrés não tem imposto nos produtos, porém não achei barato, parece que o imposto que foi tirado dos produtos foi adicionado no lucro para a ilha. Os produtos importados são praticamente o mesmo valor que eu pagaria aqui no Brasil. Vale a pena comprar alguns produtos que não são encontrados no Brasil (Achei mais barato os produtos do Free Shopping no aeroporto de Bogotá/San Andrés do que na própria ilha). Mas barato mesmo são os produtos da própria Colômbia. Fomos a um mercadinho local que o povo da ilha faz as compras, e la sim os produtos são baratos até alguns importados são mais em conta.

    Comida

    No hotel a comida era boa, lembrava aqui do Brasil, fora o café da manha que tinha muita fritura. No centro há bons lugares para comer, Café-café oferece grandes variedades de coisas, porém o mais daora que achei foi o hambúrguer do El corral ($30.000 pesos completo), e a comida Tipo “Outback” do Beer Station que é super barata e saborosas (porção de batata $5.000 , porção de cebola $7.000, costela $30.000 ).

    8 comentários

  14. P643r Luiz Fernando Campelo
    há mais de 1 ano
    10,0
    Bom

    a ilha é simples, mas com uma beleza exuberante...
    as cores do mar, os passeios são incriveis..

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    3 comentários

  15. Ra3h2 renan
    campo grande - MS há mais de 1 ano
    10,0
    Bom
    1 comentário

  16. 1383420163726 Thamires Biagi
    São Paulo - SP há mais de 1 ano
    10,0
    Bom

    O lugar é Fantástico, uma beleza que meu Deus... sem palavras! A comida é maravilhosa, a ilha é maravilhosa, os passeios, e o clima então?! Demaiis.
    Super indico.
    Os nativos da ilha são super receptivos. A praia de San Luis realmente é muito linda. Me hospedei no Decameron San Luis, super recomendo, pois tem um serviço de All Inclusive muito bom, fora que os horários das refeições também coincide com o horário dos passeios, então não tem nada de negativo nesse lugar.
    Pra quem vai, bom passeio e uma ótima viagem =D

    Nada.

    1 comentário

  17. Missing tatiana
    porto alegre - RS há mais de 1 ano
    6,0
    Ruim

    Amei as pessoas de lá, a água, os passeios, comidas, recepção...

    Fiquei muito chocada com a quantidade de lixo na beira da estrada, justamente a que todos os turistas passam para conhecer a ilha. Antes de viajar para lá, li muito sobre o destino e, para minha surpresa, me deparei com um lugar do qual não se identificava com os comentários que tive acesso. Nenhum deles comentava sobre a sujeira do local. Então ninguém se importa com isso, com o lixo, com a sujeira? Fiquei muito triste, mesmo. A beleza natural de San Andrés está ameaçada, apenas isso. Se as pessoas não tiverem educação e conscientização sobre o que estão fazendo, nada mais salva. É lata de refrigerante, garrafa de cerveja, embalagens, copos, um nojo e uma imundice sem fim. Uma pena que o homem consiga destruir a natureza com gestos tão pequenos.

    1 comentário

  18. Dscn2314 Gilberto de Brito Ferreira
    São Paulo - SP há mais de 1 ano
    9,0
    Bom

    RELATO VIAGEM À COLOMBIA – BOGOTÁ E SAN ANDRES
    ABRIL DE 2016
    O início:
    Prometi uma viagem à minha esposa em comemoração aos nossos 25 anos de casamento, desde o início pensei no Caribe, Punta Cana (República Dominicana) ou Cancun (México) e iniciei as pesquisas. Tinha optado por Punta Cana, afinal , para mim a ocasião era a opção mais propícia, muita tranquilidade, ficar todo o tempo em um Resort à beira mar e revezar praia – instalações – refeições inclusas – praia novamente. Diferentemente de Cancun que tem muito mais agito, atrações e parques a serem visitados (conforme relatos, pois não conheço ambos os lugares). Assim programei fechar um pacote através do site Zarpo (tem inúmeras opções e preços. Porém, sugiro que antes de fechar vejam o mesmo pacote ou parecido na CVC, decolar, expedia e outros)
    No entanto, por conta de necessidades da família o recurso reservado para a viagem precisou ser utilizado, tive que recomeçar todo planejamento.
    Inicialmente mantive os locais acima citados em mente, mas teria que ser com milhas agora. Verifiquei meu saldo de milhas Múltiplus à época e vi que seria insuficiente, e muito!!! para qualquer dos lugares, então programei juntar mais e mais pontos por mais um ano (sem aumentar os gastos, só otimizando as despesas em estabelecimentos que poderiam render mais pontos, como: Tripadvisor; Movida; KM de Vantagens, Ponto Frio, etc).
    Elaborei uma planilha com previsão, acompanhamento e cronograma de acúmulo de pontos. Finalmente em julho de 2015 eu amealhei 100.000 pontos, porém precisava correr contra o tempo, pois, em breve mais de 10.000 milhas expirariam. Com os pontos em mente e a corrida contra o tempo, fiquei vários dias pesquisando os lugares planejados e verificando se havia alguma promoção da TAM/Múltiplus que encaixassem na minha pontuação. Acontece que, eram insuficiente para Punta Cana (35.000 por trecho ou seja 140.000 o casal ida e volta), e para Cancun (30.000 por trecho ou 120.000 o casal), assim recomecei a pesquisar um novo local no Caribe . Após viajar por inúmeros sites (especialmente o Melhores destinos que tem para cada local dicas de: quando ir; como chegar; onde ficar; o que fazer; onde comer; praias; passeios; compras; pontos turísticos; transporte; vida noturna; fotos; mapas; dinheiro; fórum; avaliações e demais dicas) e blogs, foi surgindo San Andrés na mente, ainda mais que a pontuação necessária era 20.000 por trecho totalizando 80.000 o casal.
    Pesquisei uma data apropriada dentro do prazo de validade de emissão de passagens e optei por abril por ser o mês com menor incidência de chuva e tempo nublado (pesquisei no site Melhores destinos e no Blog Praiômetro do site Viaje na Viagem), pois, se San Andrés tem um sol para cada um, queria o meu sol, todos os dias.
    Definido o mês, estimei uma data e comecei a procura pelo hotel (Booking, Hoteis.com, Expedia, Decolar, CVC, Bestday, etc.), optei pelo Hotel GHL Sunrise por conta da ocasião (Lua de mel de 25 anos), e fechei com a Hoteis.com, pois tinha a opção de pagar no cartão de crédito em 12x sem juros, e claro, mais pontos para mais milhas.
    Programei 7 noites em San Andrés, no entanto, o meu vôo tinha uma conexão em Bogotá, com partida para San Andrés apenas no dia seguinte, assim, pesquisei também hotel em Bogotá, a principio fechei com o Hotel “A Bogotá On Holidays” através do Booking, , preço acessível, próximo do Aeroporto (pensei em não pegar transito na manhã seguinte na ida ao aeroporto) e com Transfer gratuito. Posteriormente, cancelei a reserva e fechei um Hotel mais apropriado à ocasião, o Habitel, ainda mais próximo do aeroporto de também com Transfer gratuito, através da Bestday.
    Segredos:
    Quanto mais antecipada e planejada a viagem, maior a possibilidade de sucesso e sair o mais próximo do planejado possível. Hoje a internet disponibiliza milhões de informações para pesquisa e análise. Assim, pesquise muito em sites e blogs sobre o local que irá e veja a opinião das pessoas que foram. Quanto mais opiniões melhor, afinal existem milhares de comentários para o mesmo lugar, hotel ou passeio, há inúmeras opiniões desde os que amaram até os que odiaram, assim você vai filtrando e adaptando os comentários para sua visão e gosto.
    Locais de pesquisa para dicas do Local: Tripadvisor, Melhores Destinos, Viaje na Viagem, Mochileiros.com, etc.
    Pesquisas de passagens e/ou hotéis ou ambos Ver nas Aéreas (TAM/LAM, GOL, AVIANCA e COPA), além de CVC, Expedia, Mundi, Decolar, KAIAK, KIWI, Skyscanner e Viajanet (veja o link quando viajar)
    Câmbio:
    Após pesquisas optei por levar apenas 200 dólares para trocar no Aeroporto de Bogotá e ter dinheiro para as primeiras despesas na Capital Colombiana. O Restante no montante de 950 dólares transferi via Western Union, pois na transferência a cotação é muito melhor que no câmbio.
    A melhor cotação que vi no Aeroporto de Bogotá, nas casas que fui é a da Alcansas, fica quase em frente à saída da sala de desembarque. Assim que sair, pegue à direita no corredor a loja fica no lado esquerdo. Se sair pelo lado esquerdo notará que haverá uma outra casa de câmbio, porém nessa o câmbio é péssimo.
    A cotação no câmbio para mim ficou assim, 1000 pesos = R$1,26
    Troquei 200 dólares por 564.000 pesos, ou seja, cada dólar foi trocado por 2.800 pesos. Eu paguei em São Paulo R$3,85 por dólar, no total gastei R$770,00 pelos 564.000 pesos, ou 732,46 pesos por dólar.
    Sacamos o valor transferido na Western Union. Transferimos R$3.650,00 que resultou em 2.941.141 pesos já com taxas e IOF. Sacamos 2.936.517,18, pois cobraram 4.623,82 pesos de taxa. Assim o valor transferido via Western para nós ficou na cotação de 804,52 pesos para cada real. Taxa bem melhor que o Câmbio em Bogotá, que ainda é melhor que o de São Paulo para a troca de dólares por peso. Assim para mim a cotação de minha viagem ficou em 791,97 pesos por real (R$4.420,00 = 3.500.517,118 pesos). Para facilitar a comparação de preços em real para cada 1000 pesos nos pagamos R$1,26 (1000 : 791,97 = 1,26).
    Passaporte ou RG?: Não é necessário passaporte para entrar e permanecer na Colômbia, o RG atualizado é suficiente, no entanto, aconselho a tirar o passaporte pois o tratamento é diferente, na alfândega, nas casa de câmbio, no Hotel, na Western Union. O Passaporte tem hoje validade de dez anos e com certeza estará disponível para outras viagens.
    Vacina: Não é necessária a comprovação de vacinação da febre amarela para entrar na Colômbia, no entanto, recomendo pois o Governo Colombiano ou o Governador de San Andrés poderá solicitar a qualquer momento e atrapalhar a viagem de alguém na véspera. A vacina tem validade de 10 anos.
    Relato Dia a dia.
    A Programação foi alterada principalmente por conta do fechamento de Cayo Bolivar, então alterei algumas datas de passeios.
    Primeiro dia.
    - Embarque em Guarulhos. Voamos pela LAN, Nave moderna, o atendimento foi bom, cumpriu nossas expectativas, em tempos de crise não imaginamos algo superior aos serviços prestados pela companhia.
    - Em Bogotá fizemos o câmbio na Alcansas Câmbio, conforme relato acima citado.
    - Jantamos no Aeroporto no restaurante Crepes e Waffes, imperdível. Quem passar em Bogotá faça um esforço para comer lá. Gastamos (2 pessoas) 46.300 pesos (R$58,33), com uma sopa mexicana de frango, um prato de bolonhesa com queijo, uma cerveja Aguila Ligth, uma limonada de coco e um crepe de banana delicioso. Demos nota 8,5 para servir como parâmetro para as outras avaliações gastronômicas.
    - Depois tomamos um Café no Juan Valdez Café – 5200 pesos (R$6,55), muito bom, vale a pena experimentar, achei melhor do que o Starbucks.
    - Solicitei o Transfer para o Hotel Habitel (gratuito).
    - O Hotel Habitel, é excelente, valeu a pena cada centavo gasto. Nota 8,5
    Segundo Dia.
    - Tomamos o Café da manhã no Habitel, muito bom.
    - Pegamos o Transfer do hotel para o Aeroporto (gratuito).
    - Compramos a Tarjeta Turística no Balcão da LAN. 52.000 pesos (R$65,52) por pessoa.
    - Chegamos em San Andrés, ao som de música caribenha. Uma banda local dava boas vindas aos turistas. Logo descobrimos que os islenhos são pessoas simpáticas e tranquilas. Basta dar um sorriso e dizer olá (ollah!!!), como estás? Eles respondem prontamente e então abre-se a oportunidade de iniciar boas conversas.
    - Pagamos 8000 pesos (R$10,08) para deixar duas malas no Guarda Volumes do Aeroporto.
    - Pegamos uma taxi parra o centro, para irmos a Western Union (WU) sacar o valor transferido, o taxista cobrou 16000 pesos (caro), mas no final da corrida cobrou 15.000 (R$18,90). Você tem de sacar o envio de uma só vez.
    - Sacamos o valor transferido na Western Union em um agente próximo do Hotel GHL Sunrise, tranquilo, melhor opção para valorizar seus reais.
    - Almoçamos no restaurante Gourmet Shop que fica entre a agência da WU e o hotel. O Gourmet tem uma decoração diferente, com centenas de garrafas de vinhos e outras bebidas penduradas no teto. Gastamos o valor de 66.000 pesos (R$83,16). Embora o valor para o casal em relação ao Brasil não ficou caro, porém em relação ao Crepes e Waffes ficou caro e nossa avaliação para a o Gourmet foi 6,5.
    - Comprei os dois pares de sapatilhas ou sapatilhas (obrigatórias para andar na maioria das praias e não machucar os pés nos corais), por 12.000 pesos cada (R$15,12) e dois pares de Snorkel por 27.000 pesos cada (R$34,02). Infelizmente, o modelo que comprei muito mais caro que os mais simples no valor de 15.000 pesos, não vedavam completamente e entrava muita água. Para usar necessitávamos ficar apertando contra o rosto. Nos diversos passeios que fizemos, vimos as pessoas usando os modelos mais baratos sem problemas. Como os produtos na grande maioria são chineses e estão lacrados, não testamos na hora da compra. Comprei também em uma perfumaria protetor solar fator 80 por 28000 pesos (R$35,20).
    - Fizemos Check-in no Hotel GHL Sunrise às 15:00 horas. O hotel é muito bom, suas instalações são modernas e muito limpas. Ficamos mais animados ainda quando, chegamos ao nosso quarto no 5º andar e fomos presenteados com janela e varanda de frente ao lindo mar do caribe. Aproveitamos o final da tarde e o início da noite para curtirmos a piscina. Para nós a localização foi perfeita, pois estávamos perto do local onde saem os passeios, próximos do comércio e de vários restaurantes. Eles informam que há uma taxa de 3000 pesos por dia por pessoa para usufruímos o seguro do hotel, no entanto, o atendente que fez o nosso check-in disse que era opcional, então não paguei a taxa. Nota 8,0 (levando em conta apenas as instalações do quarto)
    - Dentro do Hotel tem uma agência de turismo que vende passeios. Dentre os agentes, fechei alguns passeios com o Karamelo. Ele é muito comunicativo, no entanto, ele sempre coloca os preços um pouco acima dos preços das demais agências da ilha, que tem os preços muito parecidos, dando a impressão que são tabelados. Ao lado do Sunrise tem a agência Portofino que fica no porto onde saem parte dos barcos e dos passeios. Vale a pena ver os preços lá para ter uma base e assim negociar com o Karamelo ou outros. Ao pechinchar com o ele abaixa o preço para os patamares das demais agências e ainda diz que é com desconto para “Brasilll”. A vantagem de fecharmos com ele é que para quem está hospedado no Sunrise há a comodidade dos passeios saírem do porto do hotel ao lado da piscina e da praia particular.
    Inicialmente havia programado para no terceiro dia ir para Cayo Bolivar, que à época da pesquisa custava 180.000 pesos por pessoa, mas com a proibição do passeio pelas autoridades governamentais, alteramos o roteiro e antecipamos o roteiro para Jhonny Cay.
    Fechei o passeio para o dia seguinte por 15.000 (R$18,90), pesos por pessoa, paguei mais 23.000 pesos (R$28,90) por pessoa e incluí o almoço e refrigerante. Na entrada da ilha há a cobrança de uma taxa no valor de 5000 pesos (R$6,30).
    - A noite fomos jantar no melhor e mais famoso restaurante da ilha, o La Regatta. Fiz reserva via internet ainda no Brasil, antes de embarcar, pois o local é bem concorrido, está sempre lotado e ir sem reserva poderá resultar em espera ou na impossibilidade de jantar. A comida é maravilhosa, na nossa avaliação a nota é 9. Pedimos “Fiesta Náutica” uma travessa caprichada de frutos do mar com Lagosta, camarão, lula, polvo, ostra, etc., e também uma salada maravilhosa acompanhada de uma cerveja Aguila e uma limonada de coco (suco delicioso). O valor desembolsado foi de 120.000 pesos (R$151,20), pela qualidade, sabor e quantidade dos pratos, em relação à São Paulo, achamos o valor barato.
    Terceiro dia
    - Embarcamos para Jhonny Cay no cais/porto privativo do Sunrise. O percurso dura alguns minutos pois a ilha é bem próxima. Nesse dia havia muita gente na ilha, assim que chegam os barcos o pessoal da taxa turística vem cobrar, juntamente com eles chegam também o pessoal dos restaurantes ligados ao seu barco e/ou agência para marcar o horário do almoço e dar instruções.
    - A ilha é realmente muito bela, as aguas nas diversas cores são muito, muito transparentes. Próximo ao desembarque e em frente aos restaurantes há uma praia onde é possível tomar banho, pois na maior parte da ilha os corais impedem a entrada na água. Após uns mergulhos, fomos dar a volta na ilha tirando fotos, a visão é espetacular, em alguns poucos locais com acesso entramos na água, concluímos a volta na ilha e voltamos ao ponto de origem, onde entramos novamente na água até o almoço e depois do almoço até o horário de embarque de volta para San Andrés.
    - O almoço é razoável, o peixe é bem servido. Vale pelo custo benefício e evitar perda de tempo entre encomendar e ser servido. No nosso caso, só estavam disponíveis os refrigerantes de marca e fabricação colombiana, razoáveis. Experimentem o de Maçã.
    - Após o retorno por volta das 14:30 curtimos a piscina do hotel.
    - À noite estávamos sem fome e resolvemos então comer lanche em uma pequena lanchonete quase em frente ao hotel. Gastamos 27.500 pesos (R$34,65), no total.
    Quarto dia
    - Programamos conhecer e curtir a praia de Spatt Brigth, fomos á pé. Minha esposa comprou uma canga com o desenho da ilha por 17.000 pesos (R$21,42), depois encontramos por 12.000 (R$15,12), minha esposa encomendou várias para presentes, mas a mesma canga em alguns lugares estava 25.000 pesos. No caminho da praia os agentes de turismo sempre nos interpelavam “Brasilll” e ofereciam passeios e aluguel de carritos (carrinho) de golfe e Mula (um carro maior e mais potente), os preços eram muito parecidos e quando alguém dava um preço acima, logo falávamos que estava caro e eles voltavam a “tabela”.
    - A praia fica em frente ao calçadão da Peatonal, cheia de coqueiros, muito bonita com águas dignas do caribe. Havia também muita gente, como era domingo além de turistas brasileiros, chilenos, argentinos, colombianos, havia muitos islenhos (pessoal da ilha). No entanto, nos outros dias que passamos por lá, embora em dias da semana a praia continuava cheia.
    - Como no Brasil, há muitos vendedores nas praias, eles vendem uns salgados típicos de lá, manga verde com sal, coco entre outras coisas. Interessante que o coco vem inteiro, mas sem a casca grossa, apenas com a carne e com a água, pagamos 5000 pesos (R$6,30) a unidade.
    - Almoçamos ao lado da Praia, há vários restaurantes um ao lado do outro. Tinha o Beer Station, o Café Juan Valdez, uma Cevicheria e o El Corral (parecido com o Mac Donalds). Escolhemos por indicação de um amigo almoçar no El Corral, pedimos dois combos (hambúrguer, batata frita e refrigerante), optamos por hambúrguer na brasa (carbonara), simplesmente uma delícia. Pagamos 54.000 pesos (68,04). Para sobremesa escolhemos um sorvete de morango (fresa), parecido com o sundae do Mac. Nota 7,5
    - curtimos a praia e depois andamos no calçadão até o final da tarde.
    - Como não estávamos com muita fome par jantar, optamos por pedir dois combos no Juan Valdez Café. Vem um café quente ou gelado acompanhado de um salgado ou bolo doce, nosso caso pedimos rolito de canela, uma delícia. Pagamos nos dois combos 15.000 pesos (18,90). Nota 8,0. Para completar o “jantar” , pedimos ao lado, no El Corral, 2 pie de limão e maçã, idêntica às tortas do MAC, pagamos nas duas 9.600 pesos (R$12,09).
    - Voltamos ao hotel e fomos para a piscina.
    Quinto dia
    - Alugamos um Carrinho de Golf por 90.000, até as 17:30 horas, com o Hélio que fica em frente ao Hotel e pegamos o carrinho na mesma rua do Sunrise.
    - O tão esperado passeio teve início. Sem dúvidas é imperdível para quem vai a San Andrés. Dar a volta na ilha e ver de pertinho o mar do caribe com suas diversas cores, parar para tirar fotos e dar um mergulho onde quisermos, claro, quando possível, pois alguns lugares não há praia, há uma barreira de corais, é espetacular.
    - Chegamos em La Piscinita e assim que estacionamos o carrinho, apareceu um rapaz simpático que ofereceu uma “barbada”, por apenas 30.000 pesos por pessoa o passe para usufruir La Piscinita e o Club privê do Hotel que fica em frente. Não aceitamos e fomos observar o pessoal nadando e pulando no trampolim. Já estávamos indo embora quando minha esposa perguntou para o segurança quanto que era para usar La Piscinita, ele disse que não custava nada, voltamos então e usufruímos o local. Muito bonito, tem uma prancha para saltos e uma escada para quem quer apenas nadar sem pular. Realmente o clube do hotel fica ao lado, tem toboágua e outras atrações, mas achamos que para nós não valeria a pena, pois tínhamos muito que ver ainda.
    - Partimos e pouco depois chegamos em West View, para entrar pagamos 4.000 pesos cada (R$5,04). Alugamos também coletes por 5.000 pesos cada (R$6,30). Quando pagamos a entrada recebemos pedaços de pão para atrair os peixes e fotografá-los. O local é lindo, tem-se uma visão maravilhosa do espetacular mar do Caribe. Lá tem uma prancha para salto, toboágua e uma escada. O local é muito fundo, mas a visão do fundo do mar é fantástica. Ao lado fica o espaço para o passeio chamado acquanautas, esse passeio não nos interessou.
    - Seguimos em frente e paramos para almoçar na Praia de San Luís no restaurante El Paraíso, a visão é demais, as mesas ficam em frente à praia. Fizemos o pedido e enquanto esperávamos, dei uns mergulhos e minha esposa registrava tudo na câmera. O almoço foi muito bom, saboroso. Pedimos um peixe que acompanha arroz e salada e um caldo de peixe, além de um suco e Cerveja Águila, a conta ficou 55.000 pesos (R$69,30). Para nós nota 7,5.
    - Após o almoço passamos pela praia do Hotel Cocoplum e mais a frente fomos até o local que dá acesso à Rock Cay, a pequena ilha que fica ao lado de uma embarcação encalhada. É gratuito o acesso, pagamos apenas o armário para deixarmos as nossas bolsas, pois para chegar à ilha, temos de caminhar mar adentro.
    - Seguimos em frente, rumo ao Hotel para entregarmos o carrinho e continuamos a usufruir as belas paisagens de San Andrés. Passeio imperdível, faríamos novamente se tivéssemos mais um dia livre no nosso roteiro.
    - À noite não estávamos com fome, pois almoçamos tarde, então pedimos em uma lanchonete quase em frente ao Hotel um pedaço de pizza, tipo brotinho e refrigerantes, pagamos 15.500 pesos (R$19,53) e levamos comermos no quarto.
    Sexto dia -
    - Programamos neste dia Aquário e Hannyes Cay em um dia exclusivo, pois as agências também oferecem um passeio que faz no mesmo dia Aquário Hannyes Cay e Jhonny cay, mas achamos muito corrido. O valor é 15.000 pesos por pessoa (R$18,90) para o período de 09:00 às 12:30. O Local é muito bonito, tanto Aquário, quanto Hannyes, porém para mergulhar e tirar fotos junto aos peixes Aquário é muito melhor. No local tem uns quiosques que vendem por 1.000 pesos (R$1,26) um pedaço de pão para você alimentar os peixes atraí-los para perto de você. Tinha muita gente no local, mas dá para se afastar um pouco e ter certa privacidade. Tem um fotógrafo que se oferece para tirar foto sua junto com os peixes, ele vai disparando a máquina e jogando pão, os peixes ficam alvoroçados e você imagina que sua foto vai ser uma maravilha. Esse camarada entrega as fotos no hotel, de início você não percebe, mas depois você verifica que os peixes que aparecem ao seu lado na sua foto, é uma montagem.
    - Voltamos e almoçamos próximo ao hotel em um restaurante nativo frequentado principalmente por islenos. Tipo PF, chegamos tarde, e não tinha mais peixe, só carne de frango e bovina. Não lembro o nome, mas fica próximo do restaurante Bocca de Oro e do Gourmet Shop, fica na rua atrás desses restaurantes, em frente à diversas lan house. Gastamos 26.000 pesos (R$32,76), dois pratos e dois refrigerantes, como estávamos com fome deu para o gasto. Nota 5.
    - Após o almoço fomos comprar lembranças e conhecer os supermercados da ilha. Praticamente quase todos os produtos são importados, na ilha não se produz quase nada. Os valores são parecidos aos do Brasil, muita coisa é até mais cara, poucas são mais em conta. Não compramos quase nada. Quanto às lembranças, os preços variam muito, como já disse, minha esposa comprou cangas a 12.000 para levar de lembrança, mas em alguns lugares a mesma canga estava 25.000. Ela comprou também, bolsas de praia por 16.000 pesos (R$20,16) e porta moedas de couro à partir de 6.000 pesos as menores (R$7,56). Quase em frente ao La Regatta e ao Lado do Restaurante Miss Célia, tem um casarão onde tem vários quiosques vendendo produtos típicos e lembranças. Há uma rua travessa da Peatonal e outras nas adjacências que vendem também lembranças.
    - No final da tarde tomamos um café, muito bom, que lembra o Juan Valdez, na Padaria ao Lado do Sunrise, tem mesas na calçada, ideal para bater papo e degustar o café colombiano. Gastei 11.800 pesos (R$14,86), com 2 cafés e um bolinho. Nota 8.0.
    - Jantamos no Restaurante Tico-Tico na Peatonal. Um pequeno restaurante que serve Ceviches, há várias recomendações nos blogs sobre a ilha. Na verdade só eu jantei, minha esposa tomou apenas um refrigerante, eu comi um Ceviche e tomei uma cerveja. Muito saboroso, valeu a pena experimentar. Gastei 21.000 pesos (R$26,46), metade do que gastaria na Cevicheria ao lado do Corral e do Juan Valdez. Nota 8,0
    - Retornarmos para o Hotel e curtimos no jardim próximo à piscina um Show de Reaage com uma Banda local.
    - Sétimo dia.
    - Vai dando a sensação de fim de viagem, é horrível.
    - Acordamos nesse dia mais tarde e depois do café da manhã, fomos para a piscina.
    - No almoço comemos um mix de castanhas que compramos nos mercados locais, pois estávamos sem fome e o passeio da tarde, exigia uma comida leve.
    - O Passeio que programamos para esse dia foi o melhor de todos. Dar a volta na ilha com uma Lancha. Fechei o pacote no dia anterior diretamente na agência Portofino por 75.000 pesos por pessoa (R$94,50), valeu cada centavo. O Passeio chama Volta à Ilha – Nathional Geografic. A Lancha sai por volta das 14:30 e retorna às 17:30. Leva aproximadamente 16 pessoas, mas nesse dia fomos premiados, foi um passeio VIP, quatro casais estavam programados para o passeio, mas só fomos nós e um casal mexicano compareceram, assim, a Guia Deida, gente finíssima, ficou disponível pra nós exclusivamente por todo o passeio. Ela também tira fotos e filma durante o passeio, ela cobra no início da viagem 50.000 pesos (R$63,00), mas se pechinchar sai por 30.000 (R$37,80), ela entrega o DVD no Hotel ou na recepção da agência Portofino.
    - Eles fornecem o Snorkel (careta) para usar no passeio. Quando fecham dizem que tem água e refrigerante à vontade, mas no nosso só tinha água.
    - A lancha faz três paradas durante o percurso. A primeira próximo à Aquário, ancoraram a lancha em um ponto onde o azul é cristalino e de tonalidade quase transparente, próximo à uma local que o azul é mais escuro, quase um azul royal. Se consegue nadar apenas mais ou menos, desça de colete, pois a correnteza é muito forte, lá vimos dezenas de arraias (mantaraias) de diversos tamanhos onde os turistas podem tocá-las e pegá-las, o guia trás para o grupo. Também é possível ver diversos tipos de peixes, agora o mais interessante e assombroso é a divisa do mar onde os dois tons de azul se encontram, ali há um abismo, como uma gigantesca duna submersa, falaram que tem aproximadamente uns 20 metros de profundidade, é assustador, mas ao mesmo tempo espetacular.
    - A segunda parada é próxima a piscinita, um local onde há intensa atividade de mergulho, onde se localiza o museu submerso de San Andrés, onde há várias esculturas no fundo do mar. Nesse ponto a Deida pede para você colocar o Snorkel e segurar uma corda, ai o barco vai puxando bem devagar os turistas para visualizarem o fundo do mar, cuja profundidade varia de 10 a 20 metros. Incrível.
    - A terceira e última parada é entre Jhonny Cay e a praia de Spartt Brigth, um local que passei próximo de Jet Ski (oitavo dia), e que não tivemos ideia da profundidade, uns 15 a 20 metros. Nesse local a Deida ao mergulhar solta comida para os peixes que aparecem de todos os lados e você fica no meio deles, dá até para tocar e ela começa filmar todos os turistas rodeados de peixes, muito lindo. Vimos até uma gigantesca arraia parcialmente enterrada no fundo usufruindo um descanso.
    - O passeio foi fantástico. Nota 9.
    - Jantamos no Restaurante Barracuda do Hotel Sol Caribe Sea Flower, próximo ao Sunrise, na mesma praça onde fica o Bocca de Oro e o Gourmet Shop. Funciona à partir das 19:00 horas, Lá é cobrado o valor de 30.900 pesos por pessoa (incluídos os 10%), gastei 61.800 (R$77,86) por um Buffet à vontade, com bastante variedade de saladas e pratos quentes e frios, incluídas duas taças de vinho e com direito à mesa de sobremesa à vontade. Ao menos no dia que fomos as opções de carnes eram controladas e servidas por uma funcionária do hotel. Mas a comida é boa. Nota 8,0.
    - Oitavo dia
    - Usamos a parte da manhã para terminar de comprar as lembranças.
    - Almoçamos em um restaurante nativo onde os islenhos almoçam, mas havia vários estrangeiros inclusive brasileiros. Você come à vontade e escolhe as carnes disponíveis bovina ou frango ou filé de peixe ou o peixe inteiro frito, o valor varia de 16.000 a 20.000 pesos (R$20,16 à R$25,20), por pessoa, incluído Chá gelado (Nestea), à vontade. Razoável, vale o custo benefício, gastei 36.000 pesos para os dois (R$45,36). Na nossa avaliação nota 7. Esqueci o nome, mas é em frente ao restaurante que almoçamos no sexto dia, na mesma calçada das diversas Lan house.
    - A tarde fomos até a Peatonal para passearmos de Jet Sky. O preço médio é 50.000 pesos (R$63,00) por quarenta minutos. Fizemos uma hora de passeio. Depois fomos curtir a praia de Spratt Brigth.
    - No final da tarde fomos ao Juan Valdez Café e compramos 2 combos – Café e Rolito de Canela, por 15.000 pesos (R$18,90), experimentamos também uma arepa de pollo (frango) POR 3.000 (R$3,78), de uma senhora que estava ao lado do Juan, uma delícia. Por fim tomamos um Shake no El Corral por 9.600 pesos (R$12,09), um delícia.
    - Voltamos para o hotel e aproveitamos a piscina até as 20:30
    - Nono dia
    - Com muita tristeza nos despedimos de San Andrés, o período que passamos foi suficiente para conhecermos a ilha, mas sinceramente mais uns três dias seriam bem vindos, para repetirmos alguns passeios.
    - Partimos pela manhã e chegamos em Bogotá aproximadamente 13:30 horas. Pegamos um taxi (20.000 pesos = R$25,20), e fomos até o Shopping Grande Estação. É um grande Shopping perto do aeroporto, uns 10 minutos de distância. Tem várias lojas de grife, algumas conhecidas internacionalmente outras conhecidas na Colômbia apenas. Almoçamos na praça de alimentação em um pequeno restaurante que oferecia em promoção peixe com arroz, salada e batata frita por 12.000 pesos (R$15,12), cada prato. Muito bom. Nota 7,5
    - A tarde um amigo nos buscou no Shopping e nos levou para sua casa. Tomamos um lanche no início da noite e depois nosso amigo levou-nos para o aeroporto. Embarcamos às 21:30 de volta para o Brasil, encerrando assim nossa maravilhosa viagem na certeza de que um dia voltaremos, provavelmente numa turma com nossa família e nossos parentes.
    COMUNICAÇÃO – Tranquila, dá para entender e ser entendido com o portunhol.
    SEGURANÇA – Sempre que chegamos a um local desconhecido ficamos apreensivos, especialmente os que vivem nas grandes metrópoles brasileiras, mas já nos primeiros dias percebemos que San Andrés é tranquila e segura. Claro que como em qualquer lugar devemos tomar cuidado onde andamos especialmente em que horários. Durante nossa estada não ouvimos ou testemunhamos nada, embora antes da viagem e depois que retornamos vimos alguns relatos de moças que tiveram suas bolsas furtadas, especialmente quando circulavam a ilha sozinhas em carrinhos de golfe.
    - San Andrés - Como já ciente através das inúmeras pesquisas que fiz, a ilha é um local paradisíaco especialmente pelas suas praias. Mas é um local simples, com uma infraestrutura precária, alguns locais tem sujeira espalhada, nada muito diferente de algumas capitais do Brasil à beira mar que, carecem de maiores cuidados. Não tem o glamour e a estrutura de outros locais famosos do Caribe, mas vale a pena conhecer, provavelmente você como a maioria dirá que voltará com certeza.
    Avaliações hotéis: Habitel (Bogotá) = 8,5 – GHL Sunrise = 8,0 levando em conta só as instalações do quarto.
    Avaliações Gastronômicas: Crepes e waffes = 8,5 Gourmet Shop = 6,5 La Regatta = 9,0 El Paraíso = 7,5 Tico Tico = 8,00 (ceviche) - Barracuda (Hotel Sol Caribe Sea Flower) = 8,00 El Corral = 8,0 (hambúrguer) Juan Valdez = 8,5 (Café e bolos)
    Avaliações Passeios: Jhonny Cay = 8,00 Aquário e Hannes Cay = 8,0 West View = 8,5 (por conta da pequena estrutura) La Piscinita = 8,5 (por conta da pequena estrutura) Volta a ilha em carrinho de Golf = 8,5 Volta a ilha de lancha – Nathional Geografic (Agência Portofino) = 9,0
    Avaliação Ilha de San Andrés = Nota 9,0
    Avaliação praias e águas de San Andrés – Nota 10
    Quaisquer dúvidas e demais informações podem enviar um e-mail (giba.sandres2016@yahoo.com) ou mandar um Watts no Grupo San Andres.

    9 comentários

  19. Dscn2314 Gilberto de Brito Ferreira
    São Paulo - SP há mais de 1 ano
    9,0
    Bom

    PRAIAS

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  20. Img5163642617398 Juliano Campos Vitorino
    Campinas - SP há mais de 1 ano
    9,0
    Bom

    Recomendo alugar uma moto para a volta na ilha e o passeio para Johnny Cay e Aquário imperdivel, recomendo que compre o snorkeling na ilha pois em Aquário é bem mais caro.

    Realizei a compra do passeio Johnny Cay e Aquário com o Justo na loja TexORO del Caribe que fica no calçadão pelo preço de 30.000 pesos duas pessoas e com ele também aluguei a moto para volta na ilha por 50.000 pesos por 6 horas e para encher o tanque foi uns 10.000 pesos e andei muito com ela.

    Recomendo os restaurantes Miss Célia que possui uma comida otima e um prato da pra duas pessoas e outro é o muito bom Restaurante Punta Sur com ótimos peixes ideal para almoçar quando for dar a volta na ilha.

    As bebidas nas lojas tem um preço muito bom e as malas de viagem tem vairas boas mais tem que pesquisar, na verdade tudo tem que ver em varias lojas pois o preço varia muito.

    O suco de limão com água de coco eh muito bom e os drinques.

    Um ótimo lugar para economizar no almoço é no restaurante Brasas Maru que fica na Av Providencia #4-2 a 4-206 é quase esquina com AV Las Américas. O almoço saiu COP 16 mil pesos incluso suco e a comida é muito boa, você tem varias opções e da pra economizar para ir a noite nos restaurantes mais tops

    Não alugue os carrinhos de Golf mais simples pois são muito lentos e vai passar nervoso e as lojas não tem um preço muito bom em relação ao Brasil.

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    2 comentários

  21. Tthhv Kellen Suamy
    há quase 2 anos
    7,0
    Bom

    Fiquei 6 dias em San Andres e aproveitei o que a ilha tem de bom a oferecer.

    Pousada: Fiquei na Villa de San Miguel. Não classifico a Villa de San Miguel como pousada/hotel; classifico mais como kitnet. Ela é bem completinha: tem uma mini cozinha, etc. Há um serviço de limpeza de dois em dois dias, mas não há uma recepção "full time". A agua é desalinizada. Gostei do custo benefício e da localização sensacional da "pousada". Ficamos praticamente do lado da melhor parte da praia de Spratt Bight (praia linda; águas cristalinas nessa parte que eu fiquei).

    Transporte: Voei de Copa Airlines (aproveitei a dica dos melhores destinos para a compra de passagens aéreas). Como a conexão foi no Panamá precisou-se de passaporte. O táxi do aeroporto para a pousada ficou em 14000 pesos na ida; e 15000 pesos na volta.

    Passeios: Fiz o passeio a Johnny Cay (gostei da tonalidade da água). Fiz também para o Acquario (tem que ir com o sapatinho para o mar...lá em San Andres vende aos montes: 12000 COP). Fiz o passeio de chiva com a Porto Fino. Nesse passeio levem o snorkel porque é maravilhoso praticar snorkeling na West View (quem não sabe nadar aluga colete lá mesmo). Aqui vou fazer a seguinte sugestão: comprem passeio dentro de agências. Indico a Porto Fino. Por que digo isso? Porque comprando nas ruas você pode pagar um preço bem mais alto. Aconteceu comigo: paguei o dobro do valor para o passeio no Aquario. E nas agências o preço é fixo e ponto final.

    Restaurante: Gostei muito da comida do restaurante Miss Célia. Lugar simples, mas comida boa.

    Infelizmente nem tudo são flores na ilha. Lá há assaltos sim. São do tipo assim: você aluga um carrinho de golfe (uma clara identificação que você é turista) para rodar a ilha. Você coloca a bolsa no banco do carrinho, ou no colo, etc. Passa uns caras de moto do seu lado e puxa a sua bolsa. Isso ocorre com muita frequência em San Andres. Então para evitar dores de cabeça não saia com seu passaporte, com o comprovante de pagamento de entrada na ilha, com cartão de crédito ou com muito dinheiro dentro da bolsa. Lembrando que não é exigido que você fique andando com o passaporte na ilha e nem com o comprovante de pagamento de entrada; e lembrando também que você terá que exibir o comprovante na saída no aeroporto. Então para evitar dores de cabeça deixe-os no hotel bem guardadinhos. No meu tinha um cofre. Eu deixava tudo lá dentro certinho. Lá em San Andres o que mais tem é sapatinho para utilizar no mar... você vê um monte jogados pela areia. Custa 12000 COP só. Levei o meu para Johnny Cay, deixei na minha barraquinha e saí... quando voltei não estava lá... um simples sapatinho...então é bom ficar atento... cada um pode ter uma experiência diferente... tem gente que dá a sorte de tuuudo dar certo; e outros podem ter alguns transtornos. Então é bom se precaver.
    Quando você roda a ilha você percebe que ela realmente é muito suja, a sua infra é bem precária e infelizmente não há um programa de preservação na ilha (Fernando de Noronha dá um show em San Andres nesse quesito). Mas a minha dica é: não se atenha a isso. Curta o que a ilha tem de bom: praias com cores lindas. Bom então é isso aí. Boa viagem!

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  22. Ar3nm Laíse Santos
    Belo Horizonte - MG há quase 2 anos
    10,0
    Bom

    Saí de Belo Horizonte no dia 26/01 com conexão no Panamá pela cia aérea Copa Airlines. Já no momento do checkin em BH me ofereceram a Tarjeta Turística pelo valor de 103 reais, pago somente no dinheiro. Perguntei se as bagagens só seriam retiradas no destino final e fui informada que sim, como já sabia dessa possibilidade fui com uma mala pequena com algumas roupas para passar a noite no Panamá.

    Panamá – Cheguei no Panamá as 17:06, como ia sair do Aeroporto fui até a imigração, achei o aeroporto muito cheio, fomos seguindo as plaquinhas e conseguimos encontrar a imigração tranquilamente. O processo foi rápido e fomos esperar o Transfer gratuito do Hotel Riande Aeropuerto (http://riandehoteles.com/aeropuerto/ ) que também foi bem rápido. O hotel é muito bonito, excelente localização (muito próximo ao aeroporto) bem limpo, as pessoas da recepção não foram comunicativas e nem receptivas, a área de lazer e fantástica pena que não podemos aproveitar pois só passamos a noite, possui um restaurante com excelente comida, os preços são altos devido à alta do dólar, nosso Jantar deu 68 dólares com cervejas acho que umas 4 (rs). Não saímos do hotel, pois como já disse só passamos a noite, mas confesso que ficamos com muita vontade de conhecer os pontos turísticos, então para quem ainda não comprou as passagens, a dica é tentar pegar conexões longas durante o dia, para que possa aproveitar e conhecer um pouco outro País.

    No dia 27/01, fomos para San Andrés as 11:19, voo muito rápido nem deu tempo de servir lanche para todos. A Imigração em San Andrés demorou um pouquinho, mas nada fora do normal. Tem duas casas de câmbio no aeroporto de AS, assim que você sai da imigração e uma praticamente do lado, a cotação estava 1 real = 700 cops / 1 dólar = 2950 cops, não trocamos só passei para pesquisar mesmo. Pegamos um taxi até o GHL por 15.000 cops. Não me assustei com nada, pois já tinha ciência da simplicidade da ilha. Também não vi nada pior do que vejo todos os dias (sou Assistente Social então podem imaginar).
    Chegamos no GHL mais ou menos umas 13:30, o checkin era só as 15, no entanto passamos na recepção para adiantar o processo, tinha algumas pessoas que acredito que estavam no nosso voo, por isso demorou bastante, acabamos de fazer o checkin e fomos almoçar no restaurante do próprio hotel para aguardar a liberação do quarto as 15:00. As opções eram à la carte 34 mil por pessoa para comer à vontade, ou os pratos que variavam de preço. O chato foi que nosso quarto não foi liberado as 15:00, só conseguimos subir já as 15:40, segundo eles estavam tentando ver um quarto com vista para o mar. O quarto que ficamos tinha vista para o mar, mais ficava no 2º andar, de início achei ruim, mas foi bom pois não precisávamos pegar elevador e subíamos bem rápido pelas escadas. Sobre a estrutura do quarto, acho que eles precisam dar uma manutenção, pois a maresia deteriora as maçanetas, o chuveiro, o rodapé, etc. O Ar condicionado super potente, água quente, mas a descarga do nosso quarto parecia uma hiena e o barulho era tenso (risos), essas são observações, eu adorei o hotel e me hospedaria de novo sem problemas.

    Depois fomos ver os valores dos passeios com Naomi no próprio GHL, e fechamos Caio Bolívar para o dia seguinte (quinta) por 180 mil por pessoa para ir de barco. Logo depois encontramos um casal do grupo Gabriela e o love dela que não me lembro o nome, que foram super fofos, nos levando para comprar as sapatilhas, snorkel, cervejas, mms, e até o bancolômbia. Fiz um saque na minha conta Bradesco de 500 reais, e achei péssima a cotação que saiu 695cops por 1 real.
    A noite fomos ao Miss Célia, pedimos uma Limonada de coco e um pescado, mais cerveja, e papas fritas a conta não lembro ao certo mais acredito que deu uns 90 mil.

    Passeios: Fechei todos os passeios no GHL com Naomi, Kramelo Andres Berrio e Jose Narvaez, super recomendo, no entanto aconselho a chorar bastante para que eles melhorem os valores. Amei todos os lugares, mas de um modo geral achei todos os passeios desorganizados, mas nada que me tirassem a tranquilidade.

    Caio Bolívar (28/01) – Fomos de Barco na parte superior, achei muito tranquila a viagem, não passei mal, mas tem pessoas que sim. O barco demora um pouco mais que as lanchas, gastamos 45 minutos para chegar. Quando chegamos não tinha mais guarda Sol para alugar, e foi muito tenso, pois o sol lá é muito forte. As cervejas demoraram a serem liberadas, e algumas pessoas ficaram sem almoço. Resumindo: Caio Bolívar é maravilhoso, lugar incrível, mas o passeio foi desorganizado. Lamento muito pelas pessoas que não conseguiram fazer esse passeio, mais espero que eles tomem medidas para preservação e cuidado do local, pois os responsáveis pelos passeios não se preocupam com isso.

    Aquário, Hanes Cay e Mantarraia “vip” (29/01) – 55 mil por pessoa, 10:00 as 15:00. Fomos conhecer os mangues, depois chegamos no aquário, confesso que me apaixonei, tem muitos peixinhos lindos e a água é bem cristalina, o ruim é que estava bem cheio, acho que o ideal é ir no fim da tarde. A mantarraia foi uma decepção total, só vi duas nas mãos dos guias, mesmo assim é muita gente querendo pegar, tirar foto que você mal consegue chegar perto. Hanes Cay é uma ilha pequena que fica do lado do Aquário e você consegue atravessar a pé, lá e bem decorado com as cores que representam o Reggae, gostei muito de lá, mas fiquei super pouco, acho que vale a pena fica lá tomando sol devido a tranquilidade.

    Johnny Cay (30/01) – 40 mil por pessoa com almoço. No dia que fomos tava muito lotado, mar agitado, ficamos num bar do Giovanni, que era quem nos fornecia o almoço já incluso no pacote, bebidas e outras coisas por nossa conta, amei o atendimento dele, e principalmente o ceviche de camarão de lá. A ilha tem bares, banheiro, cadeiras para alugar, barracas e guarda sol, além de ter muitas árvores mais ao centro. Uma dica: além de dar a volta na ilha que é bem pequena, vá até o meio para ver as iguanas. Além disso do outro lado da ilha é bem mais tranquilo, tem uma piscininha natural, uma pedra linda p tirar fotos. O pior desse passeio foi tentar pegar a lancha para voltar, uma loucura, parecíamos refugiados tentando fugir de um país (risos), mas achei bem perigoso pois tinha muitas ondas, as lanchas mexiam muito, e todo mundo queria subir de uma vez, então imaginem a bagunça!!! Mas vale o passeio.

    Volta na Ilha (31/01) – 140 mil Mule Kawasaki. Ficamos perdidos com aquele mapa, o primeiro lugar que paramos foi Rocky Cay, lugar lindo, ameiiii, gostamos tanto que voltamos outro dia de taxi (15 mil cops). Depois almoçamos no restaurante Punta Sur que tem forma de um barco, possui também uma piscininha que você pode ficar lá consumindo. Nossa conta deu 105 mil, ceviche de entrada, 2 limonadas de coco, cerveja (não lembro quantas) pescado, papas fritas. Achamos a comida sem tempero. Continuamos o passeio e paramos em West View, 5mil a entrada por pessoa, lugar muito lindo, pena que não tive coragem de entrar, cheguei a alugar o colete de pescoço, mas não senti firmeza e subi de novo. Para quem não tem medo e sabe nadar é fantástico. Não passamos na piscinita pois era parecido com West View segundo relatos e fotos, e nem no olho soprador, porque para falar a verdade nem vi (risos).
    Não fiz o Parasail porque a lancha tinha quebrado!!! Concertaram no penúltimo dia, e não conseguimos fazer por termos outras programações. 
    Restaurantes: Só comemos em restaurantes, faixa de valores entre 80 a 140 mil. E possível economizar com comida, no nosso caso gostamos muito de apreciar a gastronomia. Uma dica a maioria dos pratos servem duas pessoas, as vezes pedíamos uma porção a parte de papa fritas ou arroz.

    Miss Célia: Fomos duas vezes, para quem gosta de pescado é um bom lugar, nossas contas deram 90 mil um dia e 140 mil no dia que almoçamos, pedimos dois pratos e um pescado, 2 limonadas de coco e 2 refrigerantes. Único lugar que achei feijão!!! 

    Bocca de Oro: Amei esse lugar!!! Quem não é tão fã de frutos do mar vai se encontrar nesse restaurante. Fomos 2 vezes, indico o Filet (corte francês) aparato com tocinetta, gente foi um dos melhores que comi, o ceviche de peixe peruano. Mas o cardápio é bem variado e a comida bem temperada. Valores também na faixa de 90 mil.

    La Regatta: Maravilhoso, lugar incrível. Vive cheio então dependendo do dia é bom fazer reserva para pegar um lugar la fora. Você tem a vista do mar, além de poder ver as arraias e peixes nadando embaixo de você. Pedimos o prato Fiesta Náutica, vem muita coisa e serve duas pessoas tranquilo, nossa conta lá deu uns 140 mil.

    Nikos sea food: Também amei o lugar, vista maravilhosa, almoçamos lá então foi incrível. A melhor limonada de coco que tomei foi lá. Não lembro o que comemos nem o valor da conta, mas sei que foi bom e que foi nessa faixa de 90 mil.

    Beer Station: Ótimo lugar para encontrar a galera!!! Bom para beber e comer petiscos, porções. Não lembro quanto deu a conta (risos).

    Peru Wok: Ótimo lugar e que também possui uma linda vista!!! Fica ao lado no Nikos, no centro. Também não me lembro do que comi e do valor mais sei que foi menos que 100 mil.

    Dinheiro – EU levei 2500 reais em pesos e dólares, saquei mais 500 reais e voltei com 61 dólares!!! A alimentação eu dividi com meu namorado, fiz os passeios descritos acima e algumas comprinhas: Bolsa da Tribo Wayuu 75mil na feirinha do centro, batom MAC 14 dólares (loja da mac), Rum Capitão Morgan 13 dólares, Licor Sheridans 26 dólares (dutt free aeroporto AS), comprei ainda alguns perfumes que não conhecia, comprei no centro vi muita promoção, e trouxe lembrancinhas também.
    Troquei dólar no Bancolômbia, 1 dólar = 3062 cops. Melhor horário para ir trocar e no fim da tarde, o banco funciona até as 19 horas!!! Precisa apresentar o passaporte ou RG com a Tarjeta.

    Gente não lembro de mais nada (risos), qualquer dúvida me escrevam aqui!!! Segue algumas fotos daquele paraíso.

    Beijoooos e boa viagem p tooodos!

    Da desorganização dos passeios.

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    1 comentário

  23. 124245695828790751954581636503515n Nina Cares
    Belo Horizonte - MG há quase 2 anos
    10,0
    Bom

    A ilha é incível! Fiquei 9 dias e foi tudo ótimo. O mar é diferente de tudo que ja tinha visto e uma volta na ilha é o que todo mundo deveria fazer.

    Fiz a viagem com meu namorado e planejamos com antecedencia! Como tive muita dificuldade de encontrar informações precisas sobre a viagem (Só consegui informações boas aqui no melhores destinos) Resolvi fazer um post no meu blog contando tudo, desde o planejamento até nossas impressões depois de voltar de viagem!

    http://www.ninacares.com/2016/02/como-planejar-viagem-san-andres/

    Como é uma cidade totalmente turistica os vendedores de rua querem te vender passeios de qualquer jeito, chega uma hora que fica chato ter que recusar tudo o tempo todo

    1 comentário

  24. Gopr1866 André Hoffmann Machado
    Florianópolis - SC há quase 2 anos
    9,0
    Bom

    Lugar lindo, ótima opção para o mergulho. Água incrivelmente cristalina. Viagem relativamente barata. Os passeios são incríveis. Tive a oportunidade de ir na ilha de cayo bolivar que é sensacional.

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    10 comentários

  25. 9697544202045047596171794528898n Natasha
    há quase 2 anos
    10,0
    Bom

    Ate então, a mlhor viagem da minha vid. Lugar indescritivel!

    3 comentários

  26. Img20160116153804225 Cristhian
    Vila Flores - RS há quase 2 anos
    10,0
    Bom

    A ilha é muito linda, um destino muito bom para se desconectar de tudo, longe de tudo, praias paradisíacas um mar muito lindo, cristalino e limpo, dá para fazer muitas atividades de mergulho. Para quem gosta de reggae vai ser um paraíso musical.

    Precisam melhorar a limpeza nas ruas da cidade

    Avaliacao-san-andres
    1 comentário

  27. Download Sasa
    há quase 2 anos
    5,0
    Bom

    As praias são realmente paradisíacas. Na minha opinião Providência é tão linda quanto San andres, porém menos movimentada e logo mais conservada. Os passeios são ótimos, a volta a ilha de carrinho proporciona uma ótima visão geral da ilha. Em relação a comida tem restaurante pra todo gosto, recomendo o Rincon de La Langosta, muuuuuiitooo bom!

    Infelizmente a ilha é suja, a infraestrutura não é boa, tem lixo espalhado pelas ruas. Não sei se foi na época que fui, mas fui ao aeroporto fazer o câmbio e não tinha mas moeda local para troca, somente no dia seguinte a partir de determinado horário.

    2 comentários

  28. Missing Adriana Montoro
    Maringá - PR há quase 2 anos
    4,0
    Ruim

    A natureza é maravilhosa. O mar é lindíssimo

    Os moradores da ilha são extremamente mal educados, parece que estamos incomodando eles com nossa presença, isso com certeza foi o que mais me deixou decepcionada com esse lugar, não me sentia a vontade em lugar nenhum. A ilha é muito maltratada (por moradores e também por turistas), muito lixo espalhado em todos os lugares. A infraestrutura também é muito ruim, super difícil de conseguir um lugar bom para comer, eles comem muita fritura. Os preços são altos na ilha inteira.

    5 comentários

  29. Missing Bruno Carvalho
    Divinópolis - MG há quase 2 anos
    10,0
    Bom

    Bom pessoal,vim aqui compartilhar com vocês a minha experiência em San Andrés no final do mês de dezembro.
    O Melhores Destinos auxiliou muito em minha viagem, ajudando a montar roteiros e conhecendo melhor a cultura, lugares entre outros possibilitando uma viagem segura e divertida.

    A minha maior dúvida antes de embarcar nessa viagem foi a moeda, levaria em DOLAR ou em PESO COLOMBIANO.
    Para não chegar de mãos abanando, levei comigo 500 dólares, obtive o mesmo já com um valor bem alto, o dólar turismo na época estava por 4,15.
    Chegando à ilha, resolvi fazer um saque no banco (fiz a liberação no banco para saque em agências internacionais). O Real saiu em média de 0,77, o índice para calculo estava a 0,0012825. Logo, retornei a viagem sem gastar todos os dólares e fiz a troca no próprio aeroporto com um cambista que me abordou no próprio aeroporto, oferecendo o serviço, já que não compensaria trocar na agência de câmbio do aeroporto, pois a cotação estava horrível.
    Então para sanar a dúvida de qual moeda levar, faça este procedimento, levando dólares para emergências e realizando o saque no BANCOLOMBIA caso seu cartão esteja realmente disponível para saque nesses terminais internacionais.

    Em relação à hospedagem, fiquei nove dias na COZY COTTAGE, ar condicionado, piscina para lazer, banheiro privativo e cozinha compartilhada. Foi uma escolha perfeita, pois nessa habitação há apenas dois quartos, logo a cozinha ficava bem vazia, piscina sempre vazia. Em relação à localização, essa hospedagem ficava mais próxima de LA PISCINITA, não era central, ficavam uns 10 minutos de moto/carro do centro.
    Em minha opinião foi a melhor escolha também em relação a isso, o centro é um pouco barulhento, muito cheio, e há vários acessos para a praia em torno da ilha, e frequentar apenas a praia central é definitivamente cansativo. San Andrés tem suas maravilhas e deve ser bem debulhada, cada parte, detalhe, uma vez que a ilha é bem pequena e de fácil acesso.

    Na minha hospedagem havia uma moto a qual poderíamos alugar, os donos fizeram por 50.000 pesos à diária, sendo que no centro estava em torno de 80.000 a diária. Detalhe das motos, NAO existe o uso obrigatório de capacete, logo, ninguém usava, estranhei bastante pilotar dessa maneira, rs.
    Outro detalhe importante, NAO vá achando que terá banhos quentes como temos o costume, todos os banhos em San Andrés são sem energia, logo, banhos gelados, isso por ser um lugar que tem a temperatura bastante elevada durante todo o ano.

    A alimentação foi realizada toda onde fiquei hospedado, comprava no supermercado os alimentos e preparava em casa, evitando assim comer tipos diferenciados do menu brasileiro e muito mais econômico.
    Sobre os produtos, compras, há tipos baratos e caros, basta fazer uma média de quanto esta no Brasil.
    Fiz ponte aérea em três aeroportos, internacional somente em Santiago e Bogotá, em todos houve o processo de imigração, tanto na ida quanto na volta para o Brasil. É tranquilo, o passaporte é carimbado caso tenha, se não tiver, pode viajar com a carteira de identidade com data menor que cinco anos, além disso, é recebido um papel que deve ser guardado para o retorno.

    Fiz a compra do bilhete para a entrada na ilha no aeroporto de Bogotá por 15 dólares. É possível comprar na hora do embarque para San Andrés também, então não preocupem.

    E os passeios, voo de Parasail, mergulho, entre outros, são fantásticos, apenas que muitos outros devido ao vento não foi possível ser realizados. Logo, preparem um roteiro bacana para assim caso ocorra esses ventos, optar por outros passeios.

    A viagem é um pouco cansativa, mas o lugar é maravilhoso, um azul do mar impecável, um paraíso. Viagem dos sonhos!

    Não identifiquei pontos negativos, a ilha é perfeita.

    3 comentários

  30. Tfhyg Thiago Henrique
    há 2 anos
    7,0
    Ruim

    Cayo Bolívar é fantástico. Demais praias são bonitas.
    Obs: Providência é muuuuuuito mais linda. Vale a pena tirar mais dias para Providência.

    Ilha muito suja. Dei a volta de carrinho e notei como é mal tratada. Lixo por toda a volta. Péssima infraestrutura. Pouquíssimas opções para quem quer comer algo.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  31. Img20151124wa0030 paula ferreira
    Rio de Janeiro - RJ há 2 anos
    10,0
    Bom

    A praia principal é linda, e o mar é de tirar o folego.
    Os passeios para as ilhas em volta são bem legais também.

    A infra estrutura em geral não é mto boa, a cidade é um pouco suja e bem desorganizada.

    12 comentários

  32. Dd7ed Vincenza de Santis
    há 2 anos
    0,0
    Ruim

    Somente do mar e praias distantes

    Toda estrutura da ilha é péssima, as pessoas local são porcas e eles mesmo joga lixo no local. Maltratam demais os cachorros isso me revoltou, todos passando fome. Em nenhum hotel que não for cinco estrelas para cima o chuveiro e frio e de água salgada, fora o mal cheiro da água. Não recomendo esse lugar a ninguém, ruas sujas, muito ladrao e tráfico do local. A noite e super perigoso o tal aquário e pior que sesc Itaquera, uma enganacao, os onibus e taxi sem condicoes, sujos e velhos. Sem dizer as pessoas porcas vendendo comida um nojo. Jonhy cay e cayo bolívar são praticamente a mesma coisa a única diferença é que em cayo bolívar não tem nada na praia ou seja é deserta. O tal piscinito uma porcaria é uma casa que fez uma piscina no mar e tem peixes domesticados somente isso. Sem dizer que na ilha tudo muito caro não a nada barato, são poucos produtos a vale a pena. Resumindo providência bem melhor, ilhas francesas, punta cana e curacion sao estruturas parecidas mas a m melhor.

    7 comentários

  33. Missing Raquel
    Brasilia - DF há 2 anos
    6,0
    Bom

    A natureza do lugar é esplêndida, a cor da água é algo impressionante, um paraíso realmente. O melhor: fazendo snorkel já conseguimos ver muita diversidade de espécies subaquáticas. Ficamos na Hosteria Mar e Sol, que apesar da distância do centro, super recomendo: pessoas carinhosas e hospitaleiras, comida boa e lugar lindo e tranquilo. Indicado para quem quer descansar, desde que esteja disposto a investir alugando um transporte para todos os dias. Os preços em geral são acessíveis se comparados a outras ilhas do Caribe. Os passeios são muito gostosos também, podemos mergulhar com arraias e tubarões. Cayo Bolivar e Johnny Cay foram os melhores, que lugares lindos!!! Também vimos polvo, moreias e peixes diversos fazendo snorkel pela ponta sul da ilha. Em qualquer ponto indo para a parte sul da ilha se pode parar e entrar na água para fazer snorkel. Um lugar mais lindo que o outro.

    Os ônibus da ilha só andam lotados ,sem limites de gente e passam a cada uma hora nos pontos mais distantes do centro, muito chato! Os passeios foram um tanto desorganizados, quase fomos deixados no aquário porque o guia se perdeu com as lanchas e com a quantidade de pessoas em cada. Também recomendamos quando forem fazer o passeio da mantarraia, perguntar ao guia antes se haverá organização para tirar foto com a arraia, pois no nosso ficou uma muvuca de gente em cima da arraia e quase não conseguimos fotografar direito. O atendimento na maioria dos lugares não é bom, as pessoas têm preguiça de trabalhar e ainda acham ruim quando você dá pouca "propina". As pessoas que lá vivem não possuem nenhum cuidado com o meio ambiente, jogam lixo nas matas e nas águas. Não instruem os visitantes em nada quanto a isso, por exemplo que não se deve tocar nos corais e nem mergulhar em qualquer lugar devido as correntes marinhas. Ficamos muito tristes de ver tanto lixo num lugar tão maravilhoso. A segurança da ilha não é boa apesar de haver muitos policiais. Estes são muito bons na função de "posso ajudar" quando estamos perdidos em algum lugar, somente. Não recomendo entrar em San Luis à noite, pode ser perigoso. Deve-se ter muito cuidado com as coisas e não deixar nada dentro de veículos e nem expostos demais. Nós deixamos nossas coisas trancadas embaixo do banco da moto: celular, óculos e passaporte. Fomos fazer snorkel num pier próximo ao hotel Sunset indo pra ponta sul, quando voltamos não havia mais nada na moto. E o pior, no dia seguinte vimos o ladrão agindo no mesmo local, avisamos a polícia e nada foi feito com o sujeito. Decepicionante!!! Porém, mesmo assim, recomendo irem para conhecer. É só tomar os cuidados necessários. Uma semana é suficiente para conhecer a ilha e fazer os passeios.

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    1 comentário

  34. Missing Luciano
    São Paulo - SP há 2 anos
    7,0
    Bom

    As praias são bonitas, com água cristalina e com suas 7 cores.

    Achei os preços um pouco salgados e creio que há uma cobrança diferenciada para quem é turista para os passeios. Para ir para Cayo Bolivar eu paguei 140.000 COPs, chegando lá eles te oferecem guarda-sol mas tem que pagar mais 30.000. Comparado com outros países, os táxis lá tb são caros, pois não há taxímetro e vc tem que combinar o preço com o motorista. Além disso, vc provavelmente estará hospedado bem perto do aeroporto, mas não dá para caminhar no sol com malas, portanto vc será obrigado a peg-alos.Os nativos só faltam comer as turistas com os olhos. Na ilha passei raiva com o assédio dos caras que se acham donos dos pontos turísticos. Dei umas moedas p um FDP que "pediu" pra olhar o carro de golfe qdo fui ao mirante, e o mesmo jogou as moedas em mim e saiu me xingando (achou q era pouco). Outro me abordou ainda na pista alguns metros de chegar no Olho Soprador, subiu atrás no carrinho, pediu p eu estacionar e disse que eu tinha que consumir na barraca dele ou pagar para ver o sítio. Fiquei 2 minutos pq não tinha nada p ver, me recusei a pagar e consumir qqer coisa dele. O infeliz arrancou a chave do contato do carro de golfe e discutimos um tempão. Até um policial veio para "apaziguar", mas me recomendou dar 5.000 para o pilantra. A barraca dele é a primeira de umas 5, 6 barracas no sentido horário.
    Duas brasileiras me contaram que estavam dando a volta na ilha na mula, uma delas colocou a mochila atrás. Dois nativos passaram de moto e passaram a mão na mochila com passaporte e câmera profissional de uma delas. Fiquem espertos.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  35. Img0000014 Fernanda Maçaneiro
    Balneário Camboriú - SC há 2 anos
    9,0
    Bom

    A ilha é pequena e fizemos um tour de moto (muito fácil de alugar, no centrinho da ilha), no primeiro dia da viagem. Há praias lindas e o mar de 7 cores existe mesmo. A estrutura da ilha é bem simples, restaurantes são modestos, mas servem boa comida, seguimos todas as dicas aqui do site e nos demos muito bem. "La Regata" é o melhor restaurante de San Andres, com um cardápio extenso e muito saboroso, sem falar na estrutura e clima do lugar, super agradável. O passeio de barco a Johnny Cay foi o ponto alto da nossa viagem, a pequena ilha é linda e tem estrutura razoável para receber os visitantes, o passeio foi bem organizado. San Luís tem as praias mais lindas e há boas opções para comer por lá. Enfim, ao se comparar o preço da viagem para San Andres e outras ilhas do Caribe, acredito que tenha valido muito a pena. Voltaria com certeza.

    A estrutura da ilha não é como Aruba, por exemplo. Mas ainda assim, há lugares muito bons para comer. Não recomendo fazer em compras na ilha, somente em lojas mais conhecidas, há muitos produtos falsificados por lá.

    3 comentários

  36. Hk443 Kelly Grava
    há 2 anos
    10,0
    Bom

    As praias são lindas e o povo é muito simpático e solícito!

    Muito lixo na beira da estrada. Uma judiação poluir um lugar daquele!

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  37. 10,0
    Bom

    Gostei de tudo.
    As belezas naturais são únicas.
    O povo é super acolhedor

    O wifi é ruim, mas vc nem vai sentir falta.
    Somente na hora publicar uma foto mais linda do que a outra.

    O pior foi sair de lá.

    11 comentários

  38. Missing GEORGE ALYSSON ALVES MAIA
    FORTALEZA - CE há 2 anos
    10,0
    Bom

    Tudo é muito bom e paradisíaco, mas Cayo Bolivar e Johnny Cay são perfeitos. Primeiro dia deve-se fazer a volta na ilha alugando um carrinho de golf, visitando la piscinita (muitos peixes), west view (chegar antes das 11h pois depois é muito lotado, olho soprador (não tem muita graça, mas vale a pena uma rápida parada), cove bay (hotel blue cove) tb é muito bacana e nao precisa pagar para entrar. Deixe para almoçar no donde francesca na praia de san luis (comida muito boa e local muito bacana). O mirante no hotel perto da 1 igreja batista não vale a pena (local sujo e não dá para bater boas fotos) e nem a lagoa ping pond. Cayo bolivar vale muito a pena, não deixem se levar pelos comentários contrários. O passeio do acuario (M) e jonnhy cay(T) não vale a pena fazer junto (acuario de manha é muito lotado e johnny cay a tarde é lotado tb: nao se ver peixes devido a grande lotação... a ilhinha do acuario fica realmente entupida de gente). Sugestao: faça jonnhy cay pela manhã na tranquilidade aproveitando até 15h e de tardezinha (15:40) faça o passeio do mantaraya que é no acuario tb, porém nesse horário é bem tranquilo, vendo e tocando em arraias e inúmeros peixes. Dá tempo de ir até em haynes cay só bater umas fotos (se conseguir fazer com o guia bob esponja no marina porto fino o passeio será muito mais divertido - o cara é um comediante nato, vc ri do inicio ao final do passeio). Mas NUNCA vá pela manhã no acuario. Vale a pena passar uma tarde no hotel decameron de rocky cay(fui de 12 as 17h- almocei e lanchei lá), vc paga 45mil pesos e tem tudo incluso (comida e bebida)inclusive bebidas alcoolicas(cerva, todos os coqueteis e whisky).Esse hotel fica mesmo de frente a rocky cay e vc pode ir andando pelo mar (raso), caso queira pode alugar jet sky lá tb. Outra observação: nao faça a volta na ilha no domingo pois a la piscinita é fechada; o restaurante la regatta tb é fechado no domingo, além da maioria das lojas do centro. O hotel GHL sunrise é muito bom, café da manhã otimo, quartos confortáveis, piscina excelente e muito bem localizado (perto de 2 marinas que vendem todos os passeios e a 2 quadras do calçadão principal; além disso em frente tem local para alugar carrinho de golf e motinhas, tem barzinhos e padaria vizinho tb). Restaurantes que fui e recomendo: la regatta, shop gourmet, el coral, marguerita e carbonara, donde francesca, mahi mahi.

    el acuário no período da manha

    4 comentários

  39. Image Wesley Howard
    Mogi das Cruzes - SP há 2 anos
    10,0
    Bom

    Sem palavras pra descrever o mar, Cayo Bolivar um dos passeios mais incrível e você realmente conhece o Mar do Caribe. Centro com muitas opções de compras e comidas. Lugar ótimo e volto com certeza. E graças ao MD fizemos um grupo de 15 brasileiros e se conhecemos todos , foi incrivel.

    Ilha muito rica de natureza, mais fora do centro conhecemos a parte mais carente da ilha, mais isso não estraga nada pela natureza que tem.

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    2 comentários

  40. Capa Douglas Padilha
    São José do Rio Preto - SP há 2 anos
    10,0
    Bom

    TUDO, lugar maravilhoso em termos de passeios, paisagem, praias e acolhida dos nativos. Viagem barata para se alimentar, passear e aproveitar. Super recomendado, uma dica acho que ñ vale apena ficar muitos dias na ilha como 7 ou mais dias.

    Ilha muito pobre pouca estrutura para receber os turistas, relatando da ilha, vale muito apena ir,

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  41. Dsc03622 Pedro Dutra
    há 2 anos
    10,0
    Bom

    O lugar é muito bom, tem praias muito boas (a que mais gostei foi a dá Ilha de Jhonny Cay e a do Centro), mas também tem Rocky Cay (boa) e ótimas atrações Aquário, west view e a volta à ilha, faça com o carrinho de golf ou mula de preferencia no sentido anti horário passando pelo aeroporto, west view etc, falam que Cayo Bolivar é perfeito (infelizmente eu não fui), tirando Cayo bolivar os passeios não são caros. A comida é boa e os preços são justos, muitos pratos servem das pessoas (depende). Para compras alguns produtos são bem em conta (principalmente perfumes, malas bebidas e relógios de grife), tênis (nem tanto, só quando está em promoção) , óculos não e roupas algumas são até mais caras que Brasil. O povo em média é mais simpático que o brasileiro (tem gente animada, como alguns emburrados), em nenhum momento vi ninguém ser grosso ou mal educado. Em relação a segurança achei a ilha segura (apesar de pequena), muito policiamento no centro e quando fui dar a volta na ilha eu vi vários postos da policia no caminho, mas é bom ter cuidado como em todo Brasil/ América Latina, já vi gente reclamando de batedor de carteira na Europa, então não deixem bolsas e pertences na praia na hora de mergulhar fora de sua vista, etc. Hospedagem tem para todos os gostos e preços.

    Quando sai do aeroporto você toma um susto pela propaganda que fazem, pois o local é simples, porém depois que você anda pelo calçadão principal da ilha, anda no centro dá cidade, dá a volta na ilha e conhece as praias, passeios e pessoas você fica encantado pelo lugar. 1) Hospedagem: maioria das pousadas são simples e casas improvisadas que não possuem café da manhã, água quente e ela é salgada então pesquise as avaliações em sites como tripadvisor, booking, decolar etc, pois também há pousadas mais estruturadas e hoteis grandes.. Sua decepção será muito menor se pesquisar, pois vi pessoas avaliando o local negativamente por causa do local que ficaram, para mim uma coisa é hospedagem e outra é o local. 2) Segurança: o local parece ser seguro e tranquilo, mas mesmo assim não dê bobeira, estamos na América latina (ex: deixando coisa de valores fora do seu alcance). 3) Compras: cuidado também para não se decepcionar em comprar produtos falsificados e depois meter o pau sobre o lugar depois, antes de comprar também pesquise preços e se a loja é confiável, pechinche, não só em compras, mas nos passeios etc. 4) Abordagens (oferencendo coisas, serviços e passeios) em alguns casos em coisas que não precisa pagar, ou para situações bobas, não vejo tanto como negativo, melhor isso do que roubar ou pedir esmolas (coisa que não vi lá), então mais uma vez pesquise muito o dia-a-dia dá ilha e não irão se arrepender.

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    1 comentário

  42. Img4519 Luis Fernando
    há mais de 2 anos
    10,0
    Bom

    A hospitalidade me chamou atenção o pessoal do hotel LORD PIERRE foram muito educados e prestativo, da recepção, faxina ao bar.
    Existem pontos turísticos gratuitos bem agradáveis como o el oho soplador muito gostoso alugar algum veículo(carrinho de golf) para passear ao entorno da ilha e sair da rota convenciona, bastante policia e exercito na rua, simpáticos e solícitos Recomento demais.

    Legal mesmo é sair conhecendo as coisas, a noite muito agradável na orla do "centrinho", bebidas em conta, música.... não vi uma briga, um problema com o pessoal local... bem tranquilo

    Não deixem de jantar no casa blanca e no nikkos. Excelente atendimento e refeição.

    Segue algumas fotos.

    A cidade tem seus defeitos, creio que a época em que fui (réveillon 2015) o pessoal da ilha não esperava tanto movimento, porem não passei fome nem sede. Realmente a internet é precária, mas estando naquele lugar repleto de atividades ao ar livre, aconselho deixar o celular no hotel e aproveitar. Acho que o pessoal que está reclamando de San Andres, deveria ir para Aruba, San Martin.... pois o custo de San Andres não é dos mais altos e corresponde ao que oferece.

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  43. Mg2604 Aline
    Carlos Barbosa - RS há mais de 2 anos
    10,0
    Bom

    San Andrés tem um povo receptivo, simpático e muuuito disposto a ajudar. As praias são lindas, o clima é muuuito bom, o mar traz cores maravilhosas!

    OBS: Li todos os fóruns com resumos, dicas e etc aqui no MD e foi o que me ajudou a elaborar um roteiro e ter ideia do que encontraria em San Andrés. Dica: Pesquisem aqui nesse site e blogs, vale a pena!

    Wi-fi ruim e ir embora do paraíso!

    Avaliacao-san-andres
    4 comentários

  44. Egwad Samuel Andrade
    há mais de 2 anos
    10,0
    Bom

    Lugar incrível, praias maravilhosas. Como pesquisei bastante antes, já sabia bem o que iria encontrar, então foi perfeito.

    Wi-Fi ruim.

    1 comentário

  45. Hewmd Cristiana Rocha
    há mais de 2 anos
    2,0
    Ruim

    A cor do mar é linda, o mergulho muito bom e a comida deliciosa.

    Roubaram minha mochila do carrinho de golf (com iphone, câmera Gopro e roupas de praia). Estávamos próximo a um lugar chamado "la piscinita" quando descemos 4 minutos (contados) do carrinho de golf. Ao voltarmos a mochila tinha sido roubada. Denunciamos a muitos policiais da ilha mas só ouvimos um sinto muito. Depois encontramos outras pessoas que também foram roubadas na pousada e na praia. Acho importante divulgar para que todos tenham cuidado.

    3 comentários

  46. Missing Débora
    São paulo - SP há mais de 2 anos
    8,0
    Bom

    Olá! Como li muitas dicas aqui no MD não poderia deixar de escrever meu relato:
    Voltamos semana passada 04/06 a 11/06 de San Andres gostamos bastante, as cores do mar são lindas. Aproveitamos muito.
    Trocamos nossos Dólares no aeroporto em Bogotá por 2.300,00 pesos (mas tinha cotação melhor 2.400,00 após sair da aérea segura na frente das escadas rolantes)

    Em relação a segurança a ilha me pareceu super segura, muitos policiais e povo muito simpático.
    Ficamos no GHL Sunrise – quando chegamos ao hotel senti o tal cheiro de mofo, mas foi só no 1° dia, acho que depois acostuma. Os quartos são bem úmidos difícil de secar a roupa, mas nada que atrapalhasse a viagem. O café é ok e no geral o hotel tem um bom custo beneficio.
    Depois ficamos alguns dias no Decameron Isleno – mesmo o hotel sendo novo também tinha alguns problemas o ar condicionado pingava e o Box inundava. (acho que deve ser comum La)
    Alugamos carrinho de golfe COP 70.000,00 com gasolina (Em frente ao hotel GHL – estava meio velho)
    Alugamos Scoter na frente do hotel aquário por COP 50.000,00 (sem gasolina)
    Alugamos uma Hummer com o Papo ( fica na avenida Colômbia, na altura do hotel casa blanca) ele fez por COP 200.000,00 (sem gasolina)
    Com ele (Papo) também alugamos um PTCruiser conversível ele fez por COP 100.000,00 (sem gasolina)
    Demos a volta na ilha varias vezes – achamos que compensou comprar algumas lembrancinhas na lojinha que tem junto ao hojo sobrador (que não estava soprando)tem algumas coisas com preço bom.
    Almoçamos no Punta Sur gastamos uns COP 90.000,00 comida boa.
    Jantamos no La regatta também muito bom COP 190.000,00 com sobremesa.
    West Wiew COP 8.000,00 para 2 tem um trampolim (cuidado um rapaz quase acertou meu marido quando foi pular) as fotos ficam lindas, tem também o tobogã e o aquanautas.
    Fizemos Cayo Bolivar COP 340.000,00 para os 2. (Melhor passeio, mais lindo de todos)
    Compramos no GHL e fomos pela portofino deu tudo certo.
    Fizemos o passeio a Acuario e Johnny Cay COP 40.000 para 2 (sem almoço) se for só johnny cay é 15.000,00
    Acuario tem muitos peixinhos, mas é muito cheio de gente, gostei mais de Johnny cay também e cheio mas é maior.
    Alugamos Jet Sky por 30 minutos por COP 60.000,00 perto da onde sai os passeios de barco.
    E isso ai gente, foi muito bom
    Qualquer coisa só me perguntar.

    Grande maioria das coisa são no improviso / cambalacho não há muita estrutura. Tem bastante lixo na ilha.

    1 comentário

  47. Ptffc Manuella Vasco
    há mais de 2 anos
    9,0
    Bom

    Mar, snorkeling, hospitalidade, comida.
    Leitura longa! Mas, ao meu ver, esclarecedora.
    Fui em abril de 2015, com meu noivo, fiquei 4 dias inteiros e adorei!
    Fui num voo longo q saía de Vix pra SP com conexão em Santiago, depois em Bogotá para enfim seguir para San Andres.
    Qnd chegamos fomos direto para o Hotel Casablanca. O hotel é otimo, os atendentes super atenciosos, o quarto então... enorme!!! Além de mt bem localizado, perto de td! A piscina me serviu como um bom relaxante d fim d tarde e o cafe da manhã e almoço são mt bons. Como chegamos no finalzinho da manha nós jah pedimos pra chamar a companhia d passeios para ver se dava pra fazer o passeio da mantaraya q eh feito na parte da tarde. Foi um dos melhores passeios.
    Eles dão uma volta na area de mangue, dão uma pequena aulinha sobre o mar e a cidade d San Andres e depois t levam pra um "snorkeling guiado". Eles jogam uma corda bem longa atras do barco e vão t puxando para visualizar um dos mais belos locais d snorkeling q tem na ilha, mas como a corrente no local eh mt forte, n eh permitido q se solte da corda (regra dificil d ser quebrada pois logo percebe-se o qnt a mare puxa msm). O lugar eh maravilhoso! Um aquário natural desenhado com corais bem coloridos e peixes lindos. Depois a gnt chega numa piscina longe da costa aonde as arraias ficam. Eh mt legal! Como sao bem pequenas, ainda n tem ferroes, entao o guia pega elas no colo e oferece para quem quiser pegá-las tbm... (meu noivo ficou morrendo de medo - ou como diz ele "respeito"- e nem encostou, eu peguei elas no colo e dei beijinhos, mas elas escorregam...) e tbm dao estilhaços d peixes para q possamos alimentá-las e ver como elas sugam. Sério...sensacional! Nessa hora tb eh bom ficar de olho em duas coisas: primeiro q a corrente eh realmente mt forte, e como fica ao lado do local aonde o canal foi dragado pra poder chegar os navios grandes ate a ilha, eh mt facil acabar sendo jogado pra esse "precipicio submarino"; segundo q, talvez tenha sido sorte do dia em q fomos, mas o lugar fica realmente lotado d arraias, entao eh bom tomar cuidado para não pisar em alguma desavisada...
    No segundo dia fomos a Cayo Bolivar de barco rápido. Uma das maiores aventuras da viagem. A viagem nesse barco super rápido demora um pouco mais de uma hora mar adentro pra chegar nessa ilhota com um mar perfeito e uma areia branquinha... aquele lugar perfeito pra fotos paradisiacas, sabe? Qnd chegam a marina eles t dao um saco d lixo d 100 litros pra vc colocar todos os pertences q n podem molhar. Dica: n hesitem em colocar td o q precisa pq molha msm! Alguns ambulantes vendem capinha pra celular pra q vc possa tirar fotos durante o caminho e n molhar - se o seu celular n for a prova dagua e vc quiser tirar fotos com ele, compre. Fomos num dia q parecia q ia cair o ceu d tanta agua, céu preto msm, mas passamos soh por uma chuvinha e depois o tempo abriu incrivelmente (nesse dia passei filtro solar 7 vezes!). A ida (provavelmente por causa dessa ameaça de temporal) foi de dar medo - eram ondas do tamanho de predios nas quais a gente descia e subia com o barco batendo mt (se for d enjoar facilmente tome um dramin), mas a volta, apesar d ondas tbm mt grandes (julgo uns 3 metros) foi mais tranquila. Depois d chegar na ilha encharcados vc explora a praia e o mar (sempre com aquele sapatinho chato pra n se machucar nas pedras e nem correr o risco d pisar num ouriço escondido) e tem uma ilha secundaria q vc atravessa a pé. O almoço incluido no pacote eh pessimo! Eles tem uma banana q eh feita d uma maneira diferente lah q tem gosto d manteiga sem sal, horrivel, e t oferecem frango ou peixe. Bem ruinzinho msm.
    No terceiro dia alugamos o famoso carro de golfe (pesquisamos em uns quatro lugares diferentes mas os preços giravam em torno da mesma coisa, 5 reais a mais ou a menos) e demos a volta na ilha. O carrinho n tem segurança nenhuma e nao obedece sempre, mas como eh bem lento isso n chega a ser um problema. Paramos em Rocky Cay Q eh legal msm soh pelo visual, n tinha um lugar bom pra mergulho, ateh pq bate mt a mare ali. Na praia, a Cocoplum, eh possivel deixar os pertences dentro do armario para atravessar sem molhar td. Mas nessa praia o assedio dos ambulantes eh inexplicavel! Eh 25 de março, sabe? Te puxam o tempo inteiro para oferecer cadeira, comida, sapato, passeio... enfim tem q sair desviando... Continuamos e a costa eh linda, com uma faixas bem finas de areia e mar maravilhoso. Como estava no meio do caminho paramos no Hoyo Soplador. Nao sei se era por causa da mare no dia mas foi surpreendente... Ele n estava somente "soplando", mas estava encharcando td mundo em volta! E a desavisada aqui se molhou tda, incluindo a bolsa permeavel com objetos q n eram a prova dagua dentro. Uma experiência bem legal. Continuando, nos paramos em West View - um otimo local para snorkeling bem profundo com um trampolim e um toboagua. A entrada eh bem baratinha (n me lembro qnt) e eles t dao um pedaço d pao para atrair os peixes. Lah dentro eh possivel alugar aqueles macarroes de flutar na agua (a profundidade minima eh d 4m se n me engano) e se vc se afastar um pouquinho para o lado aonde eh feito o aquanautas (passeio a pe submarino) dah pra ver uma enorme estatua d Poseidon lah no fundo (julguei uns 8 a 10m d profundidade). Atravessando a rua eh possivel almoçar num restaurante q pertence tb ao local. Apesar d bem precario eu gostei bastante da comida, um arroz d carangueijo. Terminamos o passeio da ilha ali na praia em frente ao hotel msm.
    No nosso ultimo dia na ilha fizemos o passeio a Acuario e Johnny Cay. A ilha de Acuario fica abarrotada d gnt (fui numa segunda feira achando q poderia estar mais vazio, mas n me dei bem) e como eh bem pequenininha fica td mundo apertado msm e ouvi dizer q eh sempre assim. Foi o lugar mais bonito para snorkeling. Por tras da ilha tem duas barreiras d corais dividindo a costa em tres partes distintas d visual. Eu adorei! Fica-se pouco tempo lah, mas como eh meio sufocante, eh ateh bom. Depois seguimos para Johnny Cay e meio q me decepcionei com o lugar... Tinha visto as fotos e pensei q fosse mais paradisiaca, mas como novamente estava entupido d gnt entao acho q n aproveitei o suficiente, sem contar q a mare eh mt forte e entrar na agua torna-se uma aventura. N eh local para snorkeling.

    Dicas gerais:
    1. Nao levei dolar e n usei cartao d credito. Como o dolar esta alto meu noivo fez um cartao q dah pra sacar dinheiro em atm's no exterior e sacamos direto na moeda local.
    2. Leve dinheiro pra fazer compras. Não haviam me dito, mas San Andres eh zona livre de impostos. Perfumes, cosmeticos em geral e principalmente (principalmente msm!) bebidas sao mt mais baratos do q em qq free shop do mundo! Renovei nosso estoque d bebidas!
    3. Leve seu sapatinho de entrar no mar pra tds os lugares. O fundo do mar eh de areia pouco granulada ou d pedra msm e tem ouriço pra td qnt eh lado.
    4. Fiquei pouco tempo e n fui a Providencia, mas dizem q San Andres eh melhor msm... Ficaria lah mais uns dois dias inteiros pelo menos.
    5. Compre seu snorkeling e sapatinho lah msm se ainda n tiver - eh mais barato.
    6. N acho q valha a pena pagar a mais por um hotel all inclusive. Vc n passa mt tempo no hotel e eu jantei fora tds os dias em um lugar mais delicioso q o outro e a preços bem justos.
    7. Andamos a noite e nos afastamos ateh um pouco da parte mais agitada e sempre mt bem policiado, me senti segura por ali.
    8. Se vc for ficar mais dias que eu, leve um super protetor, ou compre um mt bom por lah. O meu era um Neutrogena fator 70 a prova dagua, levei ele lacrado e voltei sem, de tanto q usei!
    9. Ter uma camera a prova dagua eh imprescindivel pra esse destino! Nem q seja um celular a prova dagua ou com a capinha a prova dagua.
    10. Jantamos no Mister Panino, no La Regata e no Gourmet Shop Aisho, tds maravilhosos e q valeram muitissimo a pena!
    11. Tds os dias de manha, antes d sair do hotel, pegue uns pãezinhos no café da manha e leve consigo para alimentar e atrair os peixes.

    A cidade eh realmente destratada... Ha lixo por toda parte, sem contar q as praias tem mtas algas na faixa d areia. Eles dizem q fazem a limpeza regularmente, mas acredito q n seja o suficiente. N entrei em nenhum banheiro publico q fosse digno do meu cocô (eh bem podre msm pq foram tds desse nivel pra baixo). Mas juro que nada disso tem força pra tirar a beleza da illha.

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    3 comentários

  48. Megae Bianca Ggtti
    há mais de 2 anos
    7,0
    Ruim

    As praias de San Andrés realmente são lindas, o mar em vários tons é maravilhoso. Bom também para compras em lojas duty free - cosméticos, perfumes, eletrônicos, brinquedos e algumas marcas de roupas americanas.

    O que incomoda um pouco é a falta de infra estrutura - tudo é muito simples e a ilha em si é bastante pobre e mal cuidada - bastante lixo às margens da rodovia que circunda a ilha, carros enferrujando, pequenos navios enferrujando em praias no caminho... não recomendo para quem quer praias paradisíacas com um super atendimento... aqui tudo é meio de improviso. Também não recomendo o hotel em que ficamos - Cocoplum.

    3 comentários

  49. 6x2g2 Fernando Barontini
    São Paulo - SP há mais de 2 anos
    10,0
    Bom

    San Andrés é uma ilha com pessoas muito simpáticas, sempre dispostas a te ajudar! Todos os lugares que conhecemos são de tirar o fôlego à primeira vista.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  50. Dsc01420 Elvis
    Ciudad del Este - PR há mais de 2 anos
    10,0
    Bom

    O pessoal aqui ajudou bastante e tambem quero dar minhas dicas pra todos. Gostei muito da ilha e suas pessoas. Ficamos no Hotel GHL Sunrise, e gostamos bastante. Tinha medo pois falavam muito de cheiro de mofo, e pra falar a verdade nos andares mais baixos tem um pouco mais nada que atrapalhe. E normal pois o hotel fica frente ao mar. Peça andar nos quartos superiores. Tem que escolher hotel central sem duvida, tem muitos alem do GHL achei bonito por fora o Bahia Sardina, Casa Blanca, Sol Caribe. Tem que brigar nos preços nos passeios.
    Nao deixe de ir a Cayo Bolivar, Acuario, Jhonny Cay, San Luis, Bahia Sardina. Preços:
    Cayo Bolivar 150.000 Pesos (60 USD) (Tudo Incluso)
    Acuario + Jhonny Cay 15.000 Pesos
    Mula 1 dia pra dar volta na ilha 150.000 Pesos pra 4 pessoas
    Um dia voltamos so pra Jhonny Cay por ser incrivel 10.000 pesos so!
    Se tiverem mais duvidas podem me procurar aqui!

    Tem muita basura nos arredores da ilha, nao gostei so disso

    1 comentário

  51. Missing Eduardo
    Brasília - DF há mais de 2 anos
    10,0
    Bom

    Do mar num todo, cores, temperatura... Do povo colombiano, como são acolhedores e alegres, e da comida e da limonada de coco, em especial do restaurante Miss Celia.

    Da falta de cuidado com a coleta do lixo, que um dia poderão "pagar um preço alto" por esse descuido.

    Avaliacao-san-andres
    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  52. Missing José borges
    há mais de 2 anos
    9,0
    Bom

    Quem gosta de mergulhar vem pra cá! Agua muito transparente, snorkel ou dive,otimo.A maneira como os nativos lidam com a confusão do transito é também comica. Fiquei no hotel sunset e nao me arrependi. Atravessava a estrada e estava no mar, atendimento otimo, comida boa com custo de rs 30,00/pessoa. Quem quiser trocar dinheiro não leve real pois o cambio estava pessimo, 1 real 600,00 pesos. Dolar e dolar 2400,00 na frente do banco da colombia no centro, em frente a um supermercado. Somente troquei dolar na rua, black market. No aeroporto estava 1 dolar 2350 pesos, e nao tinham peso pra vender todos os dias.
    Aos mochileiros, saiam do aeroporto e vão a pé ao centro da cidade, sao somente 5 quadras, de lá pega onibus pra qq lugar da ilha, que tem somente 10 km de comprimento.

    É um terceiro mundo,um pouco suja, largada, nada em demasia, mas todos locais uma lata aqui, um pet acolá.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  53. Qq Jacqueline
    porto alegre - RS há mais de 2 anos
    10,0
    Bom

    A ilha é maravilhosaaaaa! Todas as fotos e comentários positivos são verdadeiros. Fui para San Andres 24/02/15 e voltei 08/03. No total foram quase 12 dias, e apesar da ilha ser pequena, nunca ficamos entediados e sempre tinha alguma coisa pra fazer.
    Ficamos hospedados no Villa San Miguel (pousada excelente, lmelhor localização da ilha, e a Ângela dona da pousada é uma querida)Realmente, não tem muita coisa pra se fazer de noite, mas para mim não fez nenhuma falta, pois quando a noite chegava já estavamos podres só querendo dormir pra acordar cedo e aproveitar o dia. A ilha é muito segura. Fizemos o passeio das Mantarrayas, Johnny cay e acuario (dica: pra quem gosta mesmo de praia, é bom fazer johnny cay e acuario em dias diferentes, pra aproveitar bem a ilha de johnny cay, que é maravilhosa). Minha maior tristeza foi não ter ido a Cayo bolivar, ficamos 11 dias em nenhum desses dias saiu o passeio devido ao tempo e ao mar. Quando demos a volta na ilha almoçamos no restaurante Punta sur (vale muuuuuito a pena, da pra ficar tomando banho de piscina enquanto a comida não chega). Demos a volta 3 vezes. Westview e la piscinita são demaaaais. O restaurante Marguerita e Carbonara é uma delicia. o Miss Célia é bom, barato e bem servido. Don Anibal também é bem gostoso.
    Não da pra falar tudo aqui, mas quem quiser ajuda pode chamar ;).
    A ilha é divina e pretendo voltar em breve.

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    9 comentários

  54. E2jxc Daniel Ritzel
    há mais de 2 anos
    10,0
    Bom

    Tudo mesmo, o difícil é voltar. Preço, passeios, restaurantes, o pessoal da ilha que são todos muito gente boa.

    Obviamente que existem partes que tem um pouco de sujeira, que não é tão bonito, se você fizer passeios de barco, não vai ser em um 5 estrelas, o aeroporto é pequeno e sem ar condicionado. Mas isso não me atrapalhou em nada, não diminui em nada a expectativa que eu tinha da ilha. Inclusive aqui na minha cidade, muitas coisas também falta em infraestrutura, assim como ocorre em algumas coisas por lá. Mas não leve isso em consideração.

    Voltar para o Brasil!

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  55. Img1461 Bruna Gregório
    Vila Velha - ES há quase 3 anos
    9,0
    Bom

    A comida é maravilhosa e com preços muito acessíveis. Os passeios são muito lindos e a ilha é super tranquila. O povo recebe os brasileiros super bem!

    A infra estrutura da ilha não é das melhores e não tem muito o que fazer a noite, apenas nos hoteis que oferecem...

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  56. Colombia006 CLÁUDIA SOARES DE MELO
    BELO HORIZONTE - MG há quase 3 anos
    10,0
    Bom

    Gostei da receptividade dos moradores da ilha. Não exploram os turistas.
    São honestos ao cobrar pelos serviços. A ilha é linda de morrer!! Encontramos boa estrutura de hotéis e restaurantes. Muito bom para compras. Praias limpas, povo educado. Ameeeeeeeiiii. Já estou louca para voltar

    A princípio nada nos atrapalhou. Escolhemos um bom hotel e foi tudo perfeito!!!

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  57. Qcqcx Regis A. J.
    Santos - SP há mais de 2 anos
    8,0
    Bom

    Fomos em janeiro de 2015. Adoramos as cores da água e as belezas naturais de San Andrés e ilhotas próximas. Johnny Cay e Cayo Bolivar, paraísos tipicamente caribenhos, são passeios imperdíveis. O trajeto entre San Andrés e Cayo Bolivar são 50 minutos de aventura total em barco rápido, que balança muito e molha todo mundo. La Piscinita, West View e El Acuario são ótimos locais para snorkel, com muitos peixes ao seu redor. Cocoplum e Rocky Cay (onde tem um navio encalhado) valem a visita. A gastronomia é excelente. Comemos muito bem no Gourmet Shop Assho, Cafe Café, Majía e no espetacular La Regatta. O hotel GHL Sunrise Beach é bom e o café da manhã e a estrutura são excelentes.

    Na maioria dos locais turísticos a estrutura é precária, tudo feito de improviso. El Acuario é minúsculo e lotado. Haines Cay está abandonada e cheia de entulho (uma pena pois o lugar poderia ser atraente). Hoyo Soplador não estava "soplando", pois não tinha ondas no dia que fomos. Passear com carrinho de golfe é até divertido mas eles são umas tranqueiras e exigem muita paciência. Os nativos são inconvenientes, forçam a barra tentando vender de tudo e pedem propina (gorjeta) por qualquer coisa ou por coisa nenhuma. No hotel GHL Sunrise Beach os quartos dos andares mais baixos tem cheiro de mofo.

    Avaliacao-san-andres
    2 comentários

  58. Dsc04418 Rogério Oliveira da Rosa
    Pelotas - RS há quase 3 anos
    8,0
    Bom

    Águas cristalinas, pessoas simpáticas e honestas, segurança e preço.

    Embarcações dos passeios não são cômodas, ainda mais em viagens mais longas (Cayo Bolívar por exemplo), os horários de saída não são nada pontuais. Leve medicação anti-enjoo, você vai precisar, ir a Cayo Bolívar e Providência (de Catamarã) sem tomar nada torna-se um martírio.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  59. 109473269069524959816393629204992341502858n Yuri Famini
    Nova Iguaçu - RJ há quase 3 anos
    10,0
    Bom

    Gostei de tuuuuuudo! Aquelas 7 cores do mar, algo sensacional. Hospitalidade dos nativos. É aquele destino que você consegue conciliar passeios e compras. É algo difícil de explicar, só indo pra sentir a vibe do lugar.

    Não ter voos direto entre Brasil - San Andres.

    Avaliacao-san-andres
    2 comentários

  60. Img0490 Paulo
    São José do Rio Preto - SP há quase 3 anos
    10,0
    Bom

    Do mar, das praias, do hotel, da simplicidade das pessoas, do ambiente criado pelos brasileiros. Muito sol e atividades.

    Não há voo direto saindo do Brasil e em janeiro havia muita gente fazendo os passeios, o que tumultuava um pouco e exigia paciência.

    Avaliacao-san-andres
    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  61. Img20150125wa0012 aryane
    sao luis - MA há quase 3 anos
    10,0
    Bom

    Amei tudo. A ilha é muito linda. Fomos agora dia 19/1 e voltamos dia 26/1. Amamos a viagem. Fomos a Cayo Bolívar, que é um espetáculo . Quem for a san andres não deixe de ir em Cayo Bolívar, um lugar de águas cristalinas. O mar eh muito lindo. Não deixem de visitar. É o passeio até lá em mar aberto é muito legal. Meu marido fez 3 mergulhos a 10m de prof e amoooou. Ele fez com o instrutor que se chama Manoel, muito atencioso e divertido. Além de que ele só mergulha com 3 alunos. Contratamos ele no hotel portobelo que fica na praia sprint brigth. A principal praia de san Andres. Ficamos no hotel the retreat homeway. Hotel simples, próximo do centro, porém bom pelo preço. Pagamos 1300 por 8 dias. Contratamos pelo booking. Para comprar perfumes os preços realmente são muito bons, e para comprar blusas masculinas Tommy, a loja Presidente tem preço muito bons. Almoçamos no la regata e amamos a comida.. Qualquer dúvida podem perguntar que respondo com todo prazer. Essa primeira foto eh de caso bolívar, o mar totalmente azul cristalino

    Achei ruim o passeio para o Acuario. O lugar eh bonito,porém muita gente, a muvuca é grande. A ilha fica lotada de gente ,chega a dar agonia. :(

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    5 comentários

  62. Img2273 Fabio Augusto
    São Paulo - SP há quase 3 anos
    9,0
    Bom

    Cultura

    Aeroporto não é 24hs.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  63. Sanandres2 Diego Ayres
    Belo Horizonte - MG há quase 3 anos
    10,0
    Bom

    Voltei ontem (04/01/2015) de San Andres, triste, com vontade de ficar mais um mês lá. Fomos em 2 casais e conseguimos aproveitar bastante a ilha durante os 8 dias que ficamos por lá. Apesar de acabar repetindo passeios, pois a ilha é pequena, nada foi cansativo, já que é bem bonita. Não tivemos problema algum durante a nossa estadia.
    Ficamos no Hotel Sol Caribe Sea Flower, com uma excelente localização e com ótimos funcionários. Já fomos para lá sabendo que não encontraríamos luxo, mas nossas expectativas foram superadas e o hotel nos atendeu super bem, no final das contas eu queria era ficar mais alguns dias.
    Nos demos muito bem com os isleños e não temos nada a reclamar de nenhum deles, sejam taxistas, vendedores e principalmente dos funcionários dos restaurantes e do nosso hotel.
    Tiramos um dia para fazer compras. Os preços de alguns produtos acabaram com o meu orçamento para os próximos meses. Bebidas, óculos e perfumes (e cosmético para as mulheres) valem muito a pena comprar por lá.
    Conhecemos todos os pontos turísticos da Ilha. Alugamos carrinhos de golf (na verdade uma "Mule") durante 2 dias, para passá-los andando por toda a ilha.
    Dois dias fazendo os passeios para as ilhas mais próximas (Um em Johnny Cay y acuario, que são ilhotas e bancos de areia perto de san andres (formam um triangulo, cado um a cinco minutos +- de lancha da outra); e outro dia fomos para Caio Bolivar, onde passamos todo o dia, sem infraestrutura nenhuma, mas as agências nos dão bebida liberada e um almoço para ficarmos lá). Não fomos para providencia pois é mais longe e ficava muito caro.
    Um dia passamos no Royal Decameron Isleño, que, para quem não ficar hospedado por lá, vale a pena pegar um "pasa día" das 10h as 17h por 146mil pesos, com sistema all inclusive.
    Restaurante eu recomedo, e MUITO o La Regatta. Fomos lá 3 vezes e só não fomos mais por que íamos sem fazer reserva e não conseguimos jantar (é bom sempre tentar deixar uma reserva marcada).
    Com relação ao clima, choveu todos os dias, mas as nuvens vinham, chovia 5 minutos e parava, depois o céu abria. Dos 8 dias, pegamos 3 de céu azul e 4 de sol com algumas núvens. Apenas um dia ficou a manhã toda nublada, com uma breve chuva torrencial mas depois abriu um céu azul durante toda a tarde. Com relação a isso demos muita sorte. Venta bastante, forte e durante o dia e a madrugada toda.
    A ilha é pobre, parece meio esquecida do continente, mas não levei isso para um sentido negativo, é um lugar rústico. Muito bem policiado, com a presença de policiais e do exército/marinha para todos os lados, todos muito simpáticos, sem aquele estereótipo que infelizmente temos aqui no Brasil. Senda que penso que a presença do exército não é pela necessidade de combate à violência na ilha, mas sim por uma posição estratégica da ilha no mar caribenho.

    Pra quem gosta de praia, no esquema de passar o dia no sol, bebendo algo, de noite saindo para algum restarante ou bar, é um destino que eu recomendo MUITO, pois de brinde vem uma paisagem maravilhosa.
    Se fosse mais perto, eu iria várias vezes.

    Avaliacao-san-andres
    5 comentários

  64. Fyxgh Heloisa Sato
    há quase 3 anos
    10,0
    Bom

    San Andres, tem praias lindas! As mais lindas são Spratt Bight e San Luis.
    O passeio do Acuario e Jonhy Cay é imperdivel, Acuario tem uma agua linda demais, Jonhy Cay tem lindas paisagens, mas a praia tem ondas baixas e fortes, achei perigoso para crianças e idosos, pois as ondas te derrubam facilmente. O passeio custa 30.000 pesos
    Cayo Bolivar é um lugar unico, o passeio dá um pouco de medo por conta do sobe e desce da lancha, que corre bastante em mar aberto e leve seus pertences protegidos, pois no caminho molha bastante, entra muita agua na lancha, que leva 60 pessoas. O passeio paguei 160.000 pesos para 2 pessoas. Vc chega as 9h e fica até umas 16h, é um passeio cansativo e a ilha não tem sombra a beira da praia.
    O passeio a bordo da mula é imperdivel, a mula custa 130.000 pesos pra ficar das 8 as 18h, e depois tem que completar o combustivel, foram 14.000 pesos. O carrinho de golfe custa 85.000 e não precisa colocar combustivel, mas o carrinho de golfe é bem mais lento que a mula.
    Rocky Cay tb é muito interessante, lá tem o restaurante do Decameron, dá pra passar o dia, mesmo pra quem não está hospedado. Vale a pena conhecer.
    Só vimos um pedinte na rua, os vendedores nos abordam em Spratt Bight, mas é só falar que não quer, que eles não insistem.
    Para compras, os preços de malas, bebidas, perfumes, cosmeticos e chocolates os preços são imbativeis. Tudo que comprei estava mais caro no aeroporto de Bogota e muito mais caros em Guarulhos. Mas tem que comprar em pesos, se comprar em dolares o preço não é tao interessante. E os preços das etiquetas geralmente tem um bom desconto, pelo menos na La Riviera, então sempre é bom consultar o vendedor.
    Pra comprar lembrancinhas a melhor lojinha que achei foi no Hoyo Soplador, a lojinha tem ar condicionado e fica do outro lado da pista. Lembrancinhas bem mais bonitas e mais baratas em relação a lojinha junto ao Hoyo Soplador.
    Fiz tds os passeios e aluguei o carrinho com a Cecilia, que fica em frente ao Decameron Isleno. Fiquei hospedada lá tb. Hotel muito bom, ótimo custo beneficio. O interessante é poder visitar e fazer refeiçoes em outros hoteis, como o aquarium, que tem ótimos restaurantes a la carte.

    O passeio da lancha para Cayo Bolivar é um pouco assustador no começo, pois a lancha sobe e desce no mar, mas depois a gente acostuma.
    E achei ruim ficar o dia td em Cayo Bolivar, sem ter muito o que fazer, o passeio acaba sendo cansativo. Na minha opinião é um passeio pra fazer uma vez só.

    1 comentário

  65. Dscf0327 cristiana maria saores
    ponte nova - MG há 3 anos
    9,0
    Bom

    O mar é lindo! É uma viagem que vale muito a pena! Achei o preço da alimentaçao mais caro que a de costume aqui no Brasil. O Hotel Bahia Sardina me atendeu perfeitamente e fica muito bem localizado. Fiz todos os passeios indicados e gostei de todos. Tendo sol,tudo fica mais bonito! Cayo Bolivar,valeu a pena,mesmo em meu caso,na volta ter pego muuuita chuva com pedra de granizo (senti foi mto frio),rs. Vi golfinhos em alto mar a caminho de Cayo Bolivar. Aquario élindissimo,porem no dia que fui estava nublado e a cor do mar,ficou prejudicada (nas fotos vc percebe bem a diferença...com sol e sem sol,a cor do mar). Fiz boas compras,rsrs,em San Andres e no aeroporto de Bogotá(MAC tem preço melhor no aeroporto de Bogota). San ANdres tem preço bom para quem quer comprar bebida e mala. Uma pena é o dólar estar tao alto... Foi uma ótima escolha ter ido a San Andres e Providencia!

    Alugamos um carrinho de golf que praticamente nao andava. O transito de lá, é doidinho rsrs. Motoqueiros andam sem capacete e nao existe ''lei''.

    8 comentários

  66. Missing Daniel
    São Paulo - SP há 3 anos
    7,0
    Bom

    A visita à ilha vale pelo mar e pelos mergulhos (só fiz snorkel e valeu a pena).
    Preço dos restaurantes (R$30-50 por pessoa).
    Dica: compre sapatilhas com solado de borracha. As com sola de silicone são extremamente escorregadias, um verdadeiro risco para quem quer ir para as pedras do mar com elas.
    A nota 7 é porque o mar e a vida submarina compensam todos os pontos negativos (abaixo).

    Infraestrutura precária. O único lugar mais bem cuidado da cidade é a orla de Spratt Bight, a praia do centro.
    As ruas do centro onde circulam carros é cheia de motos velhas e barulhentas, ninguém usa capacete. Pedestre, salve-se quem puder. Prédios velhos e mal conservados, uma montoeira de fios elétricos nas ruas. Nada que não tenhamos no Brasil, só estou dizendo para quem vai pensando que é igual algumas outras ilhas caribenhas.
    Aeroporto péssimo, sem ar condicionado nas áreas comuns. Só tem ar condicionado na sala de embarque, mas ela só abre cerca de 1:30 antes do voo (no meu caso era voo internacional).
    Não gostei do atendimento em geral (hoteis, restaurantes): os habitantes não têm simpatia e são indiferentes. Deu a impressão de preguiça generalizada, talvez seja o calor.
    Só se aproveita uma ou duas lojas para fazer compras. O resto é de quinta categoria. Alguém disse que a cidade parecia Miami. Para mim, está mais para Ciudad del Este.
    Cuidado com os preços dos passeios: fiz o das raias, numa agência de turismo cobravam 55.000 pesos, noutra 65.000 e acabei fechando em uma (Portofino) que cobrou 20.000.
    Não recomendo para quem:
    - quer resorts ou hoteis mais sofisticados;
    - quer curtir a cidade depois de aproveitar o mar;
    - espera uma cidade com serviços, infraestrutura e população de primeiro mundo.
    - quer passar uma lua-de-mel (a não ser que sejam fanáticos por snorkel ou mergulho e não se importem em ficar em hoteis simples).

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  67. 9,0
    Bom

    As "sete cores" da água é sensacional!

    Abraçar as arraias é outra experiência incrível!

    Cayo Bolivar é um passeio que DEVE ser feito e vale cada centavo!

    Nós que somos brasileiros temos alguns receios quanto a nos "passarem a perna" com relação a preços, compras e afins... mas vc descobre que eles querem ajudar mesmo! Dps de alguns dias na ilha percebi que eles não têm maldade... tu pede descontos, eles dão, te ajudam quando pergunta... enfim! São uns amores!

    Para mim, todos os passeios valeram a pena, todos mesmo: A cueva de Morgan, West View, curso de mergulho... eu tirei alguma coisa de bom de tudo! E faria todos de novo! - O das arraias fiz duas vezes!

    Como eu disse antes, o povo é mto querido... agora não tanto pelo fato de chamarem a atenção das mulheres... eu achei um pouco exagerado lá! Mas nada como um "não to ouvindo nada" resolva!

    Uma coisa da ilha é mto certa: ou o engenheiro civil de lá é muito ruim ou não tem nenhum! Dá medo das construções q vi! Mas seguem lá firmes e fortes!

    A comida é cara, mas tem uma razão: tudo chega de barco... então o custo é justificável!

    1 comentário

  68. Wnmpq Marisa Hoch
    há 3 anos
    7,0
    Bom

    Sem duvida o que mais gostei foi a cor do mar e a visibilidade de 40 metros ,fiz snprkel e vi uma vida imensa submersa que valeu muito .A temperatura da agua tbem foi um ponto forte nos pros ,bem quentinha .Fui de 11 a 18 setembro 2014

    O que nao gostei foi os lixos jogado nas beirada da estradinha que circunda a ilha e tbem nas praias ,cheguei a ver geladeira enferrujada na praia proximo ao aeroporto .Muitos computadores antigos assim como faxs ,eletrodomesticos jogados nas caçadas ,latas e garrafas pets ,poxa ,não tem latas de lixo ? O cheiro de esgoto tbem é desagradável.Tbem nao me senti confortavel com o tanto de policiais pela cidade e pessoal do exercito com metralhadoras ,significa que a ilha tem algo errado ,fiquei com medo de fotografar com iphone e alguem me roubar .

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  69. Missing isaac
    guarulhos - SP há mais de 3 anos
    10,0
    Bom

    Tudo, San Andrés é maravilhoso, tudo de bom, muito seguro, muita natureza, pessoas simpáticas, não tem mendigos, ladrões, o centro é de certa forma bagunçado, muita moto, certos pontos com esgoto. Mas é só, muito fácil de andar por lá, restaurantes de todos os gostos e bolsos.
    Praias lindas, não deixe de alugar o carrinho de golf ou a "mula" para dar a volta na ilha e ir parando nos principais pontos. Tudo lá vale a pena.
    Sobre compras, tem muitas coisas boas, procure comprar nas lojas maiores, de mais confiança. Não compre na loja Hugo Boss, ouvi falar muito mal de lá sobre produtos falsificados.
    Fui agora e além do preço baixo, tudo estava em liquidação com preços de 20 a 30% de desconto. Rayban achei barato, 1/3 do preço daqui do Brasil.
    Perfumes de qualquer forma vc vai pagar barato, não adianta ficar esquentando a cabeça onde é mais barato, panamá, dutty free, pois por experiência, as vezes um perfume é mais barato em um lugar e mais caro no outro, um compensa o outro. Outra coisa é que no dutty free, as vezes não tem o perfume que vc queria, então deixou de comprar em um lugar pensando em ecomizar coisa de 10,00 dólares em outro e acaba se lascando. Então de qualquer forma vc vai pagar barato.
    Dutty free desembarque no Brasil um lixo, tudo muito caro, roupa esquece, bebidas não tinha licores, poucos produtos da victoria secrets, thommy só lixo, etc.
    Em San Andres, pode levar dólares, é realmente a melhor opção, chegando no aeroporto de san andrés, encontrei boa cotação e troquei por pesos. No banco de Bogotá também, sem maiores problemas, saque em débito no caixa eletrônico vc faz numa boa no banco colombia, tudo muito fácil e rápido. Nâo esquentem a cabeça.
    Só tomem cuidado na hora de receber o troco em dólares, recebi uma nota de 5 dólares colada com durex, no meio das outras, ou seja, já era. Ainda bem que foi só essa rs. Muitos vão querer te devolver o troco em pesos, peça para te devolver em dólares mesmo, é melhor e mais valorizado.
    Bebidas são baratíssimas, se for comprar, compre tudo por lá, vodka, vinho, licores, batatas Pringles, balas, etc. Pode comprar sem medo, é muito barato mesmo, paguei 4 potes batatas Pringles por 12.000 pesos, cerca de 15,00 reais, ou seja aqui vc compra uma só e olhe lá.
    Não deixe de comprar a sapatilha e o snorkel, muito barato e vc vai precisar mesmo. Sapatilhas 10.000 snornel 25.000 do melhor q tinha.
    Eletrônicos nem pesquisei, não era meu foco e também só se tivesse garantia internacional.
    Podem ir sem medo, San Andrés é inesquecível!!! Lindo, e muuuuito mais barato que outros destinos mais procurados como Cancun.

    Transito meio bagunçado, centro precisa de mais cuidados e limpeza.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  70. Y4feq Marcelo Costa de Oliveira
    há mais de 3 anos
    9,0
    Bom

    As praias são demais, a que mais gostei e frequentei foi Rocky Cay e Spratt Bay. A comida em geral é boa e barata. Bebida barata demais para os padroes brasileiros. O Hotel que fiquei é o tipico BBB(bom, bonito e barato). O povo é muito receptivo, porem as vezes sem noção. Tem muito policiamento, o que da uma sensacao de seguranca.

    algumas praias com lixo, restaurantes fecham cedo(23:30), falta um pouco de infraestrutura nas praias, acho que poderia ter iluminacao noturna, pois a noite faz mais calor que de dia.

    2 comentários

  71. Img20140421120136141 Alessandra Bacci
    são paulo - SP há mais de 3 anos
    8,0
    Bom

    O mar da ilha é sensacional, e o passeio a Jonny Cay é o melhor que tem (Aquarium). Os preços de bebidas e perfume não há igual, leve espaço na bagagem para compras. Alguns nativos te recebem muito bem, eles amam o Brasil. Por onde voce passa eles gritam: BRASILLL... O Hotel que ficamos, o Decameron Aquarium, é razoavel. Os quartos são limpos e uma vista maravilhosa. Recomendo.

    O Aerorporto de lá é minusculo e sem ar condicionado. Os taxistas andam em carros caindo aos pedaços, assusta um pouco. Fique bem esperto em alugar os carrinhos de Golf ou Mulas, eles tbem caem aos pedaços. Aluguei um que mal tinha freio. Alguns bares voce é muito mal atendido e eles nao estao muito preocupados se voce compreende ou não oq eles falam. Leve dolar e troque no Aeroporto de Bogotá, eles nao gostam de dollar. Tem um bar lá, o Station Beer que não aceita de jeito nenhum dolar. Muitos cachorros abandonados na rua, e fora da orla da praia a ilha é muiito abandonada, cheia de lixo. Se eles nao cuidarem da Ilha, em dez anos ela acaba.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  72. 2pmk9 Jefferson Castro
    Cabo Frio - RJ há mais de 3 anos
    10,0
    Bom

    Ilha com praias muito legais e diferentes, povo amável, músicas excelentes, clima e temperatura da água de dar inveja!
    Snorkeling maravilhoso (West View é demais!).
    Preços bons, sem explorar o turista!
    Se procurar, consegue-se hospedagem de qualidade a preços bons.
    Ficamos na Villa San Miguel (2 noites) e no Hostal Grand Caribe (3 noites). Foi tudo ótimo. Somente o quarto do último é bem pequeno e o café da manhã é simples, porém, a estrutura e localização compensam.
    Passamos também 3 noites em Providência e foi ótimo! As ilhas se completam. Voamos pela Satena (20 minutos), pois o catamarã (3h30min) não compensa (conheci um grupo que estava na ilha que se arrependeu profundamente).
    Em Providência ficamos no Hotel El Pirata Morgan - a melhor escolha da ilha, sem dúvida.
    Fizemos a reserva por e-mail e pagamos tudo lá em pesos. A cotação deles pra dólar não vale à pena.
    Não tem porque escolher outro hotel na ilha.
    Cayo Cangrejo e os sítios de corais ao redor são fantásticos!
    Com certeza retornaremos.
    Aproveitamos bastante: praias, compras, passeio de barco, aluguel de carro para dar a volta na ilha, passeio de barco à noite com buffet e música (Noche Blanca)...
    Tudo valeu!!!!!

    Somente a Cia Aérea. Voamos pela TAM/LAN e perdemos uma noite pelo voo cancelado. Atrasos constantes. Péssimo. A distância acabou ficando longa, mas o local compensou qualquer contratempo.

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    2 comentários

  73. 3882233022777197946431681517413n Janaina Moro
    scs - SP há quase 4 anos
    10,0
    Bom

    San Andrés me surpreendeu, amei o lugar, lindo, praias maravilhosas etc....
    uma dica, as pessoas alugam carrinho de golfe, nós alugamos motinha, pagamos 50 mil pesos por 24 horas...( no dia 07/02/2014) a vantagem é q vc pode usar a noite, de carrinho não pode andar a noite....quanto a troca de dinheiro não é recomendável trocar no aeroporto de san andres porque só trocavam 200 reais por dia...... em bogotá dentro do aeroporto encontrei a cotação 1 real por 700 mil pesos, numa casa de cambio assim q vc desembarca, do lado de fora no saguao do aeroporto estavam pagando em 1 reail 660 mil pesos... e na hora q eu voltei, encontrei outra casa de cambio dentro do aeroporto de bogotá q estavam pagando por 1 reail 730 mil pesos...- fiquei no hotel le castel blanc hotel.. incrivel amei tudo!!!!!
    os passeios não fiz o cayo bolivar pq me falaram q não valia o investimento de 180 mil cop.... reclamaram muito os colegas q foram.... agora dar a volta na ilha, ir p rock cay, jonny cay etc... vale muito a pena.... curtam a página da revista Expressão farei uma matéria completa com todas as dicas bjs https://www.facebook.com/pages/Revista-Express%C3%A3o-ABC-e-Litoral/213079582048481

    Avaliacao-san-andres
    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  74. Jznmy Renata Araujo Martins
    há quase 4 anos
    9,0
    Bom

    O lugar é tão lindo que parece que estamos em um sonho ou num comercial de cartão de crédito! Muito seguro, ótimos preços, local simples, verdade, mas incrível! Vale a viagem, certamente. Blue Almond Hostel e Posada Colors of the Sea são incríveis!!! Vale ficar em ambos!

    NOSSO PRIMEIRO HOTEL, que ficamos 30 minutos, chamado SHEILLAZ PLACE - HAVIA PULGAS, MUITAS PULGAS EM NOSSO QUARTO!
    O local é sujo, o atendimento é péssimo e havia pulgas na nossa cama, pulando sem parar - um nojo - EVITE! Passe longe!

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  75. Missing Silvia Fernanda Cavalaro
    São Paulo - SP há quase 4 anos
    9,0
    Bom

    Vou começar contando nossa experiência com a operadora que foi a LAN. Tivemos um atraso significativo na ida e a LAN nos deu toda a assistência necessária. No primeiro dia almoçamos no restaurante Majia, que fica no centro, na orla, é comida italiana com um toque de litoral, muito boa e a preços acessíveis. O jantar foi no Carbonara e Margherita, comida boa e preço um pouco mais alto. Os restaurantes de San Andres têm preços acessíveis, mas não são baratinhos não. A média de valor por casal fica R$ 70,00. Lá todo lugar aceita cartão. Se for trocar dinheiro, é melhor fazer isso no aeroporto em Bogotá, pois em San Andres só dá pra trocar real por peso colombiano no aeroporto. Não tem outro lugar na cidade e o limite diário é de R$ 200,00 por pessoa, ou seja, muito pouco. Lá eles pagam um pouco mais, mas ir todos os dias no aeroporto pra trocar dinheiro é um porre. Também fizemos compras nas lojinhas no primeiro dia, o que realmente compensa são os perfumes e as bebidas. Eletrônicos tb são mais baratos, mas não sei até onde funcionam bem. No segundo dia, fizemos um mergulho autônomo, só para certificados PADI. O ponto escolhido foi o Nirvana. Lindo, muitos corais! Não vi muitos peixes, mas o que vi já fizeram valer a pena. O dive master que nos acompanhou foi muito legal, o Dive center foi o Ocean Explorer. Dois pontos ficou por R$ 400,00 o casal. No terceiro dia alugamos um carrinho de golfe, ficou R$ 150,00 para 4 pessoas. Vale muito a pena. Conhecemos toda a ilha e foi uma aventura muito bacana. No quarto dia fizemos o passeio para Cayo Bolivar . Ficou R$ 560,00 o casal. É uma ilha deserta, linda! Mas se eu soubesse como seria exatamente, não teria ido. O local não tem infra estrutura. Chegando lá o pessoal monta umas cabanas com um plástico que te torra feito um microondas. Esse valor incluia bebida e comida. A comida é servida em pratos que são montados todas de uma vez. Quando eles te chamam pra almoçar está tudo gelado. O peixe até que dava pra comer, mas o frango era impossível, pois eram pedaços enormes e sem tempero. Banheiro é o mato. Pra quem gosta de praias desertas e não se importa com conforto, vale a pena pela beleza do lugar, mas achei o preço salgado pelo que foi oferecido. Se for fazer esse passeio, NÃO vá sem snorkel, pois não vai ter o que fazer mesmo. Os sapatos que eles vendem na cidade também serão muito úteis em todos os passeios. No quinto dia fomos para o Aquário. Vale muito a pena ir para esse lugar! As fotos ficaram lindas! Foi o melhor custo benefício de San Andres. Com snorkel dá pra ver muita coisa bonita no mar, alías, snorkel, máscara e os sapatos para andar nas pedras são objetos indispensáveis em qualquer passeio de San Andres. Não fomos pra Johnny Cay, pois uns amigos já tinham ido e nos disseram que valia mais a pena passar o dia no aquário, pois lá em Johnny Cay é muito muvucado e o Aquário é mais bonito. No final do dia as arraias vêm nos visitar. Umas 16h00 elas começam a chegar, pegue seu snorkel e mergulhe do lado que não tem pedras, vai ser muito emocionantes. Os caras do passeionnão te chamam viu! Se vc for lá e vir blz, senão não verá nada. No último dia ficamos na peatonal, tomando um solzinho de despedida e também aproveitamos para comprar as lembrancinhas. Agora vamos as avaliações dos Restaurantes: Majia, ambiente gostoso e comida boa, preço acessível, R$ 50,00 o casal. Carbonara e Margherita, ambiente normal e preço um pouco mais alto, R$ 100,00 o casal. Café café, ambiente gostosinho e preço acessível mas não baratinho, R$ 80,00 o casal. El Paraíso, tudo maravilhoso, vista pro mar, comida excelente, preço médio alto, R$ 100,00 o casal. Porto Belo, ambiente agradável, de frente pro mar, péssimo atendimento, comida boa e preço razoável, R$ 80,00 o casal. Miss Célia, não gostei da comida, ambiente interno muito quente e externo não achei legal. Um prato costuma dar para o casal, o que o torna barato, mas só fui uma vez e não voltaria, R$ 50,00 se pedir um prato para dois. La regata, muito bom! Adorei tudo lá, o preço não é alto para o que o restaurante oferece. A comida é deliciosa! R$ 140,00 o casal. Gourmet Assho, comida deliciosa! Ambiente agradável e bom atendimento. O preço é como no La Regata, compensa, R$ 150,00 por casal. Nesse restaurante, dependendo do prato, dá para pedir um por casal, pois vem bem servido. Todos os preços que coloquei são uma média. Dependendo do que escolher para comer pode ficar bem diferente. Só não achei super barato para comer em San Andres, como li em alguns posts. Ficamos no Hotel Noblehouse. É ótimo e fica perto de tudo. Só não curti muito o café da manhã e a temperatura da água para banho no final do dia é fria. O atendimento é muito bom! Os quartos atendem bem quem fica lá apenas para dormir.

    Preço da comida
    Cuidados com os carrinhos de golfe
    Muitos cachorros abandonados
    Café fraco ( o não expresso)
    Limite para trocar real na casa de cambio do aeroporto (R$ 200,00 dia, por pessoa).
    Explicações subjetivas sobre o passeio de Cayo Bolivar.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  76. Foto9 Lara de Souza Vieira Saneto
    Vitória - ES há quase 4 anos
    8,0
    Bom

    O Guia do Melhores Destinos é perfeito!
    Vou escrever os prós e contras aqui no mesmo post, para ter uma linha de raciocínio bacana.
    Preciso ressaltar que a ilha não é lá grandes coisas... Não espere hotéis de luxo e extremo conforto, grande infraestrutura, tudo lá é muito simples. Vale a pena pagar resort com tudo incluso? Não sei, depende do seu perfil. Eu e meu marido somos aventureiros (mais ele do que eu), mas preferimos pegar um hotel só pra dormir e investir mais nos passeios. Mesmo assim, o Noblehouse foi em torno de R$1.600,00. Muito caro pelo que oferece, não recomendo. Foram 06 diárias.
    Não foi exigido, mas tomamos vacina de febre amarela. Nos sites que pesquisamos, dizia ser obrigatório.
    A cidade a primeira vista me causou grande impacto. Fui com uma expectativa alta, afinal, é mar do Caribe, 7 cores, etc. Realmente, a água é impressionante, nunca na minha vida vi coisa igual! Me arrepio só de lembrar! É indescritível vc estar em alto mar e ver o fundo do mar... lindo! Mas a cidade em si é suja, com calçadas pocadas, gente feia cheia de rastafari... rsrsrs! Bom mesmo é o reggaeton, ritmo musical deles!!!
    O que é mais importante destacar é a tarjeta turística, paga em Bogotá (fizemos conexão lá) no balcão da companhia aérea no momento do check-in para San Andrés. Carregue com você sempre que sair da ilha e nunca a perca! É um documento super importante. Foi uns R$25,00 por pessoa. Troque moeda em Bogotá para o pagamento dessa tarjeta, pois só aceitam pesos colombianos. Para trocar moeda na Ilha, vá ao Banco Colômbia, fizemos nosso câmbio lá.
    Voamos de Lan e achei perfeito! Comida perfeita, atendimento nota 10 e pontualidade show.
    O aeroporto de San Andrés consegue ser pior do que o de Vitória/ES onde moro. Sem ar condicionado, passamos muito calor na chegada. Fiquei com receio de passar mal em Bogotá por conta da altitude (tive que dormir lá uma noite por causa da diferença de horário entre os vôos), mas me senti ruim mesmo na Ilha. Muito quente, parece que o ar é mais pesado... demorei uns minutinhos para me adaptar. Fui em agosto de 2013 e estava bem quente.
    Nós achamos tudo na ilha caro, na verdade, a média de preços é igual aqui em Vitória/ES. Para comprar, a rede de free shop La Riviera domina a ilha e tem preços muito bons de mala. O resto também é bom, mas na época que fomos a intenção nem era consumir tanto, até porque os passeios consumiram a grana toda. Fiquem atentos, pois tem muita loja falsificada. Não deixe de tomar café no Juan Valdez. Clássico na Colômbia, em San Andrés tem uma cafeteria bem na orla.
    Procure hotéis na Peatonal, praia principal e com os melhores hotéis/restaurantes. Na rua de trás fica o centro da cidade. Indico o Lord Pierre (na época que fomos ele não tinha disponibilidade) ou o Casablanca. Jantamos duas vezes no restaurante do Casablanca, ótima comida. Vá também ao restaurante La Regatta, é mais caro, mas fabuloso! Também tem o CaféCafé, para lanches, o Gourmet Shop Assho que é bom também e o Mister Panino, que fomos três vezes lá (é a melhor massa com frutos do mar, pelo melhor preço). Tem o Punta Sur que amamos, fica depois de La Piscinita. Não vá no Margherita e Carbonara!
    Sobre os passeios, faça quantos puder! Cada ilha tem uma cor diferente e todas são perfeitas. Johnny Cay é a mais linda de todas, não deixe de ir!!! Fomos uma vez só e nos arrependemos de não voltar de novo. Haynes Cay e Aquario são feitas juntas, geralmente após um passeio a Johnny Cay. Não pague somente pelo passeio das mata raias, não vale a pena. Quando começar a dar o horário de ir embora de lancha do Aquário, elas começam a aparecer.
    Faça com certeza o passeio de carrinho de golfe pela Ilha. Fizemos duas vezes e foi muito bacana. Ela é bem pequena, vale a pena alugar o carrinho por um dia e dar a volta. Alguns lugares são bem exploradores de turistas, tipo o Hojo Soplador. Se puder, não pare. Logo a frente, no restaurante Punta Sur (fica em uma curva) eles tem dois hojos e ainda uma piscina de água do mar. Comendo lá, você pode desfrutar de tudo.
    La picinita, lindo demais (você paga uns 2 reais para entrar)! Eu tenho gastura de peixinhos e nem entrei no mar, mas meu marido amou, tirou muitas fotos. Ah! Leve máquina a prova d'água!!! Nós levamos daqui dois snorkels e compramos os sapatinhos de neoprene lá. Isso tem que levar/comprar, ok? Lá tem muitos corais, fora e dentro da água.
    West View nós não fomos, pois estava cheio (você paga uns 2 reais para entrar). San Luís, uma das praias mais lindas também!! Rocky Cay fomos no último dia. É legal, você atravessa pra ir na ilha no meio do mar. Bacana é a vista da Ilhota para a Ilha de San Andrés.
    Não fomos na caverna de Morgan, não despertou nosso interesse...
    Com relação a segurança, é igual em todos os locais. Ficando atento e não dando bobeira, a ilha é bem tranquila. Eu tive dificuldade com a língua, lá eles falam muito embolado e rápido, além de não gostarem de repetir. A sorte foi que meu marido entende bem o espanhol. Mesmo assim, passamos alguns apertos até decifrar o que eles estavam falando.
    Na Peatonal a chatisse fica por conta do assédio aos turistas para fazer tranças no cabelo e alugar jet-ski. Compramos alguns passeios no Lord Pierre (tem uma "agência" antes do saguão do hotel), em uma casinha de turismo próximo a cafeteria Juan Valdez e a de Providência compramos perto da colônia de pescadores. Por falar nisso, só vá a Providência se tiver dindin sobrando. Fomos e nos arrependemos. Além de ter chovido no dia, resolvemos ir de catamarã e foi horroroso. 3 horas em mar aberto, as ondas batendo pra caramba pra chegar lá e ter que gastar quase 100 reais de táxi, pois na ilha tudo é longe. Acabamos voltando de avião teco-teco, gastamos uns 600 reais a mais e nem foi tão bom assim...
    Fizemos o passeio de Cayo Bolivar, lindo! São 40 minutos de lancha mega rápida. Mas o visual compensa! A ilha é desabitada, tanto que os carinhas do barco que fizeram nosso almoço. Experiência única que faria de novo. Foi um passeio caro, mas valeu a pena. Faça!
    Leve muito protetor solar, o sol lá castiga. O arroz em qualquer lugar que vc for comer é feito com côco. Ruim demais. Mas os patacóns são uma delícia! A maioria das refeições vem com o arroz de côco, patacón e peixe.
    Os preços do guia está bem atualizado, pode se programar por aqui com certeza.
    Espero ter ajudado! O melhor de San Andrés é poder conhecer o caribe por um preço super acessível! E de quebra, ver o indescritível mar de sete cores!

    Avaliacao-san-andres
    4 comentários

  77. 42hxg Heloisa Helena Civolani
    há quase 4 anos
    10,0
    Bom

    do Mar, das praias, do passeio com carrinho de golf pela Ilha, do mergulho com cilindro, da Ilhota Jonny Cay, de ir à Providência e mergulhar com tubarões e cardumes de peixes de cores lindas, do sossego da Ilha, de comer lagosta e frutos do mar a preços incríveis, de ver o bailado das raias à noite, na Puente de los Enamorados, da paisagem vista do alto da ilhota (cabeça de Morgan) e de Cayo Cangrejo.

    Do passeio "Raia Manta" onde seguram as raias que se debatem, para turistas passarem as mãos e fotografar (apesar do lugar ser lindo).
    De serviços muito lentos em alguns restaurantes.

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    2 comentários

  78. Luademelrotaromantica233 Stefan Ridovics
    há quase 4 anos
    10,0
    Bom

    Povo simpático e solícito, segurança, praias simplesmente fantásticas, compras a preços incríveis, excelentes opções de refeições e lazer e um local perfeito para descansar ou curtir com amigos e família.

    O pouco assédio que recebi de alguns nativos oferecendo drogas me chateou um pouco mas nada que tirasse minha paciência. Acredito que isso ocorreu pq estava sozinho e acaba facilitando um pouco pra eles.

    Avaliacao-san-andres
    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  79. Missing Carla Costa
    sao gonçalo - RJ há mais de 3 anos
    10,0
    Bom

    O lugar e incrivel.... praias paradisiacas... agua cristalina... muito coco loco.... é um lugar perfeito para relaxar e curtir belas praias.... Com certeza recomendo para todos !!!

    Vc tem que pesquisar bem os preços dos passeios.. fiz o passeio para Cayo Bolivar.. em 2 lugares nos ofereceram o preco de 150 mil pesos... comida e bebida incluido... quando chegamos no passeio conhecemos 2 brasileiras que tinham comprado o mesmo passeio por 80 Mil pesos.. ou seja... fomos robadas na maior cara de pau !!! A maioria dos restaurantes fecham entre 22 e 23:00 o que para a gente é bem cedo.... nao fomos a nenhuma boate pq estavamos tao cansadas e curtiamos tanto as praias que nao tinhamos o menor pique hahaha fora isso.. tudo e muito bom...

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    1 comentário

  80. Missing Régis Junqueira Dias
    Lambari - MG há mais de 4 anos
    10,0
    Bom

    Conheci San Andres através do MD e tive a oportunidade de visitá-la no mês 08/2013. San Andres é paradisíaco!!! A cor do mar é muito bonita e como já foi comentado aki no MD, pessoalmente é ainda mais bonito que por fotos. Gostei muito de Rock Cay, Aquario, Haynes Cay e Johnny Cay. Hospedagem para todos os bolsos, preço dos restaurantes parecido com as do brasil. Vale a pena alugar o carrinho de golfe para conhecer a ilha.

    a infraestrutura da cidade é um pouco precária, mas nada que atrapalhe o passeio!!!

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    1 comentário

  81. Vagkc Regis Blaustein
    há mais de 4 anos
    10,0
    Bom

    Fui 2 vezes para mergulhar, mas o mergulho com as arrais foi demais. Existe uma ilha chamada de aquário 'e o paraíso das arraias, show. A locacao dos carrinhos de golfe 'e diferente e bem legal.

    Ruim 'e ter que fazer conexão em Bogota, mas compensa e muito.

    Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres Avaliacao-san-andres
    1 comentário

  82. 4jjqv Patricia Hedler
    há mais de 4 anos
    8,0
    Bom

    Recomendo dar um pulo em Providência, mais calmo, melhor para mergulhar (corais lindos), mais limpo e rústico. Perfeito para descansar. A cor do mar é incrível.

    San Andres é um pouco movimentado demais para quem busca se desconectar da civilização.

    Avaliacao-san-andres
    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  83. Fkjnz Eduardo Feitosa Bispo
    há mais de 4 anos
    9,0
    Bom

    As praias são lindas, as pessoas super receptivas, a comida boa e é possível se hospedar barato. Na verdade dá pra fazer muita coisa com preços acessíveis. ótimo local para comprar perfumes e bebidas...

    Não tive contra tempos lá

    Avaliacao-san-andres
    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  84. Missing Jefferson
    Brasília - DF há mais de 4 anos
    10,0
    Bom

    Ilha Jonhy Cay (barato pra chegar lá (~R$25,00/pessoa), e lugar simplesmente PARADISÍACO): nunca vi lugar igual - água cristalina, morna, várias tonalidades, peixinhos, mar calmo, uma terapia relaxante sem igual!! Preços justos de comida, hotéis e pousadas, para todos os bolsos. Produtos baratos, cidade tranquila, transporte mais barato e prático é moto táxi. Meu sonho é voltar lá e fazer os passeios que ainda não fiz: Cayo Bolivar (aprox R$180,00 por pessoa, com almoço) e viagem à Providência (vai de avião e volta de navio - precisa de mínimo 3 dias), e, claro, voltar a acessível e paradisíaca ilha jonhy cay. O povo também achei bastante acolhedor.

    Nada a reclamar, só a elogiar.

    1 comentário

  85. 264mw Camille Panzera
    Vila Velha - ES há mais de 4 anos
    9,0
    Bom

    Gastronomia, bons preços, oportunidade de fazer compras e o mar, obviamente...

    Assédio de vendedores e forma de tratamento por parte de alguns moradores locais querendo explorar turistas. Passei por alguns episódios e ouvi algumas coisas tão ridículas que nem acreditei...
    Achei que a ilha merece muito mais cuidado. Nunca vi um lugar com tanto lixo jogado nas estradas igual lá.

    23 comentários

  86. G4twj Marcia Vicente Augusto
    há mais de 4 anos
    10,0
    Bom

    Praias e ilhotas maravilhosas, o mar não tem cor igual... É simples, não tem o glamour de Cancun e quem ama Mac Donald's esquece, na ilha não existe. Super recomendo.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  87. E93xp Fabio Costa
    há mais de 4 anos
    10,0
    Bom

    Não dá pra concorrer com vocês, mas quem quiser saber a minha experiência dá uma olhada no meu blog (www.meulugarmundo.blogspot.com).

    Nada.

    Seja o primeiro a comentar essa avaliação. Cadastre-se ou faça login.

  88. Hz4ta Verinha Mafra
    há mais de 4 anos
    10,0
    Bom

    Principalmente as dicas das praias e passeios!! Em agosto vou simplesmente salvar o guia e ir!!!

    Nada! :)

    1 comentário